Após 19 dias, Projeto Bike Santos já fez mais de quatro mil viagens

N_163609758841

Mais de quatro mil viagens e 19 dias depois de implantado, o sistema de bicicleta pública – Bike Santos – já faz parte do visual urbano da Cidade. Haja vista que, não apenas na ciclovia à beira-mar, mas em vários bairros, as coralzinhas passaram a colorir as ruas de forma sistemática. O projeto de sustentabilidade tem parceria com a Prefeitura e a empresa Serttel.

Desde sua implantação no dia 29 de novembro e até o balanço feito pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), foi contabilizada, somente até o dia 6 deste mês, média de 586 locações diárias.

Nessa fase inicial do projeto, o sistema oferece dez bicicletas em cada uma das 14 estações já em funcionamento. Mas, a Avenida Ana Costa receberá uma nova estação, assim que chegarem ao fim as obras de reurbanização no trecho entre a praia e a Praça da Independência, fechando essa primeira etapa.

É intenção da CET disponibilizar até o final do ano outras seis estações: nas praças Nossa Senhora Aparecida, Fernandes Prestes (diante da Rua Rodrigo Silva); Rua Alfaia Rodrigues com Benjamin Constant e Rua Barão de Paranapiacaba com Avenida Conselheiro Nébias. Ainda outras no Canal 2 (próximo à Rua Carvalho de Mendonça), e Rua Júlio Conceição com Avenida Conselheiro Nébias.

Por outro lado, até o final de janeiro outras 15 estações com mais de 150 bikes serão entregues na segunda etapa da implantação do sistema.

O Bike Santos possibilita compartilhar o uso de bicicletas sem qualquer custo, mas é necessário que o interessado esteja previamente cadastrado no site www.movesamba.com.br/bikesantos. No ato da adesão, é preciso autorizar o débito de R$ 10,00 no cartão de crédito como forma de caução.

A utilização da bike tem gratuidade de 30 minutos e o usuário tem a possibilidade de devolvê-la em qualquer estação. Após 15 minutos, ele pode novamente retirar outra bicicleta. Se os 30 minutos forem ultrapassados, automaticamente começa a contagem de débito sobre o valor da caução.

Vale lembrar que as bicicletas estão liberadas para usuários com altura de até 2 metros e que tenham até 100 quilos. O cestinho comporta no máximo 5 quilos. Outras  informações podem ser obtidas na Central de Atendimento ao cliente, telefone (13) 4062-1699.

 

A Tribuna

 

Santos convoca empresas para implantação das bicicletas públicas

Com o objetivo de incentivar ainda mais o uso das bikes, Santos anunciou a implantação do Sistema de Transporte Individual Sustentável de Pessoas através de bicicletas, conhecido como bicicleta pública, por período experimental de seis meses. O edital para as empresas interessadas foi publicado pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) na edição desta terça-feira do Diário Oficial.

Algumas cidades, como Paris, Barcelona e Toronto, possuem há algum tempo sistemas de bicicletas públicas, mas o serviço é pago. No Brasil, municípios como Rio, Sorocaba e São Paulo implantaram sistemas semelhantes.

bicicletas publicas Londres

Como funciona

O projeto santista consiste em compartilhar a utilização de bicicletas de forma gratuita, desde que o usuário esteja previamente cadastrado em site. A Companhia de Engenharia de Tráfego de Santos (CET) já definiu oito pontos com grande tráfego de ciclistas, onde haverá dez estações para retirada ou devolução das bikes. Inicialmente, a empresa contratada deverá disponibilizar 100 bicicletas para uso comunitário.

A princípio, a operação do sistema será diária, das 6h às 22h para a retirada da bicicleta e até as 24 horas para sua devolução. A utilização da bicicleta será permitida pelo tempo máximo de 30 minutos, sem cobrança de tarifa, e sua devolução poderá ser feita em qualquer uma das estações. Após 15 minutos, o usuário pode novamente retirar outra bicicleta, seguindo as mesmas normas.

O sistema funcionará com auto-atendimento, ou seja, sem necessidade de um intermediário, através de comando por meio de telefone celular/smarthphone ou cartão inteligente. Todo o sistema deverá ser instalado em até 30 dias após a assinatura do contrato. Segundo a Prefeitura, não haverá custos para a Administração e CET, assim como para os usuários que respeitarem as regras.

 

A Tribuna

Enhanced by Zemanta