Museu Pelé ganha novos parceiros

O Museu Pelé, em construção no Centro Histórico, ganhou mais duas importantes parcerias: do grupo Odebrecht Realizações Imobiliárias e da Franz Construtora, que firmaram convênio nesta sexta-feira (23), em São Paulo, com a prefeitura e a Organização Ama Brasil. A nova parceria foi oficializada no escritório local da presidência da República, com a presença do ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, do próprio Pelé, o prefeito João Paulo Tavares Papa e os presidentes da Odebrecht, Paul Altit; da Franz, Salvador Rodrigues Franseze; e da Ama, José Luiz Aranha Moura.

Com a adesão, o Museu Pelé atinge cerca de R$ 20 milhões em recursos captados junto à iniciativa privada, o que permitirá a conclusão da obra e o início das ações e serviços de preparação interna de acordo com projeto de museologia.

O ministro Aldo Rebelo confirmou o apoio do Governo Federal e do Ministério dos Esportes para viabilizar o empreendimento santista, também em razão da Copa do Mundo no país. “O Museu Pelé não é apenas importante para o esporte nacional e para o futebol. Com a sua inauguração, será um dos destinos mais importantes do Brasil e do mundo. Ninguém, como atleta, teve o destaque, o desempenho e o reconhecimento que teve e tem Pelé”.

Passo decisivo
Para o prefeito João Paulo Tavares Papa, a nova parceria é mais um passo decisivo para a conclusão da obra até o final do ano. “Na visão do governo federal, o Museu Pelé é um equipamento fundamental para a Copa de 2014. E, para Santos, é uma forma de retribuir como até hoje Pelé divulga a cidade, além de ser um equipamento permanente que consolida a história inspiradora do Atleta do Século para as futuras gerações de brasileiros”.

Pelé agradeceu ao prefeito, ministro e aos novos parceiros por mais uma conquista ao museu que contará sua trajetória. “É mais um parceiro de peso, e espero que consigamos novos apoios, para concretizar esse projeto em Santos, o que me deixa muito feliz”.

Diretor regional da Odebrecht na Baixada Santista, Marcelo Arduin, destacou a honra para a empresa em participar do projeto. “É uma forma de agradecer a boa receptividade dos santistas e fazer parte da história desse empreendimento”.


Captação de recursos
Projetado pela prefeitura, o Museu Pelé tem parceria do governo federal, que aprovou sua inclusão na Lei Rouanet, de incentivo à cultura, possibilitando a captação de recursos junto à iniciativa privada, e também do estadual, que cedeu o imóvel. Entre os parceiros que já oficializaram sua participação, além da Odebrecht e da Franz, estão o BNDES, Santander, Vivo, MRS Logística, Votorantim, Vale, Mitsubishi, Gerdau, Ambev, Rumo Logística e Cosan.

O acervo do Rei do Futebol que será exposto no museu inclui objetos pessoais, fotos, filmes, troféus e material impresso, entre outras raridades, atraindo visitantes do mundo inteiro, qualificando o turismo regional e consolidando o programa municipal de incentivo à revitalização do Centro Histórico, o Alegra Centro.

Estágio da obra
As obras do Museu Pelé foram iniciadas em 2010, e envolvem o restauro de fachadas antigas e total reconstrução – externamente, aos moldes das edificações originais. Os estaqueamentos, fundações e restauro das paredes remanescentes estão concluídos.

Na fachada, 40% das alvenarias foram reconstruídas, e o levantamento da estrutura (pilares, vigas e lajes) já está 80% executado. Metade da marcenaria já está pronta (caixilhos de madeira). Recentemente foram concretados a última laje e o auditório. As instalações elétricas também estão sendo feitas.

Enhanced by Zemanta

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s