Exposição mostra história do Brasil por meio do desenvolvimento das armas

Conhecer um pouco da história do Brasil do período Colonial à Era Vargas por meio da evolução das armas. Essa é a proposta da exposição Armamentos Históricos, que está aberta à visitação na Casa do Trem Bélico. São mais de 100 peças, algumas raridades, que podem ser visitadas gratuitamente.
O responsável pelo acervo é o professor Aldo João Alberto. Ele começou a colecionar armas ainda jovem, quando ganhou uma garrucha belga do seu tio-avô, que havia lhe garantido: aquela arma havia sido usada na Guerra do Paraguai. Mais tarde, Alberto descobrira que a informação não era verdadeira, mas que tinha conhecido um hobby que o seguiria pelo resto da vida.
Todos os exemplares estão desmontados (não atiram) e são originais. O trabalho de busca para reunir peças que não estão disponíveis em museus e nem em batalhões do Exército foi de fôlego e incluiu visitas a fazendas, antiquários e casas de ex-combatentes, além de contatos com outros colecionadores.
Além de armas também é possível encontrar medalhas e diversas outras peças relacionadas a combates. Foram equipamentos utilizados nas guerras dos Farrapos, do Paraguai, e de Canudos, até alguns materiais da Revolução de 1932.
A arma mais antiga é uma arma inglesa utilizada na guerra Napoleônica, nos anos 1800 que vieram para o Brasil com Dom João VI. É possível conhecer também exemplares históricos de mausers, wincesters, spencers americanas, comblains, garrunchas, entre outras.
Lá estão, também, a arma que deu “o último tiro” da Guerra do Paraguai e carabinas das escolas de aprendizes, locais onde crianças de 7 a 18 anos participavam de treinamento militar básico no início do século XX.
“Aqui é possível conhecer muito da história do crescimento do nosso País, com detalhes”, diz o professor Aldo, ressaltando: “A partir do momento que a arma entra aqui, ela perde o seu sentido de fabricação. Não cultuamos a violência e sim a história”.
Serviço:
Local: Casa do Trem Bélico
Endereço: Rua Tiro Onze, 11 – Centro Histórico – Santos
Funcionamento: terça a domingo, das 11 às 17 horas
Entrada gratuita
Realização: Instituto Histórico e Geográfico de Santos e Prefeitura Municipal
Boqnews
Enhanced by Zemanta

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s