Santos volta aos dias de glória

Sim, Santos voltou a seus dias de glória. Mas não estamos falando do Santos de Neymar, Arouca e Ganso, que acaba de se sagrar tricampeão do Campeonato Paulista. Um século depois de seus tempos áureos, quando seu porto faturava alto com a exportação do café, a cidade tem um novo ouro negro: o petróleo do pré-sal, que já atrai recursos para o município, movimenta o mercado imobiliário e, por consequência, o turismo, a noite e a diversão. Dados do Ibope mostram que Santos se tornou, no ano passado, a cidade com o maior índice de verticalização do país, 63% – a taxa era de 54% apenas dois anos antes. Estima-se que o valor do metro quadrado tenha subido aproximadamente 90% nos últimos cinco anos. A Petrobras está construindo três torres de escritórios em uma área de 25 mil metros quadrados na região do Valongo, na entrada da cidade. A primeira delas deverá ser ocupada por 2 200 funcionários. A obra é a espinha dorsal do complexo turístico, náutico e empresarial do bairro, onde também está sendo erguido o Museu Pelé e que já conta com a antiga estação ferroviária e com o Santuário Santo Antônio.

Santos está se preparando para receber mais gente. Prova disso são os hotéis inaugurados no fim do ano passado: no Boqueirão, a dupla Ibis e Mercure, da rede Accor; no Gonzaga, o Atlântico Golden, versão sofisticada do grupo do Hotel Atlântico – vizinho a este, o Golden era um prédio residencial que foi reformado. Em 2014, há mais dois lançamentos previstos. Na mesma marola, projetos de urbanismo que estavam engavetados vão saindo do papel. Caso da Avenida Perimetral, que foi concluída em 2011 e circunda os enormes terminais portuários.

O Centro Histórico também passa por uma revitalização. O pedaço, que está recebendo nova iluminação, tem como destaque a boêmia Rua XV de Novembro. Ali a novidade é a troca do calçamento, que estava esburacado e desnivelado. Ao fim do trabalho, talvez ainda em junho, ficará com o jeito das calçadas da Avenida Paulista, em São Paulo.

Na região, a famosa Bolsa do Café, edifício construído em 1922 para os pregões cafeeiros, passou a abrir seu museu também à noite, quando é possível ver com maior dramaticidade os murais do pintor Benedito Calixto. Outro upgrade é no número de bondes que percorrem as ruas da região, de três para cinco. O trajeto é apreciado por 10 mil passageiros ao mês. Quem gosta de bonde também deve curtir o funicular, que vai do Centro ao mirante do Monte Serrat, evitando a canseira dos 415 degraus.

É na noite e na gastronomia que os ventos das mudanças sopram com maior vigor. Bares clássicos, como o alemão Heinz, no Boqueirão, seguem lotados, mas dois novatos entraram na briga. O Bodegaia, na XV, tem porções servidas na telha (o escondidinho de carne-seca sai a R$ 52); e o Australiano, no Embaré, um inusitado pub à beira-mar, tem brejas de todos os cantos (o pint de Guinness custa R$ 17).

Quando se fala em comida, os tradicionais pratos de pescados da orla vão perdendo espaço para combinações mais sofisticadas. Novidade na paisagem, o Guaiaó, no Boqueirão, serve, por exemplo, polvo braseado com tarê (tipo de molho agridoce de caju, R$ 53). Ali perto, a Enoteca Decanter vai além do papel de empório: faz bacalhau à lagareira. Para um jantar romântico, prefira o italiano Da Sorata, no Gonzaga, especializado no ravióli com queijo mascarpone, cogumelos e lagostim (R$ 48).

Em uma cidade repleta de universitários e com o maior porcentual de mulheres do Brasil (54,25%, segundo o IBGE), a noite não deixaria de ser sacudida. O Moby Club, no Gonzaga, assim como a Bikkini Barista, na XV, seguem firmes, mas boas casas surgiram no Centro há menos de um ano: o Antonina Bar, que aposta em samba, pop rock e sertanejo, e a eclética Naypp, com teto retrátil. Na Praia do José Menino, a velha Santos vai bem, obrigado. Explore o Parque do Emissário Submarino, que reúne ciclovia, playground, pistas de skate e corrida e o museu do surfe. Lá você pode aprender as manhas das ondas na escola de Picuruta Salazar, surfista que acumula 160 troféus desde 1972. Ainda no José Menino, a grande notícia deste mês é a reinauguração do orquidário, ampliado em 10% de sua área. “Foi criada a trilha do mel, que passa por seis colmeias de abelhas que não picam, e há agora mais 3 mil orquídeas”, conta marcelo Fachada, secretário de Turismo de Santos.

Ao longo dos 7 quilômetros de orla, não se veem águas no tom verde-Maragogi, mas o jardim que contorna a praia é considerado pelo Guinness Book o maior de orla do mundo. Com 2 mil árvores e 100 espécies de flores, ele encampa o aquário, na Ponta da Praia, que está sendo reformado, além de 7 dos 30 quilômetros de ciclovias de Santos, que é bem plana, mas só tem duas locadoras de bicicletas: Beach Bike e Bike Brall, ambas no Embaré. Não íamos falar de futebol, mas, que diabos, o Santos celebra neste ano seu centenário e, com isso, modernizou seu memorial, na Vila Belmiro (que não tem a ver com o do Pelé, no Valongo). Entre as novidades, Neymar, o maior artilheiro do time desde os tempos de Pelé, ganhou espaço próprio.

Vem por aí:

• O Museu Pelé, que deve ser inaugurado em dezembro, terá grande acervo de fotos, filmes, troféus, documentos e objetos pessoais, além de uma escultura do Rei feita por Oscar Niemeyer.

• O trem turístico que promovia um passeio pela Serra do Mar entre Santos e São Paulo também promete ser, finalmente, reativado. Mas a previsão é que isso ocorra somente em 2014.

• Em 2016 haverá um túnel para ligar, por baixo d’água, o bairro do Macuco a Vicente de Carvalho, no Guarujá.

 

Santos (DDD 13)

FICAR

Boas-novas são o confortável Atlântico Golden (Rua Jorge Tibiriçá, 40, Gonzaga, atlanticogolden.com.br; diárias desde R$ 281; Cc: A, D, M, V) e, no Boqueirão, a dupla Ibis (Avenida Vicente de Carvalho, 50, 2127-1660; diárias desde R$ 179; Cc: A, D, M, V) Mercure (Avenida Washington Luís, 565,mercure.com; diárias desde R$ 240; Cc: A, D, M, V).

COMER

No Boqueirão, próximo aos hotéis Accor, um trio faz a diferença: famoso pelo chope, o Heinz (Rua Lincoln Feliciano, 118, 3286-1875; Cc: A, D, M, V) tem comida alemã; a Enoteca Decanter (Rua Mato Grosso, 290, 2104-7555; Cc: A, D, M, V) faz o papel de restaurante, empório e bar; e o Guaiaó (Rua Dom Lara, 65,guaiao.com.br; Cc: A, D, M, V) conta com um requintado cardápio do mar. No Centro, o Bodegaia (Rua XV de Novembro, 26, 3219-2024; Cc: A, D, M, V) serve porções na telha. Para um programa a dois, invista no italiano Da Sorata (Rua Luís de Faria, 116, Gonzaga, 3288-3309; Cc: A, D, M, V). Já o Australiano(Avenida Bartolomeu de Gusmão, 23, Embaré, 3345-6318; Cc: A, D, M, V) é um pub com cervejas do mundo todo.

PASSEAR

Não perca o estilo colonial barroco do Santuário Santo Antônio (Largo Marquês de Monte Alegre, 13, Valongo). No Centro, visite o lendário prédio da Bolsa do Café (Rua XV de Novembro, 95, 3219-5585; 3ª/sáb 9h/16h15, dom 10h/16h15; R$ 5), que abriga o museu, e passeie de bonde (Praça Mauá; 3ª/dom 11h/17h; R$ 5) ou de bondinho funicular (Praça Correia de Melo, 33, 3221-5665; R$ 21). De lá, vá àPraia do José Menino, onde estão o Parque do Emissário Submarino (Avenida Presidente Wilson) e oMuseu do Surfe. O complexo é vizinho ao novo Orquidário (Praça Washington, 3237-6970; 3ª/dom 8h/18h; preço não divulgado antes da reabertura, agora em junho). No Embaré estão as duas locadoras de bikes de Santos, que não são da prefeitura: a Bike Brall (Rua Oswaldo Cochrane, 30, 3271-4152) e aBeach Bike (Avenida Bartolomeu de Gusmão, 51, 3272-1608). Na mesma via, só que na Ponta da Praia, está o Aquário (3236-9996; 3ª/6ª 9h/18h, sáb/dom 9h/20h; R$ 5). A atração, que tem até tanque exclusivo para tubarões-lixa, costuma lotar quando chove. Curte futebol? Faça uma visita monitorada ao Memorial de Conquistas do Santos e pise no gramado da Vila Belmiro (Rua Princesa Isabel, 77, 3225-7989; 3ª/dom 9h/18h; R$ 10).

AGITAR

O Centro está mais agitado com a Naypp (Rua São Francisco, 19, 3221-4590; Cc: V) e o Antonina Bar(Rua XV de Novembro, 49, 3219-4585; Cc: D, M, V), sem falar na Bikkini Barista (Rua XV de Novembro, 94/96, 3219-3116; Cc: A, D, M, V). O Moby Club (Avenida Vicente de Carvalho, 30, Gonzaga,moby.com.br; Cc: D, M, V) tem tecno, pop, rock e reggae.

 

Revista Viagem e Turismo


Enhanced by Zemanta

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s