Laura Cardoso é a grande homenageada da 10ª edição do Curta Santos

A atriz Laura Cardoso, que atualmente vive a beata Dorotéia em ‘Gabriela’, será a grande homenageada da 10ª Edição do Curta Santos – Festival de Cinema de Santos. Ela vai receber o prêmio Lilian Lemmertz pelo conjunto de seu trabalho no cinema brasileiro. O nome da premiação faz referência à mãe da atriz Julia Lemmertz, falecida em 1986, e já foi entregue para Eva Wilma, Júlia Lemmertz, Rosi Campos, Betty Faria e Christiane Torloni.

Durante a carreira, Laura Cardoso atuou em mais de 20 filmes nacionais. Ela começou na década de 1960 com “O Homem das Encrencas” e com uma produção em homenagem ao melhor jogador de futebol do mundo: Pelé, que jogou no Santos, time cujo centenário será celebrado nesta edição do festival. A última atuação da atriz nos cinemas foi em ‘Muita Calma Nessa Hora’, mas a atriz faz parte do elenco de outras duas produções que estão em fase de pré-produção: ‘Muita Calma Nessa Hora 2′ e ‘Syndrome’, ambos com estreia prevista entre 2013 e 2014.

A homenagem à atriz acontece no dia 17 de setembro, às 20 horas, no Mendes Convention Center, durante a Gala de Abertura, que terá a apresentação de Supla, fanático torcedor do Santos Futebol Clube, e que promete muita descontração e improviso na abertura do Festival de Cinema de Santos.

Além de Laura, o festival também vai homenagear grandes nomes do cinema e até do esporte mundial. O craque Neymar, atacante titular do Santos Futebol Clube e da Seleção Brasileira, será eternizado com uma estrela na Calçada da Fama de Santos na quinta-feira. No mesmo local, onde Pelé já recebeu uma homenagem parecida.  O ator e diretor santista Sérgio Mamberti também vai receber uma homenagem parecida, no sábado (22), às 19 horas, celebrando a carreira do artista. A calçada fica em frente ao Cine Roxy, no Gonzaga.

Outro homenageado será o ator e diretor Selton Mello, que vai receber o Troféu Cláudio Mamberti, irmão de Sérgio Mamberti. Cláudio faleceu em 2001 e trabalhou em diversos filmes como “O Quatrilho” e “Dona Flor e Seus Dois Maridos”. Além dele, o jornalista e crítico de cinema Luiz Fernando Zanin Oricchio recebe o Troféu Maurice Legeard.

Estreias

Vários filmes vão estrear durante o festival. Foram escolhidas seis produções inéditas no litoral de São Paulo: “Augustas”, de Francisco Cesar Filho; “Vou Rifar Meu Coração”, de Ana Rieper; “Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios”, de Beto Brant e Renato Ciesca; “Febre do Rato”, de Claudio Assis; “País do Desejo”, de Paulo Caldas; e a “Laje dos Sonhos”, da diretora santista Raquel Pellegrini.

Oficinas

O festival também terá oficinas que ensinarão os amantes da sétima arte a interpretar, gerenciar, produzir e iluminar. Para quem pensa em atuar, o destaque é a oficina de “Interpretação de Atores para Cinema”. Para os apaixonados pelo cinema sétima arte e profundos conhecedores da área, o diretor Beto Brant faz um “Panorama Cinematográfico Nacional”. A produtora Letícia Torgo também participa e ensina a ser um “Artista-Gestor” em uma das oficinas. E a parte técnica é resgatada com o radilista Danilo Pimentel na oficina “Iluminação para Cinema”.

 

G1

Enhanced by Zemanta

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s