Há 38 anos, Pelé se despedia oficialmente do Santos

Foi no dia 02/10/1974, na Vila Belmiro, frente à Ponte Preta em partida válida pelo Campeonato Paulista, que o Rei do futebol decidiu encerrar sua magnífica carreira. Pelé, que jogou contundido, aguentou só até aos 21 minutos da primeira etapa, quando paralisou o jogou pegando a bola, se ajoelhando no centro do gramado, abrindo os braços em uma forma de agradecimento, emocionado e emocionando.

O Santos do técnico Tim formou com Cejas; Wilson Campos, Bianque, Vicente, e Zé Carlos; Léo e Brecha; Claudio Adão, Da Silva, Pelé (Gílson) e Edu, ganhou a partida por 2 a 0 com gol de Cláudio Adão e Geraldo (contra).

As “voltas” do Rei – Pouco mais de um ano depois, em 07/12/1975, Pelé voltou a atuar pelo Santos FC. Isso aconteceu em uma partida válida por um octogonal promovido pelo governo baiano: o Torneio Roberto Santos. Foram apenas 45 minutos, mas o suficiente para mostrar que o Rei do futebol tinha totais condições de estender sua carreira.

O jogo terminou 1 a 1 com gol de Brecha para o Santos, que formou com Willians; Tuca, Bianchi, Vicente e Fernando; Clodoaldo e Léo Oliveira; Babá (Mazinho), Cláudio Adão, Pelé (Brecha) e Toinzinho. O técnico era o ex-jogador Olavo. O Santos terminou campeão do torneio.
Mas foi na sua despedida do N.Y. Cosmos, no dia 01/10/1977, no Giant Stadium, em New York, que Pelé se apresentou pela última vez com a camisa que o consagrou.

Na primeira etapa, Pelé jogou pelo lado do Cosmos, onde marcou de falta seu último gol, aos 43 minutos empatando a partida em 1 a 1. No segundo tempo, Pelé substituiu Aílton Lira.

O jogo terminou 2 a 1 para o Cosmos, com Ramón Mifflin anotando o gol da virada aos 4 minutos do segundo tempo.

O Peixe do técnico Otto Glória formou com Ernani; Fernando, Joãozinho, Alfredo Mostarda e Neto; Carlos Roberto, Zé Mário e Aílton Lira (Pelé); Nilton Batata, Reinaldo (Juary) e Rubens Feijão (Bianchi). Reinaldo antou o tento santista aos 14 minutos.

No Santos foram 1116 jogos e 1091 gols entre 1956 a 1974.

Dias antes de encerrar oficialmente sua carreira no Santos, Pelé deu entrevista para uma revista esportiva temendo ser esquecido. Mas, quem é Rei nunca perderá a majestade.

Boqnews

Enhanced by Zemanta

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s