Paulo Consentino transforma arenas e estádios em obras de arte

consentino

Paulo Consentino, artista santista tem, no futebol, a inspiração maior de seus trabalhos. É ele, por exemplo, que assina o mural que homenageia o centenário do Santos, pintado nos muros do CT Rei Pelé. A obra foi concluída em setembro, e já em outubro Consentino deu início a outra empreitada, mais uma vez relacionada ao futebol: transformar em arte as 12 arenas da Copa do Mundo do ano que vem e 18 tradicionais estádios do País. Nasceu assim a série “Arenas Brasileiras”, que deve ser apresentada ao público já a partir de março, em formato digital (para celular), posters e mini-posters.

Antes de iniciar a série, Consentino já possuía, em seu acervo, reproduções de estádios como Vila Belmiro, Pacaembu, Morumbi, Palestra Itália e Maracanã – redesenhados para o novo projeto. A boa receptividade das obras fez com que surgisse a ideia de colocar no papel as arenas do Mundial e palcos famosos do futebol brasileiro, como São Januário (Vasco), Ilha do Retiro (Sport), Laranjeiras (Fluminense), Couto Pereira (Coritiba), Ressacada (Avaí) Moisés Lucarelli (Ponte Preta), Barradão (Vitória) e até a Rua Javari (Juventus).

Do Mineirão (primeira obra a ser concluída) ao Maracanã (último a ser finalizado), as 12 arenas da Copa estão prontas. Nos traçados, de acordo com o artista, influências do grafismo, da arte urbana e do mundo pop. As cores chamam atenção, dando vida às arquibancadas vazias. Algumas pinturas já foram divulgadas pela rede social Facebook, e o retorno, segundo Consentino, tem sido positivo. O que o deixa otimista para aquela que será sua primeira mostra fora da Baixada – o trabalho também será exposto nas cidades-sede do Mundial.

O trabalho é desenvolvido em parceria com a Movilcom, empresa que atua na produção de conteúdo para celulares e responsável pela distribuição do material, não só na plataforma digital. Segundo o sócio-diretor da companhia, Lupércio Conde Júnior, o objetivo agora é reunir parcerias que viabilizem as exposições.

– Você até tem artistas que desenham alguns cartazes ligados a esporte, mas não há quase ninguém que trabalhe especificamente com o futebol. O Paulo é essa exceção, por isso o contatamos. Registramos um endereço eletrônico, o site para abrigar as obras já está em produção, e estamos em conversações com parceiros, que deem condições para viajarmos pelas cidades-sede com a série das arenas. Já estamos traçando um roteiro – explica.

– O futebol é uma forma de arte, uma expressão artística. Quando se deixa a arte acessível às pessoas, a gente desmistifica a barreira entre ela e o povo. A produção cultural não tem de ser elitizada. Ao contrário. Cada vez mais, no mundo de hoje, a produção artística deve ser dirigida ao grande público. Arte não é algo chato, formal ou careta. Lidando com um tema apaixonante (futebol), é uma receita que tem funcionado – conclui Consentino.

 

G1

Serviços de restauro preparam o Pantheon para os 250 anos de José Bonifácio

FRANCISCO_ARRAIS_5598

Local que preserva a memória e exalta o valor histórico de José Bonifácio, o Pantheon dos Andradas (praça Barão do Rio Branco s/n°, no Centro Histórico) está sendo preparado para celebrar os 250 anos de nascimento do Patriarca da Independência, comemorado em 13 de junho.

Uma equipe de técnicos da Secult (Secretaria de Cultura) e alunos da Oficina Escola (parceria entre secretarias de Educação e de Planejamento) trabalha na limpeza de oito painéis de bronze do espaço. Lixas e esponjas abrasivas são utilizadas para deixar as placas com seu aspecto original. O trabalho é feito sem a utilização de produtos químicos.

Quando concluído, será possível ver detalhes das cenas esculpidas que retratam passagens marcantes da história do Brasil. A equipe é coordenada pelo escultor e restaurador Luis Garcia Jorge. Outro grupo trabalha na reposição de vitrais e manutenção das portas de vidro.

O Pantheon foi inaugurado em 7 de setembro de 1923 e abriga as cinzas de José Bonifácio e dos seus irmãos Antonio Carlos e Martim Francisco, além do padre Patrício Manuel. Abre de terça a sexta, das 10h às 17h; e nos finais de semana e feriados, das 11h às 17h. Ingresso livre.

Influente

Filósofo, advogado, professor, intelectual, naturalista e cientista. José Bonifácio de Andrada e Silva (1763-1838) atuou em todas essas áreas e se destacou como figura estratégica na Independência do Brasil, em 1822. Nasceu em Santos, onde viveu até os primeiros anos da adolescência. Também morou em Portugal e França.

Entre as funções políticas e militares, atuava como pesquisador de minérios, viajando por diversos países europeus. Aos 56 anos, retornou à terra natal. Teve papel influente no governo de dom Pedro I e foi tutor de dom Pedro II. Morreu em Niterói (RJ), em 1838.

Secretaria de Cultura inicia ampliação do acervo de bibliotecas

livro

‘Medeia’, de Eurípedes, ‘Orgulho e preconceito’, de Jane Austen, ‘Emboscada no forte Bragg’, de Tom Wolfe, e ‘Off – uma história de teatro’, de Manoel Carlos, formam uma pequena lista de títulos que a prefeitura adquiriu recentemente para distribuí-los nas seis bibliotecas públicas organizadas pela Secult (Secretaria de Cultura). A iniciativa é resultado de parceria com o MinC (Ministério da Cultura).

Cerca de R$ 30 mil serão investidos em livros novos, de diferentes gêneros, publicados por variadas editoras. Obras de escritores como Joaquim Manuel de Macedo, Hilda Hilst, Platão, Nietzsche, entre tantos outros autores, também fazem parte do primeiro lote. Essa remessa ainda traz publicações escritas ou adaptadas por Ziraldo e Walcyr Carrasco, que se destacam no universo literário infanto-juvenil.

Os títulos já foram encaminhados à Biblioteca Alberto Sousa (Centro Histórico) que centraliza os serviços de classificação e tombamento dos livros. Após esse procedimento, as obras serão distribuídas e colocadas à disposição do público para empréstimo e consulta.

Informações sobre as bibliotecas no site www.santos.sp.gov.br/agendacultural.

Oficina sobre palmito no Jardim Botânico

palmito-jucara

As inscrições estão abertas para a oficina ‘Plantio de palmito jussara’ oferecida pelo Jardim Botânico Chico Mendes (rua João Fraccaroli s/nº, Bom Retiro), nesta sexta-feira (1º), das 8h às 10h. Para essa atividade, há 30 vagas e os interessados devem ligar para 3209-8410 (ramal 8418), das 8h30 às 12h e das 13h às 16h30.

Ministrada pelo educador ambiental Pablo Antônio González, a oficina acontecerá num dos viveiros do parque, com aula prática de todo processo de plantio dessa espécie. Após a germinação, os alunos poderão levar a sua muda.

Utilidade

O palmito jussara é nativo da Mata Atlântica. Dessa árvore, que chega a atingir 12 metros de altura, é extraído o palmito doce, bastante utilizado na culinária. A planta também aparece em trabalhos paisagísticos pelo formato esguio e pela folhagem verde escura, e no reflorestamento de matas ciliares.

 

Secult abre inscrições para artistas plásticos

jardim das artes

Artistas plásticos de Santos têm boa oportunidade de expor suas obras, com a abertura de novas vagas para o Jardim das Artes. Montado nos finais de semana e feriados, das 9h às 20h, na praça Luiz La Scala, próximo ao Aquário, o evento caracteriza-se como uma grande galeria de arte a céu aberto.

Os interessados têm até sexta-feira (1º) para comparecer na Coordenadoria de Museus e Galerias do Centro de Cultura Patricia Galvão (av. Pinheiro Machado, 48), das 9h às 12h e das 14h às 18h, com uma foto 3×4, cinco fotos de obras que serão expostas, currículo artístico, cópia do RG, CPF e comprovante de residência em Santos. As vagas são limitadas. Informações: 3226-8010.

Galeria

Outra oportunidade para quem trabalha com artes visuais, é a abertura das inscrições para expor na Galeria de Arte Braz Cubas, localizada no 2º piso do Teatro Municipal. Artistas de todo o país podem participar do processo de seleção, de 4 a 28 de março, apresentando memorial descritivo de seu projeto, currículo artístico e fotos de obras anteriores. O local para inscrições é a Coordenadoria de Museus e Galerias, das 9h às 12h e das 14h às 18h. Quem não for da cidade pode enviar o material pelo correio no mesmo endereço (Cep 11075-907). Informações: 3226-8010.