Palestra “Fotografia da vida selvagem” no Centro Europeu

luiz carlos

O santista Luiz Carlos, fotografo e colunista da revista e site australiano Wildlife Images & News e também colunista da Overlanding Africa blog & newsletter, fará neste sábado (13), a partir das 10h30, palestra aberta sobre “Fotografia da vida selvagem” no Centro Europeu Santos. Para participar basta fazer a inscrição nasede da escola, à Rua Timbiras número 7, no Gonzaga, ou pelo telefone (13) 33011001.

Luiz Carlos começou a carreira em 1988, em Londres, e desde então já fotografou em 24 países, em quatro continentes. Fotógrafo de natureza, focado no continente africano, tem como especialidade – e paixão desde criança – fotos de felinos, em especial leões e guepardos. Já liderou três expedições para a África nos últimos três anos e participou de seis exposições nacionais. É fundador do Wildlife Project, uma organização que através de suas imagens mostra a importância da preservação da vida selvagem para crianças entre 5 e 6 anos de idade, assim como a iniciação de jovens adolescentes ao mundo da fotografia da natureza.

Inicialmente a fotografia era um hobby na vida de Luiz Carlos, porém, nos últimos três anos ela tem estado presente de forma profissional. Ele conta que aprendeu a fotografar com dois fotógrafos da revista alemã Burda, em Londres, e não parou mais.

A paixão pela África sempre esteve presente em sua vida. “Era um sonho de criança, com nove anos eu já fazia planos de um dia desembarcar naquele continente”. Atualmente ele tem um programa voluntário dentro de uma creche em Santos, que já dura cinco anos, onde dá aulas de inglês para crianças entre 5 e 6 anos.

Esse trabalho surgiu quando voltou da primeira expedição à África: “Passei um slide sobre o que havia fotografado e as crianças ficaram muito interessadas. Depois disso, eu acomodei o assunto vida selvagem dentro do programa que já estava em funcionamento. As viagens para a África são expedições, organizadas cuidadosamente e estudadas com certa antecedência. Elas podem trazer turistas, portanto, um pouco mais experientes e com quase zero nível de conforto”.

Seu projeto do coração ainda está no forno, porém quase pronto, conforme ele revela: “É um projeto para jovens. Já tenho desenhado o que vou fazer com eles. A ideia é dar oportunidade a adolescentes (apenas jovens carentes) para se iniciarem no mundo da fotografia, começando pela natureza. Pretendo montar pequenos grupos e promover saídas na nossa região em busca de imagens da natureza”.  E Luiz Carlos não para. Já está pensando na próxima expedição, que deverá acontecer ainda este ano, quando pretende voltar para a Tanzânia e passar dez dias entre Ngorongoro e Serengueti.

Enhanced by Zemanta
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s