Jardim da praia terá ‘roteiro das fontes’ para turistas

fonte sapo
O maior jardim de praia de Santos ganhará um novo roteiro turístico. Apelidado de Roteiro das Fontes, o tour contemplará as sete fontes existentes na orla e uma de maiores dimensões, com nada menos que 100 bicos para jatos de água de 8 a 12 metros de altura, recursos musicais, iluminação led e laser, a ser construída no Parque Roberto Mário Santini, na Praia do José Menino.

Segundo da Prefeitura, o projeto envolve a revitalização e adaptação estrutural de cada chafariz, de forma a recuperar o estilo e representar a época de construção. “Não será apenas trocar azulejos, mas sim dotar cada um de nova tecnologia de água e luzes, transformando-o em uma atração”, explicou o secretário de Turismo, Luiz Guimarães.

Guimarães lembra que, em várias cidades do mundo, as fontes atraem turistas pelos recursos de movimento e iluminação de suas águas. Em cerca de dois meses, estarão concluídos os projetos das sete fontes já existentes, enquanto o do parque do emissário ficará para o próximo ano. “Santos já possui o maior jardim de orla do mundo. Agora queremos que seja também conhecida por suas fontes”.

Som e luz

O projeto para a Fonte do Sapo, no Bairro Aparecida, terá atrativos para o público infantil, como um dispositivo sonoro que, acionado, reproduzirá o coaxar desse anfíbio. Já na Fonte 9 de Julho, no Gonzaga, a intenção é fazer um jogo de luzes nos jatos, enquanto a do Surfista, no José Menino, deverá ganhar, na área da praça, espaço interativo, com sistema de repuxos no piso, formando um labirinto d’água.

O Roteiro das Fontes teminará no complexo proposto para o Parque Roberto Mário Santini, cujos estudos envolvem tecnologia importada. A fonte terá 35 metros de comprimento e 12 metros de largura; cem bicos d’água para jatos de 8 metros de altura, chegando a 12 metros no alinhamento central; jogos de luzes, led e laser, e, no futuro, projeções holográficas, a exemplo do que ocorre em outros países, como Cingapura e Japão.

Concluído o projeto e aprovado pela Justiça Federal, no caso do Emissário, e pelos órgãos de defesa do patrimônio (os jardins são tombados), acredita-se que as obras das fontes já existentes estarão concluídas em seis meses. A do Emissário está orçada entre R$ 5 e 6 milhões, pagos com verbas da prefeitura e de outras fontes públicas.

 

A Tribuna

Um pensamento sobre “Jardim da praia terá ‘roteiro das fontes’ para turistas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s