Festival ‘É Tudo Verdade’ acontece em Santos, de 13 a 15 de setembro

20497302

A programação itinerante do mais importante Festival Internacional de Documentários realizado na América Latina vem para Santos e terá como sede a Pinacoteca Benedicto Calixto. As sessões serão realizadas entre os dias 13 e 15 de setembro, no casarão, em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo.

O evento terá início com a exibição do longa Mataram meu irmão, do paulistano Cristiano Burlan, vencedor da 18ª edição do Festival É Tudo Verdade – Janela para o contemporâneo como melhor documentário brasileiro.

Todas as sessões terão entrada franca.

Sobre a programação

13/09 (sexta-feira)

19h30 – Mataram Meu Irmão (Vencedor Competição Brasileira Longas) – (Cristiano Burlan/ Brasil/ 77` / Digital)
Reconstituindo os detalhes da morte há doze anos de seu irmão, Rafael Burlan da Silva, Cristiano lança-se a uma jornada pessoal que nos conduz ao coração de um círculo de violência em torno dos bairros da periferia paulistana, como o Capão Redondo.
Classificação etária: 12 anos

14/09 (sábado)

18h – Sinfonia Paulistana, Um Novo Olhar – (Rogério Zagallo/ Brasil/ 83` / Digital)
Iniciada em 1954, quarto centenário da cidade de São Paulo, a “Sinfonia Paulistana”, de Billy Blanco (1924-2011), desdobrou-se em 14 músicas e um tema, somente gravados 20 anos depois. Virando tema de rádio, perdeu-se a história desta rica homenagem à metrópole, recuperada em raras imagens do cantor e compositor paraense, que passeia por endereços e personagens definidores da Paulicéia.
Classificação etária: Livre

20h – O Fim do Esquecimento – (Renato Tapajós/ Brasil/ 54` / Digital)
Movimentos sociais, ação de procuradores federais, mobilização da juventude estão pressionando o Estado brasileiro a não esquecer das violências cometidas durante a ditadura estabelecida pelo golpe de 64.
Classificação etária: 12 anos

15/09 (domingo)

18h – Paulo Moura – Alma brasileira – (Eduardo Escorel/ Brasil/ 86` / Digital)
A trajetória do clarinetista, saxofonista, compositor, arranjador e regente paulista Paulo Moura (1932-2010) é recuperada em imagens de toda uma notável carreira, pontuada por uma formação clássica e um mergulho em outras direções, como a música popular e o jazz. Em depoimento inédito, o próprio músico narra momentos especiais de sua vida, como os breves encontros com Pixinguinha – com quem tocou em dois bailes – e também a participação na histórica noite de batismo da Bossa Nova, no Carnegie Hall, em Nova York, em 21 de novembro de 1962, ao lado de Tom Jobim e João Gilberto. Emerge deste material a figura de um artista versátil, talentoso e engajado, que alcançou prestígio internacional.
Classificação etária: Livre

20h – Sobre Sete Ondas Verdes Espumantes – (Bruno Polidoro, Cacá Nazario/ Brasil/ 74` / Digital)
Santiago, Amsterdã, Berlim, Colônia, Paris, Londres, Porto Alegre, São Paulo. As cidades que testemunharam a vida breve do poeta, dramaturgo e escritor Caio Fernando Abreu (1948-1996) são revisitadas e recobertas agora de fragmentos de suas obras e lembranças de seus amigos, como Maria Adelaide Amaral e Adriana Calcanhoto.
Classificação etária: 10 anos

 

Boqnews

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s