4ª Mostra de Teatro Olho da Rua

A Mostra de Teatro Olho da Rua vai para sua 4ª edição e esse ano ocupará praças do centro de Santos – Praça Mauá e Praça dos Andradas, reforçando o aspecto cultural do centro, a mostra terá como base a Vila do Teatro na Praça dos Andradas, espaço ocupado por coletivos teatrais que há um ano e meio deram vida ao local que estava ocioso.

Esse ano serão 8 espetáculos vindos da região, do interior e da capital abordando diversas linguagens teatrais em chave de interlocução com o público, toda programação é gratuita e a abertura será realizada pela Trupe Olho da Rua 12h30 na Praça Mauá no dia 14 de novembro.

A Mostra de Teatro Olho da Rua teve sua primeira edição em 2009 trazendo em todas as edições grupos nacionais, no segundo ano foi contemplada pelo edital da FUNARTE de Festivais de Artes no Brasil e na terceira edição contou com o edital do ProAc de Festivais de Artes no Estado de São Paulo, trazendo a Santos mais de 200 artistas de todo país e de outros países como México, Argentina e França.

A 4ª Mostra de Teatro Olho da Rua acontecerá dias 14 e 15 de novembro, com realização da Trupe Olho da Rua, parceria Vila do Teatro, MTR-SP, RBTR e MTBS, apoio SECULT Santos. Confira abaxo a programação:

Dia 14 de novembro:

Trupe Olho da Rua (Santos) – Alto dos Palhaços
Local – Praça Mauá
Horário – 12h30

Circopatas (Santos) – JÁ
Local – Praça dos Andradas
Horário – 16h

Nativos Terra Rasgada (Sorocaba)- Ditinho Curadô
Local – Praça dos Andradas
Horário – 16h30

Casa 3 (Guarujá)- Rapunzelee
Local – Praça dos Andradas
Horário – 18h

Dia 15 de novembro

Daniel Meirelis (Santos) – Eu, Migo e Meu Umbigo
Local – Praça dos Andradas
Horário – 16h

Trupe Lona Preta (SP)- O Perrengue da Lona Preta
Local – Praça dos Andradas
Horário – 16h30

Buraco D`Oráculo (SP) – Ópera do Trabalho
Local – Praça dos Andradas
Horário – 18h

O Coletivo (Santos/Guarujá) – Projeto Bispo
Local – Praça Mauá
Horário – 20h

Sobre os espetáculos:

Ópera do Trabalho – Buraco D´Oráculo (São Paulo)

Tomando como mote a pesquisa sobre a precarização do trabalho e o teatro musical, o Buraco d`Oráculo criou coletivamente o espetáculo Ópera do Trabalho. Na pesquisa foram agregados jovens atores, para além dos integrantes do grupo. Ambos, integrantes do grupo e participantes do projeto, receberam preparação musical, vocal e corporal no decorrer do processo.

O objetivo do espetáculo é questionar e desvelar a maneira como os produtores estão cada vez mais apartados de sua produção e submetidos a péssimas condições de trabalho. No entanto, tudo é apresentado com comicidade, porém de forma crítica, como prima grande parte do teatro de rua.

O Perrengue da Lona Preta -Trupe Lona Preta (São Paulo)

O “sagrado” direito a propriedade privada, símbolo da cultura oficial, é reinterpretado no “O Perrengue da Lona Preta”, um espetáculo inspirado na tradição circense. Nele os palhaços Rabiola e Chico Remela reconstroem, de forma divertida, os símbolos, pretensamente eternos da ordem vigente.

Ditinho Curadô – Nativos Terra Rasgada (Sorocaba)

A peça conta a historia de Ditinho, o retrato de um costumeiro caipira, que belo dia foi agraciado com o dom de falar com santos através das fitas da bandeira do divino. Deste dia em diante Ditinho resolve ajudar as pessoas, e entre uma consulta e outra, inocentemente levado por sua vontade de ajudar, Ditinho começa a acumular benefícios que o levam a subir de vida, eleger um prefeito, entre outras confusões que esse “dom” divino trouxe a pacata vida desse pobre caipira.

Rapunzelee – Casa 3 (Guarujá)

RapunzeLee é uma releitura urbana do clássico Rapunzel, onde a Bruxa Babete, através de seu diário, conta a “sua” versão dos fatos. Musical infantil que homenageia o rock brasileiro, personificado na figura da cantora Rita Lee, onde suas canções servem de inspiração para a criação dramatúrgica e visual do espetáculo.

O espetáculo foi concebido esteticamente para espaços alternativos, possibilitando diretamente a interação entre atores e a sociedade.

Alto dos Palhaços – Trupe Olho da Rua (Santos)

“Alto dos Palhaços” é um auto de natal irreverente, com personagens fantásticos do universo natalino, músicas natalinas em diversos ritmos executadas ao vivo, uma boa dose de bom humor e crítica. O espetáculo é realizado ao ar livre, propondo um espaço de comunhão nas praças públicas. Um olhar crítico e divertido sobre o Natal.

Projeto Bispo – O Coletivo (Santos / Guarujá)

“Tratados como bicho, comportam-se como um”, espetáculo que traça um panorama que conduz a uma imersão na perspectiva do excluído e um mergulho no labirinto do artista. Onde o passado e o presente se fundem, assim como elementos da religião, do simbólico e questões sociais que se apresentam como um pano de fundo onde a realidade e a ficção se misturam.

Circopatas – JÁ (Santos)

Espetáculo de variedades circenses concebido para rua com números acrobacias, malabares,pernas de pau e muita diversão.

Daniel Meirelis – Eu, Migo e Meu Umbigo (Santos)

Suspiro, um jovem palhaço se vê em plena solidão, fruto de seu próprio egoísmo, o que lhe faz criar seres imaginários para suprir sua falta, que só o faz lembrar que é impossível viver sozinho.

Mais informações – trupeolhodarua@gmail.com
Caio Martinez Pacheco – (0xx13) 9 8145-2143

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s