Ingressos ‘combo’ Aquário e Orquidário

combo

Ingressos ‘combo’ (aquisição simultânea de bilhetes para Aquário e Orquidário):

Podem ser adquiridos em ambos os parques, pelo valor de R$8 e possuem validade de 30 dias para utilização. Lembrando que, caso haja não-pagantes na família, é necessário passar pela bilheteria para retirada dos ingressos de isento. Decreto: Segundo o decreto nº 7.002, de 18 de dezembro de 2014, o valor do bilhete individual para o Aquário e o Orquidário fica estabelecido em R$5 (cinco reais). Meia-entrada para estudantes (mediante comprovação) e pessoas com deficiência e seu acompanhante, quando necessário. Gratuito para visitantes menores de 12 anos e maiores de 60, para estudantes e professores de escolas públicas ou de entidades filantrópicas (mediante agendamento prévio), para guias de turismo (habilitados perante a Embratur) e para pessoas atendidas por associações de assistência social, bem como seus acompanhantes.

Aquário promove oficina de pintura em tela

AQUARIO

Crianças de 5 a 12 anos interessadas em participar da oficina de pintura em tela sobre a vida marinha, podem se inscrever a partir desta terça-feira (19), no Aquário (pça. Luiz La Scala s/nº, Ponta da Praia). A atividade, dia 25, às 14h, integra o trabalho educativo do artista plástico Alexandre Huber, que desde o último dia 1º expõe 15 telas inéditas da série ‘Do risco à arte’. Há 40 vagas e a inscrição é uma lata de leite em pó para o Fundo Social de Solidariedade.

Com o nome associado à luta pela preservação das espécies marinhas, o artista plástico iniciará a oficina com informações sobre a riqueza da vida no oceano, rios e mangues. Ele orientará os trabalhos em tela com a equipe de Educação Ambiental do parque. “As cores da natureza motivarão as crianças”, aposta Huber.

Quem visita a exposição ‘Do risco à arte’, é estimulado a deixar suas impressões em papel para desenho (flip chart), afixado no espaço onde fica o tanque do leão-marinho Abaré-Inti. A mostra prossegue até o dia 28.

Região do Aquário ganhará mais infraestrutura e atrações

aquario

O entorno do Aquário Municipal, a praça Luiz La Scala, vai se tornar ainda mais atraente e contará com melhor infraestrutura. A reurbanização do espaço pela prefeitura prevê sanitários, instalação de equipamentos de ginástica e novas áreas de descanso. A obra está entre os 11 projetos do município que contarão com recursos do Dade (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias), órgão vinculado à Secretaria de Estado do Turismo. O investimento será de R$ 1,7 milhão.

De acordo com o arquiteto Carlos Prates, da Prodesan, está previsto o Espaço do Cruzeiro em área à frente do Aquário, com espelho d’água, pérgula com bancos e criação de novo velário. “Na área atrás do equipamento turístico haverá o Espaço das Águas, outro espelho d’água com jatos e esculturas de três peixes estilizados, com iluminação exclusiva e pérgula e bancos em volta”. A fonte com escultura do Pescador será mantida no mesmo lugar. “A população já se apropriou do espaço e o objetivo é qualificar esta área e oferecer mais conforto para atividades culturais e de lazer”, afirma o secretário de Turismo, Luiz Guimarães.

Monitoramento e Deck do Pescador também terão investimentos

Também contarão com recursos do Dade a ampliação e modernização do sistema de monitoramento do Aquário (R$ 100 mil), que passará de 17 câmeras para 32, interligadas ao SIM (Sistema Integrado de Monitoramento) da Seseg (Secretaria de Segurança). Estão previstos equipamentos com infravermelho e portaria eletrônica.

Outra importante intervenção que terá recursos do Dade (R$ 200 mil) será a de melhoria da acessibilidade e reparos na cobertura de policarbonato do Deck do Pescador. No local será construída nova rampa de acesso para pessoas com deficiência. Os projetos estão em fase de elaboração. Após a aprovação pelo Dade, serão realizados os respectivos processos licitatórios.

Público já pode conhecer o ‘tanque do mangue’, a nova atração do Aquário

aquario-de-santos

Troncos e raízes aéreas cenográficas, onde se abrigam 15 caranguejos-uçás, sobressaindo-se em meio a um piso parcialmente seco, como na natureza. O ‘tanque do mangue’ é a nova atração do Aquário, que o público já pode apreciar a partir deste sábado (9).

A ideia, segundo biólogos do parque, é mostrar cenários típicos da Baixada Santista. “A cidade está encravada em áreas de mangue”, comentaram, explicando que, para esse ambiente ser fiel, há espaços secos e outros com água.

Comum no Norte, o uçá é uma das espécies mais encontradas nos manguezais. Tem patas carnudas, peludas e arroxeadas, e, assim como os demais caranguejos, possui cinco pares de patas articuladas, sendo o primeiro bem desenvolvido e terminado em pinças, que o auxiliam na alimentação, defesa e atração da fêmea. O crustáceo vive em tocas cavadas em meio ao lamaçal dos mangues. Na maré alta, fica na toca e, na baixa, sai em busca de alimento

Enhanced by Zemanta

Aquário tem novos moradores a partir deste sábado

moreia

Elas têm menos de um ano, as mandíbulas poderosas e os dentes longos e afiados. Três moreias-pintadas (Gymnothorax ocellatus) estão, a partir de sábado (19), expostas no Aquário. Elas são as mais novas moradoras do parque, que não dispunha dessa espécie, e estão instaladas no tanque com as três moreias-verdes, já conhecidas dos frequentadores.

Espécie típica do Oceano Atlântico, chega a um metro de comprimento e a coloração do corpo – marrom amarelado, coberto de manchas brancas arredondadas – acabou por lhe conferir o nome popular.

“Elas gostam de águas tropicais, mais quentes, e são carnívoras, alimentando-se, sempre à noite, de peixes e crustáceos, sobretudo camarões e siris”, declarou o biólogo Demétrio Martinho.