Museu do Café realiza concurso para eleger o “Drink da Copa” da Cafeteria do Museu

1969257_749408385084177_2045242531_n

O vencedor terá a bebida comercializada durante todo o período da Copa do Mundo e receberá prêmios do
Museu e de seus parceiros

Depois de mais de 60 anos, a Copa do Mundo volta ao Brasil. E a ligação do esporte mais famoso do mundo
com o café vem de longa data. Na década de 60, os craques Pelé e Garrincha foram garotos-propaganda do
Instituto Brasileiro do Café (IBC). Na Copa de 82, a seleção brasileira era patrocinada pelo mesmo IBC e  jogou a competição com um ramo de café ao lado do escudo da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).
Este ano, o Museu do Café, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, propõe uma programação para manter essa forte ligação.

No dia 24 de maio, data em que se comemora o Dia Nacional do Café, o Museu realiza o concurso cultural
“Drink da Copa”, uma competição que elegerá uma nova bebida composta por café e ingredientes brasileiros,
para ser comercializada na Cafeteria do Museu durante o período do Mundial. As apresentações serão
realizadas no espaço da Cafeteria, que receberá os baristas inscritos, jurados e o público para o início das
disputas às 10h30.

O drink será escolhido por quatro jurados profissionais e mais uma pessoa da plateia, após a apresentação de
dez baristas previamente selecionados. Os competidores, donos das três melhores bebidas, ganharão
prêmios do Museu e dos apoiadores do evento, o primeiro colado terá sua receita comercializada na Cafeteria
do Museu durante o período da Copa, como grande destaque do cardápio.

A escolha dos dez baristas para participarem da competição, no dia 24 de maio, será realizada após o período
de envio das receitas, entre os dias 17 de março e 28 de abril. Os interessados poderão baixar o regulamento
e a ficha de inscrição pelo site http://www.museudocafe.org.br e, após o final do prazo para o envio das receitas, os
jurados elegerão os dez finalistas que irão participar da disputa presencialmente.

No dia do concurso, os baristas serão avaliados em termos técnicos e sensoriais, como criatividade visual,
conhecimento do café e de seus métodos de preparo, temperatura da bebida, qualidade do café, equilíbrio e
escolha dos ingredientes, entre outros. Ao final, ganha quem tiver mais criatividade e a bebida mais saborosa.

O Museu do Café fica à rua XV de Novembro, 95, no Centro Histórico de Santos. Seu horário de
funcionamento é de terça a sábado das 9h às 17h, e aos domingos entre 10h e 17h. Entre novembro e março,

o Museu funciona também às segundas-feiras, das 9h às 17h. Os ingressos para visitação custam R$ 5,
estudantes e pessoas acima de 60 anos pagam meia-entrada. Já a Cafeteria do Museu funciona de segunda
a sábado das 9h às 18h, e aos domingos entre 10h e 18h. Outras informações estão disponíveis no site
http://www.museudocafe.org.br.

 

Copa: prefeito de Santos quer criar laços com Costa Rica

costa

O prefeito de Santos, Paulo Alexandre Pereira, disse nesta sexta-feira que quer criar um laço com a Costa Rica, seleção que ficará concentrada na cidade para a disputa da Copa do Mundo de 2014. A meta é criar parcerias para depois do Mundial.

“Nosso objetivo é que a agenda de integração entre Santos e Costa Rica possa ir além do esporte, além da Copa. Queremos estabelecer acordos em educação e também em turismo”, expressou Pereira depois de um reconhecimento por parte da Chancelaria da Costa Rica.

O prefeito disse que Santos é uma cidade com bons indicadores econômicos e humanos, “os melhores do Brasil”, e que está preparada para receber com os “braços abertos” os jogadores costarriquenhos e torcedores durante e depois do Mundial.

“O povo costarriquenho é muito positivo e alegre, assim como o povo santista. São muito similares e não tenho dúvida de que haverá uma grande integração”, indicou.

Na quarta-feira passada desembarcou na Costa Rica uma delegação da cidade de Santos integrada por 12 pessoas, a fim de assinar acordos de cooperação entre Santos e o país centro-americano. No tema educação, foram firmadas alianças entre universidades de Santos e a Universidade Nacional da Costa Rica (UNA).

COSTARICA

Além disso, a fim de consolidar a Costa Rica como destino turístico no mercado brasileiro, e vice-versa, a Câmara Nacional de Turismo (Canatur) assinou um convênio com a cidade de Santos que também facilitará a cooperação comercial entre empresas em matéria turística.

No acordo, ambos se comprometem a adotar um programa integrado em aspectos de promoção, troca de experiências do recurso profissional, estimulação do fluxo turístico, investimento, organização de atividades em conjunto, acordos extra de cooperação e troca de informação.

Santos será a sede que receberá a seleção costarriquenha durante sua participação no Mundial do Brasil, o que para o prefeito Pereira será um “honra” e uma “grande satisfação”. A Costa Rica está no Grupo D do Mundial junto com as seleções da Inglaterra, Itália e Uruguai.

A vice-chanceler costarriquenha, Gioconda Ubeda, brindou hoje um reconhecimento à delegação de Santos, e tanto ela como o prefeito Pereira intercambiaram presentes representativos de seus países.

Também se encontravam presentes o secretário de Turismo de São Paulo, Cláudio Valverde Santos, a embaixadora do Brasil na Costa Rica, María Dulce Silva Barros, membros da Federação Costarriquenho de Futebol e jogadores da seleção.

 

Fonte: Terra

Enhanced by Zemanta

Santos integra o roteiro da Embratur para a Copa

images

Santos é um dos destinos contemplados nos roteiros que vêm sendo oferecidos a operadoras de turismo de todo o mundo pela Embratur, com vistas a ampliar a permanência dos visitantes que vierem ao país para a Copa do Mundo de Futebol.

De acordo com o diretor de Produtos e Destinos, Marco Antonio Lomanto, que esteve nesta sexta-feira (6) na cidade para um encontro com os secretários de turismo que integram a Costa da Mata Atlântica, a Embratur criou roteiros de um dia a até um mês envolvendo os municípios localizados em um raio de 200km das cidades-sede, como a capital. “O objetivo é que pelo menos 25% dos turistas estendam sua estadia no país”, afirmou, lembrando a importância da divulgação do potencial da Baixada Santista.

O secretário de Turismo, Luiz Guimarães, participou do encontro promovido pelo Santos e Região Convention & Visitors Bureau e lembrou que a cidade já desenvolve ações concretas para atrair e manter visitantes, já foi selecionada como cidade-base e deverá receber pelo menos uma delegação estrangeira.

Segundo Lomanto, a Copa das Confederações, realizada em junho, injetou R$ 740 milhões na economia do país, R$ 321 milhões dos quais apenas de gastos diretos dos turistas. Já a Jornada Mundial da Juventude garantiu um aporte de R$ 1,2 bilhão, R$ 658 milhões deles de gastos dos visitantes. “Cabe a cada região diversificar os produtos e criar uma empatia do mercado local com os turistas.”

Museu Pelé abre ao público em maio, garante secretário de Turismo

museupele

O Museu Pelé estará aberto ao público antes do início da Copa do Mundo. A garantia foi dada pelo secretário de Turismo de Santos, Luiz Dias Guimarães, ao participar do “Painel Regional Debates”, na segunda-feira (26), na TV Santa Cecília. “Vamos inaugurá-lo no início de maio. A obra em si, termina em janeiro. Aí, teremos mais três meses para preparar a museologia, que já está contratada também”.

Segundo ele, 75% das obras físicas estão concluídos e o governo municipal está empenhado em obter mais recursos junto à iniciativa privada e aos governos federal e estadual.  “Há uma projeção de ingresso de mais R$ 5 milhões em breve”, explicou.

Rota do Rei

Além do museu com o acervo do Rei do Futebol, Guimarães revelou que a cidade também terá o Roteiro de Pelé, um passeio turístico com locais importantes na história do Atleta do Século 20. “Vamos fazer um roteiro como o Roteiro do Neruda, no Chile. Estamos fazendo um inventário de todos os lugares que tem a ver com ele, como a barbearia onde corta o cabelo há anos”.

Mexicanos em Santos

O secretário confirmou que Santos tem grandes chances de receber a seleção do México durante a Copa. “Já tivemos vários contatos com a delegação mexicana e, de todas as que visitaram nossa cidade, foi a que demonstrou maior interesse em ficar aqui. O presidente da confederação foi muito categórico. Ele disse que, se forem classificados, Santos será a casa do México no Brasil”. O secretário acrescentou que a missão agora é torcer pela equipe daquele país. “Já nascemos mexicanos, tomando tequila”, brincou.

Benefícios para a cidade

Guimarães destacou também os benefícios que uma cidade terá ao sediar uma delegação estrangeira que vai participar da Copa do Mundo. “Em primeiro lugar, a visibilidade mundial que a cidade ganha. Durante 45 dias, Santos será notícia em todos os cantos. Em segundo, gera movimentação intensa na rede hoteleira e nos restaurantes. Mas o mais importante é o legado. Para as cidades-sede, a infraestrutura. Para as cidades-base, é a comunidade, especialmente o trade turístico, adquirir um novo patamar. Hoje, estamos capacitando centenas de pessoas em inglês e espanhol. A Prefeitura também está capacitando 600 profissionais, entre guardas municipais, agentes de trânsito e atendentes de pronto socorro, entre outros”, afirmou.

Luiz Guimarães informou também que a Prefeitura vem apoiando as iniciativas do Sindicato do Comércio Varejista e o de Bares e Restaurantes a promover a qualificação profissional dos funcionários, para melhorar a qualidade do serviço oferecido a turistas e moradores.

Jornal da Orla

Copa do Mundo 2014: Venda de ingressos começa dia 20/8

copa-mundo-2014

A longa espera pela venda de ingressos para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 chegará ao fim no dia 20 de agosto de 2013 às 7h de Brasília (12h na Europa Central) no FIFA.com. Para os torcedores de fora do Brasil, os ingressos custam a partir de US$ 90 para as partidas da fase de grupos na categoria 3 (com exceção do jogo de abertura, que custa US$ 220). Para residentes do país-sede, os ingressos mais baratos são para estudantes, idosos e beneficiários do Programa Bolsa Família, com preço de R$ 30 (cerca de US$ 15) para 47 dos 48 jogos da fase de grupos (novamente, com exceção do jogo de abertura, a R$ 80 na categoria 4). No total, aproximadamente três milhões de ingressos serão disponibilizados ao público durante as três fases de venda.

A primeira fase vai do dia 20 de agosto até 10 de outubro de 2013. Nesse período não terá importância a data de solicitação dos ingressos, pois todos os pedidos serão reunidos e processados conjuntamente ao final desta etapa. Se o número de solicitações recebidas por jogo e categoria exceder a quantidade de ingressos disponíveis, será feito um sorteio para determinar os solicitantes contemplados para os respectivos jogos ou categorias. É importante lembrar que os primeiros 300 mil ingressos da categoria 4 nesse sorteio serão oferecidos prioritariamente a pessoas com mais de 60 anos, estudantes e beneficiários do Bolsa Família.

Para que todos os torcedores tenham chances justas e iguais de comprarem ingressos, foram adotados dois limites para as solicitações. O primeiro é que os ingressos da categoria 4 são exclusivos para quem reside no Brasil. Haverá no mínimo 400 mil ingressos para os torcedores dessa categoria, cujos preços são os mais baratos. Além disso, para garantir que o maior número possível de pessoas tenha acesso aos ingressos, haverá outra restrição: no máximo quatro bilhetes por partida para até sete partidas podem ser adquiridos por domicílio.

Nos termos da Lei Geral da Copa do Mundo da FIFA 2014, aplicável a residentes do Brasil, também estão previstos outros preços especiais: estudantes, pessoas com mais de 60 anos e beneficiários do Programa Bolsa Família terão direito a 50% de desconto nos valores dos ingressos de categoria 4. Além disso, idosos (com mais de 60 anos) residentes no Brasil terão direito à meia-entrada nos ingressos de categoria 1 a 3.

Ainda de acordo com a legislação brasileira, pelo menos 1% do total de ingressos adquiríveis será destinado a pessoas com deficiência. Foi estabelecido que esses ingressos terão o mesmo preço da categoria 3. As pessoas com deficiência terão também a opção de solicitar um ingresso gratuito para um acompanhante.

Visite o FIFA.com para mais informações sobre os ingressos.

Cursos de gastronomia e hotelaria

2014-e-2016

A Escola de Gastronomia e Hotelaria do SinHoRes (Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares da Baixada Santista) está com inscrições abertas para 11 cursos de qualificação, com duração de 20 a 36 horas cada.

Instalada na sede do sindicato, a escola possui infraestrutura completa para a realização das aulas práticas, com cozinha padrão experimental, suíte de hotel, recepção e um salão.

A iniciativa recebe subsídio da entidade sindical e, por isso, o custo para associados e não associados está abaixo dos valores de mercado (variam de R$ 30,00 a R$ 130,00). Também há uma cota para concessão de bolsas gratuitas.

“Este momento é crucial para nos organizarmos para a expansão do turismo de negócios, que já está em curso, e para que a região tenha condições de ser subsede da Copa do Mundo em 2014”, destaca o presidente do SinHoRes, Salvador Gonçalves Lopes.

As inscrições podem ser feitas na sede da escola, à avenida Conselheiro Nébias, 365 (Vila Mathias). Informações: 3223-7372.

Confira as oportunidades*

Higiene e manipulação de alimentos
Auxiliar de cozinha (1° módulo)
Assistente de cozinha (2° módulo)
Camareira (o)
Garçom
Treinamento em qualidade
Técnicas de atendimento
Recepcionista em hotelaria
Bartender
Inglês
Espanhol
* Preços variam de R$ 30,00 a R$ 130,00.

Enhanced by Zemanta

Santos pode abrigar seleção mexicana durante a Copa do Mundo

mexico

No flerte entre as seleções que disputarão a Copa do Mundo de 2014 e as possíveis cidades sub-sedes, pode-se dizer que Santos e México estão em um estágio avançado do relacionamento. Expectativa confirmada essa semana pelo Comitê Paulista da Copa e pela Secretaria Municipal de Turismo (Setur), durante reunião do Comitê Pró-Santos na Copa 2014.

Das sete seleções que visitaram a Cidade, a mexicana veio por duas vezes e já estaria mapeando a Cidade. “Isso indica que não é apenas uma visita cordial. Essa batida de martelo pode acontecer oficialmente a partir de 6 dezembro, quando haverá o sorteio dos locais onde as seleções devem jogar na primeira fase”, explica a coordenadora executiva do Comitê Paulista da Copa, Raquel Verdenacci.

O interesse dos mexicanos e as histórias de Pelé e do Santos Futebol Clube são os combustíveis que destacam a Cidade diante das outras 15 candidatas no Estado. Mas os municípios concorrentes não são os únicos adversários. Os gargalos logísticos depõem contra Santos, e, segundo expectativa do titular da Setur, Luiz Dias Guimarães, não devem ser solucionados até junho de 2014.

Entre eles está a inexistência de um aeroporto na Base Aérea e os congestionamentos na entrada de Santos. “Vamos pagar uma conta pelo fato de a Cidade estar num amplo processo de reformulação”, admite ele. Entre as mudanças, a rodoviária passará por reforma.

E se em último caso a expectativa da hospedagem da seleção mexicana for frustrada, por uma questão geográfica, a presença da torcida não deve desapontar. O México costuma enviar o maior número de torcedores: expectativa de 20 mil para 2014. Prova disso é que a operadora CopaMex já arrendou as 4.300 vagas do transatlântico Divina, da MSC Cruzeiros.

O navio passará o período das competições na costa brasileira, ficando quatro dias atracado no Porto de Santos durante as semifinais.

Capacitação

O Comitê Pró-Santos Copa 2014, integrado por Prefeitura, esportistas e empresários, articula ações com diversos setores da sociedade. A última novidade é um curso básico de Inglês e Espanhol, com 250 vagas para cada idioma, oferecidas aos servidores públicos que atuam no atendimento direto à população, inclusive agentes de trânsito. O projeto Inglês Para Todos já capacita 40 guardas municipais.

 

A Tribuna

Enhanced by Zemanta

Setur abre inscrições para dois cursos de capacitação visando a Copa

copa

Maiores de 18 anos, interessados nas áreas de organização de eventos e recepcionista em meios de hospedagem visando atuar em certames internacionais, entre eles a Copa 2014, podem efetuar, a partir de segunda, das 9h às 17h, pré-matrícula na Secretaria de Turismo (Estação do Valongo, Lago. Marquês de Monte Alegre nº 1. É preciso apresentar original e cópia do RG, CPF e comprovante de residência em Santos.

De posse do documento, o aluno deve efetivar a matrícula no Senac (Av. Conselheiro Nébias, 309, Vila Mathias). Santos é uma das quatro cidades da região beneficiadas pelo Pronatec-Copa, que integra a vertente Turismo do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, do Ministério da Educação.

Há 30 vagas para cada curso – 10% para pessoas com deficiência – e o prazo de adesão termina em 7 de junho. Com aulas de 5 de agosto a 4 de outubro, das 8h às 12h, o curso para eventos exige ensino médio completo. Já para recepcionista, será aceito ensino médio incompleto – as atividades vão de 7 de outubro a 3 de dezembro, também pela manhã. Há bolsa-auxílio de R$ 2,00 hora/aula.

A Tribuna

Enhanced by Zemanta

Santos pode receber até três delegações para o evento

logo_copa

O “primeiro tempo” de Santos como candidata à cidade-base da Copa 2014 já está quase no fim. Afinal, a cidade se preparou para os catálogos de apresentação da estrutura urbana e turística para um dos CTS (Catálogo dos Centros de Treinamento para Seleções) e sete delegações, incluindo as da Inglaterra e da Alemanha, já visitaram as instalações. Tudo isso incluindo leitos, CT do Santos e a Vila Belmiro.

“A situação do processo de candidatura não começou agora. Para se ter uma ideia, o fato de termos um CT bem estruturado e um estádio como a Vila nos ajudou a ter a possibilidade de trabalharmos por duas candidaturas”, diz o secretário de Turismo de Santos e secretário executivo do Comitê Local para a Copa 2014, Luiz Dias Guimarães.
Se caso uma das seleções escolher a Cidade, após o dia 6 de dezembro de 2013 (data do sorteio das chaves da Copa do Mundo pela Fifa), ela poderá optar por um dos pacotes: o CT do Santos com o Hotel Mercure ou a Vila Belmiro com o Parque Balneário, como locais de treinos e hospedagem.

“Mas conseguimos pedir ao comitê uma possibilidade de flexibilidade de escolher o hotel e mudar o local de treino, e vice versa. O México demonstrou esse interesse e, como essa é uma das delegações que mais gostaram da cidade, queremos recebê-los bem”, ressalta. Mas Guimarães é cauteloso ao falar da possibilidade de duas seleções virem para Santos. “O importante é atender uma delegação muito bem. Não importa de onde seja”.

Visitas
Além das visitas das delegações, (leia quadro explicativo sobre as etapas da escolha das cidades-base), Santos já recebeu o ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, que visitou o CT do Santos FC em meados do mês passado, e demonstrou convicção na escolha da cidade como uma das sub-sedes da Copa. Guimarães explicou que o Comitê se encontrou duas vezes com o presidente da CBF, José Marin. “Além de estreitar relações, atendemos as formalidades de cadastramento da cidade-base”.

logistica

Boqnews

Enhanced by Zemanta

Copa 2014 é tema de encontro entre prefeito e ministro dos Esportes

Copa Mundo 2014

Na manhã desta segunda-feira (11), o prefeito Paulo Alexandre Barbosa recebeu a visita do ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, para falar sobre a Copa 2014 e demais assuntos voltados ao esporte.

“Santos é uma cidade de vanguarda e reúne todas as condições para receber as seleções de futebol e suas comitivas e ser subsede da Copa”, afirmou o ministro Rebelo durante entrevista coletiva no Salão Nobre do Paço Municipal.

Rebelo ressaltou o favoritismo do município à candidatura de subsede da Copa. “Por ser selecionada, Santos já integra uma lista de cidades com plena capacidade para receber qualquer evento esportivo de grande relevância”.

O prefeito Paulo Alexandre está recepcionando o ministro Rebelo junto com os secretários municipais de Esportes, Alcidio Michael Ferreira de Mello e de Turismo, Luiz Dias Guimarães. Após coletiva de imprensa, eles seguiram para uma vistoria ao Centro de Treinamento do Santos Futebol Clube.

Enhanced by Zemanta

Marin diz que Santos preenche requisitos para ser sub-sede da Copa

ISABELA_CARRARI_6990

Hospedar em Santos uma das seleções participantes da Copa do Mundo de 2014. A proposta, apresentada nesta sexta-feira (17) pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa ao presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e do COL (Comitê Organizador Local), José Maria Marin, foi muito bem recebida. O encontro foi realizado na sede da Federação Paulista de Futebol, na Capital.

“Santos preenche todos os requisitos e, com a sua hospitalidade e carinho, pode receber qualquer seleção do mundo”, afirmou Marin. Disse ainda que em breve fará uma visita à cidade com a equipe do COL, para que tenham uma reunião com o chefe do Executivo e a equipe do município envolvida na proposta.

O prefeito salientou: “o governo de Santos vai fazer todo o esforço para receber e dar ótimas condições para uma das seleções, trabalhando em conjunto com o Santos Futebol Clube, a sociedade civil organizada e a iniciativa privada”.

Paulo Alexandre estava acompanhado pelos secretários municipais de Turismo, Luiz Dias Guimarães, e de Esportes, Alcídio Ferreira de Mello, o ‘Cidão’, e pelo ex-jogador do Santos, Clodoaldo Tavares Santana. Na segunda-feira (21), os titulares do Turismo e Esportes se reúnem novamente com Marin, em São Paulo, para detalhar a estrutura que Santos oferecer para ser sub-sede da Copa.

Enhanced by Zemanta

Auxilar técnico da seleção grega conhece estrutura da cidade

Depois da delegação mexicana, que esteve na cidade no domingo (21), nesta terça-feira (23) foi a vez do português Ricardo Santos, auxiliar técnico da seleção da Grécia, conhecer as instalações do hotel Mercure Santos e do CT Rei Pelé, que podem ser utilizados pelo gregos durante a Copa do Mundo. Dirigentes da Inglaterra, Alemanha e Bélgica já visitaram o município.

“A cidade tem como diferencial a boa infraestrutura e o Santos FC, conhecido no mundo. As avaliações têm sido positivas. Acredito que o Estado de São Paulo receberá o maior número de seleções, e uma delas, pelo menos, estará em Santos” disse o secretário municipal de Esportes, Paulo Musa.

Funcionários do COL (Comitê Organizador Local), do Comitê Paulista e da Match (empresa contratada pela Fifa gerenciamento de acomodações para a Copa de 2014) fizeram parte da comitiva.

Enhanced by Zemanta

Copa 2014: mexicanos visitam Vila Belmiro, CT e hotéis

Santos recebeu na manhã de domingo (21) a visita de representantes da Federação Mexicana de Futebol. O preparador físico da seleção daquele país, Carlos Garcia, e o coordenador de Logística, Raul Mendez, vistoriaram a Vila Belmiro, CT Rei Pelé e os hotéis Mercure Santos e Parque Balneário, que podem ser utilizados pelo México no Mundial.

A cidade poderá servir de base para até dois selecionados durante a Copa. Antes da delegação mexicana, já estiveram em Santos dirigentes da Inglaterra, Alemanha e Bélgica.

Eles fizeram uma análise de campos de treinamento e estrutura para preparação física, assim como logística e acomodação. Essa visita é um passo importante para trazermos até duas seleções” disse o secretário de Esportes, Paulo Musa, que acompanhou a visita.

O argentino Federico Dunzelmann, funcionário da Match (empresa contratada pela Fifa para contratação e gerenciamento de acomodações para a Copa de 2014), e membros do COL (Comitê Organizador Local) e do Comitê Paulista fizeram parte da comitiva. Na terça (23), está prevista a vinda de dirigentes gregos.

Enhanced by Zemanta

Santos receberá visitas das delegações do México e da Grécia

Representantes do México e da Grécia virão a Santos conhecer as instalações cadastradas como candidatas à subsede da Copa do Mundo de 2014. Por isso, os comitês Paulista e Pró-Santos se reuniram nesta quarta-feira, na Arena Santos, para discutir medidas e anunciar novidades.

Entre elas, o apoio do Governo do Estado, que vai oferecer uma nova linha de crédito, a Desenvolve São Paulo, disponibilizando R$ 10 milhões para cada projeto de melhoria dos locais selecionados como Centro de Treinamento de Seleções (CTS), com taxas de juros baixas – de 2% ao ano, mais correção do IPC/Fipe e prazo de pagamento de até 120 meses.

Santos tem duas opções listadas pela Fifa como CTS: a Vila Belmiro e o CT Rei Pelé.  O clube da Vila Belmiro não pensa mais em ampliar o hotel Recanto dos Alvinegros para a recepção de alguma seleção. Em vez disso, as equipes que escolherem a Vila Belmiro ficarão hospedadas no hotel Mercure Boqueirão. Já a seleção que escolher o Centro de Treinamento Rei Pelé ficará no Hotel Parque Balneário.

Para Carla Queiroz, gerente de patrimônio do Santos Futebol Clube, uma ampliação não valeria a pena ainda, já que a Fifa exigia cerca de 50 quartos no hotel de hospedagem das seleções. O Santos tem atualmente 28 quartos.

De acordo com o gerente de Soluções do Peixe, Luiz Fernando Vella, a característica não prejudicará na candidatura de Santos. “A maioria das cidades tem hotel separado do centro de treinamento. Até porque precisa ser à altura de uma seleção de porte. A gente tem um hotel que é um CT, nada muito luxuoso”, explica, lembrando que o clube já recebeu comitivas da Inglaterra, Alemanha e Bélgica.

A reunião contou com a presença de Raquel Verdenacci, coordenadora executiva do Comitê Paulista; Paulo Musa, secretário municipal de Esportes; representantes de outras secretarias do município; do Santos Futebol Clube e dos hotéis Mercure e Parque Balneário. Todos os locais selecionados foram visitados.

Os mexicanos estarão na Cidade no próximo domingo, enquanto que a delegação grega chega na terça-feira.

Enhanced by Zemanta

Aeroporto: o reforço para a região entrar na Copa-2014

“A falta de um aeroporto ainda é a maior deficiência da Baixada Santista”. A declaração da coordenadora-executiva do Comitê Paulista para a Copa-14, Raquel Verdenacci, dá a real dimensão que o empreendimento tem para a região. Afinal, Santos e Guarujá sustentam o sonho de receberem seleções no maior evento futebolístico do mundo.

Mais do que isso, revela também a importância que o aeroporto tem para consolidar a Baixada Santista como destino turístico atraente para milhares de turistas brasileiros e estrangeiros antes, durante e após a competição esportiva.

Segundo ela, à parte dessa demanda, a estrutura do litoral pode ser considerada muito estimulante por diversas delegações. “Estamos falando de uma região estrategicamente interessante pela proximidade com São Paulo. É uma carência que pode ser suprida e temos visto um esforço muito grande de todos os municípios para solucioná-la”, emenda.

As declarações foram feitas na manhã de quinta-feira, durante o 2º Vip Convention, evento voltado ao Turismo que aconteceu no Ilha Porchat Clube, em São Vicente. A coordenadora-executiva do Comitê Paulista para a Copa-14 apresentou estratégias do Estado para fomentar o setor e analisou as carências e virtudes da Baixada Santista enquanto receptora de turistas.

Para Verdenacci, seria um exagero dizer que a ausência de um aeroporto inviabiliza as pretensões da região com a Copa. “Prejudica muito pelo deslocamento até um outro aeroporto. É algo que eventualmente até pode ser compensado com a combinação de uma excepcional estrutura hoteleira e esportiva. Mas não dá para ignorar.”

Centro de treinamento

No caso de Guarujá, há um outro entrave relacionado ao interesse em ser sede de uma delegação: a falta de um centro de treinamento adequado.

“O Município precisa colocar para andar o projeto de adequação do Estádio Municipal (Antonio Fernandes). Na parte de hotelaria, a situação está resolvida, mas a parte esportiva ainda não”, resume.

A coordenadora-executiva do comitê ainda esclarece que é possível que Santos e Guarujá sejam escolhidas. Ou seja, uma candidatura não exclui a outra. Ela conta que algumas seleções já sinalizaram interesse nessas sedes. “Mas não posso dizer quantas e nem quais.”

Ela ainda cita que o Porto de Santos já tem atraído comitivas. “Já há, por exemplo, transatlânticos mexicanos fechados para passar pela cidade durante a Copa do Mundo.”

Por isso ela pede urgência na resolução das pendências, uma vez que estrangeiros já têm sondado a estrutura do litoral. “Uma coisa é mostrar um projeto em obras. Outra é mostrar algo que ainda não saiu do papel, há menos de dois anos da Copa do Mundo”, adverte.

Raquel Verdenacci faz ainda um alerta. Mesmo os municípios que não serão sede de delegações podem se aproveitar do evento esportivo. “Houve uma fase no planejamento que dizia respeito às obras físicas. Isso passou. Agora é hora de se preparar dentro das cidades e mostrar o que temos para vender em termos de turismo”, diz.

 

A Tribuna

Enhanced by Zemanta

Copa dá a largada em Santos

Obra portuária do Plano de Aceleração do Crescimento – PAC da Copa do Mundo de 2014, a retificação do cais de Outeirinhos deve começar por esses dias. Até onde se sabe, falta apenas o ministro dos Portos, Leônidas Cristino, assinar a ordem de serviço. Serão construídos 1.320 metros de cais, eliminando o traçado simuoso atual que limita a atracação de navios de passageiros.

A ideia é que com a retificação e o aumento de profundidade, de 7 para 15 metros, navios maiores possam escalar em Santos. Para a Copa do Mundo, acresce um considerável número de leitos de qualidade à hotelaria paulista. Os acordos anunciados até aqui, entre companhias de navegação de turismo e agências que começam a trabalhar para a recepção de visitantes, preveem que cerca de 15 mil turistas poderão utilizar a estadia dos navios.

Para depois da Copa, a obra será um acréscimo de infraestrutura turística para Santos, permitindo o crescimento dos roteiros de verão (um milhão de passageiros transitaram por Santos na última temporada), melhor retaguarda de cais para operações com carga, e nova estrutura de apoio no cais que recebe os navios da Marinha de Guerra em Santos.

Para a Copa? – O projeto deverá estar concluído no prazo de 26 meses, ao custo de R$ 287,2 milhões. Isso significa que somente estarão prontas em outubro de 2014, após a Copa, portanto. Codesp e empresas explicam que a conclusão em outubro não quer dizer que o cais não estará totalmente operacional a partir de junho de 2014, mas já se discute a aceleração dos cronogramas.

As obras estarão a cargo de um consórcio vencedor da licitação, integrado pelas construtoras Serveng, Constremac e Constran. O presidente do Grupo Constremac, Marcos Borin, informou ao ministro há um mês, quando do anúncio do resultado da licitação, que serão empregados os maiores e mais modernos equipamentos para esse tipo de construção. Será empregado também um grande guindaste com guia de cravação de estacas acoplado. Ele instalará 682 estacas de grandes dimensões, entre 30 e 40 metros cada uma, a maioria sobre a base rochosa, que darão apoio ao novo piso. A estimativa do empresário é de que sejam empregados 600 trabalhadores para execução da obra.

Quinto porto – Santos é o quinto porto brasileiro a iniciar obras do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) voltado para a Copa do Mundo. Já foram iniciadas as obras nos portos de Recife, Natal, Fortaleza e Salvador, ao custo de R$ 898 milhões. Terminais modernos e aparelhados estão sendo construídos para permitir a operação dos grandes navios de cruzeiro com conforto e qualidade. Na região é bem mais aguda a necessidade de dispor de leitos de qualidade para atender os visitantes de 2014.

Para esses portos, as estruturas turísticas que ficarão disponíveis após a Copa significarão a implantação de um mercado de cruzeiros importante, vinculado ao do Caribe, principal destino dos transatlânticos que partem dos Estados Unidos, Canadá e México.

Obras estruturantes – 
A ideia geral das obras de infraestrutura planejadas para a Copa do Mundo é de que se tornem elementos estruturantes da atividade econômica após o evento. No caso dos portos, o principal objetivo é criar os meios para o desenvolvimento do turismo marítimo e agregação de novas ofertas brasileiras ao mercado internacional. Segundo o ministro Leônidas, são obras estruturantes, feitas para atender a um evento internacional, mas com os olhos postos no desenvolvimento brasileiro e no fortalecimento da economia.

Para o ministro, essa obra permitirá que Santos se torne rapidamente um dos portos mais importantes do mundo na movimentação de passageiros, chegando aos 2,5 milhões de turistas ao ano. As obras nos portos do Nordeste, conforme explicou, permitirão a criação de novos roteiros para os portos do Sul do país, especialmente Santos, e a inclusão da região no mercado caribenho, que rivaliza com o do Mediterrâneo como destino mais procurado.

Cuidado com a temporada – Durante o período de construção haverá cuidados para não prejudicar a temporada de cruzeiros, que começa no final de outubro. Por isso a obra do cais retificado será feita em trechos, sete deles. A primeira fase será entre o cais da Marinha e o Terminal T-Grão, envolvendo os trechos de 1 a 4, o que permitirá a continuidade das obras durante a temporada de cruzeiros desse verão.

Reuniões de trabalho entre as empresas e a Codesp definem atualmente os locais onde serão instaladas as pré-moldagens de vigas e lajes, em canteiros de obras. A Codesp prevê dois locais para moldagem e um canteiro de obras.

Um dos conceitos das empresas que venceram a licitação é a utilização de pré-moldagens e equipamentos de grande porte para acelerar o cronograma, por isso é importante a rápida definição dos locais. O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente – Ibama, considerou as obras de baixo impacto ambiental, principalmente em função do sistema de estaqueamento.

 

Jornal da Orla

Enhanced by Zemanta

Santos tem dois locais escolhidos para compor Centros de Treinamento para a Copa

O Comitê Organizador Local da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014 anunciou, na manhã desta quarta-feira (1º), a primeira versão do Catálogo de Centro de Treinamento de Seleções com 54 candidatos com contratos assinados. Ao todo, 76 foram aprovados tecnicamente. Mais duas versões do catálogo, que será online, deverão ser divulgadas, no primeiro e no segundo semestre de 2013. Até o momento, o COL recebeu 279 inscrições e inspecionou 244.

Em Santos, foram aprovados a Vila Belmiro e o Parque Balneário Hotel e o CT Rei Pelé e o Hotel Mércure, como locais destinados a preparação dos atletas. No Guarujá, o Estádio Antônio Fernandes e o Casa Grande Hotel foram selecionados.

Entre os aprovados na primeira versão do catálogo, 30 estão localizados na região Sudeste, 14 na região Sul, quatro na Norte e três nas regiões Centro-Oeste e Nordeste. O secretário-executivo do Ministério do Esporte, Luis Fernandes, adiantou que o governo federal lançará uma linha de crédito para financiar a reestruturação de espaços públicos que planejem se candidatar a CTS.

“A estruturação, consolidação e seleção dos CTS é um ponto chave no processo de enraizar a realização da Copa do Mundo e vai deixar um legado de estruturas esportivas modernizadas espalhadas pelo país. E também cria um ambiente de mobilização para o evento. Várias outras cidades se sentem partícipes do processo”, afirmou Fernandes, que ainda destacou a importância do evento para o desenvolvimento do Brasil.

“É uma oportunidade para alavancar o desenvolvimento do país. Com a escolha das 12 cidades-sede, criamos 12 polos de desenvolvimento no Brasil, mas as possibilidades que se abrem para o desenvolvimento nacional vão muito além dessas cidades”, completou. Segundo Ricardo Trade, diretor de Operações do COL, a candidatura de 133 municípios, distribuídos nos 26 estados, mais o DF, é uma prova da “capilarização” da competição.

O governo de São Paulo, segundo o governador Geraldo Alckmin, tem uma linha de financiamento para modernização de hotéis e centros de treinamento com dez interessados. “A nossa agência de desenvolvimento abriu um crédito de R$ 300 milhões para financiar hotéis, pousadas, reformas, equipamentos, centros de treinamento privados e públicos. Já temos nove interessados do setor privado e um do setor público”, explicou.

Os Centros de Treinamento de Seleções são locais que servirão como base para as equipes durante a Copa do Mundo da FIFA. São compostos por um local de treinamento e um hotel oficial. Para constar no Catálogo de CTS, os hotéis candidatos precisam assinar contrato com a empresa de hospitalidade da FIFA e os campos de treinamento têm de firmar acordo com o COL. “A partir de 1º de setembro, as seleções podem indicar suas preferências para a FIFA, mas a escolha final só acontecerá depois sorteio das chaves da Copa do Mundo”, explicou Frederico Nantes, gerente de Competições do COL e responsável pelas vistorias.

Segundo Nantes, com o lançamento da primeira versão, o COL se aproxima do número mínimo de CTS que devem ser oferecidos pelo Brasil. “Fomos parabenizados por escrito pela FIFA por mais esse passo. Precisamos oferecer um mínimo de 64 centros de treinamento, mas a expectativa é de que cheguemos a 85, podendo alcançar 100”, acredita.

Saiba mais sobre CTS

» Os Centros de Treinamento de Seleções são locais que poderão servir como base de uma seleção durante a Copa do Mundo da FIFA. São compostos por um local de treinamento e um hotel oficial. Os locais precisam atender a requisitos básicos, como distância para um aeroporto com capacidade de pouso para aeronaves de porte médio, distância do local de treinamento para um hotel com 55 quartos exclusivos, entre outros.

» Não existe limite de CTS para uma mesma cidade ou um mesmo estado. É levada em conta a qualidade técnica dos locais oferecidos. Uma mesma cidade pode ter mais de um CTS, enquanto outras podem não ter nenhum.

» A análise dos técnicos leva em conta mais de cem detalhes técnicos nos campos e hotéis. São considerados o sistema de abastecimento elétrico, de água, os acessos para as equipes e para a imprensa, local para realização de entrevistas, vestiários, demais instalações para os atletas, tipo de solo (é analisado o solo, não o gramado), drenagem, etc.

» A análise de um projeto é tão minuciosa quanto a de um campo já existente. E, a exemplo do que já aconteceu com os projetos dos estádios, são analisadas também as garantias financeiras de que o projeto estará pronto para a Copa do Mundo da FIFA.

Boqnews

Enhanced by Zemanta

Palestra falará sobre perspectivas do Mundial na região

O ex-presidente do Santos Marcelo Teixeira, que é membro do Comitê Santos Pró Copa do Mundo de 2014, fará palestra na próxima terça-feira (28), às 12h30, sobre as perspectivas para a Baixada Santista no Mundial do Brasil. O evento é do Rotary Club de Santos-Porto e acontece no Restaurante Le Coq d´Or, no Piso R do Mendes Hotel (Avenida Marechal Floriano Peixoto, 42 – Gonzaga – Santos).

Teixeira irá elencar as vantagens e as obras que são necessárias para que Santos seja escolhida como subsede da Copa de 2014, atraindo uma grande seleção para a Baixada. “Santos tem a estrutura do Santos Futebol Clube a seu favor, mas ainda são necessárias obras que estão programadas e que trarão benefícios para toda a população da Baixada Santista”.

 Copa do Mundo de 2014- Perspectivas para a Baixada Santista
Palestrante: Marcelo Teixeira, membro do Comitê Santos Pró-Copa do Mundo de 2014, pró-reitor Administrativo da Unisanta e ex-presidente do Santos
Data e Horário: Terça-feira (28), às 12h30
Local: Restaurante Le Coq d´Or, no Piso R do Mendes Hotel (Avenida Marechal Floriano Peixoto, 42 – Gonzaga – Santos).

 

 

Boqnews

 

Enhanced by Zemanta

Ministro do Turismo garante: Baixada estará entre os roteiros para a Copa 2014

Em recente visita a Santos, o ministro do Turismo, Gastão Vieira, garantiu aos nove prefeitos da da Baixada Santista que a Região será incluída nos roteiros que serão trabalhados pelo Ministério antes e durante a realização dos Jogos da Copa 2014. O ministro, que esteve na cidade acompanhado do ministro dos Portos, Leônidas Cristino, e o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, visitou as obras do Museu Pelé, no Centro Histórico, e do Porto Valongo.

Em reunião com os prefeitos, Vieira se comprometeu a auxiliar a Região com recursos para a instalação de sinalização turística adequada, obras de infraestrutura e implantação de cursos de Inglês. A única ressalva é de que os prefeitos entendam que devem criar projetos que apresentem os municípios como uma única região. O objetivo é que os roteiros contemplem regiões inteiras e não apenas uma ou outra cidade.
“Por exemplo: um dos roteiros abrangerá as Cidades Históricas de Minas Gerais. Isolada, nenhuma cidade será beneficiada, por exemplo, Sabará ou Vila Rica. Nós iremos trabalhar as regiões de interesse. E a Baixada Santista, se apresentar um projeto interessante a nível regional, também será contemplada”.
A possibilidade de escolha de Santos e Guarujá como Cidades Base durante os Jogos foi confirmada pelo ministro do Esporte, Aldo Rebelo. Ele afirmou que ambas possuem as “credenciais” necessárias para abrigar qualquer uma das 32 seleções que disputarão o torneio. “Claro que será preciso realizar algumas obras para incrementar a infra-estrutura turística. Mas o Governo Federal estará empenhado nesse sentido”.

 

Restaurante Escola

 

O Ministro do Turismo aproveitou sua viagem a Santos para inaugurar, em parceria com a Secretaria de Turismo de Santos (Setur), o primeiro Restaurante Escola da Região. Batizado de Estação Bistrô, o equipamento será mantido pela Sociedade Visconde de São Leopoldo e a equipe técnica que dará as aulas será oferecida pela Universidade Católica de Santos (UniSantos).

Com um investimento inicial de R$ 990 mil por parte do MTur, o projeto receberá agora recursos do Ministério para a compra de alimentos (por quatro meses) e pagamento dos professores (por dois anos).

Na análise do prefeito de Santos, João Paulo Tavares Papa, a participação do Ministério do Turismo foi decisiva: “Ter à frente do MTur uma pessoa com experiência administrativa e de vida é um conforto para os gestores das cidades turísticas brasileiras, como Santos e a Baixada Santista”.

Por sua vez, Gastão Vieira defendeu a missão de sua pasta: “O turismo é, talvez, a atividade econômica mais forte do mundo. Ela permite que as pessoas conheçam novos locais e tenham novas experiências. E isso se traduz em felicidade”.

A região do Valongo, que hoje reúne, além do novo restaurante e da estação de bondes, a sede da Secretaria de Turismo, é um dos orgulhos da nova fase de Santos. Afinal, há cerca de quatro anos esse bairro portuário era um misto de decadência e degradação. “A escolha da estação de bondes para abrigar o restaurante-escola foi muito feliz. Essa região, agora restaurada, fará parte do futuro de jovens que buscam a melhoria de suas vidas”, concluiu Gastão Vieira.

Enhanced by Zemanta

Cidade conquista interesse de mexicanos para a Copa de 2014

Santos obteve bons resultados durante a primeira visita internacional para divulgar os atrativos da cidade a turistas e atletas que estarão no país durante a Copa de 2014. O primeiro lugar foi o México, onde na última quinta-feira (26), 1.350 pessoas se reuniram no Gran Plan Brasil. O evento foi promovido pelo grupo Mundomex, única empresa credenciada pela Fifa no México para venda dos ingressos para os jogos e pacotes turísticos.

O presidente da companhia, Luis Quintero, confirmou que dois transatlânticos estarão à disposição dos mexicanos durante o Mundial para viagens pela costa brasileira. A expectativa é que 15 mil mexicanos venham para o Brasil.

Os navios são das armadoras MSC e Royal Caribbean, sendo que a Royal optou por fazer embarques e desembarques exclusivamente em Santos e Rio, devido à infraestrutura que oferecem.

A cidade foi representada pelo secretário-executivo do Comitê Pró-Santos na Copa, Luiz Dias Guimarães, e pelo chefe do departamento de políticas e projetos da Setur (Secretaria de Turismo), Marco Antônio Francisco. Eles estavam acompanhados do diretor administrativo da TurSP, Pedro D`Aléssio.

Durante a viagem, entre os dias 24 e 30, se reuniram com o diretor de assuntos internacionais da Federação Mexicana de Futebol, Fernando Cerilla Cardena, para mostrar que a cidade tem condições de ser subsede e hospedar a delegação mexicana.

“Apresentamos o material de divulgação de Santos, além de destacar os investimentos feitos, bem como a proximidade com São Paulo, clima ameno, estrutura para os treinamentos esportivos, expansão da rede hoteleira, indicadores positivos de segurança e qualidade de vida”, disse Guimarães. Segundo ele, os mexicanos ficaram bem impressionados com a exposição e devem vir a Santos em março.

No mesmo mês a cidade receberá representantes da Match Connections. “Nosso trabalho de divulgação vai continuar na América Latina e com países que temos afinidade, como Portugal, Espanha, Itália e Alemanha”. Durante essas visitas e feiras internacionais a equipe distribui kits contendo folhetos informativos em quatro idiomas (português, inglês, espanhol e japonês) e um DVD, que demonstram o potencial de Santos como cidade-base da Copa e a relação da população com o Santos FC e Pelé.

Enhanced by Zemanta