Museu Pelé – Santos – SP

Museu Pelé

Endereço: Largo Marquês de Monte Alegre, nº 2, Valongo – Centro Histórico

Funcionamento: De terça a domingo, das 10h às 18h. A bilheteria fecha 1h antes do término.

Valor: R$18.

Gratuito para crianças com idade igual ou inferior a 10 anos (acompanhadas dos pais ou responsáveis) e estudantes da rede pública (fundamental e médio). Meia-entrada para estudantes em geral, professores da rede pública de ensino, pessoas com deficiência e pessoas com idade igual ou superior a 60 anos.

Museu Pelé será inaugurado cinco dias antes da Copa

Após atrasar a entrega por diversas vezes, o Museu Pelé será inaugurado no dia 7 de junho, cinco dias antes da abertura da Copa do Mundo. O espaço que abrigará mais de 2,5 mil itens são os tradicionais casarões de Valongo, em Santos, que foram reformados especialmente para contar a história do Rei do Futebol. Entre os itens expostos, estão camisas da seleção e do Santos, taças, medalhas, chuteiras e o troféu de “Jogador do Século” dado para o jogador pela Fifa.

Há também o radinho em que o pai de Pelé ouviu a derrota do Brasil para o Uruguai em 1950 e uma caixa com uma moeda muito significativa para o Rei: foi a primeira moeda que ele conseguiu trabalhando. Segundo o craque, a moeda é ainda guardada porque “foi o primeiro dinheiro que ganhei pela minha família”.

A obra para abrigar o museu começou em 2010 e custou cerca de R$ 46 milhões. O dinheiro veio através de empresas parceiras e a prefeitura de Santos, que espera recuperar o dinheiro com o grande fluxo de visitantes que irão para a cidade conhecer de perto a história do Rei.

Além das peças, a estrutura contará com um auditório par cerca de 90 pessoas e uma sala interativa em que será possível reviver a atmosfera do Maracanã no dia em que Pelé marcou seu gol mil.

Os visitantes poderão tentar fazer seu próprio gol no local.

Fonte: ANSA

Fotos: Divulgação

Enhanced by Zemanta

Museu do Mar e Museu Marítimo – Santos

Dois museus vizinhos localizados no bairro da Ponta da Praia que desvendam curiosidades sobre o mundo marinho, navios e piratas.

Museu Marítimo

Ao som da antigas canções entoadas por marinheiros, o visitante embarca em uma viagem pelos mares a bordo de embarcações históricas em companhia de marinheiros e piratas.

Inaugurado no dia 17 de dezembro de 2005 possui um dos mais importantes acervos de história marítima e arqueologia submarina do país.

Com grande coleção privada espalhada em seus dois pavimentos, o visitante irá conhecer a história de embarcações famosas, naufrágios ocorridos na costa brasileira, modelos de navios e diversos materiais resgatados no fundo do mar.

Em seu acervo possui:

  • Relíquias resgatadas em navios naufragados ao longo da costa brasileira;
  • Material resgatado do navio espanhol “Príncipe de Astúrias”, o maior naufrágio do Brasil.Peças originais recuperadas do navio pirata francês “Boloret”, afundado em Paranaguá (PR) no ano de 1718.
  • Antigos equipamentos de mergulho.
  • pinturas a óleo sobre tela, de autoria de Carlos Alfredo Hablitzel, retratando célebres episódios navais da história brasileira.
  • Modelos e maquetes de caravelas, galeões e outros navios famosos, como o H.M.S. Titanic.
  • Grande modelo construído por ex-tripulante do “Windhuk”, navio alemão que entrou no Porto de Santos disfarçado de embarcação japonesa, no início da II Guerra Mundial.
  • Produtos provenientes de navios à vela e a vapor, que chegavam ao Porto de Santos durante o século XIX – garrafas, produtos farmacêuticos e de perfumaria, artigos de escritório, cachimbos, objetos de uso pessoal, etc.
  • Coleção de medalhas comemorativas das Marinhas do Brasil e exterior.
  • Objetos de serviço de bordo de companhias marítimas de diversas nacionalidades.
  • Representações personificadas de piratas, marujos e comandantes, como o capitão Smith, do Titanic.
  • E muitas outras atrações!

Museu do Mar

Inaugurado no dia 30 de junho de 1984 possui um dos maiores acervos de espécies marinhas em exposição pública no Brasil.

Abriga curiosidades do mundo subaquático, animais preservados em formol e  taxidermizados. Os visitantes poderão ver o maior tubarão baleia do mundo, único em exposição na América do Sul.

Oferece cursos de mergulho e taxidermia.

Seu acervo é composto de:

  • Diversas espécies de tubarões da costa brasileira.
  • Tubarão-Baleia, com quase 6 metros de comprimento e mais de 1 tonelada.
  • Tubarão-Anão, o menor do mundo, com 24 cm de comprimento.
  • O raríssimo tubarão Odontaspis noronhai – somente três em exposição no mundo.
  • Grandes dentes fossilizados do Carcharodon megalodon, tubarão pré-histórico que viveu há 30 milhões de anos.
  • Mandíbulas dos mais perigosos tubarões do Brasil.
  • O Albatroz-viajeiro, a maior ave marinha do mundo, com aproximadamente 3 metros de envergadura, originária do Atlântico Sul.
  • Belíssima coleção de conchas marinhas do Brasil e exterior.
  • A gigantesca concha marinha Tridacna gigas, medindo 1 metro de comprimento e pesando 148 Kg.
  • Uma lula de 15 Kg!
  • O curioso peixe-lua (254 Kg)
  • O Marlin-Azul (ou Agulhão-Negro), peixe oceânico com 3 metros de comprimento e 350 Kg.
  • Esponjas, corais, crustáceos, etc.

Museu do Mar/ Museu Marítimo

Funcionamento:Todos os dias 9h as 18h.

Museu do Mar – Rua República do Equador, 81 – Ponta da Praia – Santos – São Paulo

Museu Marítimo – Avenida Governador Fernando Costa, 343 – Ponta da Praia – Santos – São Paulo

Informações: (13) 3261-4808

Localização: A três quadras do Mercado de Peixes, da Ponta da Praia.

Valor  da entrada: R$ 20,00 para os dois museus

R$ 15,00 para grupos (acima de 30 pessoas) previamente agendado

Praça das Bandeiras – Gonzaga

praça das bandeiras

A praça foi inaugurada em 1936 em homenagem aos feitos de Santos durante a Revolução Constitucionalista de 1932. Nela, encontra-se a fonte luminosa 9 de Julho. Decorada com anjos e peixes, seus esguichos principais chegam a 12 metros de altura. Atrás da fonte, as bandeiras dos estados brasileiros, permanentemente hasteadas.
A praça situa-se no Gonzaga, importante região da cidade, em função das atrações que nela se concentram, como hotéis, restaurantes, bares, cinemas e shopping centers.

O bairro deve sua denominação a Antonio Luiz Gonzaga, santista nascido em 21 de Junho de 1854, que abriu um botequim em 1885 na esquina da atual Rua Marcílio Dias, onde hoje se encontra a Caixa Econômica Federal (antiga sede do Clube XV). Neste lugar, onde passavam os bondes puxados a burro, pertencentes a seu amigo Matias Costa, instalou um abrigo para os passageiros com uma tabuleta escrita “Ponto do Gonzaga”, e ainda cabinas de banho. Também começou a promover corridas de cavalo na areia. Aos poucos o lugar foi ficando conhecido e desenvolvendo sua vocação para o lazer e o turismo.

bonde turistico

Local de início do passeio “Conheça Santos”, nela encontramos um bonde antigo que funciona como Posto de Informações Turísticas, a Fonte Nove de Julho e as bandeiras dos estados brasileiros, permanentemente hasteadas.

 

Tradições portuguesas e ciganas são destaques da Linha Conheça Santos

lagoa da saudade

Lagoa da Saudade

Programa diferente é a Linha Conheça Santos, que neste sábado (31) cumpre o roteiro dos morros, apresentando um pouco das tradições portuguesas, no Centro Cultural do Morro São Bento, e ciganas, na Lagoa da Saudade. O passeio da Setur (Secretaria de Turismo), com tarifa a R$ 10,00, tem duração aproximada de duas horas – em caso de chuva, a linha não circula.

Os interessados devem fazer reserva antecipada, a partir das 13h, pelo telefone 3284-4375, ou pessoalmente no PIT (Posto de Informações Turísticas) do Gonzaga, instalado no bonde da Praça das Bandeiras, Praia do Gonzaga. O micro-ônibus sai às 15h30 desse local e o grupo é acompanhado, em todo o trajeto, por guia de turismo da Setur.

Museu Marítimo promove peça teatral sobre famoso pirata inglês

jack rackham

A partir de setembro, o Museu Marítimo de Santos será palco do espetáculo “Nos domínios do Pirata Calico Jack”, evento elaborado em parceria com a Companhia Teatral Criarte. A peça tem o objetivo de congregar arte e cultura, sendo voltada para alunos do ensino fundamental e médio das redes pública e privada de ensino.

Dirigida por Ronnaldh Oliveira, a encenação retrata a história de Jack Rackham, mais conhecido pelo apelido de Calico Jack, famoso pirata inglês do século XVIII, executado na Jamaica com a maioria de sua tripulação, em 1720. Auxiliado por seus leais marujos e ao lado de sua inseparável companheira Anne Bonny – uma das mais notórias mulheres piratas da História -, o temível Calico Jack testará a coragem de seus visitantes e os levará a embarcarem numa grande aventura no descobrimento das relíquias expostas no Museu Marítimo.

Cenografia cativante, trilhas sonoras célebres, lutas de espadas e tiros de canhão, são algumas das atrações que embalarão os participantes durante uma hora de duração do espetáculo. Segundo Luiz Alonso Ferreira, diretor-presidente da Sociedade Museu do Mar, o espetáculo é um antigo sonho da diretoria. “Nosso objetivo é conseguir uma maior interação entre atores e visitantes do museu, revivendo de forma divertida as ações dos piratas pelos mares do mundo”.

Além do diretor teatral, o elenco conta ainda com a participação de Camilla Sousa, Antônio Neto, Adriano Semman e Rafael Nunes. Escolas e demais entidades interessadas em obterem mais informações sobre o evento ou agendarem visitas devem entrar em contato através do número (013) 3261-4808 (das 09h às 18h) ou pelo endereço eletrônico: museudomar@museudomar.com.br

Jornal da Orla

Parceria Monte Serrat e Teleférico de São Vicente

2x1

Visitando o Teleférico de São Vicente, você tem um desconto especial para conhecer o Monte Serrat.

Visitando o Monte Serrat, você ganha desconto especial para conhecer o Teleférico de São Vicente.

Para obtenção do desconto de  50% sobre a tarifa vigente basta apresentar o ticket do outro ponto turístico visitado.

 

Monte Serrat

Praça Correia de Melo, 33 – Centro – Santos

Tel: (13) 3221-5665

Teleférico – São Vicente

Praia do Itararé – São Vicente

Tel: (13) 3469-7755