Artista cria os Simpsons de areia na praia do Boqueirão

areia, santos, escultura

Quem passa pela praia do Boqueirão em Santos, em frente a Avenida Conselheiro Nébias, é surpreendido pela família Simpsons assistindo televisão. Os personagens estão sentados na famosa poltrona. A obra, feita apenas de areia, é do artista José Carlos Primo Filho, que já é conhecido na Cidade pelos santistas.

A obra foi criada na última segunda-feira. Com todos os detalhes dos personagens, Carlo Primo – seu nome artístico – demorou pouco mais de um dia para finalizá-la. Para ele, o reconhecimento do público em Santos é sempre muito legal. “Todo mundo tira foto e vem falar comigo. Aqui as pessoas valorizam bastante o trabalho”, ressalta.

Carlos Primo já esteve em Santos algumas vezes. Ele conta que tudo começou quando ainda era apenas retratista e cartunista e estava passando uns dias em Santos. Num dia sem movimento resolveu fazer uma desenho na areia. As pessoas então pararam para ver e ele percebeu que tinha o dom. De lá para cá, não parou mais. São mais de três anos realizando verdadeiras obras na areia.

Já levou este dom inclusive para Europa, onde passou duas temporadas. Mas segundo ele, os santistas e turistas daqui são mais generosos na caixinha. “A diferença é que lá a moeda vale bem mais”, conta.

A intenção do artista é deixar a obra até o dia 15 de fevereiro e depois voltar para Santos na Páscoa. Se tiver um tempo bom, os santistas serão presenteados com a Santa Ceia, com Jesus e todos os 12 apóstolos.

 

 

Boqnews

Enhanced by Zemanta

Pescadores disputam torneio na praia da Aparecida

Pescadores e fans do esporte têm bom programa para sábado (6), a partir das 18h, quando começa a 5ª etapa do Torneio de Pesca Interno da Associação Clube Santista de Pesca Amadora (A-CSPA). O certame, que encerra as provas deste ano, será realizado até às 23h50 na faixa de areia da praia da Aparecida, entre os canais 5 e 6. O evento é supervisionado pela Federação Paulista de Pesca e Lançamento.

Cerca de 25 esportistas participarão do torneio, representando a Baixada Santista – com 10 pescadores, Santos é a cidade com maior número de inscritos. São quatro categorias: geral (até 50 anos), master (mais de 50), feminino (sem idade limite) e juvenil (até 18).

O torneio não permite a pesca de baiacu-tigre; espécies protegidas pela legislação, como viola e mero, além de robalos com menos de 30 centímetros. “São permitidas corvinas e betaras, conhecidas como pernas-de-moça, entre outras espécies”, disse o presidente da A-CSPA, Antônio Gonçalves Neto.

Enhanced by Zemanta