Estadual de Badminton reúne quase 400 atletas em Santos

IMG_3100

Com a participação de quase 400 atletas de todo o estado teve início neste sábado (23) pela manhã a 1ª etapa do Campeonato Estadual de Badminton na Arena Santos (Avenida Rangel Pestana, 184, Vila Mathias). As partidas são pela fase eliminatória, sendo que as finais serão realizadas neste domingo (24).

As disputas envolvem atletas nas categorias de sub-9 até sub-19 anos, abertas (sem limite idade), seniores e veteranos, nas modalidades de simples masculina e feminina e duplas (masculina, feminina e mistas). Os atletas representam 24 entidades entre clubes, escolas e projetos sociais. A competição terá 350 jogos no total.

Esta á a terceira vez que Santos abriga uma das fases da competições, que terá cinco etapas, e reúne alguns dos melhores atletas da modalidade no País. Entre os destaques estão o campeão brasileiro, bipaulista, vice panamericano e sulamaricano de simples, Luiz Santos, 20 anos, de Campinas. O santista João Abreu, 10 anos, na sub-11 (campeão sulamericano e bronze no panamericano do Canadá) é outro destaque.

A competição é promovida pela Febasp (Federação de Badminton do Estado de São Paulo) com o apoio da Prefeitura. “O nível dos atletas é de alta qualidade. O badminton vem crescendo muito no Estado. Começamos com 300 atletas e hoje temos 1.800 filiados”, destacou Manuel Gori, presidente da Febasp.

Torneio reunirá clubes de seis cidades no Clube dos Ingleses

Casa do primeiro jogo de Badminton disputado em solo brasileiro, em 1938, o Clube dos Ingleses recebe no próximo sábado (17), a partir das 13 horas, o The George Cave Challengers´ Cup, torneio interclubes da modalidade disputado por agremiações de seis cidades — Santos, Campinas, Jacareí, São Bernardo do Campo, Osasco e São Paulo. O torneio tem arbitragem e apoio da Federação de Badminton do Estado de São Paulo (Febasp) e a entrada para acompanhar às partidas no clube é franca.

A competição reunirá 20 duplas — dez masculinas e dez femininas — formadas por atletas acima dos 35 anos, que se enfrentarão, cada qual em sua respectiva categoria, sendo que a final ocorrerá no Salão Principal do clube, o mesmo em que foi realizada a partida “pioneira” do Badminton na Cidade e no País. As decisões terão a arbitragem de Bujung Witarsa, indonésio radicado no Brasil e que será homenageado no evento.

De acordo com Soren Knudsen, dinamarquês naturalizado brasileiro e organizador do torneio, o objetivo é divulgar a modalidade e resgatar a tradição do Badminton na Cidade, além de promover o jogo limpo junto aos mais jovens — que embora não estejam em ação no torneio, ajudarão e acompanharão as disputas.  “É a ideia de trazer essa meninada para junto desse círculo. De que eles se sintam empolgados a pegar uma raquete e se divertirem. É um esporte de fácil aprendizado, e sempre que há um campeonato o que a gente observa é que muita gente se interessa”, conta.

Regras

As dez duplas de cada categoria serão divididas em dois grupos de cinco, sendo que os dois primeiros avançam para as semifinais. Até a decisão, os jogos serão disputados em uma melhor de três sets de 21 pontos. Na final, porém, a partida será regida pela contagem “antiga” do Badminton: melhor de três sets de até 15 pontos, com vantagem. Ou seja: a dupla só marca ponto se estiver em posse do saque.

Mais do que vencer no masculino ou no feminino, o foco está na somatória de pontos, já que ganha a taça a equipe que obtiver melhor desempenho nas duas categorias de forma conjunta. “Isso torna a disputa mais interessante. Faz com que os jogadores não se concentrem só em ganhar seus jogos, mas também apoiem os amigos”, reflete Knudsen, que conclui: “A gente espera que venha cada vez mais gente. Para futuras edições, estamos pensando em abrir a disputa para duplas mistas e, mais a frente, às crianças”.

 

Boqnews

 

Enhanced by Zemanta