Setur inclui visita às igrejas durante passeio agendado de bonde

A partir desta terça-feira (14), os grupos interessados em agendar passeios no bonde turístico têm nova opção para incrementar o roteiro: visitas culturais às igrejas, monitoradas por integrantes do Programa Vovô Sabe Tudo, que, por capacitações da Setur (Secretaria de Turismo) e conta própria, especializaram-se na história e curiosidade dos templos.
O agendamento de bonde para escolas, instituições, entidades de servir, grupos de terceira idade teve início no último dia 7 e o atendimento é feito pelo telefone 3201-8000, em horário comercial.
Ao reservar o passeio na linha turística, o grupo – de no mínimo 10 pessoas – deve adiantar seu interesse na visita de algumas igrejas – a primeira será sempre o Santuário do Valongo, ao lado da Estação do Valongo (Largo Marquês de Monte Alegre s/nº, no Centro Histórico), de onde parte o bonde reservado, com guia de turismo.
Às terças e quartas-feiras, há sete horários à disposição, entre 10 e 16 horas, com saídas a cada hora, enquanto às quintas e sextas, o atendimento a grupos será das 10, 11 e 12 horas.
Para entidades filantrópicas, escolas públicas de Santos, centros de convivência e grupos de treinamento e reciclagem de profissionais oferecidos pela Setur, isentos, por decreto, do pagamento da passagem. Após o agendamento por telefone é preciso confirmar a solicitação por fax ou e-mail, adiantando as igrejas de seu interesse, se for o caso.
Igrejas 

Na Igreja do Convento do Carmo, dos freis carmelitas, as visitas são realizadas às terças e sextas, das 9 às 11 horas, enquanto na Igreja do Ordem 3ª, os monitores atendem de segunda a sexta, das 9 às 11 horas, e segundas, quartas, quintas e sextas, das 14 às 17 horas. Na Catedral, os vovôs recebem o público às quintas e sextas, das 10 às 12 horas e das 14 às 17 horas, e aos sábados, das 9 às 12 horas.
Na Basílica do Embaré, a monitoria é feita de quarta a sexta, das 10 às 12 horas e das 14 às 17 horas; aos sábados, das 8 às 11 horas e aos domingos, das 14 às 17 horas. No Santuário do Valongo, o acompanhamento dos grupos ocorre às quartas, das 9 às 16 horas; quinta e sexta, das 9 às 12 horas e das 14 às 17 horas, e aos sábados, das 9 às 12 horas.
Enhanced by Zemanta

Bonde turístico circula na próxima segunda-feira

Para atender à demanda de passageiros durante o Réveillon, a Prefeitura de Santos colocará em funcionamento, de forma excepcional, os bondes turísticos na segunda-feira.

Normalmente, os veículos circulam de terça a domingo, das 11h às 17h. E em janeiro haverá viagem extra às 17h30.

Os reboques junto aos bondes devem atender cerca de 115 passageiros por hora. Caso haja necessidade, poderá ser acrescido mais um bonde de 23 lugares. O intervalo entre as viagens será de 20 a 30 minutos.

Roteiro

Os bondes saem da Praça Mauá (Estação ‘Buck Jones’ – Centro Histórico) e passam por 40 pontos de interesse histórico e cultural. A passagem custa R$ 5,00, mas crianças até cinco anos não pagam. Maiores de 60 anos, estudantes e grupos de entidades assistenciais têm 50% de desconto na tarifa.

Bonde Turístico

Bonde turístico atrai muitas famílias em férias ao Centro Histórico

O bonde turístico que circula pelo Centro Histórico está entre as atrações preferidas de muitas famílias em férias na cidade. Pelo menos 3.941 pessoas fizeram o passeio entre os dias 1° e 14 deste mês. As filas para compra de ingressos e bondes cheios são parte do cenário na Praça Mauá neste mês de recesso escolar.

De São Paulo e de férias em Guarujá, a professora de biologia Nélia de Jesus Lico fez questão de fazer o passeio com a filha, a administradora de empresas Juliana Lico. “Conheci o Centro Histórico de Santos com meus alunos. Voltei para andar de bonde. Melhor passeio, impossível”.

A santista Daniela Santana estava igualmente feliz ao lado das irmãs e sobrinhos. “Estou de férias e fazendo passeio de turista na minha própria cidade. É bom porque quase não venho para essa região”. De Itu, o casal Simone e Sidiclei dos Santos andou de bonde com a filha, Caroline, de 3 anos. “Passeios como esse fazem com que a gente conheça a história da cidade. É uma outra opção além da praia”, disse Simone.

O ‘baleião’, bonde camarão decorado com imagens do Santos FC, faz o maior sucesso nestas férias, segundo a guia de turismo Soraia Bizarro. “Ele apresenta grande procura”. Dos 40 pontos de interesse cultural e histórico contemplados pela linha, a Bolsa Oficial do Café, Monte Serrat e Outeiro de Santa Catarina (marco de fundação da Vila de Santos) são os que mais chamam a atenção do público.

Criado em 2000, o passeio de bonde pelo Centro Histórico tornou-se uma das principais atrações turísticas da cidade. Em maio passado, foi registrada a marca de 1 milhão de passageiros. Com percurso de 5 km, a linha funciona de terça a domingo, das 11h às 17h. A partida é da Praça Mauá. A passagem custa R$ 5,00, com gratuidade para menores de 5 anos. Maiores de 60 anos, estudantes e grupos de entidades assistenciais têm 50% de desconto.

http://www.santos.sp.gov.br

Santos ganha novo bonde

Mais um bonde passará a compor a frota de veículos que circulam pela linha turística de Santos. O equipamento, que circulou como meio de transporte entre 1912 e 1971, foi trazido do Memorial do Imigrante, em São Paulo.

Em bom estado de conservação, o veículo tem capacidade para transportar 42 passageiros. Ele é igual ao bonde camarão, porém, hoje ele está aberto.

No Memorial do Imigrantes, o veículo ganhou um motor movido a gasolina de um Tempra, da Fiat, e até circulou por lá. “É o primeiro bonde que eu tenho notícia que era movido com esse combustível”, disse o coordenador de projetos dos bondes, Luiz Dias Guimarães.

Aqui, voltará a funcionar como bonde reboque. Futuramente, serão feitas novas intervenções para circular movido à energia elétrica.

Agora o acervo do Museu Vivo de Bonde tem 12 bondes. Além dos nacionais, alguns são originários de Portugal, Itália, Estados Unidos e Escócia. Dessa frota, a equipe da CET já reconstruiu cinco bondes e um reboque.

1 milhão de passageiros

Um cortejo de bondes para comemorar a marca de 1 milhão de passageiros está previsto para acontecer na segunda quinzena de abril. A ideia da Prefeitura é que
quatro ou cinco bondes circulem pela linha turística com passageiros a bordo.

Trata-se de um fato inédito desde que os veículos começaram a circular em 2000 em Santos. Sem data ainda definida do cortejo, os detalhes da festividade serão fechados nos próximos dias. A previsão é que o desfile ocorra num fim de semana.

 

ATribuna