Museu do Café terá programação especial neste domingo

cafe

Neste domingo (14), celebra-se o Dia Internacional do Café, importante produto na história de Santos. Essa ligação pode ser observada no prédio da Bolsa do Café (rua XV de Novembro, 95, Centro), onde funciona o Museu do Café. O local, que é um dos pontos de parada da Linha Conheça Santos, preparou programação especial para este dia.

Um dos principais pontos turísticos de Santos, o museu já atraiu mais de um milhão de turistas em seus 15 anos. São pessoas que admiram a beleza e a história do lugar.

Fundado em 1922, o prédio centralizava as transações cafeeiras do país, quando o produto vivia o seu auge econômico. A Bolsa de Café de Santos chegou a ser o principal ponto de comercialização da mercadoria no mundo.

Com arquitetura grandiosa e materiais de acabamento de alta qualidade, a construção é admirada por quem passa pelo local. Na grandiosa sala dos pregões, destaca-se o vitral ‘A visão de Anhanguera’, criada por Benedicto Calixto. Outros três painéis do artista decoram o lugar.

O exterior também é de se admirar. A torre do relógio, com 40 metros de altura, continua imponente. Ainda nos dias de hoje, destaca-se como referência paisagística de Santos.

Programação

No domingo (14), a partir das 16 horas, a cafeteria do museu receberá renomados baristas (especialistas em café) de São Paulo. O público poderá, inclusive, degustar os drinks e cafés preparados por Gilson Rodrigues, criador do Refreshing Coffe (refrigerante de café)¸Rogério Rabbit e Eder Delfino, bicampeão brasileiro de latte arte (técnica de criar figuras na superfície das bebidas).

O Museu do Café funciona de terça a sábado das 9h às 17h e no domingo das 10h às 17h. Já a cafeteria abre de segunda a sábado das 9h às 18h e domingo 10h às 18h.

 

Foto: Rê Sarmento

Museu do Café

Que tal beber um bom cafezinho e aproveitar para entender a importância histórica e econômica destes grãos para o Brasil? Um dos locais que busca resgatar e preservar esta rica trajetória é o Museu do Café, em Santos.

Inaugurado em 1998, o museu está localizado no mesmo prédio da antiga Bolsa Oficial do Café, mercado formalizado para a venda de café nas primeiras décadas do século 20. Depois de anos de funcionamento, o local foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 2009, consolidando-se como um ponto turístico da cidade.

Além do grande acervo de documentos e fotos apresentados no espaço, as principais atrações são as telas e painéis de Benedicto Calixto e o Salão do Pregão – composto por uma mesa principal e setenta cadeiras -, onde eram realizadas as negociações que determinavam as cotações diárias das sacas de café na época. Os pregões eram realizados no edifício da Bolsa Oficial de Café até a década de 1950, quando os negócios foram transferidos para São Paulo.

O museu também realiza exposições (temporárias e permanentes) que ilustram um pouco melhor a história e a importância do café na vida e principalmente na economia do Brasil. A exposição “A trajetória do café no Brasil” está dividida em três módulos – O café e o trabalho, Café e novas rotas e Santos e o porto. Nesta área, o visitante acompanha a linha do tempo da produção de café no Brasil, desde a chegada dos grãos ao País até o tempo dos grandes barões e baronesas do café.

Nas exposições temporárias, os visitantes poderão conferir períodos pontuais desta história. Até maio, a mostra “Café, Porto, Cidade – Uma relação muito mais que econômica” estará montada no museu, revelando a influência dos negócios do café no desenvolvimento do porto e da cidade de Santos nos últimos 120 anos.

Após o passeio, é hora de parar na Cafeteria do Museu, que trabalha com as marcas Cerrado de Minas, Sul de Minas, Alta Mogiana, Chapadão do Ferro, Blend da Cafeteria, Orgânico, Vale da Grama, e Jacu Bird Coffee. Este último é o café mais caro e raro do Brasil, obtido com os grãos expelidos pelo pássaro Jacu, que se alimenta dos frutos do café.

Museu Oficial do Café

Onde: rua XV de Novembro, 95, Centro, Santos, São Paulo – SP

Quando: terça-feira a sábado, das 09hàs 17h ; domingos, das 10h às 17h

Quanto: R$ 5

Enhanced by Zemanta

Viajeaqui

No Dia do Café, museu terá degustação gratuita da bebida

Em comemoração ao Dia Mundial do Café, quem visitar o Museu do Café nesta quinta-feira poderá desfrutar do agradável clima de fazenda.

Por conta da data comemorativa, os visitantes serão agraciados com a degustação gratuita de café com bolo de fubá, formando um cenário típico do interior.

Os baristas da Cafeteria do Museu, vestidos com trajes típicos da fazenda, oferecerão aos visitantes as bebidas produzidas com os grãos Sul de Minas, Chapadão do Ferro, e Cerrado de Minas, tendo em vista apresentar ao público as diferenças e características específicas de cada café.

Além de saborear e aprender sobre as particularidades dos grãos produzidos no Brasil, quem for ao Museu do Café poderá ainda conhecer um pouco mais sobre a história do produto e sua influência no desenvolvimento do país.

Dividida em três módulos, a exposição “A trajetória do café no Brasil” permite ao visitante uma verdadeira viagem no tempo, passando por todos os caminhos e marcos do café em território nacional.

Visitação

O Museu do Café fica na Rua XV de Novembro, 95, no Centro Histórico. O horário de funcionamento é de terça a sábado das 9 às 17 horas, e aos domingos, das 10 às 17 horas.

Os ingressos para visitação custam R$ 5, estudantes e pessoas acima de 60 anos pagam meia-entrada.

Já a Cafeteria do Museu funciona de segunda a sábado das 8 às 18 horas, e aos domingos, das 10 às 18 horas. Outras informações pelo site www.museudocafe.org.br.

 

A Tribuna

Enhanced by Zemanta

Museu celebra Dia Internacional do Café com programação gratuita

Para celebrar o Dia Internacional do Café, comemorado em 14 de abril, o Museu do Café, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, preparou uma programação especial e gratuita. As atividades incluem aula sobre como preparar um bom café em casa, degustação harmonizada, apresentação de orquestra e abertura de mostra temporária em homenagem ao centenário do Santos Futebol Clube.
 Logo pela manhã, às 11 horas, a atração é a aula especial do barista André Almeida, responsável pelo Centro de Preparação de Café do Museu do Café e pelos cursos ministrados na instituição. Em uma mesa montada no espaço da Cafeteria do Museu, o barista irá ensinar como preparar um bom café em casa abordando temas como a importância da água, a qualidade do café, a quantidade de pó ideal para a proporção de água utilizada e o modo correto realizar a filtragem. Em seguida, as bebidas preparadas com os grãos Chapadão do Ferro – encorpado e com leve acidez – e Bourbon Amarelo – que se destaca pela doçura –, serão servidas para degustação harmonizada com petit-fours.
Após saborear seu café, o visitante pode aproveitar para conhecer a mostra temporária “O centenário do Santos Futebol Clube”. Formada por quatro painéis, a mostra faz um breve passeio pela história entrelaçando os dois principais responsáveis por tornar o nome da cidade conhecido em todo o mundo: café e futebol.
Entre outras curiosidades, as fotos e textos revelam como na efervescência de uma cidade que enriquecia por concentrar 90% das negociações de café do Brasil começam a surgir clubes e associações. Entre eles, em 14 de abril de 1912, um que se tornaria referência mundial: o Santos Futebol Clube. Outro destaque é a menção a Athiê Jorge Coury, um dos dirigentes mais famosos da história da agremiação e presidente do clube à época do bicampeonato mundial, em 1962 e 1963, que começou sua carreira como corretor de café.
A mostra temporária está montada no espaço da Cafeteria do Museu e fica em cartaz até 7 de maio com visitação gratuita.
Encerrando as comemorações, às 17h30 no Salão do Pregão, a orquestra do Instituto Grupo Pão de Açúcar de Santos, formada por 40 jovens alunos, apresenta repertório mesclando canções populares e eruditas.
O Museu do Café fica à rua XV de Novembro, 95, no Centro Histórico de Santos. Seu horário de funcionamento é de terça-feira a sábado das 9 às 17 horas, e aos domingos entre 10 e 17 horas. Os ingressos para visitação custam R$ 5, estudantes e pessoas com mais de 60 anos pagam meia-entrada. Já a Cafeteria do Museu funciona de segunda-feira a sábado das 8 às 18 horas, e aos domingos entre 10 e 18 horas. Mais informações estão disponíveis em http://www.museudocafe.org.br.
Boqnews
Enhanced by Zemanta

Símbolo do Centro Histórico de Santos, Cafeteria do Museu completa 10 anos

Comemoração será no dia 21 de setembro, a partir das 10h. Programação inclui exposição de imagens sobre os 10 anos da Cafeteria, música ao vivo, apresentação de latte art e a oportunidade de tirar seu próprio café na máquina de expresso.

Uma das cafeterias mais tradicionais da cidade de Santos completa uma década no dia 21 de setembro. Instalada no piso térreo do edifício da Bolsa Oficial de Café, a Cafeteria do Museu surgiu com a proposta de ser um estabelecimento modelo, exemplo de qualidade e variedade, e também de caráter didático, apresentando ao público diferentes regiões produtoras e etapas do mercado de café.

Dez anos depois, já se consolidou como referência e parada obrigatória para turistas e freqüentadores do Centro Histórico de Santos, recebendo, em média, 500 pessoas por dia. Para celebrar a data, o Museu do Café preparou a mostra “Uma história de sabores, aromas e prazer os 10 anos da Cafeteira do Museu”, com imagens e reproduções de documentos que lembram a primeira década do estabelecimento, além de programação especial gratuita durante todo o dia 21 de setembro.

Amostra “Uma história de sabores, aromas e prazer os 10 anos da Cafeteria do Museu” traz imagens da montagem do espaço da Cafeteria, fotos do dia da inauguração, reproduções de jornais da época, opiniões dos primeiros visitantes, plantas e outros documentos relacionados ao projeto do estabelecimento que se tornaria referência do Centro Histórico de Santos.

Amostra fica em cartaz até o dia 15 de outubro, no espaço da Cafeteria do Museu, com visitação gratuita.Já no dia 21 de setembro, a partir do meio dia, o músico Celso Lago recebe os visitantes do Museu do Café interpretando clássicos da MPB e do jazz. No mesmo horário, baristas da cafeteria realizam exibição de latte art, que consiste na técnica de decorar cafés e capuccinos com desenhos feitos com leite.

Complementando as atividades, entre 15h e 17h, quem for à Cafeteria poderá tirar seu próprio café na máquina de expresso. Um barista estará à disposição dos visitantes, orientando no manuseio do equipamento e dando dicas importantes para obtenção de um ótimo café.

Cafeteria do Museu em números


A Cafeteria do Museu recebe diariamente cerca de 500 visitantes que consomem, em média, 300 xícaras de café. Cada unidade servida traz 50 ml da bebida, sendo assim é possível estimar um consumo total da ordem de cinco mil litros de café anualmente. De acordo com as projeções do Museu do Café, o ano de 2010 deve registrar um total de mais de 100 mil xícaras de café vendidas. A venda do produto em grão ou moído também registra números significativos. Em 2009, a Cafeteria do Museu comercializou aproximadamente 5,5 toneladas de café. Com o aumento no consumo, registrado em levantamento parcial de 2010, a expectativa é que a venda deste ano supere sete toneladas.

Variedade e qualidade

Atualmente a Cafeteria do Museu disponibiliza aos clientes, para apreciar na hora ou levar para casa, os cafés Cerrado de Minas, Sul de Minas, Chapadão do Ferro, Blend da Cafeteria, Orgânico, Bourbon Amarelo Premium e Jacú Bird Coffee. Este último é o café mais caro e raro do Brasil, obtido com os grãos expelidos pelo pássaro Jacú, que se alimenta dos frutos do café. Os interessados também podem receber o café moído de sua preferência em casa, entrando em contato pelo e-mail: cafeteria@museudocafe.com.br.

Rua XV de Novembro, 95 – Centro Histórico – Santos/SP – CEP: 11010-151
tel.: (13) 3213-1750 – museudocafe@museudocafe.com.br

A Cafeteria do Museu é premiada pela Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC) com o status Premium dentro de seu programa de abrangência nacional Círculo do Café de Qualidade, e foi eleita pela revista Veja, por três anos consecutivos (2007, 2008 e 2009), como a melhor cafeteria da Baixada Santista.
O Museu do Café é uma Organização Social ligada à Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo e fica à rua XV de Novembro, 95, no Centro Histórico de Santos. Seu horário de funcionamento é de terça a sábado das 9h às 17h, e aos domingos entre 10h e 17h, sempre com fechamento da bilheteria às 16h15. Os ingressos para visitação custam R$ 5, estudantes e pessoas acima de 60 anos pagam meia entrada. Já a Cafeteria do Museu funciona de segunda a sábado das 8h às 18h, e aos domingos entre 10h e 18h.

10 anos Cafeteria do Museu

Mostra “Uma história de sabores, aromas e prazer os 10 anos da Cafeteira do Museu”

Data: Até 15 de outubro de 2010

Horário: Segunda a sábado das 8h às 18h, domingo das 10h às 18h

Preço: Grátis

Local: Espaço Cafeteria do Museu

Endereço: Rua XV de Novembro, 95, Centro Histórico, Santos/SP

Música ao vivo e apresentação de latte art

Horário: 12h às 14h

Enhanced by Zemanta