Parque Roberto Mário Santini conta com vigilância 24 horas

emissario santos

Para garantir a segurança no Parque Municipal Roberto Mário Santini, no José Menino, a prefeitura mantém efetivo permanente da Seseg (Secretaria de Segurança). No local, funciona 24 horas a Coordenadoria da Orla da Guarda Municipal e há rondas dos guardas e guardiões cidadãos, com apoio de viaturas motorizadas e cinco câmeras integradas ao SIM (Sistema Integrado de Monitoramento).

“O trabalho é ininterrupto todos os dias e as câmeras são ferramentas que contribuem para o trabalho de prevenção”, explica o comandante da GM, Flávio de Brito Jr. Segundo ele, a qualquer atitude suspeita, a central do SIM no paço municipal aciona a Guarda ou Polícia Militar, o que tem ajudado a prevenir ocorrências. Nesta semana dois roubos de bicicletas foram evitados no local.

Durante a Operação Verão atuam no parque dois guardas e 16 guardiões durante o dia, e um guarda e três guardiões no período noturno. Na entrada há sempre uma viatura da corporação de prontidão, além das rondas de quatro veículos em operação na orla.

Ciclovia da divisa começa a modificar paisagem do José Menino

A construção da ciclovia pela prefeitura na divisa São Vicente-Santos, na faixa de areia junto à calçada, contornando os prédios na orla do José Menino, está avançando. O traçado estruturado na areia a partir do jardim do município vizinho até a rua João Antunes, com 285 m de extensão já está concretado. No momento, o serviço segue até a alameda Rivaldo Justo, ao lado do Posto 1, com aplicação da bica corrida, compactação e colocação da tela soldada para garantir resistência.

De acordo com a Siedi (Secretaria de Infraestrutura e Edificações), responsável pela supervisão das obras, a próxima etapa será a construção do último trecho, entre a alameda e a pista junto ao jardim da orla.

Conforme o projeto do departamento de arquitetura da Prodesan, a nova obra consiste em pista com 580 metros de extensão e largura de 1,80 m a 2 m. E mais: sinalização horizontal e vertical, iluminação reforçada com 32 postes, piso em mosaico português recolocado nas áreas de intervenção e serviço de paisagismo separando a calçada e a área dos ciclistas.

Nova baia

Em paralelo, outra frente de trabalho faz a demolição da mureta que separa a praia da avenida, para construir nova baia de embarque e desembarque de ônibus sentido São Vicente – Santos, com 3,5 m de largura. Ali, no trecho de areia, foi erguido muro de arrimo para separar a ciclovia da nova baia, que avançará oito metros em direção à praia.

“Com essa mudança a pista de rolamento será ampliada e o fluxo de veículos vai melhorar”, explica o chefe do Departamento de Obras da Siedi, Glaucus Farinello.

O projeto tem parceria da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), aval do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), da SPU (Secretaria do Patrimônio da União) e da Semam (Secretaria Municipal de Meio Ambiente). O custo é estimado em R$ 538.448,18, provenientes do Fundo das Estâncias.

Alargamento

Após a conclusão dessa obra, a prefeitura iniciará a retirada da ciclovia do canteiro central. Isso propiciará fluidez do trânsito da av. Presidente Wilson devido ao aumento da largura da pista de 10,9 m para 12,2 m e à eliminação do semáforo para travessia dos ciclistas.

Ciclovia da divisa começa a ganhar novo traçado

Mais segurança, fluidez ao trânsito e qualidade de vida a pedestres, ciclistas e motoristas. Com estes objetivos, a prefeitura iniciou a construção da ciclovia da divisa entre Santos-São Vicente na faixa de areia, junto à calçada, contornando os prédios na orla do José Menino.

A obra tem o aval do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), da SPU (Secretaria do Patrimônio da União) e da Semam (Secretaria Municipal de Meio Ambiente), e é executada sob supervisão da Siedi (Secretaria de Infraestrutura e Edificações).

Com projeto da Prodesan, em parceria com a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), a nova ciclovia terá 580 metros de extensão e largura variável entre 1,80 m e 2m. No momento, os serviços estão concentrados na fundação para apoio das placas que cobrirão o canal existente, próximo à divisa com São Vicente.

Seguindo os padrões da malha, a ciclovia contará com sinalização de trânsito horizontal e vertical. Um jardim separador será instalado entre a faixa de bicicletas e a calçada junto aos prédios. Haverá ainda reforço da iluminação com a colocação de 32 postes.

Já a ciclovia do canteiro central será retirada para melhorar o fluxo de veículos no trecho da avenida Presidente Wilson, principalmente nos horários de pico, pois passará de três para quatro faixas de rolamento, na pista sentido São Vicente-Santos, aumentando a largura da via de 10,8 m para 12,2 m. O trânsito também vai melhorar com a eliminação do tempo semafórico da travessia do ciclista.

Baia de ônibus – De acordo com a Siedi, também está prevista a construção de uma baia de ônibus (direção São Vicente-Santos), para embarque e desembarque de passageiros. Prevista para ser concluída em quatro meses, a obra tem custo estimado de R$ 538.448,18, provenientes do Fundo das Estâncias, do Dade (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias).

Boqnews