Sábado de homenagens ao cantor Chorão

chorão

Dia do Rock é comemorado com homenagem a Chorão

A praça Mauá, no Centro Histórico, recebe sábado (13), das 12h às 20h, a programação comemorativa ‘Dia do Rock – Festival de Bandas Alexandre Magno Abrão – Chorão’, o evento presta homenagem ao líder da banda santista Charlie Brown Jr., falecido em março deste ano.

Ao todo, 11 bandas participam: Winter Wald, Erodelia, Audio Local, Bayside Kings, Luvia, Analisando Sara, Of Side, Padres, Câimbra Cerebral e Gloria. O grupo Lost in the War executa composições assinadas por Chorão. O repertório das bandas abrange vários estilos do rock, como hardcore, heavy metal e punk rock.

O evento conta com intervenções do DJ Ramon Farias. A realização é da prefeitura. A produção é de Cesar Sanchez e da Rock Show.

O Dia do Rock é comemorado mundialmente em 13 de julho, data do primeiro ‘Live Aid’, evento realizado em 1985, em Londres (Inglaterra) e na Filadélfia (Estados Unidos). Em Santos, a data foi oficializada pela lei 2.795, de dezembro de 2011. Informações: 3041-3170.

 

pista emissario

Pista de skate do emissário terá nome de Chorão

Em homenagem ao vocalista da banda Charlie Brown Jr., falecido em 6 de março deste ano, a prefeitura realiza sábado (13), Dia Mundial do Rock, às 17h, a cerimônia de nomeação da pista de skate do Parque Municipal Roberto Mário Santini (plataforma do emissário submarino), que passará a se chamar Alexandre Magno Abrão, Chorão.

A solenidade contará com a presença do prefeito Paulo Alexandre Barbosa e familiares e amigos do músico. Na ocasião, também será realizado o lançamento oficial do clipe ´Meu Novo Mundo´, que será exibido em telão, além de clínicas de skate e BMX.

Chorão veio morar em Santos em 1987 e em 92 criou a banda, famosa divulgadora da cidade e ícone para skatistas de todo o país, pois o artista era praticante e grande incentivador do esporte. Em Santos, ele criou há nove anos uma pista indoor (coberta), o Chorão Skate Park, na Vila Mathias.

A pista
Devido ao evento, a pista de skate no emissário está passando por reparos da Seserp (Secretaria de Serviços Públicos). O equipamento funciona todos os dias, das 8h às 23h, e conta com monitores da Semes (Secretaria Municipal de Esportes). Para utilizá-lo é obrigatório o uso de capacete e apresentação da carteirinha (informações: 3225-1641).

Atualmente há 100 alunos, entre 6 e 17 anos, na escolinha da modalidade no local, com aulas de terça a sexta, das 9h às 10h e das 14h às 15h.

Enhanced by Zemanta

Santistas idealizam filme sobre Chorão

chorão

Marginal Alado – Decifrando a melodia indomável de Chorão, este é o nome do documentário idealizado por três jovens santistas para homenagear o vocalista do Charlie Brown Júnior, que morreu no início de março deste ano. Mas, para tornar o sonho realidade, Felipe Elias Novaes, Victor Stockler e Roberta Ramos Franco desenvolveram uma campanha na internet, em um portal chamado Catarse, com o objetivo de mobilizar amigos e fãs para arrecadar, no mínimo R$35.000 em um mês, e tornar o projeto viável.

O jornalista Felipe Novaes destacou que essas contribuições não devem ser vistas como doações, mas sim como uma forma de participar e tornar possível essa homenagem ao ídolo. “É um projeto baseado no conceito de crowdfunding, ou financiamento coletivo, uma ideia relativamente nova no Brasil, mas que tem se mostrado muito eficaz. É uma forma de as pessoas contribuírem com valores em dinheiro e, em troca, como forma de agradecimento, receberem diversos tipos de recompensas. Por exemplo, levar bonés, créditos de nome no filme, camisetas ou moletons que o Chorão usou no palco”, explicou.

Além disso, Novaes reforçou que o projeto tem um viés social e que, caso a meta não seja atingida em 30 dias como proposto, todas as contribuições serão devolvidas em segurança aos apoiadores. Para ser um apoiador basta acessar o site e conferir a lista dos valores com os respectivos agradecimentos.

Projeto – A ideia de realizar um produto que envolvesse o nome do artista já era um desejo comum do trio e que, com a morte de Chorão, o projeto acabou sendo antecipado. “Percebemos a necessidade imediata de documentar sua história e de decifrar a personalidade de alguém que deixou tantos admiradores”, disse Roberta Franco.

Desde o início, o grupo optou por utilizar as redes sociais na divulgação do trabalho, onde criaram uma página do filme no Facebook, que entrou no ar dia 18 de abril e que, em aproximadamente uma semana, já atingiu mais de mil likes. O objetivo era aguçar a curiosidade dos internautas e manter todos atualizados sobre a novidade que está por vir.

“O Chorão sempre fez questão de levar o nome da cidade de Santos pra fora com muito orgulho. Nada mais justo do que retribuirmos agora com esse projeto que vai eternizar sua história junto aos fãs e admiradores”, declarou Victor Stockler, sobre a importância do projeto para a região que o ex-vocalista do Charlie Brown Jr adotou com Terra Natal.

Marginal Alado – O pseudônimo se refere ao próprio Chorão, que se definia assim, em uma tatuagem no antebraço, por sempre estar à margem das coisas com as quais não concordava na sociedade e encontrar, por meio dessas contestações, formas de se manifestar, de “voar”, motivo pelo qual o trio escolheu o nome para representar o projeto. “Se trata de um nome que traduz a alma e a personalidade dele, achamos que seria o título ideal para o filme”, explicou Novaes.

A equipe é formada pelos três idealizadores, que atuam na produção e dividem as funções executivas e técnicas. Além deles, também há uma assistente de produção e pesquisa e um cinegrafista.

Filme – O longa terá aproximadamente uma hora e a previsão é que ele estreie em julho deste ano. Entre os personagens que farão parte do documentário estão familiares, amigos e parceiros musicais. Entre eles o filho de Chorão, Alexandre, que está dando suporte para a realização do projeto e, inclusive, participou do teaser que está no portal Catarse, convidando os fãs a abraçarem a ideia. Personalidades como Marcelo Nova, Rick Bonadio, o pessoal da banda e o Paulinho Vilhena são alguns amigos que também compraram a ideia.

“O intuito é documentar a vida e o legado de um santista de coração que merece esse registro por tudo que representou para a Cidade, ao rock nacional e aos fãs – que não são poucos. Além disso, parte da renda do projeto será destinada a projetos sociais que o próprio Chorão apoiava”, ressaltou Felipe Novaes.

 

Santaportal

Enhanced by Zemanta

Homenagem ao cantor Chorão no Quebra-Mar

chorao

Os fãs da banda Charlie Brown Jr. organizaram uma homenagem ao cantor Chorão, encontrado morto na madrugada da última quarta-feira (6), que será realizada neste sábado (9) em Santos. O evento está marcado para as 17h30, no Quebra-Mar. Cerca de 8 mil pessoas confirmaram a presença na homenagem.

O local escolhido é um dos pontos mais conhecidos da cidade, e também retratado em algumas músicas do grupo. Os fãs de Santos, e de cidades vizinhas, combinaram a homenagem pela internet, por meio de uma rede social. Para os organizadores, o evento serve para retribuir todo amor e carinho que o cantor demonstrava pela cidade.

Os jovens pedem que todos os fãs levem flores, que serão jogadas ao mar durante a homenagem. Além disso, os organizadores convidaram as bandas da região para que durante o evento as músicas do Charlie Brown Jr. sejam tocadas. “Vamos fazer barulho, do jeito que o Chorão gostava!”, diz uma das frases do convite.

 

G1

“A praia de Santos é a melhor”, diz Chorão

 Chorão vocalista da banda Charlie Brown Jr., conta sobre seus lugares preferidos e dá dicas de como curtir um fim de tarde perfeito no litoral Sul. Um deles, como de praxe, é o famoso aquário santista.

É em Santos que Chorão, vocalista da banda Charlie Brown Jr., encontra inspiração para seu trabalho. “A praia sempre é o lugar ideal para ir, seja para relaxar ou para praticar esportes”, afirma o músico, garantindo que o verdadeiro cartão-postal santista – o maior jardim à beira-mar do mundo, reconhecido pelo Guinnes Book – é o mais bonito que já viu em suas andanças pelo país. São mais de cinco quilômetros de área verde que se estendem por todas as seis praias.

Morando desde os 16 anos em Santos, Chorão acredita que a cidade tem um enorme potencial para a prática de esportes radicais, como o skate, seu preferido. “Quando estou em Santos – geralmente no intervalo de shows -, gosto de aproveitar e andar de skate na minha pista ou na pista do Emissário”, conta ele, referindo-se ao Parque Municipal Roberto Mário Santini, no Emissário Submarino, perto da divisa com São Vicente.

Mas se o assunto é a melhor vista, Chorão não pensa duas vezes. “Do topo do Monte Serrat, no Centro, se tem o melhor visual. É sensacional; sem falar na subida que é feita pelo bondinho”, ressalta Chorão.

O músico, no entanto, acha difícil citar apenas um ponto. “Santos é uma cidade com uma ótima estrutura em todos os sentidos. O Aquário, que foi reformado, vale a visita. No Emissário, por exemplo, além de ser um lugar bonito, você pode também praticar esportes ou assistir de camarote a uma excelente sessão de surfe da galera nativa”, recomenda.

Serviço


Monte Serrat


A subida pode ser feita por uma escadaria com 415 degraus ou por meio de bondes funiculares inaugurados em 1927. O bondinho funciona todos os dias, das 8 às 20 horas, com saída a cada meia hora (na temporada, saídas a cada 20 minutos). Os ingressos custam R$ 18 ida e volta. Crianças até oito anos não pagam.

Mais informações:
www.monteserrat.com.br
Tel.: (13) 3221-5665

 

Fonte: Ecorodovias

Enhanced by Zemanta