Cisne Branco retorna a Santos e será aberto ao público

N_181052372334

O navio-veleiro Cisne Branco, da Marinha do Brasil, retornará ao Porto de Santos, nesta quarta-feira, para participar das comemorações da Semana da Marinha. A embarcação ficará atracada no Cais da Marinha, entre os Armazéns 27 e 29. O barco permanecerá no complexo santista até a próxima segunda-feira.

Após atracar no Porto, o navio participará de cerimônia que abre a Semana da Marinha em Santos. No sábado, a embarcação dará largada a uma regata, que também integra a programação em comemoração a data.

Na sexta-feira, o Cisne Branco será aberto a visitação pública, das 14 às 17 horas. O público terá até o domingo para visitar o navio. A entrada é franca.

A última vez que o navio-veleiro esteve no Porto de Santos, foi no feriado da Proclamação da República, em novembro.

Características

Cisne Branco foi construído na Holanda para as comemorações dos 500 anos do Descobrimento do Brasil. Sua viagem inaugural começou em 9 de março de 2000, em Lisboa, Portugal, e terminou em 22 de abril, no litoral da Bahia, em Porto Seguro. O trajeto foi o mesmo feito pelo navegador Pedro Álvares Cabral em 1500.

Com 32 velas, o navio-veleiro foi construído com base nos projetos dos clippers, embarcações longas e estreitas, fabricadas no século passado com a missão de superar a lentidão dos antigos navios com propulsão à vela. Eles foram planejados para carregar pequenas cargas ou volumes, além de passageiros.

A embarcação possui 76 metros de comprimento, e viaja, na maior parte do tempo, graças à força do vento. O motor é utilizado apenas quando as condições climáticas são desfavoráveis ou em situações específicas, como na entrada e na saída de portos. A embarcação não é toda de madeira: o casco e o mastro são de aço. Apenas o convés é em madeira.

 

A Tribuna

Enhanced by Zemanta

Dois navios e um submarino são atrações no Porto de Santos

A primeira de uma série de três embarcações da Marinha do Brasil que vão reforçar a ronda na costa nacional está aberta à visitação pública entre sábado e domingo, das 14 às 17 horas, no Cais da Marinha, entre os armazéns 27 e 29 do Porto de Santos. Trata-se do navio patrulha oceânico (NPaOc) Amazonas, que foi incorporado à Armada para aumentar a segurança na área de extração do petróleo da camada pré-sal.

Durante a visita, a população terá acesso às áreas externas, aos armamentos, ao convés de voo e a duas lanchas que fazem parte da estrutura da embarcação. A entrada é gratuita.

Além do NPaOc Amazonas, o veleiro Cisne Branco poderá receber visitantes durante todo o fim de semana, também entre 14 e 17 horas . O navio tem a missão de representar o Brasil nos eventos náuticos nacionais e internacionais, divulgar a mentalidade marítima e preservar as tradições navais.

O Cisne Branco está em Santos para participar da premiação dos alunos classificados no concurso de redação elaborado durante a Operação “Cisne Branco”, atividade dirigida pela Marinha do Brasil com o propósito de despertar nos jovens e professores o interesse pelos assuntos ligados à área naval do Brasil.

Marinha

Já o submarino Tikuna, que fica em Santos até a próxima segunda-feira, não será aberto à visitação. O NPaOc Amazonas e o submarino Tikuna foram trazidos ao Porto de Santos para uma operação conjunta das três forças armadas brasileiras, a Atlântico III. Ela reúne Exército, Marinha e Aeronáutica em uma espécie de simulação de confronto nacional.

Nesta missão,  empregará dois navios escoltas, dois navios de apoio, dois submarinos, três navios-patrulha e seis helicópteros. O Exército participará com 96 viaturas leves, 101 viaturas de transporte,nove viaturas blindadas e nove ambulâncias. Já a Força Aérea utilizará um helicóptero, quatro aeronaves de ataque, cinco de patrulha e cinco de transporte.

A Tribuna

Enhanced by Zemanta

Veleiro da Marinha é aberto para visitação

O veleiro Cisne Branco, da Marinha do Brasil, está aberto para visitação nesta quinta-feira (25), das 14h às 17h, entre os armazéns 27 e 29 do Porto de Santos.

A embarcação, encomendada para as comemorações dos 500 anos do Descobrimento do Brasil, exerce funções diplomáticas e de relações públicas.

A sua missão é a de representar o País em eventos náuticos nacionais e internacionais e divulgar a mentalidade marítima na sociedade civil. Ocasionalmente é utilizado como navio-escola.

Cisne Branco volta a Santos para comemorar aniversário da Cidade

O navio-veleiro Cisne Branco, da Marinha do Brasil, está de volta a Santos. Nesta sexta-feira, a embarcação deve atracar no cais da Marinha, entre os Armazéns 27 e 29, para as comemorações do aniversário da Cidade.

A última visita da embarcação ao complexo santista aconteceu em julho de 2011. Desta vez, o Cisne Branco ficará aberto à visitação de 26 a 30 de janeiro, sempre das 14 às 18 horas. O navio deve deixar o Porto de Santos somente no dia 30 de janeiro.

 Na escala do ano passado, em apenas um dia, mais de 350 pessoas, entre santistas e turistas, conheceram a embarcação.

Construído para participar da travessia comemorativa aos 500 anos do Descobrimento do Brasil, o Cisne Branco opera como navio escola para aprimoramento de técnicas náuticas e artes marinheiras e representa a Marinha em eventos náuticos internacionais.

O veleiro tem 76 metros de comprimento, 46,6 metros de altura e possui 32 velas.

 

Enhanced by Zemanta