O Natal no Bairro do Embaré

A tradicional e tão esperada decoração de Natal nas casas da ruas Alvaro Alvim e Humberto de Campos já está chamando a atenção de moradores e turistas no bairro do Embaré em Santos.

Bairro do Embaré completa 138 anos de tradição e modernidade

Embaré

Nesta segunda-feira o bairro do Embaré completa 138 anos. Fundado em 16 de setembro de 1875 possui hoje uma população de 37.807 habitantes.

Bairro da Orla, é delimitado por uma área de 1,5 Km², faz divisa com o bairro do Boqueirão pela Avenida Siqueira Campos (canal 4) e com o Bairro da Aparecida pela Avenida Almirante Cóchrane (canal 5). Sua extensão vai da Avenida Afonso Pena até a orla da praia.

Seu nome origina-se do tupi-guarani MBARAA-HÉ, que significa águas que curam e possui uma das mais belas arquiteturas da cidade a Igreja de Santo Antônio do Embaré, construída em 1875.

No decorrer do tempo, a origem do bairro mudou. Atualmente, a boemia dos bares se mistura com o sossego de um lugar que preserva características residenciais.

Misturando o tradicional e o moderno o bairro é atualmente um grande canteiro de obras. Um exemplo é a rua Castro Alves que em décadas passadas era em sua maioria composta por casas,  hoje possui em construção, um novo empreendimento em cada esquina.

Já na rua São José podemos encontrar um dos poucos lugares que resistem firme e mantém a tradição do lugar. Um chalé azul  que abriga um atelier de confecção de bonecas de pano.

O tradicional C.P.E, quiosques da orla da praia,  foi recentemente reformado para receber melhor moradores e turistas.

 

 

Quermesse do Morro da Nova Cintra começa nesta sexta-feira

praça guadalajara morro nova cintra

A Festa Junina do Morro da Nova Cintra, cuja abertura tinha sido adiada, começa nesta sexta-feira, às 20 horas. O Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) e o Certificado de Conformidade Técnica do evento foram emitidos na tarde desta sexta-feira, respectivamente, pela corporação e Prefeitura.

Com isso, a Paróquia São João Batista poderá realizar o tradicional evento, que chega neste ano a sua 66ª edição.
“Após uma semana de trabalho intenso, sanamos todas as pendências das instalações e de documentação relativas à segurança das barracas. Finalmente, temos o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros e a autorização da Prefeitura para realizar mais uma edição da festa”, disse o diácono da paróquia, José Guerra.

Até o dia 7 de julho, haverá shows musicais, aproximadamente 60 barracas de comidas típicas e parque de diversões. A festa funciona todos os dias das 20 horas à meia-noite.

Atrações como os shows e o restaurante da paróquia vão de quinta a domingo, das 20 horas à meia-noite, e as sextas e sábados, até a 1hora.

A festa no Morro da Nova Cintra contará com segurança da Polícia Militar e da Guarda Municipal de Santos. O endereço é Praça Guadalajara s/nº, Nova Cintra, em Santos.

Quermesse

Até o dia 30 de junho, outra opção no Município é a Festa Junina da Gota de Leite. Os ingressos custam R$3,00, sendo que menores de 10 anos e idosos não pagam.

Nesse período, o evento beneficente acontece as sexta-feiras e sábados, das 18h30 à meia-noite, e aos domingos, das 18h30 às 22 horas. A entrada é feita pelo acesso na Praça Padre Champagnat, na Encruzilhada.

Embaré

A quermesse da Igreja do Embaré também já começou. O público pode visitar o local de sexta-feira a domingo, das 19h30 às 23h30. O evento segue com atrações culinárias e de lazer até o dia 30 de junho.

 

A Tribuna

Enhanced by Zemanta

Quiosqueiros são removidos do Embaré

quiosques

Oito quiosqueiros que atuam na orla de Santos, em frente à Igreja do Embaré, começam a ser removidos nesta semana para outros pontos na praia. A medida é necessária para que a Secretaria de Infraestrutura e Edificações possa fazer a demolição dos quiosques antigos e iniciar a construção dos novos módulos, a exemplo dos já entregues nos canais 2 e 3.

Conforme informações do Departamento de Fiscalização de mercados e Comércio Viário (Defisco), os comerciantes serão transferidos para quiosques vazios nos canais 4 e 1, até os novos ficarem prontos. Outros 12 permissionários do local já haviam sido remanejados.

Reurbanização

Orçada em R$ 11.268.534,49, a reurbanização da orla está prevista para terminar em maio de 2013. O novo layout da reurbanização da orla é bem diferente do anterior. No total, haverá 30 módulos, que correspondem a 60 quiosques, cada um com 12 m².

 

A Tribuna

O Natal nas ruas de Santos

G1

Embaré – O bairro com espírito natalino

decoração_natal

Uma moradora de Santos, reverteu as frustrações da infância em dedicação e paixão pelo Natal. A decoradora Mary Barros diz que, sem dinheiro na infância, nunca pôde comemorar a festa. Para compensar, agora ela tem a decoração natalina mais conhecida da cidade. Cerca de duas mil pessoas passam pela porta da casa dela todos os dias para ver os milhares de enfeites do local.

São diversos papais noéis, renas, trenó, estrelas, bonecos de neve, luzes, laser, bolinhas de sabão e música. A moradora investiu R$ 6 mil na decoração natalina deste ano mas, apesar do valor elevado, ela afirma que todo gasto vale a pena. “Ver o sorriso no rosto de cada criança que passa por aqui é gratificante. Eu nunca tive festa de Natal na infância. Agora faço com o maior prazer para o meu filho, de 4 anos e para as crianças que passam por aqui”, afirma.

Segundo a decoradora, o motivo de tanto empenho nessa época do Natal é a paixão que ela nutre pelo Natal, que sempre é a data mais aguardada por ela durante o ano. “Nem ligo para aniversário. O Natal, porém, é uma época que todo mundo se ama e se perdoa. Por isso me dedico a enfeitar a casa”, conta.

Mary Barros diz que levou três dias para montar tudo. A conta de luz, que geralmente vinha em torno de R$ 180, pulou para R$ 450 por mês. O investimento não ficou apenas na decoração. Ela também contratou um Papai Noel que fica na porta da casa todas as noites, das 20h às 23h. Como todo o investimento tem uma recompensa, a residência da decoradora ficou conhecida na cidade. “Quando peço alguma comida delivery e digo o endereço, o entregador fica contente e diz: Vou na casa do Papai Noel! “, relata.

A casa fica na rua Frei Francisco Sampaio, no bairro do Embaré, em Santos. Mary afirma que o trânsito fica complicado durante a noite. “Todos param para ver a decoração. O trânsito fica parado por uns três quarteirões. Já teve mais de uma batida na porta de casa”, diz. Ela acredita que cerca de 2 mil pessoas passem em frente à residência todas as noites. Segundo Mary, a contagem é baseada nos sacos de bala que o Papai Noel distribui. São mais de 10 sacos por noite.

Outras casas do bairro Embaré também investiram em decoração natalina. Todas as noites diversas pessoas passeiam pelas ruas com crianças para observar os enfeites. Alguns moradores parecem não se importar com a invasão e deixam até os portões das casas abertos. Tem decoração com personagens infantis, presépio gigante, músicas natalinas, Papai Noel tropical curtindo a praia, entre outros temas.

 

G1

Enhanced by Zemanta

A rua do Papai Noel em Santos

Quem passa pelo cruzamento das ruas Álvaro Alvim e Humberto de Campos, no Embaré, em Santos, verá não só uma, mas diversas casas cobertas com enfeites de Natal.

Inevitavelmente, a quadra virou ponto turístico na Cidade. Basta ficar parado no local por cinco minutos para conferir o constante fluxo de pessoas.

Papai Noel

Para incrementar ainda mais a tradição, o Papai Noel chega a Rua Álvaro Alvim às 20h30. Serão distribuídos mais de 1.200 pirulitos. Os organizadores são os próprios moradores, que estimam a presença de 500 a 600 pessoas. O Papai Noel poderá ser visto em uma das casas nos finais de semana que antecedem o Natal.

Embaré celebra 137 anos

Um verdadeiro paradoxo. Enquanto em algumas vias  surgem prédios enormes, que assustam qualquer um, o trânsito é complicado, o som das buzinas dita o ritmo; em outras, é possível contemplar a beleza de antigas residências da Santos de antigamente, ouvir o som dos bem-te-vis nas árvores que tomam conta do cenário e conversar, tranquilamente, com a cadeira na calçada, com o vizinho ao lado, seja sobre a novela, ou qualquer outro tema que pode ser tão agradável como aquele precioso momento em meio à cidade em franca expansão.

Assim pode ser resumido o Embaré, o mais populoso bairro da cidade. Segundo o IBGE, 37.807 pessoas têm a oportunidade de morar em um núcleo que mistura a história e o crescimento nas suas vias, que abriga a imponente basílica do Embaré e a simples bomboniére que atende, há dezenas de anos, os alunos do colégio Cidade de Santos. O Embaré de tantos vultos, como Pedro Lessa, Senador Dantas, de Benjamin Constant e Castro Alves.

O bairro sintetiza o grande dilema, o paradoxo vivido atualmente pelo santista: ver, caminhando juntos, o desenvolvimento e a modernidade dos empreendimentos que saltam aos olhos, sem tirar o pé do passado e das tradições da vida caiçara que outrora ditavam o ritmo daqueles que escolheram o bairro para viver e não querem mais sair.

É esse Embaré que completa, neste domingo (16), 137 anos de boas histórias. A região começou a crescer no ano de 1875 e as primeiras habitações surgiram das mãos do Visconde do Embaré, que tinha diversas terras nesta região e começou a compartilhá-las. Primeiro foram construídas escolas e hospitais.

Depois, uma pequena capela, que hoje dá lugar à imponente Basílica. Com certeza, o pontapé para o crescimento da área. A praia hoje é uma das mais famosas da cidade, procurada por esportistas e banhistas.

De lá pra cá, o desenvolvimento é a marca do bairro, que mescla as áreas de serviço, comércio e a residencial com harmonia. Prédios começam a surgir, mas o que têm aparecido com muita frequência no lugar dos antigos chalés são as casas sobrepostas. Mas o que os moradores querem é que o futuro não deixe aquele ar do passado de lado.

Ponto Turístico

Igreja do Embaré

A arquitetura neogótica da Basílica Menor de Santo Antônio do Embaré manifesta-se em arcos ogivais, vitrais e rosácea, embora esta possua a esfinge do padroeiro, quando o gótico exigiria representações de Cristo e Nossa Sra.

Embora a decoração não seja gótica, os relevos de leões, dragões e outros animais híbridos, próprios do gótico arcaico usado na Alemanha, são creditados à ascendência do artesão. Conta-se que o altar-mor saiu maior que a encomenda e precisou ser cortado, para caber no abside. Ladeado por dois anjos esculpidos em madeira, o magnífico órgão conta com cerca de 3.800 tubos.

A igreja originou-se de uma capela erguida em 1875, pelo Barão do Embaré. Foi entregue em 1913 aos frades franciscanos, que iniciaram a nova edificação em 1930. Inaugurada em 1945, em 1952 foi elevada à categoria de basílica pelo Papa Pio XII.

Jornal da Orla

CET divulga rotas alternativas para obras de pontilhão no Canal 6

A Companhia de Engenharia de Tráfego de Santos (CET) fará a divulgação, por meio de panfletos, neste final de semana, das rotas alternativas de acesso ao Canal 6, que terá o pontilhão com a Avenida Epitácio Pessoa, na Aparecida, interditado a partir da próxima semana. Nesta sexta, os canteiros divisores de pista já foram removidos.

As interdições nas vias iniciam na próxima segunda-feira, a partir das 8 horas. O único bloqueio acontecerá na Av. Epitácio Pessoa entre a Rua Bassim Nagib Trabulsi e Canal 6.

Segundo a CET, os condutores que saem da Ponta da Praia rumo aos bairros Aparecida, Embaré e Boqueirão deverão utilizar as ruas Enguaguaçu/Olavo de Paula Borges/Guaiaó ou a avenida da Orla, dependendo do seu destino.

Apesar do bloqueio parcial do pontilhão, a recomendação aos motoristas que trafegam no sentido José Menino/Ponta da Praia é para que evitem a região, utilizando a Orla ou a Av. Pedro Lessa.

De acordo com a Prefeitura, este é o quinto pontilhão de Santos que receberá intervenção com o objetivo de aumentar a capacidade da estrutura ao trânsito.

A obra acontecerá em etapas. Na próxima semana, começa a demolição de parte estrutural, seguida da construção de duas vigas de apoio em concreto armado, que receberão as lajes pré-moldadas. Numa fase posterior, será construída uma ponte provisória para pedestres. A obra deve terminar em três meses.

A Tribuna

Enhanced by Zemanta

Praia do Embaré – Canal 4



Bairro da Embaré

População aproximada de 36 mil habitantes, é o 2º bairro mais populoso da cidade (1º – Aparecida).

Até o século passado, nesse bairro se encontravam as maiores chácaras da cidade, como a de Visconde do Embaré, nessa época toda a extensão da praia de Santos era denominada Embaré.

A origem do nome tem referência a capacidade curativa das águas das praias de Santos (até a primeira metade do século, possuía muito salitre e iodo).

A palavra  origina-se do tupi-guarani MBARAA-HÉ, que significa cura para as enfermidades.

O bairro possui uma das mais belas arquiteturas da cidade. A Igreja de Santo Antônio do Embaré, construída em 1875.

Para os que gostam da vida noturna, um verdadeiro roteiro gastronômico, com bares, restaurantes, pizzarias e o tradicional C.P.E (Centro de Paqueras do Embaré) quiosques localizados na orla da praia.