Museu e roteiro turístico do Pelé projetarão Santos para o mundo

pele

Santos será incluída na viagem voltada a jornalistas (press trip) estrangeiros a ser promovida pela Embratur no próximo ano, com vista à Copa do Mundo de Futebol. A participação, que terá como um dos objetivos apresentar à mídia mundial o Museu Pelé, foi assegurada pelo diretor de Produtos e Destinos da Embratur, Marco Antonio Lomanto, que recentemente esteve na cidade.

Para Lomanto, “dada a magnitude do projeto do museu e por ser Pelé um ícone em todo o planeta, esse equipamento será um importante atrativo para a Copa”. O museu também será destaque em roteiros da Embratur voltados a destinos turísticos em um raio de 200 quilômetros das cidades-sede do torneio. “Queremos fazer do museu santista o grande atrativo da região da Costa da Mata Atlântica”.

A recepção à imprensa contará com o apoio da Prefeitura e da Ama Brasil, Organização de Desenvolvimento Cultural e Preservação Ambiental responsável pela construção do museu.

Obras

O museu está com 80% das obras concluídas. A previsão é que em janeiro inicie a instalação do mobiliário e depois a museologia, com previsão de conclusão em maio.

O empreendimento ocupará os dois antigos Casarões do Valongo (1867 e 1872) e tem o patrocínio das empresas Caio, Carbocloro, Sherwin-Williams e Libras Terminais. Também são investidores Santander, Odebrecht, Franz Construtora, Vivo, MRS Logística, Votorantim, Vale, Mitsubishi, Gerdau, Ambev, Rumo Logística, Cosan, Sabesp, Codesp e o empresário Armênio Mendes.

Setur cria roteiro do atleta

Com a previsão de receber cerca de 100 mil visitantes por mês, o Museu Pelé vai inserir Santos no turismo mundial. “Atrairá turistas de todos os continentes, que poderão participar do roteiro da vida do atleta, conhecendo a pensão onde morou e o barbeiro que o atende, entre outros locais”, adiantou o secretário de Turismo, Luiz Guimarães.

O trajeto está em preparação pela Setur. Seu editor de conteúdo, Odir Cunha, já registrou em vídeo as primeiras das 50 entrevistas previstas e recuperou áudios exclusivos. A Ama Brasil também comprou da família do fotógrafo José Herrera, falecido há três anos, 640 imagens. “Algumas informações serão surpresa até para o Pelé”, revela Odir.

Santos integra o roteiro da Embratur para a Copa

images

Santos é um dos destinos contemplados nos roteiros que vêm sendo oferecidos a operadoras de turismo de todo o mundo pela Embratur, com vistas a ampliar a permanência dos visitantes que vierem ao país para a Copa do Mundo de Futebol.

De acordo com o diretor de Produtos e Destinos, Marco Antonio Lomanto, que esteve nesta sexta-feira (6) na cidade para um encontro com os secretários de turismo que integram a Costa da Mata Atlântica, a Embratur criou roteiros de um dia a até um mês envolvendo os municípios localizados em um raio de 200km das cidades-sede, como a capital. “O objetivo é que pelo menos 25% dos turistas estendam sua estadia no país”, afirmou, lembrando a importância da divulgação do potencial da Baixada Santista.

O secretário de Turismo, Luiz Guimarães, participou do encontro promovido pelo Santos e Região Convention & Visitors Bureau e lembrou que a cidade já desenvolve ações concretas para atrair e manter visitantes, já foi selecionada como cidade-base e deverá receber pelo menos uma delegação estrangeira.

Segundo Lomanto, a Copa das Confederações, realizada em junho, injetou R$ 740 milhões na economia do país, R$ 321 milhões dos quais apenas de gastos diretos dos turistas. Já a Jornada Mundial da Juventude garantiu um aporte de R$ 1,2 bilhão, R$ 658 milhões deles de gastos dos visitantes. “Cabe a cada região diversificar os produtos e criar uma empatia do mercado local com os turistas.”

Aplicativo vai facilitar pesquisas de turistas que vêm ao Brasil

A Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) lançou uma nova ferramenta de comunicação digital que vai facilitar a vida dos turistas que vêm ao Brasil, o Trip Planner. O novo aplicativo foi divulgado nesta quarta-feira (24.10) durante a Feira de Turismo das Américas – ABAV 2012.

Segundo o gerente de Comunicação Digital da Embratur, Thiago Diniz, o aplicativo surgiu da necessidade de criar algo simples e fácil de usar, tanto para o usuário que busca informações quanto para o comércio turístico, que pode vender seus produtos e serviços.

O aplicativo conta com a base de dados do Cadastur e o conteúdo do Trip Advisor, referência para viajantes internacionais. “A partir daí, poderemos oferecer ao turista opções de empresas que estão regulares no cadastro junto ao governo, além de permitir que ele consulte informações atualizadas e fornecidas por usuários que já passaram pela experiência de visitar o Brasil”, explicou Diniz.

» Conheça o aplicativo (fan page Visit Brasil, no Facebook)

Para o setor turístico, será uma grande oportunidade de criar um relacionamento direto com os turistas que pretendem vir ao país. O Trip Planner estará interligado com as outras ferramentas digitais da Embratur que promovem a divulgação do Brasil para o público final.

Além de ser acessado pela página do Brasil no Facebook, o aplicativo estará vinculado ao novo Brand Channel do Brasil no Youtube. Lançado em março, o canal desenvolvido em parceria com o Google auxilia os turistas estrangeiros no planejamento de suas viagens ao Brasil, de forma interativa, com imagens, vídeos e informações detalhadas sobre o que fazer no país. Ao acessar a página, o turista deverá responder a apenas quatro perguntas: quando virá ao Brasil, por quantos dias, com quem e qual o interesse (compras, diversão, esportes, praia, natureza e cultura). A partir daí, a ferramenta oferece uma lista de destinos e atrações ao internauta.

Cerca de um terço (32,6%) dos estrangeiros que visitam o Brasil organiza sua viagem pela internet, segundo dados da pesquisa Demanda Turística Internacional de 2011, realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE). O estudo também revela que 28,4% dos turistas consultam amigos e parentes na hora de decidir seus destinos de viagem, e as redes sociais se constituem como um importante canal de comunicação para este compartilhamento de informações.

Fonte: Embratur

 

Enhanced by Zemanta

Entrada de turistas estrangeiros no Brasil cresce 5,3%

O número de visitantes internacionais no Brasil subiu 5,3% em 2011, comparado com 2010. No ano passado, 5.433.354 turistas entraram no país. Foram 5.161.379 em 2010. O volume representa 271.975 visitantes a mais nos destinos turísticos brasileiros. O levantamento é realizado pelo Ministério do Turismo em parceria com a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo).

A alta foi impulsionada pelo crescimento de 10,3% no número de sulamericanos que chegaram ao Brasil — de 2.384.186, em 2010, para 2.628.957 em 2011. Os países que formam o bloco econômico dos BRICs também registraram importantes índices de crescimento do turismo emissivo para o Brasil: Rússia (40,9%), China (47,9%), Índia (14,3%) e África do Sul (6,8%).

A Argentina continua no topo do ranking de países que mais visitam o Brasil. No ano passado, 1.593.775 argentinos estiveram em território brasileiro, 13,9% superior que os 1.399.592 de 2010. Com isso, a participação do país vizinho no fluxo internacional de turistas para o Brasil chega a 29,3%. Estados Unidos (10,9%) e Uruguai (4,8%) ocupam a segunda e terceira posições, respectivamente.

A Europa enviou quase 30% do total dos visitantes estrangeiros do Brasil no ano passado. Foram 1.621.183 europeus, número 0,4% superior ao volume registrado no ano anterior. Segundo o ministro do Turismo, Gastão Vieira, a estabilidade é positiva, considerando as adversidades econômicas do continente em 2011. “Não ter perdido turistas é um resultado muito bom diante de um cenário desfavorável”, afirmou Vieira.

A Ásia também está mais interessada no Brasil. Enquanto em 2010, 220.085 asiáticos visitaram os destinos brasileiros, em 2011 o número subiu para 279.161. A alta foi de 26,8%.  “Os índices mostram que retomamos o ritmo de crescimento do turismo internacional atingindo um recorde histórico de 5,4 milhões de pessoas visitando o nosso país”, afirmou Vieira.

“O resultado mostra o acerto da aposta da Embratur em intensificar a promoção nos países vizinhos”, avalia Flávio Dino, presidente da Embratur. Com o resultado, o Brasil ficou mais próximo da tendência mundial, que é a prática do turismo intrarregional. “Na Europa e Ásia, 80% do turismo é feito dentro do próprio continente”. O resultado ajudou a compensar o crescimento menor ou queda de alguns países europeus e norte-americanos, mais afetados pela crise econômica.

Para chegarem ao Brasil, os 3.808.341 turistas usaram aviões, enquanto 1.442.865 vieram por estradas. Os números correspondem a 70% e 26% das entradas, respectivamente. Por via marítima chegaram 127.853 turistas ao país, enquanto por via fluvial foram registradas 54.295 chegadas.

Boqnews
Enhanced by Zemanta