Ruy Ohtake fará projeto de Modernização do parque no emissário

parque no emissário

Novidades à vista para o Parque Municipal Roberto Mario Santini (emissário submarino). O arquiteto Ruy Ohtake, autor do projeto da obra, inaugurada em 2009, foi recebido nesta segunda-feira (12) pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa, no paço municipal, para discutir detalhes sobre a reurbanização do parque, que recebe milhares de visitantes o ano todo.

“Vamos partir para a modernização da área, com o olhar privilegiado do Ruy Ohtake, um dos maiores nomes da arquitetura”, disse o prefeito. No projeto serão contemplados novo Museu do Surfe, em substituição ao antigo que foi demolido, e a inclusão de um chafariz, que será destaque do projeto Roteiro das Fontes, a ser criado na orla. Também estão previstos espaço de convivência para idosos e áreas com sombra, solicitações feitas sábado (10) por munícipes no ‘Viva o Bairro’.

Após o encontro, o arquiteto visitou o parque para dar início ao projeto de criação. “O lugar deve ser de uso de crianças, adolescentes e idosos”, disse Ohtake.

Manutenção
Nesta terça-feira (13), a equipe da Secretaria de Serviços Públicos começa o trabalho de envelopamento em concreto da base da escultura da artista plástica Tomie Ohtake, que também receberá pintura geral. A cobertura do anexo do prédio da Guarda Municipal e o piso onde ficava o Museu do Surf também recebem melhorias.

Escultura no emissário passa por recuperação

A escultura da artista plástica Tomie Ohtake, no Parque Municipal Roberto Mário Santini (emissário submarino), inaugurada há cinco anos, recebe pela primeira vez trabalho de recuperação estrutural da sua base. A intervenção tem início quinta-fera (1º) e será feita gratuitamente pela empresa Engebasa, que executou e instalou a peça, e prevê o jateamento com granalha (fragmentos de metal) e pintura nos parafusos de sustentação do monumento.

“Isto irá proteger a base da estrutura, que sofre com a ação da maresia”, explica a engenheira Fabiana Pires, chefe do Departamento de Administração Regional da Zona da Orla/Intermediária. Após esta intervenção, com duração prevista de dois dias, a prefeitura construirá uma proteção em concreto sobre a base e fará a pintura geral da escultura de 20 metros de comprimento,15m de altura e dois de largura. Este trabalho terá início em duas semanas e deve ser concluído até o final de agosto. Ao todo, a recuperação é estimada em R$ 35 mil.

Histórico
A escultura de forma abstrata foi doada à cidade por Tomie Ohtake, artista de reconhecimento internacional, e inaugurada em 21 de junho de 2008 nas comemorações do centenário da imigração japonesa, com a presença do príncipe herdeiro do Japão, Naruhito. A peça em aço tem cerca de 80 toneladas e foi fabricada pela Cosipa/Usiminas, com patrocínio da empresa Gafisa. A cada dois anos, a Seserp (Secretaria de Serviços Públicos) realiza o trabalho de lavagem e pintura da peça.

‘O pneu furou’ voltará à orla em março

foto escultura ciclovia praia

Até o final do mês a escultura O pneu furou, que fica na ciclovia da orla, próximo ao canal 6, deverá retornar ao lugar. Ela foi retirada para restauração feita pelo próprio artista, o designer santista Rica (Ricardo Campos Mota), e será recolocada, de acordo com a Secult (Secretaria de Cultura), assim que forem concluídos reparos no piso e no poste de iluminação onde a peça fica recostada.

A obra, que retrata com humor o problema vivido pelos ciclistas, é feita em aço pintado de amarelo, tem 1,30 metro de altura por 2,05 metros de largura. Foi adquirida pela prefeitura com auxílio da Lei Rouanet e instalada em 20 de janeiro de 2006, como parte das comemorações pelos 460 anos da cidade.

Artista cria os Simpsons de areia na praia do Boqueirão

areia, santos, escultura

Quem passa pela praia do Boqueirão em Santos, em frente a Avenida Conselheiro Nébias, é surpreendido pela família Simpsons assistindo televisão. Os personagens estão sentados na famosa poltrona. A obra, feita apenas de areia, é do artista José Carlos Primo Filho, que já é conhecido na Cidade pelos santistas.

A obra foi criada na última segunda-feira. Com todos os detalhes dos personagens, Carlo Primo – seu nome artístico – demorou pouco mais de um dia para finalizá-la. Para ele, o reconhecimento do público em Santos é sempre muito legal. “Todo mundo tira foto e vem falar comigo. Aqui as pessoas valorizam bastante o trabalho”, ressalta.

Carlos Primo já esteve em Santos algumas vezes. Ele conta que tudo começou quando ainda era apenas retratista e cartunista e estava passando uns dias em Santos. Num dia sem movimento resolveu fazer uma desenho na areia. As pessoas então pararam para ver e ele percebeu que tinha o dom. De lá para cá, não parou mais. São mais de três anos realizando verdadeiras obras na areia.

Já levou este dom inclusive para Europa, onde passou duas temporadas. Mas segundo ele, os santistas e turistas daqui são mais generosos na caixinha. “A diferença é que lá a moeda vale bem mais”, conta.

A intenção do artista é deixar a obra até o dia 15 de fevereiro e depois voltar para Santos na Páscoa. Se tiver um tempo bom, os santistas serão presenteados com a Santa Ceia, com Jesus e todos os 12 apóstolos.

 

 

Boqnews

Enhanced by Zemanta