Novas estações para bicicletas funcionam a partir de domingo

Andar de bicicleta pela Cidade ficará mais fácil ainda neste mês, já que  estão instaladas 15 estações de empréstimo, com 150 veículos disponíveis. A ação faz parte do Projeto Bike Santos. Após dois meses, Santos terá mais 15 estações, somando 30, com 300 bicicletas de uso comunitário. O serviço começa a funcionar no domingo.

A oferta de equipamentos e locais para retirada é o triplo do que estava previsto anteriormente, de 100 bicicletas em dez estações para retirada e devolução dos veículos. Outra diferença é a ampliação dos locais onde poderão ser feitos os empréstimos – antes restritos à orla da praia.

A instalação da estrutura para implantar o sistema de locação gratuita teve início no final de semana. A vencedora do chamamento público para fazer o serviço, a Serttel Ltda., está instalando as estações em cinco pontos da orla: Emissário Submarino, Canal 2, Canal 3/Concha Acústica, Aquário e Ferry-boat.

Como será

As bicicletas serão emprestadas para quem fizer cadastro prévio, via internet. Alguns dias antes do início da operação será realizado o cadastramento dos interessados em utilizar o sistema.

As estações funcionarão das 6 às 22 horas para retirada e até 24 horas para devolução. Depois de retirar a bicicleta, o usuário pode usá-la por 30 minutos, até entregar em qualquer estação. Depois de 15 minutos da entrega, é possível retirar outra bicicleta.

A Administração ressalta que não há custos para a Prefeitura ou a CET. O sistema é gerenciado pela mesma empresa que cuida de projetos semelhantes no Rio de Janeiro, Sorocaba, São Paulo e Porto Alegre.

 

A Tribuna

Travessia Santos/Guarujá passa a operar com nove balsas

Com expectativa de redução de quatro a seis minutos o tempo de espera para embarque, entrou em operação na manhã desta quarta-feira o nono ferry boat para a travessia entre Santos e Guarujá. A FB-29, com capacidade para 50 veículos, terá como teste os dois feriados prolongados de Proclamação da República e Consciência Negra, em que mais de 241 mil veículos são esperados.

A entrega foi feita pelo presidente da Dersa, Laurence Casagrande Lourenço, com a presença do prefeito  de Santos, João Paulo Papa, e do prefeito eleito Paulo Alexandre Barbosa. Pela primeira vez, desde o início de sua operação, a travessia entre Santos/Guarujá funcionará com nove embarcações. Segundo a Dersa, a FB-29 aumentará a capacidade operacional da travessia de 1.300 para 1.500 veículos por hora. De acordo com Laurence, a expectativa é que a espera média para embarcar seja reduzida de quatro a seis minutos. Ou seja, diminuirá de 30 para 24 minutos.

O presidente da Dersa afirmou ainda que o sistema ganhará mais duas embarcações até o final do ano. Mas uma será remanejada para o litoral norte e outra substituirá uma balsa que precisa de reparos. Entretanto, garantiu que nove balsas serão mantidas na travessia para a temporada de verão.

A nova balsa é uma embarcação tipo catamarã (dois cascos), a terceira deste tipo a ser operada pela Dersa (a primeira é a FB-24, adquirida em 2005, e a segunda a FB-26). Como não necessita de lastro, essas embarcações são mais leves, econômicas e seguras, destaca a estatal.

A novidade é que esta FB tem banheiros e área abrigada com bancos para maior conforto dos usuários. O investimento foi de R$ 7,7 milhões.

Modernização

A travessia São Sebastião-Ilhabela também ganha a sexta embarcação nesta quarta-feira. A FB-30 tem capacidade para 70 veículos. As novas balsas fazem parte do Programa de Modernização das Travessias Litorâneas Paulistas. Iniciado no ano passado, prevê investimento do Governo do Estado em R$ 150 milhões, para substituição de lanchas e ferry boats, além da revitalização de outras embarcações existentes.

Enhanced by Zemanta