Escritor Michel Laub no Sesc Santos

michel laub

Encontro com o escritor e jornalista Michel Laub – colunista da Folha de São Paulo e colaborador de diversas editoras e veículos.

Publicou cinco romances: Música Anterior; Longe da água; O segundo tempo; O gato diz adeus e Diário da queda. Recebeu os prêmios Bienal de Brasília, Bravo Prime e Erico Verissimo.

Também tem contos publicados em antologias no Brasil e no exterior. É um dos integrantes da edição “Os melhores jovens escritores brasileiros”, da revista britânica Granta. Parceria com Realejo Livros.

Livre para todos os públicos.

Dia 16/04

Terça, às 20h

Grátis

Auditório

Sesc Santos

R. Conselheiro Ribas, 136 – Aparecida

(13) 3278-9800

Enhanced by Zemanta

Livros retratam a natureza pelas lentes do fotógrafo Haroldo Palo Jr

HPJ-onça-pintada-

Com uma exposição que reúne imagens que retratam a natureza, o fotógrafo naturalista Haroldo Palo Jr fará o lançamento de duas coleções de livros que mostram as mais belas fotos tiradas ao longo dos seus 35 anos de carreira.

O fotógrafo trocou a profissão de engenheiro eletrônico para se dedicar à fotografia de natureza. Nos últimos 35 anos teve a oportunidade de visitar todos os estados brasileiros e diversos países das Américas, além do Ártico, Antártida e Oceania. “Cada viagem sempre foi planejada e estudada com antecedência para permitir um aproveitamento máximo do trabalho de campo. Muitas duravam de 3 a 5 meses e permitiram que nós pudéssemos nos sentir parte do lugar e aprender sobre o ciclo da vida local”.

Uma das expedições que deram origem a muitas de suas fotos foi a que fez como chefe de uma das equipes de Jacques Cousteau pela Amazônia. “Na época eu estava começando minha carreira como fotógrafo-naturalista e conhecer e trabalhar para o Comandante Cousteau foi de grande aprendizado. Ele inspirou milhões de jovens a prestar atenção nos problemas ambientais e destacou o papel dos oceanos para o equilíbrio do planeta”.

Em sua carreira, Haroldo realizou 14 expedições para a Antártida, podendo acampar durante 5 anos seguidos na Ilha do Elefante, onde acompanhou o ciclo de vida de mamíferos e aves que habitam as praias no verão. Destas experiências, o fotógrafo publicou o livro Antártida – Expedições Brasileiras, em 1989, e produziu um vídeo para o Programa Antártico Brasileiro.

Na terça-feira (9), Haroldo Palo Jr estará no restaurante Puerto de Palos para apresentar duas coleções de livros de sua autoria. “Uma delas sobre a fotografia de natureza que pratico com mais de 600 fotos escolhidas do acervo de 300 mil. A segunda coleção foi produzida para o público infanto-juvenil e apresenta de forma básica os principais grupos de animais, como mamíferos, aves, répteis, anfíbios e insetos”, explica.

Lançamento Haroldo Palo Jr – uma coleção de fotografias
Local: Restaurante Puerto de Palos, Rua Luís de Farias, nº 64, em Santos
Data: 9 de abril, às 20h

 

Jornal da Orla

Palestras e debates variados marcam o início do mês

Artes Cênicas
Como as artes cênicas dialogam entre si, as oportunidades de trabalho e os festivais são os principais assuntos a serem debatidos neste encontro.
Recomendação: Livre
Local: Ao Café – (Av. Siqueira Campos, 462, Boqueirão)
Sessões: Ter (2) – 19h30.
Ingresso: Grátis.
Informações: 3278.9800.

Mostras e Festivais de Cinema
Debate sobre o atual momento dos festivais e mostras de cinema e como Santos se posiciona neste cenário.
Recomendação: Livre
Local: No Cineclube Lanterna Mágica – UNISANTA, Bloco E, 5° andar Sessões: Qua (3) – 19h30.
Ingresso: Grátis.
Informações: 3278.9800.

Despertar da Consciência
Compreensão, evolução espiritual e coletivismo são alguns dos conceitos de um novo mundo, abordados na palestra que será realizada pelo autor do livro O Mensageiro, Paulo Ferreira.
Local: Espaço Certo Escritórios Virtuais (Av. Ana Costa, 61, Vila Mathias)
Sessões: Qui (4) – 19h.
Ingresso: Grátis.
Informações: Inscrições 3229-1900

Livros para o Cinema
Como analisar filmes baseados em livros e construir roteiros a partir dos mesmos.
Recomendação: Livre
Local: Sesc
Sessões: Qui (4) – 19h30.
Ingresso: Grátis.
Informações: 3278.9800.

Revistas Literárias Independentes
A produção literária independente, os incentivos, projetos e dicas para manter revistas neste formato serão debatidos neste encontro.
Recomendação: Livre
Local: Livraria Porto das Letras(Av. Senador Pinheiro Machado,1024, Canal 1)
Sessões: Sex (5) – 19h30.
Ingresso: Grátis.
Informações: 3278.9800.

 

 

Boqnews

Cais Milton Teixeira recebe o ‘Clubes de Leitura’ no sábado

leitura

O Cais Milton Teixeira (avenida Rangel Pestana, 150, Vila Mathias) abre as portas sábado (23), às 15h, para o ‘Clubes de Leitura’, projeto desenvolvido pela Organização Internacional Nova Acrópole com intuito de incentivar a leitura e mostrar o uso prático e social dos livros.

Na ocasião, serão desenvolvidas duas ações: a Biblioteca Express, que disponibiliza seleção de títulos e revistas com temas específicos. Nessa edição, o tema é ‘Homens e Mulheres que fizeram História’.

Outra é a Roda de Leitura e Conversa, voltada para jovens de 16 a 20 anos, a qual busca exercitar memória, concentração e reflexão de textos literários e filosóficos. Nesse encontro o tema celebra os 250 anos de nascimento de José Bonifácio. Informações: (13) 9657-1995 ou 9657-2394

Secretaria de Cultura inicia ampliação do acervo de bibliotecas

livro

‘Medeia’, de Eurípedes, ‘Orgulho e preconceito’, de Jane Austen, ‘Emboscada no forte Bragg’, de Tom Wolfe, e ‘Off – uma história de teatro’, de Manoel Carlos, formam uma pequena lista de títulos que a prefeitura adquiriu recentemente para distribuí-los nas seis bibliotecas públicas organizadas pela Secult (Secretaria de Cultura). A iniciativa é resultado de parceria com o MinC (Ministério da Cultura).

Cerca de R$ 30 mil serão investidos em livros novos, de diferentes gêneros, publicados por variadas editoras. Obras de escritores como Joaquim Manuel de Macedo, Hilda Hilst, Platão, Nietzsche, entre tantos outros autores, também fazem parte do primeiro lote. Essa remessa ainda traz publicações escritas ou adaptadas por Ziraldo e Walcyr Carrasco, que se destacam no universo literário infanto-juvenil.

Os títulos já foram encaminhados à Biblioteca Alberto Sousa (Centro Histórico) que centraliza os serviços de classificação e tombamento dos livros. Após esse procedimento, as obras serão distribuídas e colocadas à disposição do público para empréstimo e consulta.

Informações sobre as bibliotecas no site www.santos.sp.gov.br/agendacultural.

Biblioteca comemora 20 anos e traz dono da Cortez Editora a Santos

biblioteca

Para celebrar 20 anos de promoção e incentivo à leitura, a Biblioteca Municipal Mário Faria (Posto 6 – praia da Aparecida) traz a Santos, quinta-feira (31), às 19h, o diretor-presidente da Cortez Editora, José Xavier Cortez. Chamado de ‘Rodas de conversa’, o evento é um bate-papo, no qual o público pode conhecer a trajetória pessoal e profissional do proprietário de uma das mais importantes editoras do país.

Fundada em 31 de janeiro de 1996, a biblioteca é a que mais empresta livros por mês na cidade: 2500. Atualmente, 35 mil obras de literatura de diferentes gêneros ficam à disposição para consulta e empréstimo. Outra opção para quem passa no local é o ponto de internet sem fio disponível para todos os usuários do espaço.

Informações: 3231-8713. A ‘Mário Faria’ funciona de segunda a sexta, das 9h às 19h, e sábado e domingo, das 9h às 13h. Realização: prefeitura. Entrada franca.

 

Enhanced by Zemanta

Leia Santos

A Campanha de Doação de Livros da Prefeitura de Santos tem como objetivo o recolhimento de livros de Literatura Geral, Literatura Infantil e Juvenil, gibis e revistas novos e semi novos, em bom estado de conservação para o Projeto “LEIA SANTOS”.

O “Leia Santos” é o projeto de incentivo a leitura da Secretaria Municipal de Cultura, que percorre toda semana um bairro diferente da cidade, contando entre as suas atividades principais: Espaço Leitura, Adote um Livro, Adote um Gibi, Hora do Conto, Lançamento de Livros, Painéis Literários (homenagens aos grandes escritores nacionais e santistas), Oficina de conservação de Livros entre outras.

Com 5 anos de existência, o “Leia Santos” está perto de chegar a 200 edições, sendo 12.340 adotados e 8.200 gibis distribuídos. A Campanha de Doação de Livros “Seu livro circulando pela cidade” tem o objetivo de compartilhar conhecimento, estimulando o hábito de leitura – prática que gera o crescimento humano e a formação crítica do cidadão.

Nesta campanha não serão recolhidos livros didáticos, científicos, nem rasgados ou em mal estado de conservação.

Locais de doação

Biblioteca Municipal Alberto Sousa
-Praça José Bonifácio, 58. De segunda a sexta-feira, das 8 às 18h.
Tel.: 3221-2435.

De Artes Cândido Portinari da Sociedade Humanitária
– Praça José Bonifácio, 59 – 1º andar. De segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.
Tel.: 3223-1857

‘Mário Faria’ (Posto 6)
– Av. Bartolomeu de Gusmão, s/n.º. De segunda a sexta-feira, das 9h às 19h, sábados e domingos das 9h às 13h.
Tel.: 3231-8713.

‘Plínio Marcos’
– Pça das Palmeiras s/nº – Caruara – Área Continental . De segunda a sexta das 9 às 18h e aos sábados das 10 às16h.
Tel.: 3268-1133

‘Silvério Fontes’
– Av. Hugo Maia, 106. De segunda a sexta-feira, das 8h30 às 18h.
Tel.: 3203-3399.

‘José Teixeira’
– Rua São José, s/n.º – Morro do São Bento. De segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.
Tel.: – 3299-5736

Gibiteca Marcel Rodrigues Paes (Posto 5)
– Av. Bartolomeu de Gusmão, s/n.º. De segunda a sábado, das 9h às 19h, domingos, das 9h às 14h.
Tel.: 3288-1300.

Hemeroteca Roldão Mendes Rosa
– Av. Pinheiro Machado, 48. De segunda a sexta-feira, das 8h às 19h, sábados, das 8h às 14h.
Tels.: 3223-8908 e 32268021.

Lançamentos de livro marcam o sábado na Realejo Livros

No próximo sábado a Realejo recebe dois autores santistas para lançar e autografar suas obras: Walkíria Villas Bôas e Rodrigo Gurgel. Walkíria lança, a partir das 18h30, o livro Voltando às Nossas Origens – Memórias Revisitadas, que teve a colaboração do professor Jucenir Rocha. Já Rodrigo Gurgel recebe o público, às 16 horas para bater um papo sobre o seu livro Muita Retórica – Pouca Literatura.

Em sua obra, Walkíria resgata a própria trajetória e, por consequência, a história de Santos. “Os fatos narrados sobre Santos, que se tornou minha cidade, a mais bela de todas quantas conheci pelo mundo afora, estão guardados em minha memória e meu coração”, diz a autora na apresentação do livro.

O também santista Rodrigo Gurgel autografa sua obra e falará também, às 17h30, sobre dois livros de Olavo de Carvalho: Filosofia e Seu Inverso e Os EUA e a Nova Ordem Mundial – Um debate entre Olavo de Carvalho e Alexandre Dugin, todos publicados pela Vide Editorial.

A Realejo Livros fica na Rua Marechal Deodoro, 2, Gonzaga, Santos. A entrada é gratuita.

Site da Fams disponibiliza dez livros sobre Santos

O site da Fams (Fundação Arquivo e Memória de Santos) –www.fundasantos.org.br – contém dez livros sobre Santos para download gratuito e cópias ilimitadas. Este é mais um serviço da Fams dentro da política de incentivar e patrocinar atividades que permitam maior acesso dos santistas às informações do município.

Em formato de fácil acesso, o e-pub (publicação eletrônica) também pode ser lido em computadores, leitor de livros digitais ou até celulares que suportem esse recurso. O caminho é fácil: basta acessar na barra superior do site a aba Fams Digital e nela o link Biblioteca Digital.

Os livros digitalizados são os seguintes:

– Guia do Acervo, pesquisa da Fams
– Inventário – Fundo Câmara Municipal de Santos (1749-1889), pesquisa da Fams
– Caminhos da Memória – um passeio pelo centro histórico, pesquisa da Fams
– A terra da caipirinha – como a caipirinha nasceu, foi batizada e cresceu em Santos, do publicitário Marco Antonio Batan
– Para não morrer na praia – história da criatividade publicitária em Santos, da publicitária Cinara Augusto
– Memória da Arquitetura de Santos no Papel – I (1888-1900), do arquiteto Nelson Santos Dias
– Memória da Arquitetura de Santos no Papel – II, do arquiteto Nelson Santos Dias
– Santos – Natureza e Arquitetura em Fotopoemas, de Regina Alonso
– Santos na formação do Brasil – 500 anos, de Maria Valéria Barbosa
– Guia de Fontes para a História de Santos, pesquisa da Fams

Enhanced by Zemanta

Livro sobre inclusão social e preconceito será lançado em Santos dia 9

Dizer com o coração, se expondo a desconhecidos, é uma das tarefas mais árduas para quem teve uma vida de dificuldades. Para uma mãe que resolve escrever sobre passagens enfrentadas por um filho com paralisia cerebral, dizer com o coração é reviver momentos em que ele esteve na boca, saltitando, disparado. Este foi o desafio da santista Rosa Lopes Coelho, autora de Ser especial. O livro será lançado dia 09 de dezembro, sexta-feira, 18h30, durante o Choro de Bolso da Realejo Livros. É a chance de descobrir um trabalho sensível, envolvente e extremamente relevante.

Rosa é uma anônima que resolveu contar sua história ao dar a luz a Thiago, criança que nasceu prematura por um erro médico na identificação de tempo de gravidez. O erro, entretanto, foi a chance para a criança nascer com vida, tendo somente sofrido uma paralisia cerebral leve.

O livro é dividido em capítulos que contam a trajetória de Thiago em diversos momentos, como os problemas de saúde nos primeiros anos de vida, a inserção no ambiente escolar e o sentimento de fraternidade com a chegada dos irmãos Bruno e Caio.

A autora também trata da dificuldade de inclusão de pessoas com deficiência na sociedade. A partir do questionamento “O que é ser normal?”, Rosa induz o leitor a refletir sobre o preconceito e as dificuldades enfrentadas pelas famílias dos seres especiais. Neste ponto, Thiago torna-se um exemplo de superação, verdade e esperança, pois, apesar das limitações físicas, o menino e a família sabem que os obstáculos serviram para “aprender a viver de verdade”, como cita Rosa Coelho.

Preconceito – O preconceito é uma das questões que Rosa expõe em vários pontos do livro, sem deixar de lado o tom confessional e de desabafo. No capítulo, “As dificuldades” e “Iniciando a vida escolar”, a mãe e educadora conta passagens emocionantes que aproximam a história tanto dos que vivem essa mesma realidade quanto das pessoas que se preocupam em estabelecer relações familiares sadias.

Traçando uma breve relação com a espiritualidade, Rosa escreve sobre os valores que mais importam para manter uma convivência harmoniosa, tanto entre parentes, quanto na sociedade: esperança, felicidade, fé e, principalmente, coragem. Por isso, o livro se destina a um público leitor interessado em conhecer uma história pouco comum, mas especial.

Rosa Lopes Coelho. É graduada em Artes Plásticas e Pedagogia, com especialização em Psicopedagogia pela Universidade Santa Cecília (Unisanta), de Santos. Professora na pós-graduação em Educação da Unisanta. Atende como psicopedagoga e terapeuta holística em consultório particular. Casada, mãe de Thiago, Bruno e Caio.

*André Azenha – Realejo Livros

*O Palco Santista