Agenda Cultural Santista – Site Agenda Santos

Todas as informações sobre a agenda cultural santista,  no site

www.agendasantos.com

agenda santos

Site – Agenda Santos

agenda santos

Noticias sobre Cultura e Turismo na cidade de Santos

www.agendasantos.com

facebook.com/agendasantos

Santos é destaque do Caderno de Turismo do Correio Popular

turismo

A diversidade dos atrativos locais, que vão de passeios de bonde até intensa atividade cultural, passando por equipamentos que mostram fauna e flora brasileiras, passeios gratuitos de bicicleta e, claro, os sete quilômetros de praias, foram destaque do Caderno de Turismo (CT) do Jornal Correio Popular, de Campinas (SP), no último dia 16. O diário, fundado em 1927 e o de maior circulação naquela região, tem tiragem de 45 mil exemplares, chegando a 66 mil aos domingos, quando circula o CT.

A foto de capa mostra a orla, do Boqueirão à Ponta da Praia, e a página dedicada a Santos ressalta, de início, as facilidades do Rodoanel Mário Covas para chegar a Santos. A matéria, de autoria da jornalista Karina Fusco, mostra a cidade com atrações para “todas as tribos: famílias com crianças, jovens, integrantes da melhor idade, esportistas, baladeiros, ou todos juntos e misturados”. Cita também a existência dos novos quiosques, da boa rede hoteleira e da extensa malha cicloviária, que tem na orla seu trecho mais movimentado, tanto por santistas como turistas.

O texto ainda destaca atrações como o Aquário, Orquidário, Museu do Café e o Complexo Turístico do Monte Serrat, lembrando o fato de Santos ser a capital dos cruzeiros marítimos do país. O porto recebeu, na última temporada (2011-2012), cerca de 1,2 milhão de passageiros, entre embarque, desembarque e trânsito.

A existência das três linhas Conheça Santos mereceu citação especial. O city tour percorre cerca de 40 locais e destina-se a quem tem pouco tempo para conhecer a cidade.

100 mil visitas!!!

Apartamentos em Santos

Santos é uma das cidades que crescem de maneira rápida em comparação com outras regiões do Brasil, a expansão da indústria petrolífera, a boa qualidade de vida e o aumento no número de aposentados está contribuindo para a valorização de cidades litorâneas. Isso faz com que grandes empresas invistam no litoral, só no ano de 2011 foram lançados aproximadamente 3.000 apartamentos em Santos.

Outro fato que comprova a eficiência nos negócios e a valorização de Santos é que ela está entre as cidades com área mais valiosa no país, só atrás de Florianópolis e Brasília, custando aproximadamente R$6.390 o metro quadrado residencial.

Essa conquista de Santos tem um motivo; um bairro não se caracteriza apenas por estar localizado em determinada região da cidade, mas sim por tudo que aquele lugar representa na vida dos moradores, além do conjunto das coisas construídas ao redor do local que o faz ser mais conhecido, respeitado e principalmente valorizado.

É uma soma de fatores e de sentimentos que é determinante para a escolha do bairro, como por exemplo, o passado desse local, como viviam as pessoas que moravam lá antigamente, quais eram as tradições e costumes do bairro, são coisas como essas que demonstram o porquê do bairro ser um lugar único e diferenciado.

Para resumir esse trecho em fatos, já está comprovado que a localização do imóvel já é considerado o fator mais importante para a decisão de compra do brasileiro, inclusive está na frente de itens essenciais como planta , lazer , área útil, segurança ou número de vagas.

O brasileiro hoje se preocupa com a história do bairro, se ele é perigoso, se tem alto índice de violência, se é um bairro tranquilo ou movimentado, tudo isso pesa muito e influencia diretamente na hora da escolha do apartamento.

 

Guilherme Prado

 

Ciclovia da divisa começa a ganhar novo traçado

Mais segurança, fluidez ao trânsito e qualidade de vida a pedestres, ciclistas e motoristas. Com estes objetivos, a prefeitura iniciou a construção da ciclovia da divisa entre Santos-São Vicente na faixa de areia, junto à calçada, contornando os prédios na orla do José Menino.

A obra tem o aval do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), da SPU (Secretaria do Patrimônio da União) e da Semam (Secretaria Municipal de Meio Ambiente), e é executada sob supervisão da Siedi (Secretaria de Infraestrutura e Edificações).

Com projeto da Prodesan, em parceria com a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), a nova ciclovia terá 580 metros de extensão e largura variável entre 1,80 m e 2m. No momento, os serviços estão concentrados na fundação para apoio das placas que cobrirão o canal existente, próximo à divisa com São Vicente.

Seguindo os padrões da malha, a ciclovia contará com sinalização de trânsito horizontal e vertical. Um jardim separador será instalado entre a faixa de bicicletas e a calçada junto aos prédios. Haverá ainda reforço da iluminação com a colocação de 32 postes.

Já a ciclovia do canteiro central será retirada para melhorar o fluxo de veículos no trecho da avenida Presidente Wilson, principalmente nos horários de pico, pois passará de três para quatro faixas de rolamento, na pista sentido São Vicente-Santos, aumentando a largura da via de 10,8 m para 12,2 m. O trânsito também vai melhorar com a eliminação do tempo semafórico da travessia do ciclista.

Baia de ônibus – De acordo com a Siedi, também está prevista a construção de uma baia de ônibus (direção São Vicente-Santos), para embarque e desembarque de passageiros. Prevista para ser concluída em quatro meses, a obra tem custo estimado de R$ 538.448,18, provenientes do Fundo das Estâncias, do Dade (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias).

Boqnews

Bulevar da Rua XV de Novembro está de cara nova

O novo bulevar da Rua XV de Novembro foi entregue nesta segunda-feira após mais quatro meses em obras. A área no calçadão entre as ruas Frei Gaspar e do Comércio, no Centro Histórico de Santos, abriga 782 metros quadrados e concentra restaurantes, bares, cafés e escritórios. Também foi inaugurada uma estátua em homenagem aos corretores de café.

Foi criado um novo piso, especialmente para o local, em granito antiderrapante e mosaico português nas cores preto e branco. O sistema de drenagem foi recuperado. As águas pluviais serão captadas por um sistema de canaletas de concreto, que serão instaladas em toda a extensão da rua.

Também foram colocados oito bancos de madeira envernizada e pés em ferro fundido, e dez lixeiras de ferro. As oito luminárias estilizadas foram mantidas. A obra custou R$ 275.190,95, verba proveniente do Dade (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias), do governo estadual. Segundo a Prefeitura, falta ainda a implantação de uma câmera de monitoramento.

 

 

 

A Tribuna

Festa Inverno estará aberta ao público no feriado de segunda

A Festa Inverno, que funciona de terça a domingo, estará aberta ao público excepcionalmente na segunda-feira (9), feriado da Revolução Constitucionalista de 32. Assim, no fim de semana prolongado, santistas e turistas poderão conhecer o complexo de lazer com praça de alimentação (oito restaurantes e 17 lanchonetes), parque de diversões, pista de patinação e shows musicais. O endereço é avenida Rangel Pestana, 184, Vila Mathias.

A área gastronômica é explorada por 25 entidades beneficentes ligadas ao FSS (Fundo Social de Solidariedade), que ficam com a renda integral. O show no feriado será da cantora Viviane Davoglio, por volta das 20h30.

Nesta sexta (6), é a vez de Prisma e Bordões; sábado (7), Andrea Monthero e Cia, e domingo (8), Zinho do Temperos e Grupo + Q Novidade. Para a criançada, há pista de patinação, com ingresso a R$ 6,00 por 30 minutos, e parque de diversões. A entrada custa R$ 4,00, mas quem comprar três bilhetes paga R$ 10,00.

A estrutura da Festa Inverno tem cerca de 6 mil metros quadrados e capacidade para receber até 5 mil visitantes por dia. A praça da alimentação é coberta. Dispõe de 20 sanitários químicos, além de dois adaptados para deficientes, e área de enfermagem.

A entrada é controlada com detectores de metal e a segurança garantida pela Polícia Militar e Guarda Municipal. A CET monitora o trânsito no entorno. O estacionamento da Unip, em frente à arena, custa R$ 10,00. O evento, realizado pela prefeitura, segue até o dia 29, das 18h às 24h, com entrada gratuita.

Prefeitura investe em melhorias no Parque Roberto Mario Santini

Se o Parque Municipal Roberto Mario Santini, no José Menino, é um dos lugares prediletos da população por sua beleza natural e atrações, é também um dos pontos que recebe maior atenção da prefeitura. Os serviços permanentes de manutenção envolvem diariamente funcionários da Seserp (Secretaria de Serviços Públicos). Além disso, a pedido dos moradores, está sendo construída uma pista de patinação, de 458 m², na entrada do parque, que deve ficar pronta até o fim de julho.

O primeiro anexo, onde funcionava o setor administrativo e o posto da Unifesp, passa por reforma. A novidade será a cantina ‘Sabor e Saúde’, projeto de reinserção social da SMS (Secretaria de Saúde), com usuários da rede de saúde mental, e o PIT (Posto de Informações Turísticas) da Setur (Secretaria de Turismo), que ganhará nova instalação. A revisão hidráulica e elétrica está concluída, assim como a recuperação do forro, telhado e estrutura metálica, pintada com tinta anticorrosiva à base de epóxi.

As melhorias estendem-se ao heliponto, com recuperação da parte elétrica e do entorno feito de madeira, do tipo dormente; e ao piso de porcelanato, encontrado em toda área externa do parque, que está sendo substituído por concreto. Já bem próximo ao mar e ao lado do monumento da artista plástica Tomie Ohtake está em fase final a construção de uma plataforma de contemplação.

No cronograma da Seserp também consta a reforma do deck, a iniciar na próxima semana, e com duração prevista de dois meses. O piso de madeira ipê será trocado. Outro ponto de destaque do deck é a torre de arbitragem dos campeonatos de surfe, que será toda grafitada.

Cuidado permanente


De acordo com o secretário Carlos Alberto Tavares Russo, a necessidade de constante manutenção no parque deve-se, principalmente, à influência da maresia. “O emissário avança 500 metros para o mar. Se os prédios da orla sofrem três vezes mais os reflexos da maresia do que aqueles mais afastados, imagine os equipamentos instalados no parque? Por esse motivo temos uma equipe de trabalho nesse local”.

Entre as medidas tomadas nos últimos dois anos estão a reforma da pista de skate e colocação de cordonéis ao redor de toda área verde. O playground foi isolado por proteção de madeira do tipo dormente e recebeu piso emborrachado sob a grama sintética, ideal para áreas com presença de crianças.

Mais: o edifício que abriga a Guarda Municipal foi reformado e ganhou refeitório, vestiário masculino e feminino e área coberta para os veículos da corporação. E para evitar a circulação de veículos pesados em trechos voltados para o pedestre, foi criada uma grande alameda cercada por vasos de plantas, bancos e lixeiras.

Museu do Surf
Considerado um dos lugares mais charmosos do parque, o Museu do Surf também passará por intervenções. O projeto da reforma está pronto e é avaliado pela SPU (Secretaria de Patrimônio da União). “Assim que o projeto for aprovado, buscaremos parceria da iniciativa privada e faremos as adaptações sem desrespeitar o projeto original”, explicou Russo.

As estruturas metálicas serão substituídas por concreto armado e o telhado de aço galvanizado será trocado pelo de alumínio, por ser mais resistente à corrosão.

Enhanced by Zemanta

Entrada de turistas estrangeiros no Brasil cresce 5,3%

O número de visitantes internacionais no Brasil subiu 5,3% em 2011, comparado com 2010. No ano passado, 5.433.354 turistas entraram no país. Foram 5.161.379 em 2010. O volume representa 271.975 visitantes a mais nos destinos turísticos brasileiros. O levantamento é realizado pelo Ministério do Turismo em parceria com a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo).

A alta foi impulsionada pelo crescimento de 10,3% no número de sulamericanos que chegaram ao Brasil — de 2.384.186, em 2010, para 2.628.957 em 2011. Os países que formam o bloco econômico dos BRICs também registraram importantes índices de crescimento do turismo emissivo para o Brasil: Rússia (40,9%), China (47,9%), Índia (14,3%) e África do Sul (6,8%).

A Argentina continua no topo do ranking de países que mais visitam o Brasil. No ano passado, 1.593.775 argentinos estiveram em território brasileiro, 13,9% superior que os 1.399.592 de 2010. Com isso, a participação do país vizinho no fluxo internacional de turistas para o Brasil chega a 29,3%. Estados Unidos (10,9%) e Uruguai (4,8%) ocupam a segunda e terceira posições, respectivamente.

A Europa enviou quase 30% do total dos visitantes estrangeiros do Brasil no ano passado. Foram 1.621.183 europeus, número 0,4% superior ao volume registrado no ano anterior. Segundo o ministro do Turismo, Gastão Vieira, a estabilidade é positiva, considerando as adversidades econômicas do continente em 2011. “Não ter perdido turistas é um resultado muito bom diante de um cenário desfavorável”, afirmou Vieira.

A Ásia também está mais interessada no Brasil. Enquanto em 2010, 220.085 asiáticos visitaram os destinos brasileiros, em 2011 o número subiu para 279.161. A alta foi de 26,8%.  “Os índices mostram que retomamos o ritmo de crescimento do turismo internacional atingindo um recorde histórico de 5,4 milhões de pessoas visitando o nosso país”, afirmou Vieira.

“O resultado mostra o acerto da aposta da Embratur em intensificar a promoção nos países vizinhos”, avalia Flávio Dino, presidente da Embratur. Com o resultado, o Brasil ficou mais próximo da tendência mundial, que é a prática do turismo intrarregional. “Na Europa e Ásia, 80% do turismo é feito dentro do próprio continente”. O resultado ajudou a compensar o crescimento menor ou queda de alguns países europeus e norte-americanos, mais afetados pela crise econômica.

Para chegarem ao Brasil, os 3.808.341 turistas usaram aviões, enquanto 1.442.865 vieram por estradas. Os números correspondem a 70% e 26% das entradas, respectivamente. Por via marítima chegaram 127.853 turistas ao país, enquanto por via fluvial foram registradas 54.295 chegadas.

Boqnews
Enhanced by Zemanta

Santos lembra futebol de várzea, eterno celeiro de craques na região

O dia 1º de maio, além de comemorar o Dia do Trabalho, também festeja o Dia do Futebol de Várzea de Santos. Para recordar um passado vitorioso, onde havia dezenas de campos e times espalhados por toda a Baixada Santista nas décadas de 60, 70 e 80, o Clube Regatas Saldanha da Gama, na Ponta da Praia, reúne ex-atletas, digentes e simpatizandos da modalidade.

A programação do dia 6 de maio vai ser iniciada às 8 horas com partida amistosa entre o Saldanha da Gama e o Clube da Ponta, na categoria veteranos. Depois, mais 5 partidas marcam a ‘rodada’. Os confrontos serão dados por times tradicionais da região, como Praça Maldita, Juventude, XI Santista, Barreiros e Largo São Bento.

Após o encerramento de cada partida serão entregues troféus a personalidades e veículos de comunicação considerados parceiros da modalidade. E para animar a festa, a partir das 13 horas, a Banda do Ouro Verde e o Conjunto Lua Prateada.

O evento, de caráter beneficente, receberá doações de alimentos não perecíveis, onde cada quilo arrecadado será revertido a um cupom numerado para os convidados concorrerem a dezenas de brindes, como uma camisa oficial do Santos FC autografada pelos jogadores, bicicletas, óculos de sol, camisetas e kits de revistas e publicações atuais.

História

Nos anos 60, 70 e 80 o futebol de várzea santista era considerado o principal meio de prática esportiva e de lazer dos moradores. Existiam aproximadamente 100 campos de futebol espalhados pela região, além de mais de uma centena de times com seus uniformes e distintivos coloridos, quase sempre fazendo uma referência especial a um time profissional brasileiro ou simplesmente ao lugar (bairro e vila) onde as equipes atuavam.

Agremiações como o São Paulo FC do Macuco, Palmeiras AC do Embaré, SC Corinthians Santista e GE Athié faziam verdadeiros clássicos do futebol regional e levavam multidões aos campos dos bairros da cidade.

E como haviam muitos times, era natural surgirem grandes jogadores, como o goleiro Gilmar dos Santos Neves, do Vila Hayden FC e posteriormente bicampeão mundial pelo Santos FC e pela Seleção Brasileira ou Clodoaldo Tavares Santana, do SE Barreiros do Saboó, campeão mundial pela Seleção Brasileira, além de diversos títulos pelo Santos FC.

Completam ainda a lista de atletas oriundos da várzea santista, nomes como Negreiros, Neiva, Baltazar, Samarone e Didi. Atualmente, com a expansão imobiliária nas cidades da Baixada Santista, os campos deram lugar as grandes construções e, por consequência as manhãs de domingo são dedicadas a outras atividades de lazer, estabelecendo ao futebol varzeano se render a uma imensa saudade e memórias de um tempo que não volta mais.

Enhanced by Zemanta

Mais tempo para “desestressar” em Santos

A cidade de Santos aparece em matéria do Jornal Agora MS da cidade de Dourados – Mato Grosso do Sul.

Veja a matéria:

O turismo “bate-volta” está desaparecendo em Santos. A porcentagem de visitantes que passam apenas um dia na cidade caiu de 9,6% para 4,1%, sendo substituído por pessoas com maior poder aquisitivo, que optam por permanecer por períodos mais prolongados no município. Estas foram algumas das conclusões a que chegou a pesquisa do Ipat (Instituto de Pesquisas A Tribuna), realizada durante o Carnaval com 400 visitantes em diferentes pontos turísticos e tipos de acomodação, inclusive navios. O levantamento é desenvolvido pelo órgão desde 2009, e foi apresentado nesta sexta-feira (29/03) à Setur (Secretaria de Turismo), pelo coordenador da instituição, Alcindo Gonçalves. Segundo a secretária de Turismo, Wânia Seixas, “Santos passou da condição de cidade balneária a objeto de desejo”.

Para 44% dos entrevistados, o município não apresentou nada que lhes desagradasse e 96,2% recomendariam Santos aos amigos. Em apenas um ano, aumentou de 72,5% para 77,6% a estimativa de gasto/dia dos turistas, na faixa de R$ 150,00 a R$ 350,00, e de 10,8% para 13,3% entre R$ 351,00 a R$ 500,00.

Origem e preferências

Como já era esperado, a maioria dos visitantes provém de São Paulo: 79,8% do estado e 31,7% da capital. Em seguida vêm Santa Catarina (4,2%), posição que no ano passado era de Minas Gerais; e os municípios de Campinas e Santo André (SP), ambos com 4%.

Já 38% dos pesquisados ficaram hospedados em hotéis, enquanto 42,1% estiveram na casa de parentes e amigos – isso aconteceu por que 25% deles deixou para fazer reservas em cima da hora e, índice igual, porque havia poucas vagas disponíveis para a acomodação necessária.

A pesquisa do Ipat também identificou aumento de 10,5% para 17,5% no número de turistas que passaram a semana do Carnaval na cidade e um decréscimo de 84% para 72,7% dos que estiveram apenas durante o reinado de Momo. A maioria (72,5%) chegou em carro particular, 11,2% de ônibus e 4,1% de navio, índice este que, no ano passado, foi de apenas 0,5%.

Depois da orla (praias), os locais mais procurados foram o Aquário e o Centro Histórico (linha turística do bonde e Museu do Café), seguidos pelo Santos Futebol Clube.

 

Sugue o link: Jornal Agora MS