MSC Cruzeiros firma parceria com o CONCAIS visando o conforto de seus hóspedes com estacionamento no porto

MSCCruises_NEG

Atenta ao conforto dos seus hóspedes que embarcam em Santos, a MSC Cruzeiros celebra parceria com a administradora do terminal marítimo da cidade, o CONCAIS. Agora, os viajantes que embarcarem com a armadora poderão estacionar seus veículos no estacionamento do próprio porto.

O objetivo da empresa é que seus hóspedes não tenham nenhum tipo de preocupação ao iniciarem o cruzeiro e foquem somente nos bons momentos que viverão a bordo. Por isso, o serviço conta com vallet service com vigilância, monitoramento por câmeras de TV durante 24 horas por dia e seguro contra incêndio e roubo.

Para aumentar o conforto e tranquilidade dos viajantes, é possível reservar com antecedência o estacionamento, assim como as excursões, e pagar parcelado junto com o cruzeiro marítimo. Para mais informações acesse www.msccruzeiros.com.br.

Serviço

Site: www.msccruzeiros.com.br

Blog: www.diariodebordomsc.com.br

Twitter: @MSCCruzeiros

Facebook: MSC Cruzeiros do Brasil

Youtube: MSC Cruzeiros do Brasil

 

Sobre a MSC Cruzeiros

A MSC Cruzeiros é a empresa líder mundial de cruzeiros no Mediterrâneo e nos mercados sul-africano e brasileiro e opera ao redor do globo terrestre. A MSC realiza cruzeiros durante todo o ano pelo Mediterrâneo e sazonalmente no Norte da Europa, Oceano Atlântico, Caribe, América do Norte, América do Sul, Oceano Índico, Sul e Oeste da África, Abu Dhabi e Emirados Árabes. Sua moderna frota é composta por onze navios: Classe Fantasia – MSC Divina, MSC Splendida e MSC Fantasia; Classe Musica – MSC Magnifica, MSC Poesia, MSC Orchestra e MSC Musica; Classe Lirica – MSC Sinfonia, MSC Armonia, MSC Opera e MSC Lirica. A frota aumentou de tamanho com a chegada do MSC Preziosa, lançado no dia 23 de março.

 

A MSC Cruzeiros é a única empresa no mundo a receber o prêmio “7 Golden Pearls” [“7 Pérolas Douradas”], do Bureau Veritas, em reconhecimento ao seu alto nível de gestão de qualidade e proteção ambiental. A companhia também possui as certificações ISO 9001 e ISO 22000 pela qualidade e segurança dos alimentos em terra e a bordo. A MSC Cruzeiros se preocupa com o bem estar das crianças, e como empresa líder de mercado, socialmente responsável, acredita que pode atuar de forma positiva nas regiões onde opera. Para isso, a empresa firmou uma parceria com o UNICEF para investir em um projeto comunitário, oferecendo às crianças que moram em comunidades carentes no Brasil uma educação de alta qualidade.

 

Concais prepara operação especial para receber passageiros

concais

No próximo sábado, o Porto de Santos receberá oito navios de passageiros. As embarcações, que vão iniciar seus cruzeiros de Carnaval pelo complexo santista, movimentarão milhares de pessoas no Terminal Marítimo de Passageiros Giusfredo Santini (Concais). Para agilizar o embarque e desembarque, uma operação especial está sendo preparada e os turistas precisam ficar atentos à algumas alterações.

Pela manhã, quando atracam MSC Fantasia, Costa Fascinosa, Costa Fortuna, Costa Favolosa, Grand Mistral e Splendour of the Seas, o terminal será dedicado apenas ao desembarque dos passageiros. A recepção dos turistas que farão check-in e embarque acontecerá somente após às 11 horas.

No final da tarde, chegam ao complexo santista outros dois navios: Soberano Zenith, da Pullmantur. Os passageiros que embarcarão nestes cruzeiros devem chegar ao terminal após às 16 horas. Antes deste horário não haverá recepção de malas para embarque. Segundo o Concais, a previsão é a de que as duas embarcações estejam em operação de desembarque até às 18 horas.

 

A Tribuna

Enhanced by Zemanta

Porto de Santos movimentará quase 18 mil passageiros

MSC FANTASIA

O Porto de Santos terá, neste sábado, a maior movimentação de passageiros, desde o início desta temporada de cruzeiros. Ao todo, 17.792 pessoas passarão pelo Terminal Marítimo de Passageiros Giusfredo Santini (Concais), com as escalas dos navios MSC Fantasia, da MSC Cruzeiros, Imperatriz, Soberano e Zenith, da Pullmantur. As embarcações chegaram ao complexo santista no ínicio da manhã.

MSC Fantasia desembarcou 3.689 passageiros. O navio embarcará 3.762 hóspedes, que seguirão para um cruzeiro de sete noites com escalas em Buzios e Ilha Grande, no Rio de Janeiro,  Ilheus e Salvador, na Bahia.

Soberano desembarcou 2.230 pessoas. A embarcação possui um passageiro em trânsito. O navio embarcará 1.520 hóspedes, que seguirão para uma viagem de sete noites com escalas em Búzios, Rio de Janeiro e Salvador (BA).

Zenith desembarcou 1.642 passageiros. O navio, que tem oito passageiros em trânsito, vai embarcar 1.614 hóspedes. A embarcação seguirá para um cruzeiro de quatro noites, com escalas em Ilhabela (SP) e Búzios (RJ).

Os navios deixarão o Porto de Santos no final da tarde.

 

A Tribuna

Enhanced by Zemanta

Trem de passageiros poderá ligar Santos a São Paulo

O governo de São Paulo aprovou uma Parceria Público Privada (PPP) que pode tornar possível a reativação ou implantação de nova linha férrea voltada ao transporte de passageiros entre Santos e a Capital. Na região, o início das operações está previsto para 2019, com investimentos próximos de R$ 4 bilhões.

O ramal santista integrará a futura malha ferroviária estadual, composta de 432 quilômetros, a interligar 14 cidades à Capital, ao terminal de passageiros do cais santistas e aos aeroportos de Campinas e Guarulhos.

Duas empresas se interessaram em executar o projeto, previsto pelo governo paulista desde 2010. Haverá linhas entre São Paulo, Jundiaí e Campinas, São Paulo, São Roque e Sorocaba, São Paulo e São José dos Campos e também entre São Paulo, o ABC e Santos. O investimento será de R$ 18,5 bilhões, da iniciativa privada e do poder público.

O início das obras do complexo, que ainda precisa ser licitado, está programado para abril de 2014. Já no trecho santista, as intervenções devem ser iniciadas somente em 2016.

O trem será expresso, com velocidade de 160 km/hora e vai aproveitar trechos de linhas férreas já existentes. Desta forma, a viagem ente Santos e São Paulo seria feita em até 50 minutos (mesmo tempo que um ônibus leva sem considerar eventuais congestionamentos).

A previsão é que a tarifa fique em torno de R$ 15,00 concorrendo com o modal rodoviário (na rodoviária de Santos, a passagem custa R$ 20,54).

 

G1

 

Enhanced by Zemanta

Porto receberá quase 10 mil passageiros neste domingo

O Porto de Santos poderá receber quase 10 mil pessoas amanhã, quando, pela primeira vez nesta temporada de cruzeiros, dois navios vão atracar simultaneamente no complexo. Estarão na Cidade o MSC Magnifica e o Grand Mistral. As embarcação são as únicas a fazer escalas regulares na região desde o início da estação, no último dia 9. Antes deles, apenas o Aida Cara fez uma parada.

O número de turistas que vão embarcar e desembarcar nos navios não foi divulgado. No entanto, é possível ter uma prévia conforme a capacidade de cada um. O Grand Mistral pode transportar 1.700 hóspedes. Já o Magnifica tem cabines para levar 3.013 passageiros. Caso ambos estejam lotados, 9.400 pessoas vão circular pelos os salões do Terminal de Passageiros Giusfredo Santini pela manhã e à tarde.

A previsão é de que os navios estejam no cais santista por volta das 8 horas. Já a saída deve ocorrer no final da tarde, quando eles seguirão para novos cruzeiros. O Mistral fará uma viagem de quatro noites com escalas em Porto Belo (SC) e Búzios (RJ). O retorno a Santos está marcado para a próxima quinta-feira.

Até agora fazendo apenas minicruzeiros, o MSC Magnifica partirá para seu primeiro roteiro de sete noites nesta estação. O destino também vai ser diferente.O navio fará paradas em Punta del Este e Montevideo, no Uruguai, e em Buenos Aires, na Argentina. Ele voltará somente em 2 de dezembro.

Apesar do volume de hóspedes que passarão pelo Porto, não haverá alterações nas operações da instalação de cruzeiros. Costumam ocorrer mudanças apenas em datas com quatro ou mais navios atracados simultaneamente. Nessas ocasiões, há aumento no efetivo da Guarda Portuária, da Polícia Federal e da Alfândega. A intenção é sempre evitar congestionamentos no entorno do terminal e garantir a segurança.

Em relação ao trânsito, a única medida adotada em todas as escalas refere-se ao trajeto dos turistas até o terminal. Para a temporada, a Concais, empresa arrendatária da instalação, criou uma via expressa para aqueles que vão embarcar em navios no complexo. Nesta estação, o acesso desse público deve ser feito pela Avenida Eduardo Guinle. Já aqueles que estão deixando as embarcações e os ônibus (chegando ou partindo) continuarão usando a Avenida Perimetral.

A medida visa melhorar o acesso de turistas e minimizar o impacto da temporada de cruzeiros no sistema viário do Porto de Santos. Placas de sinalização foram implantadas para indicar o caminho.

As datas de maior movimentação serão no embarque e no retorno dos cruzeiros de Carnaval, em 9 e 16 de fevereiro de 2013, quando oito e sete navios estarão no Porto, respectivamente. A temporada 2012/ 2013 será encerrada no em 22 de abril, com o Splendour of the Seas.

 

A Tribuna

Enhanced by Zemanta

Turista ganha via expressa para chegar ao terminal

Para melhorar o acesso de turistas e minimizar o impacto da temporada de cruzeiros no sistema viário do Porto de Santos, a Concais, empresa arrendatária do Terminal de Passageiros Giusfredo Santini, criou uma via expressa para os hóspedes que vão embarcar em navios no complexo. Nesta estação, o trajeto desse público deverá ser feito pela Avenida Eduardo Guinle. Já aqueles que estão deixando as embarcações e os ônibus (chegando ou partindo) continuarão usando a Avenida Perimetral.

A implantação da via foi destacada na última sexta-feira pelo diretor da Concais, Flavio Brancato, durante a escala do primeiro navio da temporada, o Aida Cara. A embarcação atracou no complexo por volta das 5 horas e só partiu por volta da meia-noite. Durante este período, cerca de 1,8 mil pessoas passaram pelo cais santista, entre embarques, desembarques e trânsito. A maior parte deles era de alemães, a mesma nacionalidade da bandeira da embarcação.

“Foi uma forma curiosa de começar a temporada com o embarque de estrangeiros”, disse Brancato, que aproveitou para apontar as números e destacar algumas das mudanças da estação. A reorganização do tráfego foi um dos principais pontos lembrados pelo diretor.

Para esta temporada, a Concais decidiu segregar o trânsito para evitar a formação de filas na Avenida Perimetral, no trecho próximo ao terminal, conforme verificado em anos anteriores. A partir de agora, os turistas que vêm de São Paulo ou outras regiões deverão acessar a instalação de cruzeiros pela Avenida Eduardo Guinle. O caminho pela Perimetral será utilizado apenas por ônibus ou veículos de passeio dos passageiros que estão retornando de viagem.

O novo trajeto está indicado em uma placa de sinalização instalada pela Codesp, a Autoridade Portuária de Santos, a pedido da Concais, logo na subida do Viaduto do Paquetá.

Conforme a placa, os hóspedes que vão embarcar devem seguir pela alça da esquerda do viaduto, acessando a Eduardo Guinle. Ao final da avenida, deverão contornar a Praça Nossa Senhora de Fátima, a Praça da Santa, para ingressarem no terminal de bagagens. Após despachar as malas, eles deixarão a plataforma pela via próxima ao Armazém VII-A (ao lado da Praça da Santa) e vão percorrer uma quadra da Eduardo Guinle.

Os motoristas vão, então, contornar a quadra onde fica a sede da Portofer e subir o Viaduto de Outeirinhos, para entrar na Avenida Perimetral. Os passageiros terão, em seguida, a chance de escolher o local para estacionar o carro. Caso optem pelo próprio estacionamento da Concais, poderão deixar o veículo antes mesmo de liberarem as bagagens.

No caso de vans, automóveis de turistas que desembarcaram e ônibus, o trajeto deve ser o mesmo que foi realizado na temporada passada – pela Avenida Perimetral (sentido Centro/ Praia) até o Canal 4 (Avenida Siqueira Campos), onde é feito o contorno para que o motorista volte para a Perimetral (sentido Praia/ Centro) e siga em direção ao terminal.

“A nossa intenção foi dividir o fluxo com uma melhor coordenação do tráfego”, mencionou o diretor da Concais. Ele acredita que a medida reduzirá os congestionamentos.

Tripulantes

Oferecer maior conforto aos tripulantes também é um dos objetivos da Concais nesta temporada. Os funcionários dos navios contam agora com o chamado “repasse livre”, feito por uma corretora de câmbio dentro do próprio terminal. Com ele, os trabalhadores têm a possibilidade de enviar recursos para a família sem precisar sair da instalação.

Além disso, foi disponibilizada uma sala de 60 metros quadrados com ar-condicionado e televisão onde a tripulação poderá aguardar o embarque ou ficar depois do desembarque. O espaço fica no segundo andar do terminal de bagagens.

 

A Tribuna

Enhanced by Zemanta

Santos poderá receber oito navios de cruzeiros

O Porto de Santos poderá receber até oito navios de cruzeiros no mesmo dia durante a temporada 2012/ 2013, que começará na próxima sexta-feira com o alemão Aida Cara. No entanto, eles não poderão atracar simultaneamente no complexo, conforme decisão da Codesp.

Segundo a Docas, está mantido o limite de parada de seis embarcações juntas no cais santista. Uma quantidade maior será permitida desde que o número excedente deixe o Porto para que os outros entrem.

Segundo a estatal, a definição sobre as escalas já foi encaminhada para Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar), entidade que havia proposto a atracação simultânea de mais de seis navios nesta estação. Conforme tabela divulgada no site da Concais, empresa que administra o Terminal de Passageiros Giusfredo Santini, em duas datas, o complexo receberá mais de seis embarcações de passageiros.

A primeira será no dia 9 de fevereiro (sábado de Carnaval), quando está prevista a parada das oito navios, todos de grande porte para embarque e desembarque de hóspedes. Já a segunda será no retorno das festas de Momo, em 16 de fevereiro. Sete embarcações deverão estar no complexo na ocasião.

Em novo contato, a Companhia Docas reafirmou a negativa e explicou que a parada de mais de seis navios será possível somente se houver organização das escalas para que não ocorram simultaneamente. Ou seja, a sétima e a oitava embarcação só poderão parar no cais se outros dois saírem antes. Isso poderá acarretar uma operação noturna, para que haja tempo de fazer o embarque e o desembarque dos turistas no mesmo dia.

Atualmente, os navios chegam juntos entre 6 e 7 horas. Por volta das 10 horas é iniciado o desembarque. Já o embarque começa, normalmente, em torno de 13 horas. As embarcações deixam o complexo santista às 18 horas. Para atender a exigência da Codesp, o procedimento adotado deverá ser diferente nas datas com sete e oito navios.

Números

Ao todo, 1,1 milhão de turistas vão circular pelo Terminal de Passageiros Giusfredo Santini a partir da próxima sexta-feira, entre embarque, desembarque e trânsito. Serão 21 embarcações que vão fazer 212 escalas.

Desse total, 13 farão paradas regulares e 8 passarão por Santos apenas em trânsito, como o alemãoAida Cara, o primeiro a atracar no complexo. As paradas regulares começarão com o MSC Magnifica, no dia 13.

A estação vai durar em torno de cinco meses, com 105 dias de operação. O encerramento está marcado para 22 de abril do próximo ano, com o Splendour of the Seas, da Royal Caribbean. Entre os navios que serão novidade nesta temporada, estão o Fantasia, o maior a parar em Santos (é capaz de receber 4 mil passageiros), o Magnifica, da MSC, o Favolosa e Fascinosa, ambos do Grupo Costa.

 

A Tribuna

Em dia de maior movimentação, chegada antecipada de passageiros deixa terminal lotado

A presença de seis navios de cruzeiros e de mais de 24 mil pessoas (entre embarque, desembarque e trânsito)  no Terminal de Passageiros Giusfredo Santini fizeram desta nesta sexta-feira o dia mais movimentado até agora, nesta temporada. Os navios MSC Orchestra, Costa Pacífica, Vision of the Seas, Zenith, Aida Cara e Deutschland fazem sua última parada no cais santista antes de seguir para cruzeiros natalinos.

Para evitar que o terminal ficasse cheio, a Concais, empresa que administra o terminal de passageiros, pediu que os viajantes que iriam embarcar nesta sexta, não chegassem antes das 11h30, período em que é realizado o desembarque.  No entanto, com medo de ter problemas na hora do embarque, alguns passageiros chegaram antes, deixando o terminal lotado, sem cadeiras para todos. Passageiros que desembarcavam dos navios MSC Orchestra, Costa Pacífica, Vision of the Seas, Zenith e Aida Cara reclamavam da demora dos ônibus para buscá-los.

Segundo a Guarda Portuária, foram registrados focos de lentidão nas localidades do terminal durante o horário de pico, por volta das 10h30.  A situação, no entanto, foi normalizada rapidamente e o tráfego segue normalmente.

Para evitar que os transtornos relatados por passageiros na última sexta-feira, como a impossibilidade de deixar o Concais devido a passagem de trens na linha férra localizada em frente ao terminal, a Codesp definiu novas medidas para facilitar a chegada e apartida dos turistas. As novas regras foram definidas na última quarta-feira, durante reunião entre a Docas, a Guarda Portuária (Gport), a Portofer, responsável pelo serviço ferroviário no cais, e a Concais. As normas são válidas para quando houver quatro ou mais embarcações de cruzeiro no Porto.

Entre as determinações, está a paralisação total da linha férrea que fica entre a instalação de cruzeiros e o Cais da Marinha (sede da Capitania dos Portos de São Paulo), das 9 às 11h30. A restrição afetará duas passagens em nível, a do Terminal T-Grão e a do Cais da Marinha, e uma passagem de saída de pedestres do terminal de cruzeiros.

Navios

Pela manhã, o Orchestra desembarcou  3.196 passageiros. Antes de seguir para uma viagem de sete noites com escalas em Búzios, no Rio de Janeiro, Maceió, em Alagoas, Salvador e Ilhéus, na Bahia, a embarcação recebe outros 3.006.

O Costa Pacífica chegou a Santos trazendo  2.923 turistas para desembarque. O navio recebe 2.992 pessoas que, junto aos demais 762 passageiros em trânsito, irão comemorar o Natal em uma viagem de sete noites e paradas no Rio de Janeiro, Salvador, Ilhéus e Ilhabela, no litoral paulista.

Já o Aida Cara, que geralmente passa em Santos apenas em trânsito, desembarcou 995 pessoas, antes de receber 1.202 viajantes, que seguem viagem juntos aos demais seis passageiros que permanecem a bordo. O navio segue para o Rio de Janeiro às 23h50.
A bordo do Zenith, 1.642 pessoas seguem para um passeio de quatro noites pelo litoral fluminense, com escalas na praia particular da Pullmantur, operadora do navio, em Cabo Frio e em Búzios. O navio desembarcou 1.707 passageiros.

O Deutschland veio a Santos apenas para trânsito, sem realizar embarque ou desembarque. O navio segue viagem com os 317 passageiros que já estavam a bordo.

Créditos: Nirley Sena

A Tribuna

Enhanced by Zemanta