Roteiros para City Tour

City Tours em Santos e São Vicente

Apresentação:

Santos é o maior porto do Hemisfério Sul. Possui o maior jardim de praia do mundo e um grande nível de qualidade de vida. Grandes talentos futebolísticos e artísticos foram revelados na cidade. Sua maior estrela: Pelé. São Vicente é a primeira vila brasileira, foi fundada em 1532 e é também uma importante localidade histórica.

Programação:

Dentre várias opções de atrativos turísticos definiremos quais poderão ser visitados. Entre eles: Centro Histórico (Museu do Café, Museu Pelé, Monte Serrat, Bondinho Turístico), Jardins da Praia e região portuária, em Santos. Bi

O roteiro será previamente definido em acordo com o solicitante, porém pode sofrer alterações de acordo com variáveis operacionais.

Inclui:

Transporte com seguro para passageiros, Guia de Turismo cadastrado pelo Ministério do Turismo.
Observação: nos atrativos turísticos os valores de ingresso não estão incluídos, assim como as eventuais paradas para refeições.

Datas: de terça a domingo
Local de saída ou encontro com o guia de turismo: hotel em Santos
Horário de saída: 9:00 (sugerido)
Tipos de transporte disponíveis: carro até 4 pessoas, carro até 6 pessoas, van, micro-ônibus ou ônibus
Idioma: português, inglês ou espanhol. Consultar a disponibilidade de guia de turismo para outros idiomas.
Rastros e Aromas do Café em Santos
Apresentação:
O ciclo do café foi um dos grandes propulsores do crescimento do Brasil e da cidade de Santos. Durante esse extenso período a cidade conviveu com as mazelas da escravidão, porém, contribuiu com os movimentos abolicionistas e republicanos. Recebeu vários imigrantes que vinham em busca do “sonho americano” e os acolheu para que pudessem seguir para uma nova vida.
Enfrentou várias epidemias e encontrou soluções sanitárias para enfrentá-las, como a construção do porto organizado e dos canais de drenagem.
Sofreu com a grande crise mundial de 1929, que impactou as exportações de café, porém foi a principal porta para escoar os produtos oriundos do processo de industrialização do país.
O Brasil ainda é o maior produtor e exportador mundial de café! E Santos tem o maior porto do Hemisfério Sul!
José Bonifácio, Barão de Mauá, Cândido Gaffrée, Eduardo Guinle, Giuseppe Martinelli e Saturnino de Brito são personagens que têm relação com a vasta história do café em Santos. Nosso roteiro fará você conhecer essas relações e se sentir parte desta história.
Programação:
Com 8 horas de duração
– Chegada ao centro histórico para uma caminhada pela Rua do Comércio, passando pela Casa da Frontaria Azulejada até a Estação do Valongo (antiga São Paulo Railway).
– Passeio no Bonde Turístico. Caso esteja em operação o passeio seria realizado no Bonde Café (com degustação incluída).
– Caminhada pela zona portuária até o Museu do Café (antiga Bolsa Oficial do Café) para visitação interna.
– Caminhada pela Rua XV de Novembro.
– Parada para almoço.
– Caminhada até o Rei do Café para a degustação de um café e apresentação do processo de torrefação de café.
– Embarque deslocamento até a área da praia para um tour panorâmico e visitação à Pinacoteca Benedito Calixto.
Reembarque para retorno ao ponto de encontro.
Consulte os roteiros com duração de 4, 6 horas ou de dois dias.
Inclui:
Transporte com seguro para passageiros, Guia de Turismo cadastrado pelo Ministério do Turismo.
Observação: nos atrativos turísticos os valores de ingresso não estão incluídos, assim como as eventuais paradas para refeições.
Rastros e Aromas do Café em Santos
Disponibilidade: de terça a domingo
Local de saída ou encontro com o guia de turismo: hotel em Santos
Horário de saída: 9:00 (sugerido)
Tipos de transporte disponíveis: carro até 4 pessoas, carro até 6 pessoas, van, micro-ônibus ou ônibus
Idioma: português, inglês ou espanhol. Consultar a disponibilidade de guia de turismo para outros idiomas.
Rota Pelé: o Rei do Futebol
Apresentação:
Santos é considerada uma das cidades com melhor qualidade de vida no Brasil. Possui o maior porto do Hemisfério Sul e sua história é rica em acontecimentos que vão desde o período colonial, passando pelo período imperial até os dias de hoje.
No entanto, a cidade é internacionalmente reconhecida graças a passagem de Pelé pelo time de futebol que conquistou o mundo por duas vezes na década de 60.  O Atleta do Século é também conhecido como o Rei do Futebol.
Nosso tour será iniciado no centro histórico onde está localizado o Museu Pelé, inaugurado um pouco antes da realização da Copa do Mundo de 2014. Nele, estão expostos artigos que remetem a vida do gênio do futebol e à história das quatro Copas em que ele participou: 1958 (quando estreou com 17 anos de idade), 62, 66 e 70, quando se sagrou tricampeão mundial.
Logo, passearemos um pouco pelo centro histórico e passando pelo Centro de Treinamento Rei Pelé nos dirigiremos a “vila mais famosa do mundo”, a Vila Belmiro (nome popular do estádio Urbano Caldeira). Lá encontra-se o Memorial das Conquistas do Santos F. C., que recebe milhares de turistas anualmente oriundos de vários locais do Brasil e do Mundo. Independentemente de torcerem por outros times, todos têm admiração pelas conquistas do “Leão do Mar”. Faremos uma visita completa, com visita a sala de troféus, sala de imprensa, vestiários e gramado.
E que tal conhecer o “melhor barbeiro do mundo”? Ali, nas imediações do estádio o cabelereiro Didi ainda corta o cabelo de Pelé e toda a decoração do salão remete ao seu ídolo.
Deixando a Vila Belmiro sentiremos a brisa do mar para fazermos um tour panorâmico na orla da praia onde faremos uma paradinha para sentir o clima praiano.
A última parada será na famosa Padoca Santista onde torcedores e ex-jogadores costumam se encontrar para ver os jogos do Peixe.
Inclui:
Transporte privativo em veículo com ar condicionado, de primeira linha e guia de turismo bilíngue.
Rota Pelé: o Rei do Futebol

Disponibilidade: de terça a domingo

Local de saída ou encontro com o guia de turismo: hotel em Santos

Horário de saída: 9:00 (sugerido)

Tipos de transporte disponíveis: carro até 4 pessoas, carro até 6 pessoas, van, micro-ônibus ou ônibus

Idioma: português, inglês ou espanhol. Consultar a disponibilidade de guia de turismo para outros idiomas.

Receptivo a partir de Santos
City Tours e Roteiros Temáticos
– Guarujá – Possíveis Locais para visitação: mirante do Maluf, aquário e praias (Tombo, Pitangueiras, Astúrias e Enseada, por exemplo).
– City Tour em São Paulo (8 horas) – Possíveis locais para visitação: Parque do Ibirapuera; Avenida Paulista; Centro Histórico (Pateo do Collegio, Catedral da Sé, Mosteiro de São Bento, Teatro Municipal, Edifício Itália); Bairro da Liberdade, Museu do Futebol, Beco do Batman (Arte Grafite).
– Motorista à disposição (com carro).
– Transfers para aeroportos
– Congonhas / Guarulhos / Viracopos
– Santos by Night – tour panorâmico pela cidade e possível visitação a cervejarias, shows e apresentações artísticas.
– Canoagem Ecológica no Manguezal São Vicente – Passeio de canoa canadense que mistura atividade física e contemplação da natureza. Duas horas e meia de atividades.
– Ensaio de Escola de Samba –  Possíveis locais para visitação: União Imperial e X9.
– As mais Belas Praias – duração de acordo com a(s) praia(s) escolhida(s). Possíveis locais para visitação: Praia do Tombo, Enseada ou Pernambuco (Guarujá); Maresias (São Sebastião); Picinguaba, Sununga, Lázaro (Ubatuba), entre outras.
– Jogos de Futebol – Possíveis estádios para visitação: Vila Belmiro, Morumbi, Allianz Arena. Sujeito à disponibilidade de ingressos.
– São Paulo By Night – Possíveis locais para visitação: passeio panorâmico pelos principais pontos turísticos da cidade, jantar no Terraço Itália, bares da Vila Madalena, Skye Bar, Bar Brahma entre outros locais de interesse. Consulte outros programas.
– Beer Night São Paulo; Tour de Cervejarias – Tour noturno para vivenciar a noite paulistana, com degustação de cervejas nas melhores e mais famosas cervejarias das regiões boêmias da cidade.
– Embu das Artes – Localiza-se a aproximadamente 30 km de São Paulo. Possíveis locais para visitação: Feira de Artes e Artesanatos; Museu de Arte Sacra dos Jesuítas; restaurantes; Museu da Cerveja.
– Futebol Total – Possíveis Locais para visitação: Memorial das Conquistas do Santos F. C, Museu Pelé, Museu do Futebol (Estádio Pacaembu), Estádio do Morumbi (São Paulo F. C), Allianz Arena (S.E. Palmeiras), Memorial do Corinthians.
– Paranapiacaba – Localiza-se a aproximadamente 61 km de São Paulo. Possíveis locais para visitação: Museu Castelinho; Museu Ferroviário; Parte Baixa; Vila Inglesa (Nova e Velha); Parte Alta; Vila do Portugueses (Morro); Antigo Mercado; Clube Lira Serrano.
– Campos do Jordão –  (compras e ecoturismo). Possíveis locais para visitação: Palácio Boa Vista, teleférico do Morro do Elefante, Ducha de Prata, Pico do Itapeva, fábrica da cervejaria Baden Baden ou na Loja de Chocolates.
*Consulte tabela de valores

 

Linha turística de bondes serve de referência para Vila Velha

Sucesso de público, a linha turística de bondes de Santos serve de referência para outros municípios. É o caso de Vila Velha (ES), que pretende criar um serviço similar em seu centro histórico. Na semana passada, o gerente de manutenção da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), Marcos Rogério Nascimento, esteve naquela cidade para avaliar o circuito. “Percebemos que é um local viável para colocação de trilhos e elaboração de estudo de impacto no trânsito”.

Segundo Nascimento, Vila Velha tem como Santos um centro antigo rico em história, com destaque para o Convento Nossa Senhora da Penha, Igreja do Rosário e Rua da Praia. Durante a visita, ele verificou as condições de restauro e operação do bonde. Trata-se de um veículo fabricado pela empresa norte-americana J.G. Brill em 1912.

“Apesar de estar somente na carcaça, o bonde tem condições de uso se for feita a restauração e adaptação às rodas no novo circuito”, disse Nascimento, acrescentando que a CET dará apoio ao trabalho de restauro do veículo, além de emprestar uniformes de motorneiros dos bondes santistas para servir de modelo na confecção de peças para o pessoal de Vila Velha.

Em Santos
Desde setembro de 2000, quando entrou em operação, a linha turística de bondes, composta por cinco veículos e um reboque, transportou mais de um milhão de passageiros. Os passeios são feitos de terça a domingo, das 11h às 17h, com saída da Praça Mauá. O trajeto, de cinco quilômetros de extensão, inclui 40 pontos de interesse cultural e arquitetônico do Centro Histórico.

Enhanced by Zemanta

Roteiros na Cidade – Guia do Turista

 


Fazenda Cabuçu 
Às margens da rodovia Rio-Santos; referência histórica para a Baixada Santista; as trilhas do roteiro ecológico da Fazenda Cabuçu incluem córregos, cachoeiras, mata exuberante e muitas espécies de pássaros; seu ponto alto é a Cachoeira do Cabuçu (10 m) descendo sobre a rocha e formando uma grande piscina natural; a Trilha do Rio de Areia, cujo percurso margeia enseadas de águas claras, rasas e cristalinas, é ótima opção para pesquisadores da fauna e da flora.
Caminhos de Jurubatuba 
Trilha da Jurubatuba-Mirim, 5 h ida e volta, fácil, plana, sem obstáculos e totalmente inserida na mata atlântica costeira, margeando o Rio Jurubatuba-Mirim; no final, dois poços formados pela água do rio são ótimas opções para banho; acesso pela Rodovia Domênico Rangoni (antiga Piaçagüera) ou por caiaque (instrutores cadastrados pela Prefeitura).
Jardim Botânico Chico Mendes 
90.000 m²; acervo vivo de várias espécies vegetais, distribuídas entre coleções temáticas, bosques, canteiros de plantas ornamentais e áreas de produção de mudas destinadas ao plantio em praças, ruas e jardins da praia; parque infantil, área para piquenique, praça de eventos; trilhas entre a vegetação; três lagos com patos, marrecos e gansos e uma ilha com macacos; Rua João Fracarolli, s/n, Bairro Bom Retiro; tel. (13) 3230-2905; aberto diariamente das 7 h às 18 h.
Vale do Quilombo
Praticamente a última reserva de área verde de Santos, cortada pelo Rio Quilombo.
Laje de Santos 
O Parque Estadual Marinho da Laje de Santos, a 45 km da costa, é considerado um dos melhores pontos de mergulho do litoral brasileiro, com a visibilidade podendo chegar a 40 m; o Parque inclui rochedos, parcéis e a laje com formato de uma baleia com 550 m de comprimento, 33 m de altura e 185 m de largura, abrigando milhares de aves e um farol de sinalização da Marinha; a 1 km da Laje está a Ilha de Calhaus com grutas que formam labirintos submersos e pesqueiros naufragados; é proibida a pesca, a caça submarina e a descida nas pedras; visitas são agendadas com antecedência através de operadoras cadastradas pela Prefeitura.
Passeios pela Baía de Santos 
Roteiro de aproximadamente 2 h incluindo ilhas, praias e o Porto; no trajeto podem ser observados os bairros da orla e o costão rochoso; partidas da Ponte Edgard Perdigão na Ponta da Praia em direção à Fortaleza da Barra Grande, em finais de semana e feriados; na temporada, saídas diárias.
Parque Zoobotânico Orquidário 
22.240 m²; inaugurado em 1945, mistura características de jardins e aspectos de mata natural, além de floresta urbana cultivada principalmente com espécies da mata atlântica; abriga cerca de seis mil orquídeas, árvores frutíferas e medicinais; lago de 1.180 m² com carpas, tartarugas e aves aquáticas; tucanos, araras, pavões e outras aves vivem em harmonia com os inúmeros pássaros que visitam o Parque atraídos pela vegetação; cotias, macacos e espécies raras ou ameaçadas de extinção, como mico-leão-dourado e jacaré-do-papo-amarelo; Exposição Nacional de Orquídeas em novembro; visitas monitoradas para Educação Ambiental, oficinas e cursos de férias; Praça Washington, s/n, Bairro de José Menino; tel. (13) 3237-6970; aberto de terça a domingo das 8 h às 18 h; na temporada de verão, diariamente, no mesmo horário.
Escola de Esportes Radicais 
Primeira do gênero no Brasil para a prática de várias modalidades de surfe; Posto de Salvamento 2, Praia de José Menino; tel. (13) 3289-4148; aberta de segunda a sábado das 8 h às 12 h e das 14 h às 18 h, domingo das 9 h às 12 h. Cine Arte: exibe filmes de arte fora do circuito comercial; também são realizados debates com cineastas e mostras temáticas de filmes especiais; 48 lugares; sessões diárias; Av. Washington Luiz, Posto de Salvamento 4 no jardim da Praia do Gonzaga; tel. (13) 3210-5031.
Cine Arte 
Exibe filmes de arte fora do circuito comercial; também são realizados debates com cineastas e mostras temáticas de filmes especiais; 48 lugares; sessões diárias; Av. Washington Luiz, Posto de Salvamento 4 no jardim da Praia do Gonzaga; tel. (13) 3210-5031.
Gibiteca Marcel Rodrigues Paes 
Acervo de 6.000 gibis; exemplares do Globo Juvenil e Tico Tico das décadas de 30, 40 e 50, coleções do Batman, Super-Homem e Capitão Marvel; troca de gibis de terça a sábado; curso de desenho aos sábados das 10 h às 12 h; curso de histórias em quadrinhos aos domingos das 12h45 às 14h45; Posto de Salvamento 5, Praia do Boqueirão; tel. (13) 3288-1300; aberta de terça a sábado das 9 h às 19 h e domingo das 9 h às 15 h.
Pinacoteca Benedito Calixto 
Exposição de obras do pintor Benedito Calixto, além de mostras temporárias de artistas nacionais e internacionais; casarão remanescente do período dos “barões do café” – início do séc. XX – em estilo neoclássico, totalmente restaurado; biblioteca com livros de arte e sala de leitura para consulta e pesquisa; Av. Bartolomeu de Gusmão, 15, Praia do Boqueirão; tel. (13) 3288-2260; aberta de terça a domingo das 14 h às 19 h.
Igreja de Santo Antônio do Embaré
Construção de 1.800 m² em estilo neogótico da década de 30; madeira entalhada no altar-mor, nas capelas e nos confessionários; Av. Bartolomeu de Gusmão, 32; Praia do Embaré; tel. (13) 3227-5977; aberta diariamente das 7 h às 11 h e das 14 h às 20 h.
Aquário
Primeiro do gênero no Brasil, inaugurado em 1945; 27 tanques e oito aquários abrigam cerca de 200 espécies de fauna aquática; tubarões, polvos, tartarugas, carpas, piranhas, moréias, lobo marinho, vários peixes e até pingüins; Av. Bartolomeu de Gusmão, s/n, Ponta da Praia; tel. (13) 3236-9996; aberto de terça a domingo das 8 h às 18 h; na temporada de verão, diariamente, das 8 h às 20 h.
Museu da Pesca
Exibe exemplares da fauna marinha e o esqueleto restaurado de uma baleia de 23 m; Av. Bartolomeu de Gusmão, 192, Ponta da Praia; tel. (13) 3261-5995; aberto de quarta a domingo e feriados, das 9h30 às 18 h.
Museu De Vaney 
Centro da memória desportiva de Santos; exposição permanente de troféus, fotos, quadros e ilustrações; biblioteca e hemeroteca com acervo exclusivo sobre esportes; visitas monitoradas mediante agendamento; Praça Eng. José Rebouças, s/n, Ponta da Praia; tel. (13) 3261-1980; aberto de segunda a sexta das 8 h às 18 h.
Museu do Mar 
Acervo de 12.000 exemplares de conchas, corais, animais preservados em formol e equipamentos de mergulho; Rua República do Equador, 81, Ponta da Praia; tel. (13) 3236-4808; aberto de segunda a sexta das 8 h às 18 h, sábados e domingos das 8 h às 20 h.
Centro de Cultura Patrícia Galvão
Abriga o Teatro Municipal Brás Cubas, o Teatro de Arena Rosinha Mastrângelo, o Museu da Imagem e do Som, a Hemeroteca Municipal Roldão Mendes Rosa, galeria de arte, auditório para projeção de filmes e espaço para atividades culturais variadas como Festival de Música Nova, Festival de Teatro Amador, Festival de Dança Passo de Arte e a Bienal Nacional de Artes Visuais; Av. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias; tel. (13) 3233-6086; aberto diariamente das 8 h às 22 h.
Outeiro de Santa Catarina
Marco inicial da povoação da cidade em 1543; na casa acastelada, construída entre 1880 e 1884 sobre a pedra restante de desbaste do Outeiro, funciona a sede da Fundação Arquivo e Memória de Santos com acervo de fotos e biblioteca; Rua Visconde do Rio Branco, 48; tel. (13) 3223-7009, 3223-7090; de segunda a sexta das 8 h às 12 h e das 14 h às 18 h.
Casa de Frontaria Azulejada 
Estilo neoclássico, fachada de azulejos coloridos em alto relevo; erguida em 1865 com os fundos voltados para o Porto, de onde partiam as barcas que traziam mercadorias através de um canal até os cômodos térreos da casa; a porta principal permitia o acesso de carruagens ao pátio interno; anexo, a Fundação Arquivo e Memória de Santos com acervo de documentos e plantas; Rua do Comércio, 92/98; tel. (13) 3219-4321; de segunda a sexta das 8 h às 12 h e das 14 h às 18 h.
Casa do Trem Bélico 
Construída em estilo colonial entre 1734 e 1738 no local do primeiro pelourinho da Vila de Santos para guardar peças de artilharia e munição; um dos poucos exemplares do gênero no País; Rua Tiro Onze, 09; tel. (13) 3221-1385; aberta de segunda a sexta das 8 h às 12 h e das 13 h às 17 h.
Monumento a Brás Cubas 
Inaugurado em 1908; estátua do fundador de Santos esculpida em mármore de Carrara, onde estão seus restos mortais; Praça da República.
Conjunto do Carmo
Os padres carmelitas iniciaram a construção da Igreja e do Convento em 1599; a igreja atual, edificada no séc. XVIII em estilo barroco, possui cadeirados em jacarandá e obras de Benedito Calixto; missa acompanhada por canto gregoriano, todo o segundo domingo do mês, às 11 h; tel. (13) 3234-5566; ao lado da Igreja do convento, a Igreja da Ordem Terceira (1752), associação religiosa leiga, possui imagens seculares, altar de madeira trabalhada e pia de água benta em pedra de 1710; tel. (13) 3219-3650; visitas de segunda a sexta, das 14h30 às 17 h e domingos, das 8 h às 10 h; Praça Barão do Rio Branco.
Panteão dos Andrada 
Ao lado do Conjunto do Carmo; inaugurado em 1923, guarda as cinzas de José Bonifácio de Andrada e Silva, o Patriarca da Independência, e de seus irmãos; projetado pelo escultor brasileiro Rodolpho Bernadelli, o monumento foi executado na Itália; urna em jacarandá, templo cívico em mármore, quadros de bronze com cenas da História do Brasil; Praça Barão do Rio Branco, s/n; tel. (13) 3201-5032; aberto de terça a sexta das 9 h às 18 h, finais de semana e feriados das 10 h às 18 h.
Casa de José Bonifácio
Casa onde nasceu e morou José Bonifácio de Andrada e Silva em 1763; a rua era conhecida como Wall Street devido à fortuna de seus moradores; atual sede da Câmara Municipal; Rua XV de Novembro, 105/107; aberta de segunda a sexta das 8 h às 18 h.
Praça Mauá e Palácio José Bonifácio 
A Praça Mauá é o centro da cidade e nela estão o Marco Distrital e o Palácio José Bonifácio, atual sede da Prefeitura; inaugurado em 1939, o Palácio apresenta linhas clássicas, lustres em cristal da Bohêmia e acabamento em mármore italiano e jacarandá-da-baía, com destaque para o Salão Nobre e o gabinete do prefeito em estilo Luiz XVI; aberto de segunda a sexta das 8 h às 18 h.
Construtora Phoenix
Palácio da Banca Italiana di Sconto, antiga instituição de crédito, erguido em 1920 em estilo geral florentino; loba etrusca na fachada; Rua XV de Novembro, 141.
Bolsa de Valores 
Construção de 1909, em estilo neoclássico; Rua XV de Novembro, 111.
Bolsa do Café 
Prédio de 1922 com torre de 40 m e belo relógio e quatro estátuas externas representando a Indústria, o Comércio, a Lavoura e a Navegação; destaque para o Salão de Pregões com vitral representando a lenda de Anhangüera e painéis de Benedito Calixto retratando a história de Santos, mármores importados e cadeirado em jacarandá; Museu do Café Brasileiro no local; Rua XV de Novembro, 95; tel. (13) 3219-5714; aberto aos sábados das 9 h às 17 h e domingos das 10 h às 17 h.
Santuário Santo Antônio do Valongo 
O santuário e o convento foram fundados em 1640 pela Ordem dos Franciscanos; a fachada do conjunto representa um dos trabalhos mais expressivos do barroco no séc. XVIII; valiosas obras de arte como a imagem de Cristo Místico de Seis Asas; em 1859 o prédio do convento foi adquirido pela Estrada de Ferro Santos-Jundiaí para dar lugar à construção da Estação de Santos, inaugurada em 1867; Largo Marquês de Monte Alegre, s/n; tel. (13) 3219-1481; aberto quarta, quinta, sexta e sábado das 8 h às 12 h e das 14 h às 1 h; terça e domingo das 8 h às 19 h.
Casarões do Valongo 
Ruínas de prédios de 1867 e 1872; Largo Marquês de Monte Alegre.
Mosteiro São Bento e Museu de Arte Sacra 
Construído em 1650 pela Ordem de São Bento em estilo barroco; Museu de Arte Sacra com valioso acervo de 400 peças; Capela de N. Sra. do Desterro no térreo; Rua Santa Joana D’Arc s/n, Morro de São Bento; tel. (13) 3219-2898; aberto de terça a domingo das 14 h às 17 h.
Igreja N. Sra. do Rosário
Construída em 1822 pela Irmandade de N. Sra. dos Homens Pretos a partir de uma capela erguida em 1651; uma das mais belas e antigas igrejas de Santos; nave em mármore colorido e coleção de imagens sacras; Praça Rui Barbosa; tel. (13) 3219-3566; aberta de segunda a sexta das 8h30 às 17 h e sábado das 9 h às 13 h.
Palácio Saturnino de Brito 
Construído em 1937; prédio de linhas clássicas com escadaria interna de mármore e o vitral “Os Bandeirantes” do artista belga Frank Urban; atual sede da Sabesp; Av. São Francisco, 128; tel. (13) 3219-4333; aberto de segunda a sexta das 8 h às 17 h.
Catedral 
Construção em estilo gótico, iniciada em 1909 e concluída em 1951; projeto de autoria do engenheiro prussiano Maximiliano Hell, responsável também pelo projeto da Catedral da Sé em São Paulo; grandes colunas separam as três naves com dois altares e duas capelas – uma em cada lado do altar-mor – a do Santíssimo Sacramento, com afrescos de Benedito Calixto, e a de N. Sra. de Fátima; Praça José Bonifácio, s/n; tel. (13) 3232-4593; aberta de segunda a sexta das 7 h às 11 h e das 14 h às 19 h, sábado das 8 h às 12 h e das 15 h às 19 h e domingo das 8 h às 12 h e das 17 h às 19 h.
Monumento a Bartolomeu de Gusmão 
Obra do escultor italiano Lorenzo Massa, inaugurado em 1922; Praça Rui Barbosa.
Linha Turística de Bonde 
A Linha de Bonde percorre um trajeto de 1,7 km, passando por construções históricas de extrema beleza arquitetônica como o Conjunto do Carmo, o Panteão dos Andrada e a Bolsa do Café; embarque na Praça Mauá, de terça a domingo das 11 h às 18 h; grupos escolares e outros grupos fechados devem agendar com antecedência através do Disk-tour, tel. 0800 173 887 ou (13) 3219-6426 na Secretaria de Turismo.
Porto de Santos 
Sua origem, em 1545, está vinculada ao tráfico de escravos e ao comércio de sal; a partir do séc. XIX, o Porto contribuiu para a melhoria das condições sanitárias da região e o desenvolvimento industrial de São Paulo e do País; em 2 de fevereiro de 1892, o navio Nasmith atracou no cais de apenas 260 m, marcando o início de funcionamento oficial do Porto de Santos, hoje o primeiro do Brasil em movimentação de cargas e instalações que ocupam quase 13 km de extensão.
Complexo Cultural do Porto 
Museu com documentos, peças, fotos, equipamentos e cerca de 700 negativos em vidro da virada do século; Biblioteca com 2.500 títulos; e Videoteca com 50 fitas sobre a história e a modernização do Porto; Av. Cons. Rodrigues Alves s/n , Bairro Macuco; aberto todos os dias das 8 h às 12 h e das 14 h às 18 h.
Casa do Café 
Criada em 1970, junto aos armazéns 15 e 16, com o objetivo de promover o café brasileiro; ponto pitoresco da cidade, onde se pode saborear desde o tradicional cafezinho até requintadas receitas de bebidas, sorvetes, coquetéis e balas à base de café; tel. (13) 3232-2364; aberta todos os dias das 8 h às 18 h.

 Guia do Turista

Santos cresce com nova sede da Petrobras e expansão de seu porto

Investimentos, que devem superar 5 bilhões de reais até 2014, já se refletem em valorização imobiliária, edifícios históricos revitalizados e muito mais

Giovana Romani

Prédios em construção na Ponta da Praia: o valor do metro quadrado subiu 50% em três anosPrédios em construção na Ponta da Praia: o valor do metro quadrado subiu 50% em três anosMario Rodrigues

O mar está para peixe na cidade de Santos. E não apenas por causa da excelente fase dos meninos da Vila Belmiro, campeões paulistas de 2010. Orgulhosos de Neymar, Robinho e Ganso, os santistas vivem um período de efervescência que vai muito além das quatro linhas dos campos de futebol. Chega aos domínios do porto, o maior da América Latina, em obras de expansão para absorver o volume de movimentações de carga, que deve triplicar até 2024. Atinge um ponto ainda mais distante e profundo: os campos de exploração da camada pré-sal, a exemplo de Tupi, a 300 quilômetros da costa. Impulsionada pela antiga vocação portuária e pela recente atividade petrolífera, com investimento total que ultrapassa a casa dos 5 bilhões de reais, a cidade litorânea vem revertendo o quadro de estagnação econômica no qual esteve imersa por quase três décadas. “É um momento histórico”, acredita o prefeito João Paulo Tavares Papa (PMDB), em segundo mandato. “Voltamos a ter boas perspectivas.”

Mario Rodrigues

Expansão do porto: o terminal de contêineres Santos Brasil acaba de ser ampliado

Expansão do porto: o terminal de contêineres Santos Brasil acaba de ser ampliado

Melhoras infraestruturais, revitalização de prédios históricos e dezenas de novos empreendimentos imobiliários transformaram Santos em um canteiro de obras. Bom para seus 430 000 habitantes e para os paulistanos que podem desfrutar o vizinho hospitaleiro, a 80 quilômetros de distância, repleto de bares, restaurantes e passeios turísticos à beira-mar. Ainda mais após a inauguração do trecho sul do Rodoanel, que facilitou o acesso às rodovias Imigrantes e Anchieta. Entre dezembro e fevereiro deste ano, segundo dados da Ecovias, o balneário recebeu 5 milhões de visitantes, a maioria procedente de São Paulo. Há ainda quem chegue por mar. Nesta temporada, passaram pelo terminal de passageiros do Porto de Santos 970 000 pessoas, 27% a mais do que no mesmo período do ano anterior. “Essencialmente comercial, o porto precisou se adaptar aos cruzeiros”, afirma José Roberto Serra, presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp). “Agora, é imprescindível viabilizar uma estrutura oficial.” A ideia, em fase de projeto, é criar um cais exclusivo para esse tipo de embarcação e atender ao provável aumento de público causado pela Copa de 2014, no Brasil.

Mario Rodrigues

Expansão do porto: a Avenida Perimetral está em obras para facilitar o acesso de caminhões

Expansão do porto: a Avenida Perimetral está em obras para facilitar o acesso de caminhões

Outros quatro terminais privados estão sendo construídos e um está em ampliação. Duas dragas importadas da China já trabalham no aprofundamento de todo o canal de navegação para 15 metros (atualmente, são 12,40 metros). Assim, o porto ficará apto a receber navios de grande porte e se tornará mais competitivo no cenário internacional. Mudanças maiores estão por vir. Feito pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento em parceria com a Secretaria Especial de Portos, o estudo de expansão previu a demanda dos próximos quinze anos em três cenários — otimista, pessimista e neutro. “Com a estrutura atual, não atenderemos ao desenvolvimento futuro nem nas condições menos favoráveis, sob pena de prejudicar a economia do país”, avalia José Roberto Serra. Áreas portuárias subutilizadas receberão novos terminais de contêineres e de granéis sólidos e líquidos. Eclético, o Porto de Santos tem como característica exportar e importar de automóvel a soja, passando por suco de laranja. No ano passado, o porto escoou 26,7% de toda a produção brasileira — movimentou 83,1 milhões de toneladas de carga (2,6% a mais que em 2008).

Anderson Bianchi

Plataforma do emissário submarino, na Praia do José Menino: parque com projeto de Ruy Ohtake inaugurado há um ano

Plataforma do emissário submarino, na Praia do José Menino: parque com projeto de Ruy Ohtake inaugurado há um ano

Paralelamente às obras internas, há a necessidade de melhorar o acesso ao porto. Outra pesquisa, conduzida por Codesp e USP, identificou os maiores gargalos atuais e os que se apresentarão em breve. Com um trecho liberado para o tráfego, a Avenida Perimetral foi criada para facilitar a chegada dos caminhões aos terminais. Mas a prioridade é transferir a matriz de transporte, essencialmente rodoviária, para a ferrovia. Apesar de importante, o porto já não brilha sozinho em território santista. Há quatro anos, desde a abertura da Unidade de Negócios da Bacia de Santos pela Petrobras, ele passou a dividir espaço com a produção de petróleo e gás. A empresa desembarcou por lá timidamente, com apenas um prédio alugado, ainda antes do burburinho causado pelo anúncio das descobertas do pré-sal. Agora obtém novo status: em 2009, foi anunciada a construção da sede das operações da companhia na área.

José Luis da Conceição/AE

Ilustração da futura ponte entre Santos e Guarujá: 4,6 quilômetros de extensão

Ilustração da futura ponte entre Santos e Guarujá: 4,6 quilômetros de extensão

Por 15 milhões de reais, a Petrobras comprou o terreno de 25 000 metros quadrados onde instalará seu complexo de três torres, no bairro do Valongo. A primeira delas deve ficar pronta em dois anos. Juntos, os edifícios comportarão 6 000 funcionários — atualmente, existem 900 empregados atuando na cidade. No comando das operações está o santista José Luiz Marcusso, funcionário da petrolífera há 27 anos. Ele, que já morou no Rio de Janeiro e na Bahia, retornou à sua terra natal para assumir a gerência geral da unidade. O desembarque da Petrobras no Valongo ajudará a promover a revitalização de um trecho degradado da região central. Nos próximos anos, armazéns caindo aos pedaços devem ser substituídos por empresas do setor de tecnologia. Também nas redondezas, o futuro Museu Pelé ocupará o esqueleto abandonado do imóvel onde já funcionou a prefeitura. A revitalização do prédio é uma das âncoras do programa Alegra Centro, criado sete anos atrás pela prefeitura. De lá para cá, 297 restaurações e reformas foram realizadas em casarões históricos. Em um passeio pela Praça Visconde de Mauá nota-se a convivência harmoniosa de passado e presente: o zum-zum-zum de trabalhadores e os modernos restaurantes contrastam com o bonde escocês de 1910 e com a bonita arquitetura da Bolsa de Café. Cenários diferentes também aparecem na orla. A plataforma do emissário submarino, na Praia do José Menino, ganhou em janeiro de 2009 um parque de 43 000 metros quadrados projetado pelo arquiteto Ruy Ohtake. Belos pontos como esse dividem a atenção dos olhares com os prédios em construção por toda parte. Betoneiras e pedreiros anunciam a chegada de novos empreendimentos em diversos bairros. A Ponta da Praia, próxima à balsa que leva ao Guarujá, é onde há o maior volume de obras em andamento. Ali, o preço do metro quadrado fica em torno de 4 000 reais. “Daqui a seis meses, o bairro terá outra cara”, acredita Paulo Pinheiro, diretor responsável pelos negócios da imobiliária Lopes na Baixada.

Antes fora da lista de prioridades de grandes construtoras e incorporadoras não locais, Santos passou a contar com investimentos de empresas como Helbor, Gafisa, Agre e Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário. “Abrimos um escritório na região em abril”, conta Rubens Júnior, diretor da Rossi. “A cidade atende a todos os quesitos de desejo de moradia: qualidade de vida, economia dinâmica, clima agradável…” Tarefa difícil agora é encontrar terrenos disponíveis. Por isso mesmo, o empresário português Armênio Mendes, do Grupo Mendes, espécie de magnata da região, não se vê ameaçado pela concorrência externa. Dono de construtoras, shoppings e hotéis, ele garante ter nas mãos os melhores terrenos. “São quarenta anos de atuação nesse mercado”, diz. Pertence ao grupo o Prime Plaza Residence, condomínio de luxo em construção na orla do Gonzaga. Com preços a partir de 2 milhões de reais, apenas 40% das 54 unidades ainda estão disponíveis. Por 12 milhões de reais, a cobertura com vista para o mar foi vendida há três meses. “A região pedia um investimento desse porte”, afirma a corretora Desireé Dias.

Francisco Arrais/Tadeu Nascimento

Criado há sete anos, o programa Alegra Centro promoveu a revitalização de 297 imóveis históricos por meio de isenções fiscais e recursos da prefeitura, do estado e do governo federal. O Teatro Guarany (em 2002 na foto da esquerda e em 2008 na da direita) foi inaugurado em 1882 e acabou parcialmente destruído por um incêndio um século depois. Abandonado desde então, voltou a funcionar de cara nova em dezembro de 2008

Criado há sete anos, o programa Alegra Centro promoveu a revitalização de 297 imóveis históricos por meio de isenções fiscais e recursos da prefeitura, do estado e do governo federal. O Teatro Guarany (em 2002 na foto da esquerda e em 2008 na da direita) foi inaugurado em 1882 e acabou parcialmente destruído por um incêndio um século depois. Abandonado desde então, voltou a funcionar de cara nova em dezembro de 2008

Vila Rica e Gonzaga são os bairros mais valorizados de Santos. Em ambos, o preço do metro quadrado subiu até 50% nos últimos três anos — por volta de 5 000 reais, equivalente a Brooklin, Pinheiros e Perdizes na capital. Reivindicações antigas da população começam a sair do papel. Anunciada em março pelo então governador José Serra, a ponte entre Santos e Guarujá custará 700 milhões de reais e desafogará o fluxo da balsa, por onde circulam 24 000 veículos diariamente. “Com tantas mudanças em andamento, nosso grande desafio é ter agilidade, inteligência e eficiência na qualificação de mão de obra”, avalia o prefeito Papa. “É importante que nossos jovens aproveitem as oportunidades.” Se as britadeiras continuarem a todo o vapor, quando os meninos da Vila crescerem poderão desfrutar uma cidade completamente diferente.

CIFRAS DA BOA ONDA

– 160 milhões de reais é quanto vai custar o novo cais para navios de cruzeiro do Porto de Santos, planejado para atender os turistas da Copa de 2014

– 529 milhões de reais serão investidos na Avenida Perimetral, que facilita o acesso ao porto nas duas margens

– 346 milhões de reais é quanto o processo de dragagem para aprofundamento do canal de navegação consumirá

– 2,9 bilhões de reais estão sendo aplicados na construção de mais quatro terminais de carga no porto

– 15 milhões de reais é quanto custará a implantação do sistema de radares para o controle da navegação na região portuária

– 15 milhões de reais também foi o preço pago pela Petrobras no terreno de 25 000 metros quadrados onde construirá sua central de operações

– 450 milhões de reais é a verba destinada ao programa Santos Novos Tempos, voltado para a população de baixa renda

– 20 milhões de reais serão destinados às obras do Museu Pelé

– 700 milhões de reais é quanto vai custar a Ponte Santos-Guarujá, ainda em projeto

– 136,6 milhões de reais foi o valor que o programa Alegra Centro, para revitalização de prédios históricos, recebeu nos últimos sete anos

Fonte: Revista Veja

Enhanced by Zemanta

Passeando pela Cidade

Mapas da cidade são facilmente encontrados nos seis pontos de informação ao turista em Santos (Rodoviária, Praça das Bandeiras, Praia do Boqueirão, Orquidário, Estação de Trem do Valongo e Terminal de Passageiros do Porto) e nos principais pontos turísticos. Com o mapa em mãos, percebe-se que a maioria das atrações de Santos e São Vicente está espalhada na faixa de 11 km de orla, que vai da ponte pênsil de São Vicente até a Ponta da Praia de Santos. Além dessas atrações, merece destaque também o centro histórico de Santos, que fica logo na entrada da cidade para quem chega pela rodovia Anchieta.

Para quem está de carro, portanto, o deslocamento não costuma ser complicado: basta tomar como referência a orla e os seis canais que deságuam na praia. Há também as importantes avenidas Ana Costa e Conselheiro Nébias, que ligam a praia ao centro histórico. Cruzando com elas, estão as avenidas General Francisco Glicério e Afonso Pena, que cortam a cidade paralelamente à costa. E é bom saber que há muitos radares espalhados por toda a cidade.

Sem carro, o melhor a se fazer é andar de ônibus ou caminhar. Nas avenidas da praia, há muitas linhas de ônibus urbanos e interurbanos que percorrem toda a orla. É fácil descobrir na hora o ônibus ideal. O Disk Tour de Santos (Tel: 0800-173-887) também diz que linhas de ônibus tomar para chegar a cada atração da cidade.

Linha turística Conheça Santos

Boa opção para quem quer conhecer a cidade. A cada hora, um microônibus com ar refrigerado sai da praça das Bandeiras, na praia do Gonzaga, e segue parando nos principais pontos turísticos. Durante o percurso, um guia de turismo explica o que pode ser visto em cada local e conta um pouco da história da cidade e das atrações. Em tese, o passageiro pode descer, visitar a atração e reembarcar no ônibus seguinte. Porém, em dias de muito movimento, os ônibus ficam cheios e o reembarque pode não ser possível. Pelo mesmo motivo, o microônibus pode sair do ponto inicial com lugares vazios para buscar passageiros que ficaram pelo caminho, mesmo que haja pessoas querendo embarcar. Vale a pena ir até o centro histórico nele. Se não for possível o reembarque, deixa-se de passar pelos armazéns do porto de Santos. Mas isso não é problema: a vista que se tem do porto durante o passeio de escuna é mais interessante. A linha turística funciona diariamente na alta temporada (das 9h às 18h) e aos sábados, domingos e feriados no resto do ano (das 9h às 17h).

Ônibus panorâmico

De dois andares, faz um passeio de 45 minutos pela orla e liga o Orquidário ao Aquário, fazendo uma parada na praça das Bandeiras. Durante o percurso, guias de turismo contam a história da cidade e de suas principais atrações. Funciona nos finais de semana da alta temporada e nos feriados ao longo do ano. É recomendável confirmar os horários de saída do ônibus com o Disk Tour (tel: 0800-173-887).

Bonde turístico no centro histórico

Passa por algumas de suas mais importantes atrações. Para saber mais sobre o passeio, veja  Linha Turística Conheça Santos.

Táxi

Andar de táxi em Santos pode sair tão caro quando em São Paulo, mas pode compensar quando as distâncias forem curtas. Para não esperar parado, vale pedir um carro por telefone para uma cooperativa. Algumas contam com atendimento telefônico gratuito. É melhor evitar os táxis não-cooperados, em especial os da rodoviária, se não quiser receber tratamento pouco profissional. É bom lembrar que o valor da corrida de um município ao outro pode ter uma sobretaxa de 50%, mas os motoristas costumam negociar essa porcentagem ou mesmo abrir mão dela caso o trajeto seja bem curto.

Acat
Tel: 0800-704-8687

Coopertaxi
Tel: 0800-772-7177

Disk Taxi
Tel: 0800-770-0231

http://viagem.uol.com.br