Exposição: “De Sampa ao Cais” de Cristiano Sidoti na Pinacoteca

cristiano-sidoti-Barra-Funda

O artista Cristiano Sidoti expõe, em suas obras, o ritmo e a transitoriedade do porto de Santos em relação ao cosmopolitismo paulistano. Expressa em uma narrativa suave o percurso que vai do cais ao caos da metrópole, na coleção preparada especialmente para esta mostra, que Sidoti decidiu chamar De Sampa ao Cais.

Além de revelar a singular e quase imperceptível ligação entre o mar e a serra, os quadros do artista também revelam uma das condições da existência humana enquanto movimento: passagem e travessia.
Curadoria :: Flávio Viegas Amoreira

Aberta ao público :: de 26 de fevereiro a 23 de março de 2014.

De terça a domingo das 09 às 18 horas

Pinacoteca Benedicto Calixto

Av. Bartolomeu de Gusmão, 15 – Boqueirão

 

cristiano_Sidoti_quadro

 

Sobre o artista
Cristiano Sidoti é arquiteto, fotógrafo, diretor cinematográfico, desenhista e pintor. Já participou da Bienal Naïf do Brasil e foi premiado no Festival Santista de Curtas-Metragens e no 16º Gramado Cine Vídeo, com “Emoções em Paquetá” como melhor vídeo social independente brasileiro.

Aos 15 anos muda-se para o litoral paulista onde fixa residência, e a partir de 1996, começam as suas diversas experiências profissionais, inicialmente como marinheiro, artesão e arquiteto.

Neste período inicia trabalhos artísticos voltados ao desenho e a fotografia, participando de movimentos culturais em Olinda, Pernambuco onde começa a pintar suas primeiras telas.

Em 2003 assume a pintura como sua principal profissão e faz sua primeira direção de arte no cinema no curta “O Homem da Mata” e uma exposição coletiva como finalista do prêmio Mapa das Artes de São Paulo. Funda com o Artista Antonio de Olinda e o Cineasta Antonio Souza Leão a Fruta Pão Produções Culturais.

Fonte: Iian

Enhanced by Zemanta

Teatro na Pinacoteca com a peça “Esta Partida Não Será Televisionada”

11796958724_57d5615362
A peça “Esta Partida Não Será Televisionada” está em cartaz na Pinacoteca Benedicto Calixto. A nova montagem da Companhia do Elefante explora os bastidores do esporte mais popular do país, revelando injustiças sociais e expondo personagens essenciais desse grande jogo sujo mercadológico.
FICHA TÉCNICA
DIREÇÃO: Marcus Di Bello
ELENCO: Alessandra Santana, Alex Sandro Lopes, Felippe Alves,
Flávia Simões, Jamili Limma, Kaylane Souza e Lucas Degásperi
PRODUÇÃO: Companhia do Elefante e Tescom Promoções Artísticas e Culturais
APOIO: Grupo Tescom, Quiloa Maracatu, Bar Biruta, Restaurante Três Estrelas e Pinacoteca Benedicto Calixto
LOCAL: Pinacoteca Benedito Calixto
ENDEREÇO: Av. Bartolomeu de Gusmão, 15 – Embaré – Santos/SP
Estacionamento gratuito: entrada pela Rua Epitácio Pessoa, 100
DATAS: 12, 19 e 26 de janeiro
Domingos – 17h – Entrada Franca
Em caso de chuva não haverá apresentações

Dia Internacional da Fotografia será comemorado na Pinacoteca

exposição

A expansão do estudo da linguagem fotográfica e a importância da fotografia no cenário das artes plásticas são a razão da mostra realizada em parceria da Oficina Cultural Pagu com a Pinacoteca Benedicto Calixto. Além da exposição de João Roberto Ripper e Egberto Nogueira, dois dos principais profissionais do fotojornalismo brasileiro, a programação inclui workshops para estudants e profissionais da área que serão realizados na sede das Oficinas Pagu.

Abertura: 22 de agosto – quinta – 19h30

Abertura ao público: 23 de agosto a 15 de setembro

Visitação livre e gratuita

Terça a Domingo das 09h00 às 18h00

Local: Casarão

 

Pinacoteca Benedicto Calixto

Av. Bartolomeu de Gusmão, 15 – Boqueirão
Informações:(13) 3288-2857

Workshops

► WORKSHOP: A FOTOGRAFIA, O VÍDEO E A VELOCIDADE DA INFORMAÇÃO NAS NOVAS MÍDIAS
Coordenação: Egberto Nogueira
16 e 17/8 – sexta feira – 18h45 às 21h45 | sábado – 10h às 13h e 14h às 17h
Público: fotógrafos, jornalistas e estudantes das áreas de audiovisual e comunicação, acima de 16 anos
Inscrições: 23/7 a 14/8
Seleção: currículo ou portfólio
20 vagas

Apoiado em 30 anos de experiência como profissional de fotografia e jornalismo, Egberto Nogueira abordará questões sobre a imagem documental e suas possibilidades de comunicação, permitidas atualmente pela conexão entre foto, vídeo, novas tecnologias e redes sociais. Os participantes deverão trazer seu equipamento fotográfico para a execução da parte prática do workshop.

O fotógrafo Egberto Nogueira trabalhou para agências internacionais de notícias, como a Reuters e a France-Presse, e para jornais e revistas de expressão mundial, como “Time”, “The Face”, “L’Express”, “Boston Globe” e “The Independent”. Fotógrafo do staff da “Veja” por 10 anos, em 2000 começou sua carreira de fotojornalista independente. Recebeu o Prêmio Abril de Jornalismo em 1995 e 2013. Em 2001, criou a Imã Foto Galeria.

► EXPOSIÇÃO: TRABALHO
Fotógrafos: Egberto Nogueira e João Roberto Ripper
Abertura: 22/08 – quinta feira – 19h30
Visitação: até 15/09 – terça a domingo – 9h às 18h
Classificação: livre
Local: Pinacoteca Benedicto Calixto: Avenida Bartolomeu de Gusmão, 15 – Boqueirão

A exposição “Trabalho” apresenta um recorte das fotos que Egberto Nogueira e João Roberto Ripper realizaram sobre esse tema, feitas em diversas regiões do país ao longo de vários anos. Voltando suas lentes para pessoas de diferentes faixas etárias, que vivem em situações socialmente adversas, Nogueira e Ripper buscam revelar a beleza e a dignidade dos personagens retratados em suas funções cotidianas.

► WORKSHOP: BEM-QUERER – A FOTOGRAFIA A SERVIÇO DOS DIREITOS HUMANOS
Coordenação: João Roberto Ripper
26/8 a 28/8 – segunda a quarta-feira – 18h45 às 21h45
Público: fotógrafos e estudantes das áreas de audiovisual e comunicação, acima de 18 anos
Inscrições: 23/7 a 22/8
Seleção: currículo
20 vagas

 

Oficina Cultural Pagu

Coordenador: Mônica Tranjan Real de Toledo
Praça dos Andradas, s/nº – Centro – Cep: 11010-100 – Santos/SP
Telefone: (13) 3219-2036 / 3219-1741 | pagu@oficinasculturais.org.br
Funcionamento: Segunda das 18h às 22h, terças a sextas-feiras das 13h às 22h
Sábado das 14h às 18h

A sede da Oficina Cultural Pagu está em reforma.
O atendimento está sendo feito no endereço:
Rua Napoleão Laureano,89 CEP 11070-140
Horário de funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 14h às 22h

 

 

 

Espetáculo Teatral “Reclame – Uma História de Amor” na Pinacoteca

reclame com logos

10, 17, 24 e 31 Ago | Sáb | 17h00 | Casarão Branco

Quem não se lembra de uma daquelas “musiquinhas” que tocavam no rádio ou na TV para anunciar um produto?Os famosos jingles fazem parte da vida de muitas pessoas e marcaram épocas. “Reclame – Uma História de Amor”, da Cia Teatral Cenicomania, retrata as várias gerações e os mais representativos contextos, representados pela criação genial da propaganda brasileira.

Ambientada entre as décadas de 30 e 90, a peça conta a trajetória de Lourdes, Rodolfo e Janete, que, motivados pelos meios de comunicação e, principalmente, por jingles de reclames comerciais, formam um triângulo amoroso, no qual as alegrias e as decepções de natureza humana são destacadas pelos mesmos.
Todos estão convidados para essa viagem através do tempo e reviver épocas de ouro, juntamente com os personagens, os quais são inseridos em situações cotidianas diversas e fatos históricos que mudaram definitivamente a vida do Brasil. O público também é chamado a desvendar um segredo familiar que se deixou levar com o passar dos tempos e que somente os protagonistas da peça conhecem.
Reclame é a vida de todos nós… Resgata costumes e tendências, destacando o trabalho de artistas e comunicadores brasileiros. É o papel da propaganda em nosso cotidiano. É uma história de amor para com o Brasil, o rádio e a TV. É a história de amor de nossas vidas.

Pinacoteca Benedicto Calixto

Av. Bartolomeu de Gusmão, nº 15 – Boqueirão
Tel: (55 13) 3286-2184

Funciona de terça a domingo, das 9h às 18h
Entrada gratuita

Mais de 12 mil pessoas visitam Aquário durante o feriado

12000

O Aquário Municipal de Santos registrou 12.145 visitantes durante o final de semana prolongado pelo feriado em comemoração à Revolução Constitucionalista – esse número é 19% superior ao do feriado de Corpus Christi, também de quatro dias. Já a rede hoteleira acusou taxa de 50% de ocupação, dados levantados pela Setur (Secretaria de Turismo) junto a 13 hotéis.

Nesses quatro dias, 9.594 internautas visitaram o Portal de Turismo de Santos (www.turismosantos.com.br), total considerado recorde para o período. O segundo equipamento público mais visitado foi o Orquidário, com 4.465 pessoas, e, na sequência, o Museu do Café, com 648, e o Museu de Pesca, com 641. Um total de 1.258 passageiros passeou na Linha Turística do Bonde, enquanto a Linha Conheça Santos (city tour) contabilizou 151 turistas.

O Complexo Turístico do Monte Serrat acusou 517 visitas; a Pinacoteca Benedicto Calixto, 312; o Pantheon dos Andradas, 67, e Paço Municipal, 108. Já os PITs (Postos de Informações Turísticas) da Setur totalizaram 147 atendimentos.

Enhanced by Zemanta

Pinacoteca tem programação especial de férias

pinacoteca

Teatro, música e exposição de obras de arte fazem parte da programação deste mês da pinacoteca Benedicto Calixto (avenida Bartolomeu de Gusmão, 15), que funciona de terça a domingo, das 9h às 18h, com entrada franca.

O artista plástico Ismael Oliveira expõe obras inéditas na mostra ‘Pro-posições’, que pode ser visitada até o dia 21. Aos domingos, a partir das 15h, o quarteto de cordas da Associação Eduardo Furkini apresenta o espetáculo ‘Um concerto do coração’, no salão principal.

Em seguida, os visitantes podem participar da confecção de corações artesanais para a ‘Ação do coração’, que será em agosto. Às 17h, a atração é a comédia ‘Amor por Anexins’, aberta ao público, mas com vagas limitadas. Os ingressos são liberados uma hora antes.

Museus Santistas

cafe Captura de tela inteira 13042013 153434.bmp Captura de tela inteira 13042013 153604.bmp conquistas pinacoteca porto miss maritimo de vaney

Pinacoteca recebe exposição de Koz Palma

O artista plástico Koz Palma expõe seus trabalhos a partir desta sexta-feira (12), na Pinacoteca Benedicto Calixto (avenida Bartolomeu de Gusmão, 15, Boqueirão). A mostra reúne obras contemporâneas, criadas por meio de técnicas inovadoras. A visitação pode ser feita até 12 de maio, de terça a domingo, das 9h às 18h. Entrada franca. Mais informações pelo telefone: (13) 3288-2260.

koz

Projeto visa transformar Pinacoteca Benedcito Calixto no Museu de Arte Moderna de Santos

pinacoteca

O projeto Amigos da Pinacoteca apresentou na manhã desta terça-feira (19), no Salão Nobre da Pinacoteca Benedicto Calixto, no Boqueirão, em Santos (SP), um plano para atrair empresários da região para o incentivo na realização de eventos no equipamento. Além disso, foi exposto também o projeto para transformar o museu em um complexo cultural que irá inserir de vez a cidade de Santos no cenário mundial do circuito internacional de exposições de arte. Trata-se da infraestrutura do Museu de Arte Moderna, a ser construído na extensa área de estacionamento que hoje se encontra atrás do casarão onde funciona o equipamento cultural. O convidado especial do café da manhã foi o secretário de Cultura Raul Christiano, que representou o prefeito Paulo Alexandre Barbosa.

O café da manhã para apresentação dos projetos contou com as presenças, além do secretário de Cultura de Santos, de Mário Flávio Leme de Paes e Alcântara, presidente da Pinacoteca, Eduardo Paulino, diretor cultural da Pinacoteca, e de Silvia Ângela Teixeira Penteado, reitora da Universidade Santa Cecília e 1ª vice-presidente da Pinacoteca. Empresários locais, convidados e representantes dos veículos de imprensa da Cidade também acompanharam o evento.

Projetado para ocupar área contígua à Pinacoteca, com entrada pela Avenida Epitácio Pessoa, o espaço foi criado pelo arquiteto Paulo Mendes da Rocha, segundo brasileiro a ganhar o Prêmio Pritzker de Arquitetura.

A iniciativa prevê estrutura com 8.180 m² de área construída. O piso térreo contará com salão de exposições de 1.135 m², café, bilheteria, loja e guarda-volumes. No primeiro pavimento ficarão auditório, biblioteca e salas de administração. No segundo, haverá grande sala de exposições, com 1.200 m². Já no terceiro andar, estarão duas galerias e espaços destinados à reserva técnica, além de salas de arquivo. No subsolo está previsto um estacionamento.

Para o presidente da Pinacoteca, é muito importante contar com o apoio do poder público local. Ele explica que assim que aprovado pela Lei Rouanet, o projeto entrará na fase da captação de recursos. O custo do Museu de Arte de Santos está estimado em R$ 37 milhões.

Silvia Teixeira explica que é muito importante para a Pinacoteca Benedicto Calixto a participação do público da Região Metropolitana da Baixada Santista. “Hoje, além da pinacoteca estar sendo reapresentada com uma grande programação cultural, nós também estamos abrindo duas frentes importantes para nossa população da Região Metropolitana. A primeira é a adesão de novos sócios, porque a Fundação Amigos da Pinacoteca quer que você se associe para você participar deste evento, como também participar de tantas outras parcerias que dispomos”, iniciou a 1ª vice-presidente do equipamento cultural.

E continuou: “. E, além disso, apresentar o novo complexo cultural, o museu que está em vias de ser fecundado, já com projeto pronto, aguardando novas adesões para que em breve os artistas locais e convidados possam vir apresentar aqui que existe de melhor”, finalizou.

Para se tornar sócio da Pinacoteca Benedicto Calixto basta acessar o site do equipamento cultural, a conta da Pinacoteca no Facebook, por telefone: (13) 3288.2857, ou pessoalmente no endereço: Av. Bartolomeu de Gusmão, 15 – bairro Boqueirão – Santos (SP). CEP 11045-400.

Pinacoteca planeja Museu de Arte Moderna de Santos

Santos pode ganhar um Museu de Arte Moderna, com a infraestrutura necessária para entrar no circuito internacional de exposições de arte. O projeto do novo complexo cultural foi apresentado pela diretoria da Pinacoteca Benedicto Calixto em audiência, no Paço, ao o prefeito Paulo Alexandre Barbosa, acompanhado dos secretários Omar Silva Júnior (Desenvolvimento Econômico e Inovação) e Raul Christiano (Cultura).

Projetado para ocupar área contígua à Pinacoteca, com entrada pela Avenida Epitácio Pessoa, o espaço foi criado pelo arquiteto Paulo Mendes da Rocha, segundo brasileiro a ganhar o Prêmio Pritzker de Arquitetura.

A iniciativa prevê estrutura com 8.180 m² de área construída. O piso térreo contará com salão de exposições de 1.135 m²), café, bilheteria, loja e guarda-volumes. No primeiro pavimento ficarão auditório, biblioteca e salas de administração. No segundo, haverá grande sala de exposições, com 1.200 m². Já no terceiro andar, estarão duas galerias e espaços destinados à reserva técnica, além de salas de arquivo. No subsolo está previsto um estacionamento.

Para Mário Flávio Leme de Paes e Alcântara, presidente da Pinacoteca, é muito importante contar com o apoio do poder público local. Ele explica que assim que aprovado pela Lei Rouanet, o projeto entrará na fase da captação de recursos. O custo do Museu de Arte de Santos está estimado em R$ 37 milhões.

A Pinacoteca Benedicto Calixto fica na Avenida Bartolomeu de Gusmão, 14, Boqueirão.

museu-santos-1

museu-santos-3

Enhanced by Zemanta

Passeios para fazer em Santos em dias de mau tempo

O verão pode ser extremamente instável na Baixada Santista. Quem, ao passar as férias de começo de ano na região, nunca teve que recolher o guarda-sol às pressas por causa de uma tempestade súbita?

Não se trata de azar: são os fatos. De acordo com relatórios da Defesa Civil de Santos, o índice pluviométrico da cidade foi, em janeiro de 2012, de 275 mm, contra 174,7 mm em julho do mesmo ano. No último mês de dezembro, a precipitação chegou a 348,7 mm. Ou seja, chuva suficiente para acabar com a praia de muitos turistas.

Mas sem desespero: em Santos, o visitante pode driblar o mau tempo com facilidade. Ao redor de seus 7 km de praias, o município tem museus, monumentos históricos e recantos ecológicos em grande escala – e quase todos com cobertura. Chegar até eles é fácil e, durante o passeio, tanto crianças como adultos podem ficar entretidos.

Conheça algumas atrações da cidade que podem – e merecem – ser visitadas durante um dia encoberto ou chuvoso na cidade de Pelé e Neymar. Boa parte delas têm entrada gratuita.

Memorial das Conquistas Santos Futebol Clube

Paixões clubísticas à parte, o Santos tem uma história que merece ser reverenciada por qualquer pessoa que goste de futebol. E o estádio da Vila Belmiro abriga o fascinante Memorial das Conquistas do alvinegro praiano, com centenas de troféus, camisas, flâmulas e fotos do clube que revelou Pelé, Neymar e muitos outros craques de bola.

O ambiente é embalado por narrações de importantes gols marcados pelo Santos e, nas visitas guiadas, o turista pode ir ao vestiário do time, atravessar o túnel de acesso ao campo e subir ao gramado da Vila. Uma das últimas novidades do museu é a réplica do troféu Puskás que Neymar ganhou por marcar, contra o Flamengo, o gol mais bonito do ano de 2011.

Aberto de terça a domingo, das 9h às 19h. As visitas guiadas são realizadas entre 10h e as 17h. Entrada: R$ 10 para a visita guiada. Rua Princesa Isabel, s/nº – Vila Belmiro. Tel: (13) 3225-7989. http://www.santosfc.com.br

Museu do Café

O Museu do Café está instalado no edifício em que funcionou, durante boa parte do século 20, a Bolsa Oficial do Café de Santos. O prédio foi inaugurado em 1922 e é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Desde 1998, abriga o Museu do Café, onde o visitante tem a chance de conhecer toda a história do ciclo econômico do café no Brasil.  O Salão do Pregão, onde as sacas de café eram negociadas, é decorado por lindas pinturas de Benedicto Calixto e um vitral batizado de “A Epopeia dos Bandeirantes”.

Além de cultura, o local oferece capacitação para os visitantes: cursos de barista são ministrados no museu duas vezes por mês.

Aberto de terça a sábado das 9h às 17h, e aos domingos das 10h às 17h. Visitas noturnas são realizadas duas vezes ao mês. Entrada: R$ 5 (aos domingos é gratuito). Rua 15 de Novembro, 95 – Centro Histórico. Tel: (13) 3213-1750. http://www.museudocafe.org.br

Aquário Municipal 

Inaugurado em 1945, com a presença do então presidente Getúlio Vargas, o Aquário de Santos é hoje uma das principais atrações turísticas do Estado de São Paulo. Em seus 31 tanques de água doce e salgada vivem mais de 2.000 animais (de 250 espécies diferentes) da fauna aquática, como tubarões, pinguins e peixes amazônicos.

A estrutura do Aquário de Santos, que ocupa uma área de 3 mil m² na frente da praia, encontra-se um tanto defasada, principalmente se comparada a oceanários de destinos como Lisboa e Cingapura. Mas as filas constantes na frente do aquário não mentem: o local ainda é uma popular instituição santista. Sessões com filmes infantis que abordam o universo da fauna aquática – como Happy Feet – têm sido realizadas semanalmente no local.

Entrada: R$ 5 (por R$ 8 é possível comprar uma entrada combinada para o Orquidário e o Aquário de Santos). Crianças com até 12 anos e maiores de 60 anos não pagam. Praça Luiz La Scala, s/nº, Ponta da Praia. Telefone: (13) 3278-7830. http://www.turismosantos.com.br

Parque Zoobotânico Orquidário 

O orquidário de Santos está localizado nos arredores do canal 1, a poucas quadras da orla da cidade, e é entretenimento garantido para quem gosta de observar a natureza. Em seus 24 mil m², o visitante pode admirar diversas espécies de árvores (palmeira-leque entre elas), mais de 2.000 plantas e cerca de 400 animais.

Alguns deles, como os pavões, cutias, saracuras e jabutis, se locomovem livremente pelo parque. Outros, como araras, tucanos, macacos, flamingos e jacarés, são mantidos em áreas cercadas.

O orquidário de Santos também conta com jardim sensorial, herbário, uma área com plantas do Brasil e um mostruário de orquídeas, além de espécies exóticas de aves, como o papagaio-do-mangue e o atobá.

Note que esta não é uma atração indicada para dias de chuva, mas um bom passeio para ser realizado com tempo nublado, quando a praia perde a graça.

Aberto de terça a domingo, das 9h às 18h. Entrada: R$ 5 (por R$ 8 é possível comprar uma entrada combinada para o Orquidário e o Aquário de Santos). Crianças com até 12 anos e maiores de 60 anos não pagam. Praça Washington, s/nº – José Menino.Tel: (13) 3237-6970. http://www.turismosantos.com.br

Basílica de Santo Antônio do Embaré

Fala-se em Santos que toda noiva da cidade sonha em se casar na Basílica de Santo Antônio do Embaré – e, de fato, a espera por um matrimônio na igreja pode durar anos. Tal fascínio e obsessão são justificados: a basílica é um mais belos monumentos religiosos da Baixada Santista. Inaugurado em 1945 na frente do mar, o edifício tem arquitetura neogótica e um interior (são 18 metros de pé direito) cobertos por afrescos de Pedro Gentili – e coroado por um órgão com aproximadamente 3.800 tubos.

Na entrada, os visitantes são recebidos por estátuas de São Paulo e São Pedro, além de uma linda composição que mostra Santo Antônio recebendo o Menino Jesus das mãos de Maria.

Lindos vitrais que retratam a vida dos franciscanos decoram o interior da igreja, em Santos.

Aberta de segunda a sexta, das 7h às 20h; sábados e domingos, das 8h às 21h. Entrada gratuita. Av. Bartolomeu de Gusmão, nº 32 – Embaré. Tel: (13) 3227-5977.

Pinacoteca Benedicto Calixto

Instalada em um casarão de estilos neoclássico e art noveau na avenida da praia, a pinacoteca exibe obras de um dos principais artistas da história do Brasil. Nascido em 1853 no que hoje é o município de Itanhaém,

Benedicto Calixto pintou lindas paisagens da Baixada Santista entre o final do século 19 e o começo do século 20, como os quadros “Porto e cidade de Santos vistos da Itapema” e “Santos Antiga”, ambos de 1922 e em exibição no museu.

O quadro “Revoada de Maio”, de Benedicto Calixto, é uma das atrações da principal pinacoteca de Santos, assim como objetos pessoais do artista, como pincéis, câmera fotográfica e até uma bengala. Após o passeio, se o tempo permitir, vale a pena passar algum tempo no belo jardim atrás do museu.

Aberto de terça a domingo, das 9h às 18h. Entrada gratuita. Avenida Bartolomeu de Gusmão, 15 – Boqueirão. Tel: (13) 3288-2260. http://www.pinacotecadesantos.org.br

Museu do Surf

Localizado no Parque Municipal Roberto Mário Santini, o Museu do Surf é rodeado por praias, pistas de skate e pelo local onde ocorrem algumas das melhores ondas de Santos. Com excelente vista, o museu peca por falta de organização, mas pode ser uma distração interessante para quem está na orla.

O Museu do Surfe exibe dezenas de pranchas de diversos modelos e de diversas épocas, além de cartazes de competições de surfe históricas e fotos que mostram a época das pranchas de madeirite e a era do longboard.

Se o tempo melhorar, o turista pode sentar em um mirante ao lado do museu e admirar legiões de surfistas enfrentando as ondas do mar de Santos.

Aberto de segunda a segunda, das 9h às 18h. Entrada gratuita. Parque Municipal Roberto Mário Santini – José Menino. Tel: (13) 3288-4404

Pantheon dos Andradas

José Bonifácio de Andrada e Silva, o patriarca da Independência do Brasil, nasceu em Santos em 1763. Morreu em Niterói em 1838 e, por 85 anos, seu corpo esteve na igreja e no convento de Nossa Senhora do Carmo, na cidade santista.

A construção de um panteão começou apenas em 1921 e foi concluída em 7 de setembro de 1923.  O monumento, hoje aberto a visitas turísticas, e localizado no coração do centro histórico de Santos, guarda os restos mortais de outros membros da família Andrada, como Antônio Carlos e Martin Francisco, irmãos de José Bonifácio.

No túmulo do patriarca, a inscrição: “Eu desta glória só fico contente que a minha terra amei, e a minha gente”.

Aberto de terça a sexta, das 9h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 11h às 17h. Entrada gratuita. Praça Barão do Rio Branco, s/nº – Centro Histórico. Tel. (13) 3221-8595

Uol

Enhanced by Zemanta

Pinacoteca Benedicto Calixto

Fiel retratista do mar, Benedicto Calixto foi nacional e internacionalmente reconhecido por sua obra. Começou sua carreira retratando com perfeição cenas do cotidiano e costumes de Santos e regiões próximas. Teve sua primeira exposição permanente  aos 18 anos, e foi a partir desta que ele foi consagrado, ganhando bolsa de estudos em Paris. Quando retorna, cria a pintura do teto do Teatro Guarani, que não existe mais.
Residiria em São Vicente, onde vivera até seu falecimento por parada cardíaca em 31/05/1927.

Situada a rua Bartolomeu de Gusmão número 15, a Pinacoteca Benedicto Calixto recebeu esse nome em 1986, de acordo com lei municipal.

O casarão branco foi construído pelo alemão C.A.Dick , em 1900. Foi vendida para Francisco C. Pires, um barão do cafe. Que logo em seguida vende para um asilo de inválidos  Em 1921 Francisco Pires resgata o resgata e executa uma ampla reforma, dando ao casarão formas atuais.

Devido a quebra da bolsa de café, os Pires tiveram que se desfazer da propriedade, onde por um tempo funcionou um pensionato de moças. Uma família de espanhóis compra a casa, e seus herdeiros não percebendo o valor da propriedade a aluga a moradores de rua, transformando o casarão em um cortiço  o que gera a depredação do mesmo. Com a falta de pagamento de impostos, a prefeitura intervem, declarando o imóvel patrimônio histórico cultural de Santos. Resgatando e restaurando o imóvel e concedendo o nome do pintor do mar, expondo suas obras.

Com patrocínio da Rodrimar, a pinacoteca conta com exposições gerais, aulas de musica e palestras em geral grátis e abertas ao publico.
Tem uma biblioteca com grandes obras da arte que pode ser consultada de terça a sexta das 9 as 18 horas.

Novo projeto, chamado Livro Livre, conta com títulos disponíveis a população  que pode ser retirado, lido e passado a diante. sendo deixado em lugares movimentados, para que outra pessoa possa ler. O projeto aceita doações  que pode ser entregue na biblioteca da pinacoteca.

O casarão conta também com uma lojinha, que vende produtos relacionados a sua historia e a de Benedicto Calixto, conta com bloquinhos, canetas, cartões postais e  livros. São dois deles, A Branquinha – a historia do Casarão Branco, historia para crianças  escrito por Barbara Leite, funcionária da Pinacoteca, e Memorias do Casarão Branco, escrito por Edith Pires Gonçalves Dias, decima primeira filha de Francisco Pires, que aos 94 anos esbanja lucidez e simpatia.

A Pinacoteca fica aberta de terça a domingo das 9 as 18 horas. e pode-se agendar visitas guiadas gratuitamente pelo telefone 32882857.

Mariana Fernandes

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Lançamento do livro ‘Branquinha, a história do casarão branco ‘ na Pinacoteca

livro

Branquinha, a história do casarão branco é o título da obra e o nome do personagem que de forma lúdica conta a história do casarão que se transformou na Pinacoteca Benedicto Calixto.

A autora do livro, Barbara Andressa Barros Leite, é funcionária da Pinacoteca. A realização de Branquinha foi baseada em cuidadosa pesquisa e orientada por Edith Pires Gonçalves Dias, a única moradora viva do casarão.

O lançamento contará com algumas atividades:

* Alexandre Camilo (Ação do Coração) dramatizará a história do livro.
* Caca Marszloek Bueno e equipe, farão caricaturas das pessoas presentes.
* Fábio Luiz Salgado e Tarso Ramos – Piano.
* Noite de autógrafos.
* Sorteio de uma ilustração original emoldurada do livro.

O livro estará a venda pelo valor de R$25,00

EVENTO GRATUITO E LIVRE PARA TODAS AS IDADES

DATA: 20/12/2012

LOCAL: Pinacoteca Benedicto Calixto

Avenida Bartolomeu de Gusmão, 15 – Santos

HORÁRIO: 18h30

ESTACIONAMENTO GRATUITO – Av. Epitácio Pessoa, 100

Trabalhos de Christina Motta são expostos na Pinacoteca

A artista plástica Christina Motta terá seus trabalhos a mostra na Pinacoteca de 21 de novembro a 16 de dezembro, das 9 às 18 horas. A santista residiu meio ano na Califórnia (EUA) e meio ano em São Paulo, agora mantém atividades artísticas dos dois lugares.

O tema de sua exposição é Cosmos e suas Nebulosas e as telas foram pintadas com cores fortes e vibrantes para expressar o  fenômeno das estrelas que, em seu nascimento ou morte, explodem em um grande colorido.

Christina traz uma novidade nesta mostra e estará presente na Pinacoteca (Av. Bartolomeu de Gusmão, 15, Boqueirão, Santos) em três sábados: 24 de novembro e 1 e 8 de dezembro. As 60 obras que virão para Santos estarão disponíveis para a venda.

A exposição é aberta ao público e o estacionamento também é gratuito, na Rua Epitácio Pessoa, 100, Boqueirão, Santos.

 

A Tribuna

A pianista Denise Trebitz é a atração do próximo Música & Vinho, na Pinacoteca

O Projeto Música & Vinho abre as portas do Salão Nobre da Pinacoteca Benedicto Calixto para receber seus convidados, dessa vez ao som da pianista paulistana e radicada em Embu das Artes, Deise Trebitz.

Pianista clássica de formação (começou a estudar aos 5 anos), teve como mestres Rachel Peluso, Rosemary Mantovani e recentemente Edmundo Villani-Côrtes, e logo descobriu sua veia de compositora aguçada por uma vivência com diversos músicos a partir da adolescência.

A própria natureza irrequieta que lhe permite atuar muito à vontade por diversas formas de expressões artísticas, caracteriza inevitavelmente a sua relação eclética com a música. A afinidade com a música clássica por seu temperamento ímpar propicia uma maleabilidade singular com muito vigor, o que é evidente em suas composições próprias e, ao mesmo tempo, firma aprimorado senso no trato com o popular pelo respeito e admiração que levou-a a interessar-se e aproximar-se do talento dos grandes mestres da música brasileira.

Serviço
Projeto Música & Vinho
Horário: 19h30 – Entrada Gratuita.
Aos interessados, é cobrado R$ 10,00 por taça de vinho
Local: Av.Bartolomeu de Gusmão, 15 – Boqueirão – Santos – S.P.
Estacionamento Gratuito à Av. Epitácio Pessoa, 100

Boqnews

Recital de Piano acontece na Pinacoteca no próximo dia 15

O pianista Alexandre Prado dos Santos apresenta neste sábado na Pinacoteca Benedito Calixto o Recital Uma Breve História do Piano, às 16h30. O músico começou sua vida musical na Banda da Escola Ateneu Santista, aos 8 anos.

Graduado em História pela Universidade Metropolitana de Santos, Alexandre Prado também ministra aulas de história da música (erudita e brasileira), além de teoria musical, harmonia e dos instrumentos piano, teclado e saxofone.

Atualmente além de trabalhar na Oficina Musical, é professor concursado da Escola Técnica de Música e Dança Ivanildo Rebouças da Silva (Cubatão), onde ministra aulas de piano, história da música, música brasileira e prática de conjunto. E acompanha o cantor Gilvan em shows na região.

Confira o repertório do pianista:

1 – Fleury, Diogo – Melodia
2 – Mozart, Wolfgang Amadeus – Fantasia em Ré Menor – KV 397
3 – Beethoven, Ludwig van – II movimento – Adágio cantabile – Sonata para piano No. 8 em Dó menor, op. 13
4 – Chopin, Frédéric François – Nocturne Op.9 No 2 (Mi b Maior)
5 – Liszt, Franz – Estudo Transcendental Nº1 “Preludio” – Dó Maior
6 – Chaminade, Cécile Louise Stéphanie  – Les Sylvains – Op.60
7 – Grieg, Edvard – Valsa em Lá Menor (participação especial – aluna Karen Krasuki)
8 – Satie, Erik – Gymnopédie No 1
9 – Villa-Lobos, Heitor – Prelúdio da Bachianas Brasileiras No 4
10 – Villa-Lobos, Heitor – A Lenda do Caboclo
11 – Nazareth, Ernesto – Coração que Sente
12-     Fernandez, Oscar Lorenzo – Jongo da 3ª Suíte Brasileira

 

G1

Enhanced by Zemanta

A irreverência de Ivald Granato tinge as paredes da Pinacoteca

Carioca, nascido em Campos, em 1949. Pintor, gravador, desenhista, ator e artista multimídia Ivald Granato começou a desenhar na adolescência sob influência de pintores cubistas. Teve uma formação acadêmica estudando pintura com Robert Newman e depois, uma breve passagem pela Escola de Belas Artes.
De Granato se pode esperar todas as formas de expressão artística e em sua produção são frequentes as referências autobiográficas. Foi duas vezes premiado  (1979 e 1982) como o melhor desenhista do ano pela Associação Paulista dos Críticos de Arte – APCA. Desde a década de 1970, realiza performances e intervenções, recorrendo à fotografia e ao vídeo para documentá-las. No início da década de 1980, participou de eventos com a Banda Performática, do artista José Roberto Aguiar, que associa pintura, música, teatro e circo. Como ator, já se apresentou no teatro com peças como “O Urubu Eletrônico” e “Ciccilio Matarazzo em Mitos Vadios”.
Ivald Granato realizou individuais no Museu de Belas Artes do Rio de Janeiro e no Museu Brasileiro da Escultura.  Atualmente, participa da coletiva itinerante Futebol pela Paz, organizada em parceria pelas  ONGs  Non-Violence Project Foundation e Base Brasil, ao lado de Yoko Ono e muitos artistas brasileiros. A mostra é um prega a paz e vai percorrer as 12 cidades sede da Copa do Mundo de 2014, para levantar fundos e capacitar professores para as escolas públicas e unidades da Base Brasil.
Para o público santista tudo será novidade, já que as 70 obras que integram a mostra nunca foram vistas por aqui. A coleção gráfica inclui litografias, gravuras sobre papel e tela.
Exposição de Ivald Granato
Aberta ao público- de 14 de setembro a 7 de outubro, de terça a domingo, das 9 às 18 horas
Visitação livre e gratuita
Boqnews

Férias trouxeram 1,3 milhão de visitantes para Santos

A cidade de Santos recebeu 1,3 milhão de turistas durante as férias de inverno, de acordo com informações da Secretaria de Turismo (Setur), com base nos dados divulgados pela concessionária Ecovias, que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI). O Aquário continua sendo o local mais visitado no Município.

Em julho, o parque recebeu 62.305 visitantes, seguido do Orquidário, com 59.008, que reabriu as portas no dia 4 de junho, após ficar três anos fechado para reforma.

O terceiro ponto turístico da Cidade mais visitado nas férias foi o Museu do Café, que atraiu 19.103 visitantes. Já o Memorial das Conquistas Santos FC teve recebeu 10.158 e a Linha Turística do Bonde, 10.068 passageiros.

Na sequência, ficaram o Complexo Turístico do Monte Serrat (3.444 turistas), Pinacoteca Benedicto Calixto (2.694), Linha Conheça Santos (714 passageiros), Pantheon dos Andradas (673), Linha Conheça Santos-Morros (36) e Zona Noroeste (23), ambos registrando apenas um dia de passeio no mês passado.

Renina Katz na Pinacoteca

Pinacoteca Benedito Calixto

Av. Bartolomeu Gusmão, 15 – Boqueirão

Informações:(13)3288-2857

Apresentação inspirada no livro Mundocorpo é realizada na Pinacoteca

Apresentação poética marca o Percutindo Mundos: Mundocorpo, que acontece no próximo sábado, às 17 horas, na Pinacoteca Benedicto Calixto. O evento traz música, danças e literatura.

A atração é um jogo de música, teatro e literatura com uma equipe que trabalha com quase 100 instrumentos diferentes. A apresentação é inspirada no livro “Mundocorpo”, da Edições Caiçaras, escrito por Márcio Barreto, que atua no grupo com voz, percussão e sopro.

O livro foi lançado em maio na Casa das Rosas durante a Quinta Poética em São Paulo. O Percutindo Mundos já se apresentou também no Sesc Bertioga, na Millor Revistaria e Cybercafé com sucesso de público.

Conheça o grupo – Márcio Barreto (voz, percussão e sopro), Célia Faustino (voz, percussão e dança), Jean Ferreira (voz, percussão e dança), Felipe Faustino (percussão), Léo Augusto (percussão), Bira Aljahara (voz e percussão), Robson Peres (viola erudita) e Bruno Davoglio (baixo).

A entrada é gratuita e a Pinacoteca fica na Av. Bartolomeu de Gusmão, 15, Boqueirão, Santos. Mais informações (13) 3467-4387.

A Tribuna
Enhanced by Zemanta