Santos está repleta de boas opções de lazer no feriado

aquario

Natureza e história fazem parte do roteiro de lazer no feriado prolongado em Santos. São inúmeras opções gratuitas e de baixo custo para toda família, que vão da orla ao Centro Histórico e zona noroeste. Próximo ao maior jardim de orla marítima do mundo está o Aquário, atração mais visitada da cidade, com animais raros e curiosos, entre eles leão marinho, tubarão e pinguins.

A ciclovia é ideal para quem quer praticar esportes, e o Deck do Pescador, lugar certo para fisgar robalos e peixes-espada ou apenas contemplar a passagem de navios. No José Menino, o principal destaque é o Orquidário, onde vivem 400 animais, como tucanos, araras, corujas, felinos e primatas. Outras atrações do local são playground, jardim sensorial e trilha do mel.

Quem curte a natureza tem também como opção o Jardim Botânico Chico Mendes: uma área de 90 mil m² na zona noroeste, com mais de 300 espécies vegetais e diversas alamedas propícias para uma tranquila caminhada.

Para fazer uma viagem no tempo, nada melhor do que a linha turística do bonde e visitar o Palácio José Bonifácio (Paço Municipal), no Centro Histórico. Para conhecer um pouco de tudo da cidade a dica é o city tour da Linha Conheça Santos.

Roteiro cultural

Museus distribuídos em diversas regiões da cidade garantem uma agenda cultural variada. Para os amantes do esporte, boas opções são o Centro de Memória Esportiva De Vaney, com troféus conquistados por atletas da cidade desde 1939; e o Memorial das Conquistas do Santos FC (Vila Belmiro). Há ainda a Bolsa Oficial de Café, de 1922, com cafeteria, Sala dos Pregões e obras de Benedicto Calixto.

Outras opções são Miss (Museu da Imagem e Som de Santos), Museu de Arte Sacra, Museu do Porto e Pinacoteca Benedicto Calixto. Informações são obtidas pelo Disk Tour, no 0800-173887, todos os dias, das 8h às 20h.

Enhanced by Zemanta

Seis museus de Santos recebem Plano de Comunicação

instituto de pesca

Representantes de museus da Baixada Santista receberam, em reunião na Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, na última terça-feira (12), o Plano de Comunicação Institucional elaborado especificamente para equipamentos artísticos da região. O evento teve a presença do secretário estadual de Cultura, Marcelo Mattos Araújo.

Em Santos, foram contemplados os museus do Instituto de Pesca, do Mar, Marítimo, Memorial das Conquistas, do Porto e a Pinacoteca Benedicto Calixto.

O Plano de Comunicação Institucional, elaborado por técnicos do Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP) e Associação Cultural de Apoio ao Museu Casa de Portinari (ACAM Portinari), busca ampliar o acesso a estes locais e também apontar sua diversidade de atrações e riqueza cultural. A iniciativa faz parte do Programa de Modernização dos Museus Paulistas e aborda melhorias no atendimento ao público e nova identidade visual desses espaços.

A confecção de material de divulgação dos equipamentos da região, denominada Orla Cultural, também esteve na pauta. A iniciativa será lançada em data a ser definida.

Enhanced by Zemanta

Estação do Valongo completa 146 anos

BONDE_PORTUGUES_VALONGO

Porta de entrada para milhares de imigrantes e um dos principais patrimônios locais, a Estação do Valongo completa neste sábado (16) 146 anos. É o marco zero da construção, em 1860, da ferrovia São Paulo Railway, que ligava o porto ao interior, transportando café para exportação – o produto tornou Santos internacionalmente conhecida.

A inauguração foi marcada com a chegada do primeiro trem da linha que ligava São Paulo a Santos, ousadia de Irineu Evangelista de Souza, o barão de Mauá. Em 1856, ele obteve a concessão para construir a ferrovia, mas enfrentou problemas e repassou-a para a São Paulo Railway, que a administrou até 1947.

Em estilo neoclássico e influência vitoriana, a estação tem como destaque o alpendre (cobertura) e a torre com relógio, ladeada por quatro leões. O imóvel é tombado pelo Condepasa (1993) e Condephaat (2010).

Com a abertura da Via Anchieta, em 1947, a ferrovia entrou em declínio e a estação foi desativada em 30 de novembro de 1995, com a chegada do último trem. Em 2003, o prédio foi recuperado e desde março de 2004 abriga a Secretaria de Turismo.

estaçãovalongo

valongo

Enhanced by Zemanta

Passeios para fazer em Santos em dias de mau tempo

O verão pode ser extremamente instável na Baixada Santista. Quem, ao passar as férias de começo de ano na região, nunca teve que recolher o guarda-sol às pressas por causa de uma tempestade súbita?

Não se trata de azar: são os fatos. De acordo com relatórios da Defesa Civil de Santos, o índice pluviométrico da cidade foi, em janeiro de 2012, de 275 mm, contra 174,7 mm em julho do mesmo ano. No último mês de dezembro, a precipitação chegou a 348,7 mm. Ou seja, chuva suficiente para acabar com a praia de muitos turistas.

Mas sem desespero: em Santos, o visitante pode driblar o mau tempo com facilidade. Ao redor de seus 7 km de praias, o município tem museus, monumentos históricos e recantos ecológicos em grande escala – e quase todos com cobertura. Chegar até eles é fácil e, durante o passeio, tanto crianças como adultos podem ficar entretidos.

Conheça algumas atrações da cidade que podem – e merecem – ser visitadas durante um dia encoberto ou chuvoso na cidade de Pelé e Neymar. Boa parte delas têm entrada gratuita.

Memorial das Conquistas Santos Futebol Clube

Paixões clubísticas à parte, o Santos tem uma história que merece ser reverenciada por qualquer pessoa que goste de futebol. E o estádio da Vila Belmiro abriga o fascinante Memorial das Conquistas do alvinegro praiano, com centenas de troféus, camisas, flâmulas e fotos do clube que revelou Pelé, Neymar e muitos outros craques de bola.

O ambiente é embalado por narrações de importantes gols marcados pelo Santos e, nas visitas guiadas, o turista pode ir ao vestiário do time, atravessar o túnel de acesso ao campo e subir ao gramado da Vila. Uma das últimas novidades do museu é a réplica do troféu Puskás que Neymar ganhou por marcar, contra o Flamengo, o gol mais bonito do ano de 2011.

Aberto de terça a domingo, das 9h às 19h. As visitas guiadas são realizadas entre 10h e as 17h. Entrada: R$ 10 para a visita guiada. Rua Princesa Isabel, s/nº – Vila Belmiro. Tel: (13) 3225-7989. http://www.santosfc.com.br

Museu do Café

O Museu do Café está instalado no edifício em que funcionou, durante boa parte do século 20, a Bolsa Oficial do Café de Santos. O prédio foi inaugurado em 1922 e é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Desde 1998, abriga o Museu do Café, onde o visitante tem a chance de conhecer toda a história do ciclo econômico do café no Brasil.  O Salão do Pregão, onde as sacas de café eram negociadas, é decorado por lindas pinturas de Benedicto Calixto e um vitral batizado de “A Epopeia dos Bandeirantes”.

Além de cultura, o local oferece capacitação para os visitantes: cursos de barista são ministrados no museu duas vezes por mês.

Aberto de terça a sábado das 9h às 17h, e aos domingos das 10h às 17h. Visitas noturnas são realizadas duas vezes ao mês. Entrada: R$ 5 (aos domingos é gratuito). Rua 15 de Novembro, 95 – Centro Histórico. Tel: (13) 3213-1750. http://www.museudocafe.org.br

Aquário Municipal 

Inaugurado em 1945, com a presença do então presidente Getúlio Vargas, o Aquário de Santos é hoje uma das principais atrações turísticas do Estado de São Paulo. Em seus 31 tanques de água doce e salgada vivem mais de 2.000 animais (de 250 espécies diferentes) da fauna aquática, como tubarões, pinguins e peixes amazônicos.

A estrutura do Aquário de Santos, que ocupa uma área de 3 mil m² na frente da praia, encontra-se um tanto defasada, principalmente se comparada a oceanários de destinos como Lisboa e Cingapura. Mas as filas constantes na frente do aquário não mentem: o local ainda é uma popular instituição santista. Sessões com filmes infantis que abordam o universo da fauna aquática – como Happy Feet – têm sido realizadas semanalmente no local.

Entrada: R$ 5 (por R$ 8 é possível comprar uma entrada combinada para o Orquidário e o Aquário de Santos). Crianças com até 12 anos e maiores de 60 anos não pagam. Praça Luiz La Scala, s/nº, Ponta da Praia. Telefone: (13) 3278-7830. http://www.turismosantos.com.br

Parque Zoobotânico Orquidário 

O orquidário de Santos está localizado nos arredores do canal 1, a poucas quadras da orla da cidade, e é entretenimento garantido para quem gosta de observar a natureza. Em seus 24 mil m², o visitante pode admirar diversas espécies de árvores (palmeira-leque entre elas), mais de 2.000 plantas e cerca de 400 animais.

Alguns deles, como os pavões, cutias, saracuras e jabutis, se locomovem livremente pelo parque. Outros, como araras, tucanos, macacos, flamingos e jacarés, são mantidos em áreas cercadas.

O orquidário de Santos também conta com jardim sensorial, herbário, uma área com plantas do Brasil e um mostruário de orquídeas, além de espécies exóticas de aves, como o papagaio-do-mangue e o atobá.

Note que esta não é uma atração indicada para dias de chuva, mas um bom passeio para ser realizado com tempo nublado, quando a praia perde a graça.

Aberto de terça a domingo, das 9h às 18h. Entrada: R$ 5 (por R$ 8 é possível comprar uma entrada combinada para o Orquidário e o Aquário de Santos). Crianças com até 12 anos e maiores de 60 anos não pagam. Praça Washington, s/nº – José Menino.Tel: (13) 3237-6970. http://www.turismosantos.com.br

Basílica de Santo Antônio do Embaré

Fala-se em Santos que toda noiva da cidade sonha em se casar na Basílica de Santo Antônio do Embaré – e, de fato, a espera por um matrimônio na igreja pode durar anos. Tal fascínio e obsessão são justificados: a basílica é um mais belos monumentos religiosos da Baixada Santista. Inaugurado em 1945 na frente do mar, o edifício tem arquitetura neogótica e um interior (são 18 metros de pé direito) cobertos por afrescos de Pedro Gentili – e coroado por um órgão com aproximadamente 3.800 tubos.

Na entrada, os visitantes são recebidos por estátuas de São Paulo e São Pedro, além de uma linda composição que mostra Santo Antônio recebendo o Menino Jesus das mãos de Maria.

Lindos vitrais que retratam a vida dos franciscanos decoram o interior da igreja, em Santos.

Aberta de segunda a sexta, das 7h às 20h; sábados e domingos, das 8h às 21h. Entrada gratuita. Av. Bartolomeu de Gusmão, nº 32 – Embaré. Tel: (13) 3227-5977.

Pinacoteca Benedicto Calixto

Instalada em um casarão de estilos neoclássico e art noveau na avenida da praia, a pinacoteca exibe obras de um dos principais artistas da história do Brasil. Nascido em 1853 no que hoje é o município de Itanhaém,

Benedicto Calixto pintou lindas paisagens da Baixada Santista entre o final do século 19 e o começo do século 20, como os quadros “Porto e cidade de Santos vistos da Itapema” e “Santos Antiga”, ambos de 1922 e em exibição no museu.

O quadro “Revoada de Maio”, de Benedicto Calixto, é uma das atrações da principal pinacoteca de Santos, assim como objetos pessoais do artista, como pincéis, câmera fotográfica e até uma bengala. Após o passeio, se o tempo permitir, vale a pena passar algum tempo no belo jardim atrás do museu.

Aberto de terça a domingo, das 9h às 18h. Entrada gratuita. Avenida Bartolomeu de Gusmão, 15 – Boqueirão. Tel: (13) 3288-2260. http://www.pinacotecadesantos.org.br

Museu do Surf

Localizado no Parque Municipal Roberto Mário Santini, o Museu do Surf é rodeado por praias, pistas de skate e pelo local onde ocorrem algumas das melhores ondas de Santos. Com excelente vista, o museu peca por falta de organização, mas pode ser uma distração interessante para quem está na orla.

O Museu do Surfe exibe dezenas de pranchas de diversos modelos e de diversas épocas, além de cartazes de competições de surfe históricas e fotos que mostram a época das pranchas de madeirite e a era do longboard.

Se o tempo melhorar, o turista pode sentar em um mirante ao lado do museu e admirar legiões de surfistas enfrentando as ondas do mar de Santos.

Aberto de segunda a segunda, das 9h às 18h. Entrada gratuita. Parque Municipal Roberto Mário Santini – José Menino. Tel: (13) 3288-4404

Pantheon dos Andradas

José Bonifácio de Andrada e Silva, o patriarca da Independência do Brasil, nasceu em Santos em 1763. Morreu em Niterói em 1838 e, por 85 anos, seu corpo esteve na igreja e no convento de Nossa Senhora do Carmo, na cidade santista.

A construção de um panteão começou apenas em 1921 e foi concluída em 7 de setembro de 1923.  O monumento, hoje aberto a visitas turísticas, e localizado no coração do centro histórico de Santos, guarda os restos mortais de outros membros da família Andrada, como Antônio Carlos e Martin Francisco, irmãos de José Bonifácio.

No túmulo do patriarca, a inscrição: “Eu desta glória só fico contente que a minha terra amei, e a minha gente”.

Aberto de terça a sexta, das 9h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 11h às 17h. Entrada gratuita. Praça Barão do Rio Branco, s/nº – Centro Histórico. Tel. (13) 3221-8595

Uol

Enhanced by Zemanta

Cidade oferece passeios para todas idades e gostos

turistas

Os dias de folia estão se aproximando e os pais precisam se reinventar para preencher o tempo de folga da criançada por mais cinco dias. Uma boa opção é aproveitar os dois parques campeões no gosto da garotada: o Aquário, na Ponta da Praia, e o Orquidário, no José Menino. Nestes dias de carnaval o primeiro funcionará diariamente, das 9h às 20h, com bilheteria fechando 15 minutos antes e o Orquidário, das 9h às 19h, com bilheteria até 18h.

No Centro Histórico o passeio mais procurado é o charmoso Bonde Turístico, com saída da Praça Mauá. De sábado a terça, circulará das 11h às 17h, e na quarta, das 12h às 17h. Cada um desses três passeios – Bonde, Aquário e Orquidário – custa R$ 5,00. Estudantes e professores pagam 50% do valor, já crianças até 12 anos e idosos acima de 60 têm gratuidade. Informações no Disk Tour: 0800 173887.

Praia tem diversas possibilidades gratuitas

Principal cartão postal da Cidade, a orla da praia por si só já é um convite à contemplação da natureza independentemente da estação do ano. A garotada pode percorrer a orla inteira pela ciclovia, que agora também conta com bicicletas gratuitas, cujo cadastro deve ser feito pela internet (www.movesamba.com/bikesantos).

Também na praia está localizado o Parque Roberto Mário Santini, no José Menino, com museu do surfe, pista de skate e playground. Para os pequenos foliões, o Carnaval também poderá ser aproveitado nas tendas, de domingo a terça, a partir das 15h.

Enhanced by Zemanta

Parabéns Santos – 467 anos

Santos 467anos

Aberto ao público, 17ª Sketchcrawl acontece na Gibiteca de Santos

sketchCrawl.com santos

Sacar o lápis do estojo, olhar o ambiente externo e esboçar no papel o que mais chamou atenção. Essa é a proposta da 17ª edição do Sketchcrawl (desenho ao ar livre), evento que acontece domingo e reunirá artistas em diversas cidades dos EUA, Europa e do Brasil.

Na Cidade, a Gibiteca Municipal Marcel Rodrigues Paes (no Posto 5, Praia do Boqueirão) será o palco do encontro, às 14 horas. É a quarta vez que o evento acontece em Santos. Foi criado em 2004, nos EUA, por Enrico Casarosa, um dos desenhistas da Pixar.

Qualquer um pode participar, desenhista profissional ou não. É permitido usar seu próprio suporte (qualquer tipo de papel) e material de preferência (lápis ou caneta). Menores de idade devem comparecer com os pais ou responsáveis.

Após concluir os desenhos, os participantes publicam as imagens no site oficial (www.sketchcrawl.com), possibilitando a todos uma viagem a vários lugares do mundo.

Para Natália Cunha, uma das organizadoras, o Sketchcrawl na Cidade possui a particularidade de ter muitas crianças e jovens participando. “Como arte-educadora, fico feliz. Para as crianças é legal ver outras pessoas desenhando, mas elas seguem suas próprias formas.”

A arte-educadora Natália afirma que desenhar nas ruas possibilita muitas experiências. “Além de ser um ótimo exercício, já que proporciona sair da comodidade do ateliê, exige concentração e rapidez, pois muitas vezes o entorno é barulhento e o modelo-vivo pode ir embora. Desenhar em locais públicos também permite ganhar um olhar atento à cidade, reparando e contemplando detalhes que podiam passar batido na correria do cotidiano”, evidencia.

Mesmo sendo recente em Santos, lembra Natália, o evento recebe muitos elogios de desenhistas de outros países e alguns até se justificam quando não podem prestigiá-lo por meio da web.

A gibiteca fica na Avenida Bartolomeu de Gusmão, s/n, Boqueirão, próximo à Av. Conselheiro Nébias.

 

 

A Tribuna

Pinacoteca Benedicto Calixto

Fiel retratista do mar, Benedicto Calixto foi nacional e internacionalmente reconhecido por sua obra. Começou sua carreira retratando com perfeição cenas do cotidiano e costumes de Santos e regiões próximas. Teve sua primeira exposição permanente  aos 18 anos, e foi a partir desta que ele foi consagrado, ganhando bolsa de estudos em Paris. Quando retorna, cria a pintura do teto do Teatro Guarani, que não existe mais.
Residiria em São Vicente, onde vivera até seu falecimento por parada cardíaca em 31/05/1927.

Situada a rua Bartolomeu de Gusmão número 15, a Pinacoteca Benedicto Calixto recebeu esse nome em 1986, de acordo com lei municipal.

O casarão branco foi construído pelo alemão C.A.Dick , em 1900. Foi vendida para Francisco C. Pires, um barão do cafe. Que logo em seguida vende para um asilo de inválidos  Em 1921 Francisco Pires resgata o resgata e executa uma ampla reforma, dando ao casarão formas atuais.

Devido a quebra da bolsa de café, os Pires tiveram que se desfazer da propriedade, onde por um tempo funcionou um pensionato de moças. Uma família de espanhóis compra a casa, e seus herdeiros não percebendo o valor da propriedade a aluga a moradores de rua, transformando o casarão em um cortiço  o que gera a depredação do mesmo. Com a falta de pagamento de impostos, a prefeitura intervem, declarando o imóvel patrimônio histórico cultural de Santos. Resgatando e restaurando o imóvel e concedendo o nome do pintor do mar, expondo suas obras.

Com patrocínio da Rodrimar, a pinacoteca conta com exposições gerais, aulas de musica e palestras em geral grátis e abertas ao publico.
Tem uma biblioteca com grandes obras da arte que pode ser consultada de terça a sexta das 9 as 18 horas.

Novo projeto, chamado Livro Livre, conta com títulos disponíveis a população  que pode ser retirado, lido e passado a diante. sendo deixado em lugares movimentados, para que outra pessoa possa ler. O projeto aceita doações  que pode ser entregue na biblioteca da pinacoteca.

O casarão conta também com uma lojinha, que vende produtos relacionados a sua historia e a de Benedicto Calixto, conta com bloquinhos, canetas, cartões postais e  livros. São dois deles, A Branquinha – a historia do Casarão Branco, historia para crianças  escrito por Barbara Leite, funcionária da Pinacoteca, e Memorias do Casarão Branco, escrito por Edith Pires Gonçalves Dias, decima primeira filha de Francisco Pires, que aos 94 anos esbanja lucidez e simpatia.

A Pinacoteca fica aberta de terça a domingo das 9 as 18 horas. e pode-se agendar visitas guiadas gratuitamente pelo telefone 32882857.

Mariana Fernandes

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Aquário tem novos moradores a partir deste sábado

moreia

Elas têm menos de um ano, as mandíbulas poderosas e os dentes longos e afiados. Três moreias-pintadas (Gymnothorax ocellatus) estão, a partir de sábado (19), expostas no Aquário. Elas são as mais novas moradoras do parque, que não dispunha dessa espécie, e estão instaladas no tanque com as três moreias-verdes, já conhecidas dos frequentadores.

Espécie típica do Oceano Atlântico, chega a um metro de comprimento e a coloração do corpo – marrom amarelado, coberto de manchas brancas arredondadas – acabou por lhe conferir o nome popular.

“Elas gostam de águas tropicais, mais quentes, e são carnívoras, alimentando-se, sempre à noite, de peixes e crustáceos, sobretudo camarões e siris”, declarou o biólogo Demétrio Martinho.

Crianças aprovam a aventura do Orquidário noturno

orquidário noturno

Foi uma aventura e tanto circular à noite pelo Orquidário com lanternas em punho e localizar morcegos, sapos e aves; ver o jacaré imobilizado pela luz e como dormem as aves e os macacos-prego. E ainda: dormir tarde, após uma ‘guerra de travesseiros’ e, por volta das 6h desta quinta (17), acompanhar o “café da manhã” dos animais.

“Tem até kiwi”, surpreendeu-se German Vieira, 11 anos, uma das 20 crianças do curso de férias ‘O ecocidadão’. O menino também se espantou com o coachar dos sapos e com as araras, que emitem sons também à noite.

Gabriel Santos, 9 anos, adorou os jogos, gincana, filmes e de ter criado, com seu grupo, uma história apresentada em teatro de sombras. “Gostei de tudo”, foi logo dizendo, enquanto colocava a mochila na bicicleta do pai, o zelador Edson dos Santos.

Turismo Religioso – Dias e horários para visitação

turismo religioso santos

turismo religioso

Restauro da fachada da prefeitura chega ao telhado do 4º andar

prefeitura santos

A próxima etapa da obra de restauro da fachada do Palácio José Bonifácio, sede do Executivo santista, será a troca do telhado do 4º andar, programada para começar em 15 dias. Como acontece no telhado do 5º andar, já em fase de conclusão, a estrutura de madeira será trocada pela metálica, e as telhas voltarão a ser de barro, como eram originalmente.

Conforme o arquiteto Ronald do Couto Santos, da Secretaria de Infraestrutura e Edificações, responsável pela supervisão da obra, cerca de 20 homens trabalham em várias frentes.
A obra incluirá instalação de sistema de drenagem nos aparelhos de ar-condicionado para evitar gotejamento e manchas na fachada.

Após a recuperação e lavagem, o prédio receberá aplicação de hidrofugante, uma espécie de selador que protege das ações do tempo. O custo está orçado em R$ 3,2 milhões, provenientes do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias.

Aquário e Orquidário ampliam período de funcionamento

Tendo em vista o grande público registrado desde o início do ano no Aquário e Orquidário, a Setur (Secretaria de Turismo) vai ampliar o período de funcionamento dos parques, medida que vigorará até o término da temporada de verão (28 de fevereiro).

A partir da próxima semana, o Aquário passa a abrir também às segundas-feira. Durante a semana, o parque funciona das 9h às 19h, e aos sábados, domingos e feriados, das 9h às 20h – a bilheteria fecha sempre meia hora mais cedo.

Já o Orquidário abrirá às segundas a partir do próximo dia 21, funcionando diariamente das 9 às 19h (a bilheteria fecha 1h antes), permitindo ao público mais uma hora de visitação.

Movimento
De 1 a 10 deste mês, o Aquário recebeu 36.150 visitantes, 9,8% a mais do que igual período no ano passado, e Orquidário. 6.665 pessoas – no início de 2012, o parque encontra-se fechado para obras.

Turistas aproveitam roteiro de visita cultural nas igrejas

turismo religioso

Nem mesmo o tempo chuvoso desta quinta-feira (10) foi motivo para desanimar os turistas que estão curtindo a cidade. Passeando com a família pela orla, Josélia Berso de Oliveira, em Santos pela primeira vez, se encantou com a imponência da Basílica de Santo Antônio do Embaré. Ao visitá-la foi recebida pelo vovô Antônio Ulisses Ernesto Piotto, que apresentou o templo.

Piotto é um dos monitores do programa Visita Cultural às Igrejas, promovido pela prefeitura e que oferece visitação gratuita em cinco igrejas de relevância cultural, histórica e arquitetônica. Além da Basílica do Embaré, também fazem parte o Santuário do Valongo (bairro do Valongo), Catedral e Convento e Ordem Terceira do Carmo (ambos no Centro Histórico).

“Achei esta ideia muito bacana. Não lembro de ter visto nada parecido em outro lugar. É bem organizado e recebemos explicações ótimas”, disse Josélia, de São José do Rio Preto.

‘Vovô Sabe Tudo’ dá charme especial ao programa
O roteiro de visitação às igrejas tem um ingrediente especial: a monitoria é feita por dez participantes do programa municipal Vovô Sabe Tudo. Eles recebem ajuda de custo de um salário mínimo por dedica algumas horas da semana para compartilhar seus conhecimentos. Em 2012 as igrejas do roteiro receberam 15.655 visitantes.

Alfândega do Porto de Santos abre as portas para a população

A Receita Federal iniciará, no próximo dia 28, o projeto “Conheça a nossa Aduana”. O objetivo é mostrar aos contribuintes, por meio de visitas, o trabalho desenvolvido pelos servidores nos portos e aeroportos de todo o país. Na Alfândega do Porto de Santos, os visitantes poderão conhecer o Museu de Produtos Contrafeitos. As vagas para o passeio são limitadas e necessitam de agendamento prévio.

A população poderá conhecer, também, as unidades aduaneiras localizadas nos portos secos da Capital e de Santo André, aeroportos de Cumbica, em Guarulhos, e Viracopos, em Campinas, e no Serviço de Controle de Remessas Postais Internacionais (Serpi), que concentra as encomendas internacionais postadas nos Correios.

Em todo o Estado de São Paulo, foram disponibilizadas 250 vagas, maior parte delas para a Alfândega de São Paulo. As visitas acontecem nos próximos dias 28 e 29.

A abertura à visitação das dependências aduaneiras ocorre duas vezes por ano: em janeiro, mês em que se comemora o Dia Internacional da Aduana, e em julho.

Em Santos, as visitas acontecem no dia 28. O agendamento é feito por meio do telefone (13) 3208-2007. O horário de atendimento é das 8h30 às 12h e das 14h às 17h.

santos

A Alfândega de Santos

Originou-se da Alfândega de São Vicente, cujo porto era impróprio para navios de maior calado.  A mudança do porto para sua localização atual gerou a fundação da cidade de Santos e a transferência da aduana para esta. A própria Provedoria da Fazenda Real acompanhou a alfândega, mudando-se também para Santos. A alfândega teve vida movimentada, com episódios marcantes, como os ataques dos corsários Cavendish, Joris Spilberg e Fenton, o grave incidente entre o provedor Timóteo Correia de Góis e o capitão-mor Diogo Pinto do Rego, e o saque dos armazéns do sal pelo famoso régulo Bartolomeu Fernandes Faria.

As sucessivas modificações políticas na capitania não influíram na atividade aduaneira; mesmo depois da mudança da capital para São Paulo, no final do século XVIII, a Provedoria permaneceu algum tempo em Santos. Tornada autônoma pela criação da Junta da Real Fazenda da Capitania de São Paulo, passou a ser dirigida pelos Juízes de Fora de Santos, que acumulavam a função de Juízes da Alfândega. Teve um fugaz momento de glória durante o Ciclo do Ouro, mas só se tornou realmente importante em meados do século XIX, quando se firmou como o maior porto exportador de café do mundo. Foi dirigida por vários homens célebres como Brás Cubas, Amador Bueno da Ribeira e o Marquês de São Vicente, José Antônio Pimenta Bueno.

Em 1969, foi transformada na Delegacia da Receita Federal de Santos e, recentemente, em 3 de maio de 1994, foi reinstalada a Inspetoria da Alfândega do Porto de Santos.

Ministério da Fazenda

Enhanced by Zemanta

Santos é destaque do Caderno de Turismo do Correio Popular

turismo

A diversidade dos atrativos locais, que vão de passeios de bonde até intensa atividade cultural, passando por equipamentos que mostram fauna e flora brasileiras, passeios gratuitos de bicicleta e, claro, os sete quilômetros de praias, foram destaque do Caderno de Turismo (CT) do Jornal Correio Popular, de Campinas (SP), no último dia 16. O diário, fundado em 1927 e o de maior circulação naquela região, tem tiragem de 45 mil exemplares, chegando a 66 mil aos domingos, quando circula o CT.

A foto de capa mostra a orla, do Boqueirão à Ponta da Praia, e a página dedicada a Santos ressalta, de início, as facilidades do Rodoanel Mário Covas para chegar a Santos. A matéria, de autoria da jornalista Karina Fusco, mostra a cidade com atrações para “todas as tribos: famílias com crianças, jovens, integrantes da melhor idade, esportistas, baladeiros, ou todos juntos e misturados”. Cita também a existência dos novos quiosques, da boa rede hoteleira e da extensa malha cicloviária, que tem na orla seu trecho mais movimentado, tanto por santistas como turistas.

O texto ainda destaca atrações como o Aquário, Orquidário, Museu do Café e o Complexo Turístico do Monte Serrat, lembrando o fato de Santos ser a capital dos cruzeiros marítimos do país. O porto recebeu, na última temporada (2011-2012), cerca de 1,2 milhão de passageiros, entre embarque, desembarque e trânsito.

A existência das três linhas Conheça Santos mereceu citação especial. O city tour percorre cerca de 40 locais e destina-se a quem tem pouco tempo para conhecer a cidade.

Sede da Prefeitura de Santos abre suas portas a todos os públicos

N_112528145627

Muitos santistas nunca entraram no prédio que representa sua cidadania, o Palácio José Bonifácio. E estão perdendo a oportunidade de conhecer um pedaço da trajetória do Município e, por conse-quência, de sua própria história. Mas existe uma opção para rever este erro: passeios monitorados pela sede da Prefeitura, que acontecem gratuitamente, a cada meia hora das 11h às 17h dos sábados, domingos e feriados.

Trata-se de um belo exemplar do ecletismo. Um monumento inaugurado no centenário da emancipação de Santos da condição de povoado à de cidade, em 26 de janeiro de 1939. Segundo o guia Eric Iozzi, sua construção demorou dois anos, mas a obtenção do terreno, décadas.

A entrada é adornada por duas estátuas de grandes proporções. Ao lado esquerdo da escadaria, o deus do Comércio, Hermes, repousa sobre um muro. No outro, Minerva, exibe formas voluptuosas e elegantes. Em sua mão, a chama que representa a sabedoria dá o referencial para os visitantes.

Os portões são europeus – provavelmente ingleses – e trazem, como muitos dos prédios da Cidade, sinais de sua principal riqueza, o café, eternizado em aço. No saguão de entrada, um belo ambiente revestido de mármore português e italiano, duas estátuas em bronze recebem os visitantes: um bandeirante e um religioso. Acima, no primeiro patamar das escadas envolventes, observa tudo o Patrono da Independência, José Bonifácio.

O passeio segue pelo primeiro andar do prédio, um local que passa por um caminho que, até a pouco tempo, unia dois poderes políticos: Executivo e o Legislativo. À direita das escadas, portas de vidro dão acesso às antigas dependências da Câmara Municipal e seu salão nobre, batizado de Princesa Isabel. Ali, em uma sala com formato elíptico, com inclinação de anfiteatro e balcão superior, eram discutidas até 2010 as leis que alteraram história e rotinas locais.

Outro ponto do Paço Municipal que chama a atenção é o salão Esmeraldo Tarquínio, construído com intenção de homenagear a sala dos espelhos do Palácio de Versalhes, sede da antiga realeza francesa. É um ambiente que se impõe pela beleza e riqueza de detalhes e ornamentos. Os lustres (como o salão Princesa Isabel) são de cristal Bacarat. O piso é feito em marchetaria de madeiras nobres e os detalhes, espelhos, cadeiras e mesas usam o dourado como tema. A técnica de douração naquele tempo usava o suprimento de pó de ouro para que as dobras do mobiliário recebessem o dourado que ainda hoje o caracteriza.

É uma dica de lazer em que a beleza chega aos últimos detalhes. Moradores e turistas podem fazer o passeio, marcado pela viagem por quase 74 anos de história.

 

A Tribuna

Enhanced by Zemanta

Aquário de Santos registra recorde de visitantes no Réveillon

aquario

O Aquário Municipal de Santos quebrou recorde neste final de semana prolongado pelo Réveillon ao registrar 11.539 visitantes em apenas quatro dias, maior movimento desde 2009, quando o feriado teve um dia a mais. São três mil pessoas a mais do que o apurado no feriado do Natal e só foi superado, nessa data, em 2008.

Nesta quarta-feira não foi diferente. Quem esperava ir à praia precisou mudar de planos. Com a chuva, o parque foi um dos alvos principais da população, em especial dos turistas, que já formavam fila pela manhã.

Além dos olhares curiosos que disputavam espaço em frente aos recintos dos animais, era comum observar inúmeras máquinas fotográficas registrando as espécies marinhas.

Michele Santos, de 32 anos, fazia questão de mostrar todos os animais para a filha Ana, 4. Ela fazia parte de um grupo de 11 pessoas vindas do Mato Grosso. “Todo ano venho à cidade e quis trazer o pessoal ao Aquário para conhecer os animais de água salgada, já que no nosso Estado há muito peixe de água doce”.

Para Camila Cardoso, 24, moradora de Campinas, e Alexandre Ventura, 29, que vive em Londres, na Inglaterra, o passeio no Aquário será uma lembrança especial porque eles estão na cidade para celebrar o noivado ao lado dos familiares. “Não vinha aqui desde os cinco anos de idade e vejo que está muito melhor, mais amplo e bonito”, disse Alexandre.

João Pedro, 9, e sua mãe Simone Benittes, 43, ambos de Mato Grosso do Sul, costumam passar o ano novo na região. Desta vez, segundo Simone, o jovem turista foi além das belezas dos animais, e despertou para a conservação ambiental. “Notei que ele captou outro tipo de informação, inclusive chamou minha atenção para o banner sobre os animais vítimas do lixo”, disse ela.

Na temporada, o Aquário abre todos os dias. De segunda a sexta, das 9h às 18h45, e aos sábados, domingos, feriados e pontos facultativos, das 9h às 19h45. O ingresso custa R$ 5,00, com isenção para crianças até 12 anos e maiores de 60, enquanto estudantes pagam R$ 2,50.

 

A Tribuna

Nessas férias, venha conhecer a cidade de Santos. Você será muito bem vindo.

24
23
22
21
20
19
18
17
16
15
14
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1

Fotos: Tadeu Nascimento, Ricardo Nogueira, Marcelo Justo, Luciano Amarante e Eduardo Tadei.

Roteiro na temporada mescla lazer e cultura

turismo

O leque de alternativas de diversão na cidade abrange pontos turísticos, museus, passeios de bonde, de bicicleta nas ciclovias ou à beira-mar. Enfim, são atrações para todos os gostos e idades na temporada de verão, que como sempre deve atrair milhares de turistas.

A primeira delas, e um dos principais cartões postais da cidade, é a orla com 7 km de extensão e maior jardim de praia do mundo, segundo o Guinness Book (livro dos recordes). Suas alamedas são um convite a caminhadas ou simplesmente para aproveitar a sombra das árvores. Já para quem aprecia quadros e artesanato, as opções são a FeirArte, no Boqueirão, Concha Acústica e Jardim das Artes, respectivamente, no canal 3 e Ponta da Praia. Na Pinacoteca Benedicto Calixto, também no Boqueirão, há frequentes exposições de pinturas e apresentações musicais.

Ainda na orla, o Aquário Municipal, segundo parque público mais visitado do Estado, é outra atração, assim como o Deck do Pescador, para quem quer relaxar. Não faltam também museus na Ponta da Praia, como os de Pesca, do Mar e Marítimo. Saindo da praia, há ainda os museus de Arte Sacra, no sopé do Morro do São Bento, e do Porto, no Macuco.

O Museu e a Bolsa do Café, no Centro Histórico, são ótimos programas. Os visitantes podem contemplar a arquitetura barroca, apreciar fotos de Santos antiga nos tempos áureos do café, além dos entalhes artísticos dos móveis do Pregão da Bolsa. Mais: saborear a tradicional bebida e degustar os derivados do produto como frapês, sorvetes e musses.

Para os amantes do verde, o Orquidário, no José Menino, é visita obrigatória. O parque, com 24 m² de área, reúne plantas nativas e várias espécies de orquídeas, além de 400 animais, entre pavões, cotias, saracuras e jabutis, que passeiam livremente pelas alamedas. Na zona noroeste, a pedida é o Jardim Botânico Chico Mendes, reserva ambiental com 90 m² de área e mais de 300 espécies vegetais da mata atlântica e Amazônia.

Outras dicas são o Memorial das Conquistas do Santos F. C., na Vila Belmiro, que resgata a trajetória de glórias do clube, com troféus, fotos e peças de vários craques, entre eles o Rei Pelé; Monte Serrat, com o bondinho e a capela, e Fonte do Itororó (na subida do morro), que virou até música. Na área gastronômica, um destaque é o restaurante-escola Estação Bistrô, no Valongo), com pratos a preços acessíveis.

Bonde

No Centro Histórico, é imperdível o passeio de bonde, cujo percurso de 5 km abrange 50 pontos turísticos e históricos, com monitoramento de guia, como Pantehon dos Andradas (praça Barão do Rio Branco), onde estão os restos mortais de José Bonifácio de Andrada e Silva (Patriarca da Indepedência) e seus irmãos; Outeiro de Santa Catarina (marco de fundação da Vila de Santos), Estação do Valongo, Catedral, e Teatro Coliseu. O bonde sai da praça Mauá.

Um roteiro mais completo pela cidade pode ser feito de micro-ônibus nas Linhas Conheça Santos e Conheça Santos-Morros, com saídas da praça das Bandeiras, no Gonzaga. Informações sobre endereços e horários podem ser obtidas no Disk Tour 0800-173887, das 8h às 20h, ou no site http://www.turismosantos.com.br.

Enhanced by Zemanta