‘Tese sobre um homicídio’ com Ricardo Darín no Cine Arte Posto 4

tese sobre um homicidio

O filme argentino ‘Tese sobre um homicídio’ estrelado por Ricardo Darín é a atração do Cine Arte de 01 a 07 de novembro.

A história gira em torno do professor de Direito Criminal Roberto Bermudez, da Faculdade de Direito de Buenos Aires e o aluno  Gonzalo (Alberto Ammann), filho de um amigo. Quando um brutal crime acontece perto da faculdade  o professor logo se interessa pelo caso e começa a estudá-lo. Com os fatos apurados chega a suspeitar de que o assassino é seu aluno Gonzalo. Seria essa a realidade ou apenas criação de sua mente?

Classificação: 14 anos. Sessões às 16h, 18h30 e 21h. Ingressos: R$ 3,00.

 

‘Tese sobre um homicídio’

De 01 a 07 de novembro

Sessões: 16h, 18h30 e 21h

Cine Arte Posto 4 

Praia do Gonzaga,  canal 3

 

 

Jair Rodrigues faz show gratuito na Fonte do Sapo

jairrodrigues

O evento “Cultura Caipira – Moda de Viola” ocorre na Fonte do Sapo (Praia da Aparecida), às 18h

E conta com as participações de Erick Rios, Paulo Dáfilin e o Duo Gilson Bambuira e Elê Carvalho

O cantor Jair Rodriguês faz participação especial no evento “Cultura Caipira – Moda de Viola”, que ocorre próximo dia 10/11 (domingo), às 18h, na Fonte do Sapo, localizado à Avenida Bartolomeu Gusmão, s/n, Praia da Aparecida, Santos/SP. No show o multi-instrumentista Paulo Dafilin, considerado um dos maiores violeiros do país e conhecido por tocar com artistas como Maria Bethânia e Renato Teixeira, acompanhado por banda completa toca sucessos tradicionais deste estilo e recebe alguns artista regionais, como Erick Rios, Thiago Lima e o Duo Gilson Bambuira e Ellê Carvalho.

Um dos grandes pontos altos do evento é a presença do cantor e compositor Jair Rodriguês que encantará ao público com sucessos como “Rancho Fundo” e “Luar do Sertão”.

A exibição tem aprovação da Secretaria de Estado da Cultura, dentro do Programa de Ação Cultural (ProAC), o patrocínio da Astra e a produção assinada pela Destaque Cultural.

Trata-se de um projeto que visa enaltecer e resgatar a cultura caipira, tão peculiar que preservou muito hábitos de uma época em que o Brasil era uma colônia de Portugal, portanto é totalmente enriquecedor resgatar e apresentar um nicho cultural essencial da ‘Alma do brasileiro’ às novas gerações e a públicos interessados em resgatar tais raízes.

O evento proporcionará ao público oportunidade única de interagir com uma cultura riquíssima do qual grande parte da população é descendente.

Serviço:

Evento: Projeto “Cultura Caipira – Moda de Viola”

Part. Jair Rodriguês, Paulo Dafilin, Erick Rios, Tiago Lima e Duo Gilson Bambuíra e Ellê Carvalho.

Data: 10 de novembro (domingo)

Horário: A Partir das 18h

Local: Fonte do Sapo | Av. Bartolomeu Gusmão, s/n, Praia da Aparecida, Santos/SP

Entrada Franca

Classificação Etária Livre

Realização: Destaque Cultural

Patrocínio: Astra

* Aprovado pela Secretaria de Estado da Cultura, dentro do Programa de Ação Cultural (ProAC)

Produção Santos: Luiz Fernando Jacomelli / Cena Brasil Produções Culturais e Eventos.

‘A memória que me contam’ no Cine Arte Posto 4

07-a-memc3b3ria-que-me-contam

De 18 a 24 de outubro, o Cine Arte Posto 4 (praia do Gonzaga, ao lado do canal 3) exibe a produção nacional ‘A memória que me contam’.

Na trama, após a morte da amiga e ex-guerrilheira Ana (Simone Spoladore), Irene (Irene Ravache) se depara com uma vida cheia de conflitos e desilusões. Direção: Lúcia Murat.

Ingressos: R$ 3,00. Sessões às 16h, 18h e 21h.

‘Juan dos Mortos’ no Posto 4

juan

A comédia de humor negro ‘Juan dos Mortos’ produzida por Cuba e Espanha é o filme que entra em cartaz no Cine Arte Posto 4 a partir de 11 de outubro.

Repleto de humor negro, Juan e seus amigos vivem uma série de situações absurdas que subvertem e homenageiam o gênero de filmes de zumbi como poucos souberam fazer. O filme foi vencedor de vários prêmios de melhor filme e melhor roteiro em vários festivais ao redor do mundo e concorreu ao Goya de melhor filme no ano passado.
‘Juan dos Mortos’

De 11 a 17 de Outubro

Sessões 16:00 – 18:30- 21:00

Cine Arte Posto 4

Av. Vicente de Carvalho, s/n – Santos

Informações e reservas: (13) 3288-4009

Filme ‘A espuma dos dias’ no Cine Arte Posto 4

A-Espuma-dos-Dias1

Publicado originalmente em 1947, ‘A espuma dos dias’ tornou-se um romance de formação obrigatório na literatura francesa. A obra surrealista do escritor francês Boris Vian (1920–1959), levada aos cinemas pelo diretor Michel Gondry trata de uma história de amor como várias outras, porém absolutamente original.

Colin (Romain Duris) é um homem rico e despreocupado, que nunca teve muito sucesso com as mulheres, até conhecer Chloé (Audrey Tautou) durante uma festa. Apesar de um primeiro encontro desastroso, os dois se apaixonam e se casam. O casal está sempre cercado pelos amigos Nicolas (Omar Sy), um cozinheiro talentoso, oChick (Gad Elmaleh), um intelectual pobre e fascinado pelo filósofo Jean Sol-Partre, e a extrovertida Alise (Aïssa Maïga). Tudo caminha bem, até o dia em que Chloé é diagnosticada com uma doença rara: ela tem uma flor de lótus crescendo dentro do seu pulmão. O caríssimo tratamento exige o uso de diversos medicamentos e a aplicação de centenas de flores, levando Colin à falência, e a amizade do grupo à crise.

De 04 a 10 de outubro
Sessões 16:00 – 18:30- 21:00

Cine Arte Posto 4

Av. Vicente de Carvalho s/n

Os Prédios Tortos de Santos – Fotografias

1 2 3 4

Fotos: Amusing Planet

“Os Amantes Passageiros” no Cine Arte Posto 4

amantes passageiros

A comédia espanhola “Os Amantes Passageiros”, está em cartaz no Cine Arte Posto 4 até o dia 26 de setembro.

Dentro de um avião fora de controle, um grupo de personagens excêntricos acredita estar vivendo suas últimas horas de vida. Em meio ao desespero geral, eles começam a fazer confissões inesperadas sobre seus pecados e suas últimas vontades.

Elenco: Javier Cámara, Carlos Areces, Raúl Arévalo, Lola Dueñas, Cecilia Roth, Hugo Silva, Antonio de la Torre, José Maria Yazpik
Direção: Pedro Almodóvar
Gênero: Comédia
Duração: 90
Classificação: 16 Anos

Caminhada ’28º Dia Internacional de Limpeza Costeira’

ecofaxina.gif


Uma caminhada para conscientizar a população sobre os efeitos da poluição marinha no estuário santista  marcará o  28º Dia Internacional de Limpeza Costeira.  A ação acontece no próximo sábado, dia 21, na orla da praia, com promoção do Instituto Ecofaxina e terá início às 9 horas, atrás do Aquário Municipal de Santos, na Ponta da Praia.

Entidades ambientais e a equipe de educação ambiental do Aquário Municipal estarão em tendas para promover atividades, informando e mobilizando a população através de fotografias, banners, animais marinhos, jogos educacionais e oficina de desenho.

Ás 15 horas,com apoio da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e da Polícia Militar, os participantes sairão do Aquário Municipal,  pela avenida da praia, em direção ao Parque Roberto Mário Santini (emissário submarino).

Nova camisa do Santos tem como referência orla da cidade

76202

Com temática inspirada na noite do litoral paulista, a Nike revelou o terceiro uniforme do Santos. A equipe, que mantem o branco como primeira opção e o listrado como segunda, usará em algumas ocasiões o azul escuro com a gola em amarelo e detalhes em branco  simbolizando as luzes  da cidade da cidade-sede da equipe no mar.

camisa_santos-div

“No primeiro ano após o Centenário quisemos homenagear a cidade, a noite e a orla de Santos”, comenta o designer responsável pela criação do modelo, Maurício Cordel. A estreia do uniforme será dia 7 de setembro, contra o Goiás, em partida válida pela 19ª rodada do Brasileirão, na Vila Belmiro (SP). As vendas para os torcedores começam um dia antes e custarão R$ 199,90 (masculino), R$ 169,90 (feminino) e R$ 159,90 (infantil).

 

Agência Estado.

 

Filme dinamarquês é exibido no Cine Arte Posto 4

a caça

Dirigido por Thomas Vinterberg, o renomado ator Mads Mikkelsen é o protagonista do filme ‘A Caça’, em cartaz de sexta-feira (30) a 5 de setembro, no Cine Arte Posto 4 (praia do Gonzaga). O drama confronta mentiras e verdades, entre Clara, de cinco anos, e Lucas, um funcionário da creche da menina.

As acusações e a ambígua inocência infantil geram reações violentas na comunidade onde a história se desenrola. Classificação: 14 anos. Sessões: 16h, 18h30 e 21h. Ingressos: R$ 3,00.

 

Parceria Monte Serrat e Teleférico de São Vicente

2x1

Visitando o Teleférico de São Vicente, você tem um desconto especial para conhecer o Monte Serrat.

Visitando o Monte Serrat, você ganha desconto especial para conhecer o Teleférico de São Vicente.

Para obtenção do desconto de  50% sobre a tarifa vigente basta apresentar o ticket do outro ponto turístico visitado.

 

Monte Serrat

Praça Correia de Melo, 33 – Centro – Santos

Tel: (13) 3221-5665

Teleférico – São Vicente

Praia do Itararé – São Vicente

Tel: (13) 3469-7755

 

‘Tudo o que Desejamos’ é a atração deste final de semana no Cine Arte

images

‘Tudo o que Desejamos’, filme de Philippe Lioret. Na história, Claire, uma jovem juíza do tribunal de Lyon, conhece Stéphane, juiz veterano e desencantado com a profissão. Desse encontro nasce um forte laço, uma mistura de amor e ódio.

Em cartaz até o dia 22, com sessões às 16h00, 18h30 e 21h00. Ingressos: R$ 3,00. Classificação: 12 anos.

“Vocês Ainda Não Viram Nada” no Cine Arte Posto 4

Os amigos e colegas do falecido dramaturgo Antoine d’Antac, que fizeram parte de diversas montagens de sua peça Eurydice, reúnem-se para assistir à montagem do texto por uma jovem companhia teatral.

De 09 a 15 de Agosto
Sessões 16:00 – 18:30 – 21:00

França / 2012 / 115 minutos/ cor / 35 mm
Gênero: Drama
Direção: Alan Resnais

Elenco: Sabine Azéma, Michel Piccoli, Mathieu Amalric, Lambert Wilson, Anne Consigny, Pierre Arditi, Denis Podalydès

Classificação – 12 anos

Cine Arte Posto 4

Av. Vicente de Carvalho s/n), ao lado do canal 3

 

Jardim da praia terá ‘roteiro das fontes’ para turistas

fonte sapo
O maior jardim de praia de Santos ganhará um novo roteiro turístico. Apelidado de Roteiro das Fontes, o tour contemplará as sete fontes existentes na orla e uma de maiores dimensões, com nada menos que 100 bicos para jatos de água de 8 a 12 metros de altura, recursos musicais, iluminação led e laser, a ser construída no Parque Roberto Mário Santini, na Praia do José Menino.

Segundo da Prefeitura, o projeto envolve a revitalização e adaptação estrutural de cada chafariz, de forma a recuperar o estilo e representar a época de construção. “Não será apenas trocar azulejos, mas sim dotar cada um de nova tecnologia de água e luzes, transformando-o em uma atração”, explicou o secretário de Turismo, Luiz Guimarães.

Guimarães lembra que, em várias cidades do mundo, as fontes atraem turistas pelos recursos de movimento e iluminação de suas águas. Em cerca de dois meses, estarão concluídos os projetos das sete fontes já existentes, enquanto o do parque do emissário ficará para o próximo ano. “Santos já possui o maior jardim de orla do mundo. Agora queremos que seja também conhecida por suas fontes”.

Som e luz

O projeto para a Fonte do Sapo, no Bairro Aparecida, terá atrativos para o público infantil, como um dispositivo sonoro que, acionado, reproduzirá o coaxar desse anfíbio. Já na Fonte 9 de Julho, no Gonzaga, a intenção é fazer um jogo de luzes nos jatos, enquanto a do Surfista, no José Menino, deverá ganhar, na área da praça, espaço interativo, com sistema de repuxos no piso, formando um labirinto d’água.

O Roteiro das Fontes teminará no complexo proposto para o Parque Roberto Mário Santini, cujos estudos envolvem tecnologia importada. A fonte terá 35 metros de comprimento e 12 metros de largura; cem bicos d’água para jatos de 8 metros de altura, chegando a 12 metros no alinhamento central; jogos de luzes, led e laser, e, no futuro, projeções holográficas, a exemplo do que ocorre em outros países, como Cingapura e Japão.

Concluído o projeto e aprovado pela Justiça Federal, no caso do Emissário, e pelos órgãos de defesa do patrimônio (os jardins são tombados), acredita-se que as obras das fontes já existentes estarão concluídas em seis meses. A do Emissário está orçada entre R$ 5 e 6 milhões, pagos com verbas da prefeitura e de outras fontes públicas.

 

A Tribuna

Filme ‘Depois de Maio’ no Cine Arte Posto 4

Depois de maio

Paris, início da década de 1970. Gilles é um jovem estudante imerso na atmosfera criativa da época e dividido entre o investimento na luta política e a realização de desejos pessoais. Em meio a descobertas amorosas e artísticas, segue para Itália e Reino Unido, onde deverá tomar decisões essenciais para sua vida.

Este é o enredo do filme ‘Depois de Maio’, em cartaz desta sexta-feira (26) ao dia 1º, no Cine Arte Posto 4 (orla do Gonzaga). Direção: Olivier Assayas. Sessões: 16h, 18h30 e 21h. Classificação: 16 anos. Ingressos: R$ 3,00.

Enhanced by Zemanta

Emissário Submarino completa 35 anos

emissario

Uma vista privilegiada e sinônimo de diversão para moradores e turistas que visitam a Baixada Santista. Até mesmo quem frequenta constantemente a plataforma do Emissário Submarino, na orla da praia em frente ao bairro José Menino, em Santos, muitas vezes não tem ideia da importância do equipamento que passa sob o local onde hoje existe o Parque Municipal Roberto Mário Santini.

O equipamento, que completa 35 anos neste domingo, pertence à Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) e atende às áreas insulares das cidades de Santos e São Vicente. Antes de 1978, ano em que o Emissário Submarino de Santos foi inaugurado, os rejeitos destes municípios eram encaminhados pala lançamento no Canto do Forte Itaipu, em Praia Grande, em um sistema do início do século XX, época do engenheiro sanitarista Saturnino de Brito.

Em sua inauguração – que contou inclusive com a presença do presidente da República, Ernesto Geisel – a estrutura de 1,75 metro de diâmetro implantada a 12 metros de profundidade avançava quatro quilômetros em direção ao alto-mar, de maneira que as correntes marítimas afastassem os despejos da orla da praia. A tubulação possuía 40 difusores em sua ponta (hoje são 76), por onde eram liberados para difusão os efluentes tratados na Estação de Precondicionamento de Esgoto (EPC) de Santos, também no José Menino.

Ampliação

Em novembro de 2009, por meio dos investimentos do Programa Onda Limpa, o maior empreendimento de recuperação ambiental do litoral brasileiro, foram acrescentados novos 425 metros de dutos transportados para a emenda com apoio de 25 embarcações, 15 mergulhadores e dois helicópteros.

A instalação ocorreu em duas etapas: a primeira, realizada durante a madrugada, foi feito o transporte dos tubos até a ponta do Emissário existente e a segunda – o afundamento – ocorreu no período da manhã, depois da tubulação estar posicionada e alinhada. Esse trabalho foi realizado pelos mergulhadores, que fixaram a nova tubulação.

O Emissário possui capacidade total de vazão de sete mil litros por segundo, antevendo um crescimento populacional previsto para os próximos 30 anos, pelo menos. “Todos os projetos da Sabesp possuem a característica de antecipar tendências em pelo menos duas décadas para atender demandas das próximas gerações”, destaca o superintendente da Sabesp da Baixada Santista, engenheiro João Cesar Queiroz Prado.

Um exemplo do exposto pelo superintendente é o fato de que, mesmo em períodos de alta temporada, quando a população dos municípios atendidos pelo Emissário chega a aproximadamente 1,5 milhão de pessoas, a vazão máxima obtida no equipamento é de 5,3 mil litros por segundo.

O engenheiro residente na construção do Emissário Submarino de Santos e atual presidente da Associação Sabesp, Pérsio Faulin de Menezes, destaca que as obras, de proporções inéditas, atraíram a atenção de profissionais e estudantes de diversas localidades. “Recebíamos excursões de escolas, associações de classe e até mesmo o governador da época, Paulo Egydio Martins, trouxe seus colegas de universidade para acompanhar os trabalhos”, comenta.

tubulacao trazida da Itália 1978
Como funciona?

A função do Emissário Submarino é difundir, em alto-mar, o material previamente tratado na Estação de Precondicionamento de Esgoto de Santos (EPC). Para isso, o descarte que sai das residências passa por redes menores, por gravidade, às estações elevatórias até encontrar as linhas que encaminham os despejos à EPC: os interceptores Oceânico e Rebouças.

Ao chegar à EPC, o esgoto passa por dois processos para retirada de sólidos, a desarenação (retirada de areia) e o gradeamento (para demais resíduos sólidos). Nesta primeira etapa são retirados, diariamente, cerca de uma tonelada de areia e oito toneladas de outros sólidos – descartados de maneira indevida na rede de esgoto. Esses materiais são destinados a aterros sanitários autorizados e adequados para esta finalidade.

Os líquidos resultantes das primeiras fases passam por processos químicos preliminares para difusão em alto-mar. Somente após estes tratamentos os efluentes estão prontos para encaminhamento ao Emissário Submarino, de maneira segura à população e meio ambiente.

Todos os procedimentos são automatizados monitorados. O material lançado também é constantemente testado em laboratório. “A Empresa tem total compromisso com a qualidade de vida da população e a preservação do meio ambiente”, ressalta o gerente de Departamento de Tratamento de Água e Esgoto da Baixada Santista, engenheiro Wilson Bassotti Filho.

Curiosidades

– As tubulações utilizadas para implantação do Emissário Submarino, em 1978, foram trazidas de navio da Itália.

– No Palácio Saturnino de Brito, no Centro Histórico de Santos, é possível ver uma parte real da tubulação complementar realizada em 2009, em uma sala interativa dedicada às obras do Programa Onda Limpa.

– No prédio centenário também é possível ver projetos, peças e fotos originais do início do século XX, quando Saturnino de Brito trabalhou no Palácio que hoje leva seu nome. O endereço é Avenida São Francisco, 128, no Centro Histórico de Santos. O passeio é gratuito.

– Por dentro do Interceptor Oceânico, que parte da Avenida Coronel Joaquim Montenegro até a Estação de Precondicionamento de Esgotos de Santos (EPC), pela orla da praia (cerca de 5,5 quilômetros de extensão), seria possível transitar uma perua do modelo Kombi, devido às suas proporções – três metros de largura por 2,7 de altura.

– Na década de 80 foi aventada a possibilidade de trazer instalações do parque de diversões Playcenter para funcionar na plataforma que hoje conhecemos como Parque Municipal Roberto Mário Santini.

 

 A Tribuna

“O Sonho de Wadjda” no Cine Arte Posto 4

O-Sonho-de-Wadjda

Em Riad, capital da Arábia Saudita, Wadjda (Waad Mohammed), uma menina de 12 anos, desafia as convenções islâmicas por escutar rock, usar tênis (em vez do sapatinho preto) e brincar com um garoto (Abdullrahman Al Gohani). Às vezes, ela se recusa a colocar o lenço sobre a cabeça e alimenta o sonho quase impossível de comprar uma bicicleta, por dois motivos: seus pais não têm muitas posses e o brinquedo se destina apenas aos meninos.

A diretora Haifaa Al-Mansour, em seu primeiro longa-metragem, enfoca uma história singela, porém narrada de uma maneira autêntica e passional.

O Sonho de Wadjda

De 19 a 25 de Julho
Sessões 16:00 – 18:30 – 21:00

Direção: Haifaa Al Mansour
Duração: 98 minutos
Recomendação: Livre
País/Ano: Arábia Saudita/Alemanha/2012
Classificação: livre

 

Enhanced by Zemanta

‘Depois de Lúcia’ estreia no Cina Arte

537424_454670637944841_1786346279_n

Premiado na mostra Un Certain Regard, no Festival de Cannes, o drama mexicano toca fundo um tema da moda: o bullying.

Depois de perder a mãe num acidente e ainda fragilizada pelo luto, Alejandra de 15 anos, acompanhada do pai, muda-se de Puerto Vallarta para a Cidade do México. A princípio, é bem recebida numa rodinha de amigos. Tudo muda, porém, após Alejandra transar com um colega e um vídeo com as cenas de sexo ser espalhado entre os estudantes. A partir daí, a adolescente vira vítima de humilhações e agressões, e seu silêncio e sua passividade são igualmente perturbadores.

Com Hernán Mendoza, Gonzalo Vega Sisto, Francisco Rueda e Paloma Cervantes. 

‘Depois de Lúcia’, em cartaz a partir desta sexta-feira (12), no Cine Arte Posto 4 (Gonzaga).

Direção: Michel Franco. Sessões: 16h, 18h30 e 21h. Classificação: 16 anos. Ingressos: R$ 3,00.

 

Enhanced by Zemanta

‘Chorinho no Aquário’ comemora seis anos

6

O projeto ‘Chorinho no Aquário’ comemora neste sábado (13) o seu sexto aniversário. Criado com objetivo de popularizar o choro, estilo musical genuinamente brasileiro, o evento promoveu mais de 250 apresentações e leva, em média, 500 pessoas à praça Luiz La Scala, na Ponta da Praia, todas as semanas.

A Roda de Amigos dos Chorões Santistas é quem faz o show comemorativo, a partir das 18h. Fundado em 1962, o grupo conta com participação da cantora e ritmista Didi Gomes. Em seu repertório, clássicos do choro e da seresta, além de composições próprias.

O ‘Chorinho no Aquário’ é uma realização da prefeitura em conjunto com a empresa Ecoporto Santos. Nestes seis anos de atividade, recebeu artistas consagrados como Luizinho 7 Cordas, Filó Machado, Verônica Ferriani e Demônios da Garoa. É também palco para exibição de músicos de toda a Baixada Santista.

Em caso de chuva, o show é adiado.

Enhanced by Zemanta

Laudo sobre som libera Concha Acústica para eventos

CONCHA_ACUSTICA

Palestra, teatro ou show. Qualquer uma dessas atividades, com o devido monitoramento sonoro, está liberada, caso a Concha Acústica seja isolada por vidro. Essa é a conclusão da Prefeitura, baseada no laudo dos testes realizados dia 10 do mês passado. O parecer já foi repassado ao Ministério Público (MP).

“Já encaminhei para a Procuradoria Geral do Ministério, solicitando o desarquivamento do processo de interdição da Concha”, afirma Daury de Paula Júnior, promotor de justiça do Meio Ambiente.

O processo deve ser reaberto em 90 dias, estima Daury. “Ao mesmo tempo, enviei o laudo para o assistente técnico do Ministério. Nesse período, ele dará o parecer, se concorda com os testes, ou se é necessária outra avaliação”.

Se o resultado se confirmar positivo, a próxima etapa será obter o licenciamento ambiental, concedido pela Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb). Somente com a aprovação da estatal haverá a garantia de reverter a ação judicial que definiu, em 2001, a proibição definitiva de eventos na Concha Acústica.

Projeto de revitalização

Com aprovação judicial para utilização, a Prefeitura iniciará a reforma da Concha. Os tapumes serão substituídos por painéis de vidro temperado e laminado.  O palco será ampliado (de 25 para 50 metros quadrados), bem como os camarins. A Concha ganhará vara para sustentar refletores e uma cabine de som e luz, atrás da arquibancada para 370 espectadores – que terá espaço exclusivo a deficientes.

A Prefeitura prevê um custo de R$ 1,2 milhão para a reforma. Os recursos virão do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias (Dade).

A Tribuna