Roteiros para City Tour

City Tours em Santos e São Vicente

Apresentação:

Santos é o maior porto do Hemisfério Sul. Possui o maior jardim de praia do mundo e um grande nível de qualidade de vida. Grandes talentos futebolísticos e artísticos foram revelados na cidade. Sua maior estrela: Pelé. São Vicente é a primeira vila brasileira, foi fundada em 1532 e é também uma importante localidade histórica.

Programação:

Dentre várias opções de atrativos turísticos definiremos quais poderão ser visitados. Entre eles: Centro Histórico (Museu do Café, Museu Pelé, Monte Serrat, Bondinho Turístico), Jardins da Praia e região portuária, em Santos. Bi

O roteiro será previamente definido em acordo com o solicitante, porém pode sofrer alterações de acordo com variáveis operacionais.

Inclui:

Transporte com seguro para passageiros, Guia de Turismo cadastrado pelo Ministério do Turismo.
Observação: nos atrativos turísticos os valores de ingresso não estão incluídos, assim como as eventuais paradas para refeições.

Datas: de terça a domingo
Local de saída ou encontro com o guia de turismo: hotel em Santos
Horário de saída: 9:00 (sugerido)
Tipos de transporte disponíveis: carro até 4 pessoas, carro até 6 pessoas, van, micro-ônibus ou ônibus
Idioma: português, inglês ou espanhol. Consultar a disponibilidade de guia de turismo para outros idiomas.
Rastros e Aromas do Café em Santos
Apresentação:
O ciclo do café foi um dos grandes propulsores do crescimento do Brasil e da cidade de Santos. Durante esse extenso período a cidade conviveu com as mazelas da escravidão, porém, contribuiu com os movimentos abolicionistas e republicanos. Recebeu vários imigrantes que vinham em busca do “sonho americano” e os acolheu para que pudessem seguir para uma nova vida.
Enfrentou várias epidemias e encontrou soluções sanitárias para enfrentá-las, como a construção do porto organizado e dos canais de drenagem.
Sofreu com a grande crise mundial de 1929, que impactou as exportações de café, porém foi a principal porta para escoar os produtos oriundos do processo de industrialização do país.
O Brasil ainda é o maior produtor e exportador mundial de café! E Santos tem o maior porto do Hemisfério Sul!
José Bonifácio, Barão de Mauá, Cândido Gaffrée, Eduardo Guinle, Giuseppe Martinelli e Saturnino de Brito são personagens que têm relação com a vasta história do café em Santos. Nosso roteiro fará você conhecer essas relações e se sentir parte desta história.
Programação:
Com 8 horas de duração
– Chegada ao centro histórico para uma caminhada pela Rua do Comércio, passando pela Casa da Frontaria Azulejada até a Estação do Valongo (antiga São Paulo Railway).
– Passeio no Bonde Turístico. Caso esteja em operação o passeio seria realizado no Bonde Café (com degustação incluída).
– Caminhada pela zona portuária até o Museu do Café (antiga Bolsa Oficial do Café) para visitação interna.
– Caminhada pela Rua XV de Novembro.
– Parada para almoço.
– Caminhada até o Rei do Café para a degustação de um café e apresentação do processo de torrefação de café.
– Embarque deslocamento até a área da praia para um tour panorâmico e visitação à Pinacoteca Benedito Calixto.
Reembarque para retorno ao ponto de encontro.
Consulte os roteiros com duração de 4, 6 horas ou de dois dias.
Inclui:
Transporte com seguro para passageiros, Guia de Turismo cadastrado pelo Ministério do Turismo.
Observação: nos atrativos turísticos os valores de ingresso não estão incluídos, assim como as eventuais paradas para refeições.
Rastros e Aromas do Café em Santos
Disponibilidade: de terça a domingo
Local de saída ou encontro com o guia de turismo: hotel em Santos
Horário de saída: 9:00 (sugerido)
Tipos de transporte disponíveis: carro até 4 pessoas, carro até 6 pessoas, van, micro-ônibus ou ônibus
Idioma: português, inglês ou espanhol. Consultar a disponibilidade de guia de turismo para outros idiomas.
Rota Pelé: o Rei do Futebol
Apresentação:
Santos é considerada uma das cidades com melhor qualidade de vida no Brasil. Possui o maior porto do Hemisfério Sul e sua história é rica em acontecimentos que vão desde o período colonial, passando pelo período imperial até os dias de hoje.
No entanto, a cidade é internacionalmente reconhecida graças a passagem de Pelé pelo time de futebol que conquistou o mundo por duas vezes na década de 60.  O Atleta do Século é também conhecido como o Rei do Futebol.
Nosso tour será iniciado no centro histórico onde está localizado o Museu Pelé, inaugurado um pouco antes da realização da Copa do Mundo de 2014. Nele, estão expostos artigos que remetem a vida do gênio do futebol e à história das quatro Copas em que ele participou: 1958 (quando estreou com 17 anos de idade), 62, 66 e 70, quando se sagrou tricampeão mundial.
Logo, passearemos um pouco pelo centro histórico e passando pelo Centro de Treinamento Rei Pelé nos dirigiremos a “vila mais famosa do mundo”, a Vila Belmiro (nome popular do estádio Urbano Caldeira). Lá encontra-se o Memorial das Conquistas do Santos F. C., que recebe milhares de turistas anualmente oriundos de vários locais do Brasil e do Mundo. Independentemente de torcerem por outros times, todos têm admiração pelas conquistas do “Leão do Mar”. Faremos uma visita completa, com visita a sala de troféus, sala de imprensa, vestiários e gramado.
E que tal conhecer o “melhor barbeiro do mundo”? Ali, nas imediações do estádio o cabelereiro Didi ainda corta o cabelo de Pelé e toda a decoração do salão remete ao seu ídolo.
Deixando a Vila Belmiro sentiremos a brisa do mar para fazermos um tour panorâmico na orla da praia onde faremos uma paradinha para sentir o clima praiano.
A última parada será na famosa Padoca Santista onde torcedores e ex-jogadores costumam se encontrar para ver os jogos do Peixe.
Inclui:
Transporte privativo em veículo com ar condicionado, de primeira linha e guia de turismo bilíngue.
Rota Pelé: o Rei do Futebol

Disponibilidade: de terça a domingo

Local de saída ou encontro com o guia de turismo: hotel em Santos

Horário de saída: 9:00 (sugerido)

Tipos de transporte disponíveis: carro até 4 pessoas, carro até 6 pessoas, van, micro-ônibus ou ônibus

Idioma: português, inglês ou espanhol. Consultar a disponibilidade de guia de turismo para outros idiomas.

Receptivo a partir de Santos
City Tours e Roteiros Temáticos
– Guarujá – Possíveis Locais para visitação: mirante do Maluf, aquário e praias (Tombo, Pitangueiras, Astúrias e Enseada, por exemplo).
– City Tour em São Paulo (8 horas) – Possíveis locais para visitação: Parque do Ibirapuera; Avenida Paulista; Centro Histórico (Pateo do Collegio, Catedral da Sé, Mosteiro de São Bento, Teatro Municipal, Edifício Itália); Bairro da Liberdade, Museu do Futebol, Beco do Batman (Arte Grafite).
– Motorista à disposição (com carro).
– Transfers para aeroportos
– Congonhas / Guarulhos / Viracopos
– Santos by Night – tour panorâmico pela cidade e possível visitação a cervejarias, shows e apresentações artísticas.
– Canoagem Ecológica no Manguezal São Vicente – Passeio de canoa canadense que mistura atividade física e contemplação da natureza. Duas horas e meia de atividades.
– Ensaio de Escola de Samba –  Possíveis locais para visitação: União Imperial e X9.
– As mais Belas Praias – duração de acordo com a(s) praia(s) escolhida(s). Possíveis locais para visitação: Praia do Tombo, Enseada ou Pernambuco (Guarujá); Maresias (São Sebastião); Picinguaba, Sununga, Lázaro (Ubatuba), entre outras.
– Jogos de Futebol – Possíveis estádios para visitação: Vila Belmiro, Morumbi, Allianz Arena. Sujeito à disponibilidade de ingressos.
– São Paulo By Night – Possíveis locais para visitação: passeio panorâmico pelos principais pontos turísticos da cidade, jantar no Terraço Itália, bares da Vila Madalena, Skye Bar, Bar Brahma entre outros locais de interesse. Consulte outros programas.
– Beer Night São Paulo; Tour de Cervejarias – Tour noturno para vivenciar a noite paulistana, com degustação de cervejas nas melhores e mais famosas cervejarias das regiões boêmias da cidade.
– Embu das Artes – Localiza-se a aproximadamente 30 km de São Paulo. Possíveis locais para visitação: Feira de Artes e Artesanatos; Museu de Arte Sacra dos Jesuítas; restaurantes; Museu da Cerveja.
– Futebol Total – Possíveis Locais para visitação: Memorial das Conquistas do Santos F. C, Museu Pelé, Museu do Futebol (Estádio Pacaembu), Estádio do Morumbi (São Paulo F. C), Allianz Arena (S.E. Palmeiras), Memorial do Corinthians.
– Paranapiacaba – Localiza-se a aproximadamente 61 km de São Paulo. Possíveis locais para visitação: Museu Castelinho; Museu Ferroviário; Parte Baixa; Vila Inglesa (Nova e Velha); Parte Alta; Vila do Portugueses (Morro); Antigo Mercado; Clube Lira Serrano.
– Campos do Jordão –  (compras e ecoturismo). Possíveis locais para visitação: Palácio Boa Vista, teleférico do Morro do Elefante, Ducha de Prata, Pico do Itapeva, fábrica da cervejaria Baden Baden ou na Loja de Chocolates.
*Consulte tabela de valores

 

15 Coisas que Você Precisa Saber Sobre o VLT

17715

1 – O VLT será integrado aos ônibus?

Sim. Se você estiver num ônibus metropolitano, o embarque no VLT será gratuito. Se você estiver numa linha municipal, pagará somente a diferença na integração.

 

2 – O VLT vai passar nos antigos trilhos da linha do trem?

Sim. Do Terminal Barreiros até o Morro do Itararé, o VLT circulará no canteiro central, na faixa da antiga linha férrea, contornará o Morro até o Canal 1 e retornará ao canteiro central na Francisco Glicério, onde irá até a Conselheiro Nébias. Daí, seguirá pela linha férrea para adentrar a região do Porto.

 

perspectiva1

 

3 – Como ficam as Feiras Livres de  Sábado e Domingo em Santos?

Nada vai mudar. A operação do VLT não vai interferir na realização das feiras livres, permitindo o acesso a elas.

 

4 – Onde vou comprar a passagem do VLT?

Nos postos credenciados,. Não haverá cobradores dentro do VLT.

 

5 – O VLT vai circular junto a pedestres,carros e bicicletas?

Sim. O VLT é um veículo urbano e vai circular com segurança entre automóveis, bicicletas e pedestres. Haverá inclusive ciclovia, bicicletários e paraciclos em seu trajeto.

 

6 – O VLT funciona em caso de queda de energia?

Sim. O VLT possui um sistema altamente confiável de alimentação de energia elétrica. Em casos de emergência, ele será conduzido até a estação mais próxima por meio de baterias.

 

7 – Qual o tamanho do VLT?

Cada VLT tem 45 metros de comprimento e possui 7 módulos interligados com passagem de um para outro. Os veículos podem transportar até 400 pessoas.

 

8 – O trilho do VLT dá choque?

Não o VLT é alimentado por rede aérea suspensa, semelhante aos bondes.

 

9 – Quanto tempo o VLT vai demorar para passar nos cruzamentos? Vai ter cancela?

A passagem do VLT pelos cruzamentos não vai ultrapassar 9 segundos. Não haverá cancelas e sim semáforos que organizarão o fluxo de pedestres, ciclistas e veículos.

 

10 – O VLT é acessível a pessoas com deficiência?

Sim. O piso do VLT é baixo no nível da estação de embarque. Todos os veículos terão assentos reservados para idosos, e espaço para cadeirantes e obesos.

 

Prototipo VLT

 

11 – O VLT vai poluir o ar?

Não. O VLT é elétrico, com emissão zero de poluentes na atmosfera. Além disso, é silencioso e não provoca vibrações no solo.

 

12 – O VLT atenderá as outras cidades além de Santos e São Vicente?

Sim. O primeiro trecho do VLT – Barreiros/Porto, já está em obras e vai atender Santos e São Vicente. Mas o VLT vai além: a ligação entre Santos e Guarujá,via túnel, está em estudo; e o trecho Samaritá e Tatico na Praia Grande se encontra em fase de projeto.

 

13 – Quando a população poderá usar o VLT?

Os primeiros testes do VLT serão feitos a partir de julho de 2014. Em 2015 a população já poderá usar o VLT.

 

14 – Por que o VLT na Baixada Santista?

O VLT é um veículo elétrico leve, não poluente, de piso baixo, de fácil inserção urbana com custo e capacidade de transporte mais adequados ao atendimento da demanda prevista na Baixada Santista de até 80 mil passageiros/dia.

 

15 – Conheça o traçado do trecho em obras.

viatrolebus

 

 

Fonte: EMTU

Enhanced by Zemanta

São Vicente, a primeira cidade da Baixada Santista com VLT

Por Fabiana Monti Audero

Até o 14 de fevereiro de 2014, os vizinhos da Baixada Santista poderão visitar a Estação Modelo e o protótipo do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que circulará em fase de testes no segundo semestre de 2014, sendo utilizado pelo público só em 2015.

A inauguração da estação foi feita na sexta e teve a presença de autoridades municipais e estaduais, de organismos como Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo ( EMTU),  além de convidados da imprensa.

A réplica do VLT ficará em exposição na Avenida Ayrton Senna de Silva, 500, junto ao teleférico, em São Vicente e poderão ser visitada das 9 às 21 horas, inclusive sábados, domingos e feriados.

O objetivo da mesma é que os moradores se acostumem com esse novo transporte que promete trazer melhorias no trânsito da Baixada Santista. Um projeto que começa com este primeiro trecho_ já em obras_, que faz a ligação de 11 km entre São Vicente (Barreiros) e Conselheiro Nébias (Santos), e logo até o Porto (segunda fase). Também está prevista para mais adiante, chegar até o terminal do Valango, (no centro histórico da cidade) e conectar redes intermunicipais.

A obra vai demandar um bilhão de reais para sua execução e segundo Joaquin López, secretario da EMTU, trará benefícios à população, já que o VTL (já em operação em cidades europeias) têm emissão zero de poluentes, circulará ao nível das ruas, não provoca ruídos, além de não inviabilizar as tradicionais feiras livres, tema de preocupação dos feirantes e clientes da região.

O vice-prefeito de São Vicente, João da Silva, destacou que além de ser a primeira cidade histórica do país, também São Vicente será a primeira a ter o VTL.

O que poderá ser visto

O protótipo que está aberto já ao público para visitação é de um dos carros das extremidades do VTL, onde ficam os sistemas operacionais e os aparelhos de controle dos 22 veículos que farão parte da frota.

Os três primeiros veículos serão produzidos na Espanha e os demais no Brasil.

Cada VTL terá sete carros, ar acondicionado, e capacidade para 400 passageiros, entre outras características.

Assim os futuros usuários poderão conhecer melhor o sistema público que será implementado na Baixada e acompanhar o andamento das obras.

 

Para destacar – VLT na sua onda

Paralelamente a apresentação do protótipo do VLT, os visitantes da Estação Cenográfica poderão votar no concurso “VLT na sua onda” até o 17 /11/13. O concurso nacional promovido pela EMTU/SP tem como objetivo  escolher a melhor obra de arte para estampar o primeiro veículo do VLT que circulará entre São Vicente e Santos. Os 169 trabalhos ficarão disponíveis no site www.vltnasuaonda.com.br

Parceria Monte Serrat e Teleférico de São Vicente

2x1

Visitando o Teleférico de São Vicente, você tem um desconto especial para conhecer o Monte Serrat.

Visitando o Monte Serrat, você ganha desconto especial para conhecer o Teleférico de São Vicente.

Para obtenção do desconto de  50% sobre a tarifa vigente basta apresentar o ticket do outro ponto turístico visitado.

 

Monte Serrat

Praça Correia de Melo, 33 – Centro – Santos

Tel: (13) 3221-5665

Teleférico – São Vicente

Praia do Itararé – São Vicente

Tel: (13) 3469-7755

 

Ciclistas de Santos aprovam a nova ciclovia da cidade

ciclovia

A nova ciclovia que liga as cidades de Santos e São Vicente, no litoral de São Paulo, foi inaugurada no último sábado (22). Quem passou nesta quarta-feira (26) para chegar ao trabalho aprovou o novo trecho que fica no bairro José Menino.

As obras duraram cinco meses. A pista de 580 metros de extensão tem quase dois metros de largura. O principal objetivo da nova ciclovia é oferecer mais segurança ao ciclista que agora não precisa mais dividir espaço com os carros na avenida da praia. Agora, eles passam junto a calçada na faixa de areia. “O que a gente tinha aqui era uma faixa de 2 mil pessoas em um horário de pico entre 7h30 e 9h, com o pessoal que vem de São Vicente. Com isso criou mais fluidez e tiramos o pessoal da rua”, explica o secretário de infraestrutura de Santos Nílson Barreiro.

A ciclovia está aberta desde o último sábado. Quem a utiliza diariamente para chegar ao trabalho aprovou o novo trecho. “Foi muito bom, muito mais fácil, muito mais prático da gente estar trabalhando, sem o perigo do trânsito, do carro bater atravessando a pista”, diz a dona de casa Kátia Braga. “Antigamente era muito cheio de gente, não dava para passar direto. Tinha acidente, e agora ficou muito bom”, completa a babá Iara Carmo dos Santos.

O medo dos ciclistas é quanto a iluminação da nova pista, para ajudar a evitar assaltos no trecho que passa atrás dos prédios na faixa de areia. “Foi garantido a colocação de 32 postes do mesmo padrão que a gente tem na ciclovia, que é um padrão que dá uma iluminação boa tanto para a areia, como para calçada”, diz o secretário.

Além de garantir a segurança dos ciclistas, a área também ganhou uma novidade para quem anda de ônibus, uma baia de embarque e desembarque de passageiros, no sentido São Vicente/Santos.

 

G1

Enhanced by Zemanta

Obras da ciclovia da divisa entram na fase final

ROGERIO_BOMFIM_7699

Reivindicação antiga dos moradores da região, a ciclovia da divisa Santos-São Vicente, na faixa de areia junto à calçada, está em fase final de obras. Nesta etapa, os trabalhos se concentram na aplicação de paisagismo, pintura da sinalização da pista de 508 metros de extensão, asfaltamento da baia de estacionamento de ônibus e término do guarda-corpo que separa a ciclovia da calçada.

A interligação da nova pista com as ciclovias da orla nas duas cidades será a última parte do empreendimento executado pela prefeitura. A expectativa é de que as obras terminem no final desta semana. Conforme projeto, a nova ciclovia tem pista com 580 metros de extensão e largura de 1,80 m a 2 m, além de sinalização horizontal e vertical, iluminação com 32 postes, piso em mosaico português recolocado nas áreas de intervenção e serviço de paisagismo separando a calçada e a área dos ciclistas.

Outra melhoria é a nova baia de embarque e desembarque de ônibus sentido São Vicente – Santos, com 4 metros de largura. Paralelo à baia, foi construído um calçadão de oito metros. “O grande impacto desta obra incide na questão da segurança das pessoas e em mais fluidez no trânsito”, explica o chefe do Departamento de Obras da Siedi, Glaucus Farinello.

No próximo ano, a prefeitura iniciará a retirada da ciclovia do canteiro central. Isso propiciará a melhora do tráfego na av. Presidente Wilson devido ao aumento da largura da pista de 10,9 m para 12,2 metros e à eliminação do semáforo para travessia dos ciclistas.

O projeto tem parceria da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), aval do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), da SPU (Secretaria do Patrimônio da União) e da Semam (Secretaria Municipal de Meio Ambiente). O custo é de R$ 538.448,18, provenientes do Fundo das Estâncias.

Recomendação

A CET aconselha o ciclista a não utilizar a nova ciclovia enquanto não estiver concluída totalmente. A recomendação é o uso da pista no canteiro central da av. Presidente Wilson.