Setur abre inscrição para atualizar guias de turismo da região

marca_tur_santos_

Com 30 vagas, a Setur (Secretaria de Turismo) abre nesta terça-feira inscrições para os guias de turismo da região interessados nas visitas técnicas a serem realizadas, dia 20, no Aquário e Orquidário.

O objetivo é atualizá-los quanto às novas atrações e curiosidades, e à ampliação da infraestrutura voltada aos animais. Os interessados devem se inscrever, até o dia 16, pelo e-mail formacaotecnica-setur@santos.sp.gov.br.

“Ambos foram modernizados recentemente e, independente das inovações estruturais, Aquário e Orquidário são equipamentos dinâmicos, pois o que se encontram em exposição são animais vivos”, explicou Valentina Rezende,chefe da Seção de Formação Técnica.

A visita será realizada em uma segunda-feira, quando os parques estão fechados, o que facilita a observação mais detalhada.

Aquário mantém liderança na preferência dos turistas

Os três tubarões-lixa que chegaram ao Aquário na última quinta-feira (1º) foram atração extra para os 10.870 visitantes que estiveram no parque no feriado prolongado de Finados. Como de hábito, o equipamento ficou em primeiro lugar na preferência de turistas e santistas, situação reforçada pela instabilidade do tempo, que levou 3.595 pessoas ao Orquidário, espaço totalmente ao ar livre.

De acordo com a Setur (Secretaria de Turismo), o Museu do Café recebeu 2.345 visitantes; Memorial das Conquistas do Santos FC, 1.810; bonde turístico, 1.117 passageiros; Pinacoteca Benedicto Calixto (600), Complexo Turístico do Monte Serrat (361) e Linha Conheça Santos (138 passageiros).

Com 29 atendimentos, o PIT (Posto de Informações Turísticas) da praça das Bandeiras, no Gonzaga, foi o que teve mais solicitações de visitantes, enquanto o Disk Tour 0800-173887 recebeu 27 ligações.

Enhanced by Zemanta

Foco de investidores, Centro Histórico faz aniversário nesta quinta-feir

Celebrado nesta quinta-feira (16), o aniversário do Centro Histórico, cuja data foi instituída pela lei 1.891, de 2000, é marcado por mudanças de cenário com revitalização dos patrimônios públicos, retorno de empresários e aquecimento do comércio e turismo. Formada pelos bairros do Centro, Valongo, Vila Nova, Paquetá, Vila Mathias e o Bairro Chinês, a região já recebeu R$ 194 milhões em investimentos, entre 2003 e 2011, dos poderes públicos municipal, estadual e federal e da iniciativa privada.

É no Valongo, conhecido por reunir a antiga Estação Ferroviária e o Santuário Santo Antônio do Valongo, que está concentrado o maior volume de novos investimentos. Numa área de 25 mil m², do Largo Marquês de Monte Alegre, está sendo construída a sede da Unidade de Exploração e Produção de Gás e Petróleo da Bacia de Santos, da Petrobras. Serão três torres para mais de 6.000 funcionários, com a primeira fase do empreendimento prevista para terminar em 2013.

Em fase mais adiantada está a construção do Museu Pelé, projeto da prefeitura, considerado promessa de fortalecimento do turismo internacional. É erguido em antiga edificação, de 1865, que foi sede da Câmara e prefeitura, para abrigar objetos pessoais, fotos, filmes e troféus do Rei Pelé.

A mais recente atração fica em frente, na Estação do Valongo – sede da Secretaria de Turismo, com o Estação Bistrô, fruto de convênio da prefeitura com Sociedade Visconde de São Leopoldo e UniSantos. Trata-se do primeiro restaurante-escola do litoral, com participação de jovens desempregados ou em situação de risco.

Próximo dali será implementado o “Porto Valongo Santos”, outro importante projeto municipal, que prevê revitalização dos armazéns 1 ao 8, com complexo turístico, náutico, cultural e empresarial. Já na confluência das ruas Marquês de Herval e Cristiano Otoni será construído o primeiro Complexo Comercial e Hoteleiro do Valongo, com duas torres de 21 pavimentos.

No Centro, outro empreendimento comercial mudará a paisagem urbana da rua João Pessoa, impulsionando a revitalização do local. Com previsão de receber cerca de 5.000 pessoas por dia, o Tribuna Square abrigará estúdios, redação e os veículos da TV Tribuna.

Alegra Centro – A expansão se deve aos investimentos da prefeitura iniciados em 2000 e ao programa “Alegra Centro”, criado em 2003, que visa o desenvolvimento socioeconômico com isenções fiscais. Até 2011 foram atendidos 3.016 empresários, e as atividades na região central são ligadas à gastronomia e ao entretenimento, além de escritórios voltados, principalmente, para setor portuário.

Nesse processo, a prefeitura apostou também em projetos considerados fundamentais, como recuperação dos teatros Guarany e Coliseu, instalação do Poupatempo e ampliação da Linha Turística do Bonde.

Obras – Com o objetivo de oferecer melhor infraestrutura, conforto e segurança, a prefeitura vem realizando melhorias em diversas áreas da região. Entre os destaques, a recuperação do bulevar da Rua XV de Novembro, que recebeu novo piso, rede de drenagem, lixeiras, bancos, monumento em homenagem aos corretores de café e colocação da estrutura para passagem de fibra ótica e monitoramento.

Estão em andamento a reurbanização da rua Amador Bueno; restauro das fachadas e telhado do Palácio José Bonifácio (sede da prefeitura) e manutenção do terminal de passageiros da catraia, como parte das melhorias no entorno do Mercado Municipal. No cronograma está prevista a reurbanização da rua João Pessoa, entre outras ruas e calçadas.

Bairro novo – Com a atualização das leis complementares de Uso e Ocupação do Solo das áreas insular e continental, Santos possui 69 bairros, sendo o mais novo o Chinês, delimitado pelas ruas Visconde de Embaré, São Bento e Visconde de São Leopoldo. A criação do novo bairro resgata a memória de quem residiu nesse local.

 

Boqnews

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Enhanced by Zemanta

Passeio nos morros destaca culturas portuguesa e cigana

As culturas portuguesa e cigana são os destaques da Linha Conheça Santos-Morros, que tem saída sábado (28), às 15h30, da praça das Bandeiras, no Gonzaga. Promovido pela prefeitura, por meio da Setur (Secretaria de Turismo), o passeio é feito em micro-ônibus com ar-condicionado e guia de turismo.

A primeira parada é no Centro Turístico, Cultural e Esportivo do Morro do São Bento, onde se apresenta o Rancho Folclórico Típico Madeirense. No local também é possível comprar doces portugueses e bordados típicos da Ilha da Madeira. Em seguida, o veículo segue para o Morro da Nova Cintra, onde grupos ciganos mostram um pouco de suas tradições ao lado da Lagoa da Saudade.

Os interessados devem fazer as reservas neste sábado, a partir das 11h, pelo telefone 3284-4375, ou no PIT (Posto de Informações Turísticas) que funciona no bonde da praça das Bandeiras. A passagem custa R$ 10,00.

Aquário inicia obras e promete ficar com visual mais moderno

O Aquário de Santos vai passar por mudanças até o final do semestre. As modificações, que têm como objetivo tornar o visual do ponto turístico mais moderno, contemplam a fachada, auditório, corredores e até a cenografia do tanque. As visitações não serão prejudicadas.

De acordo com o coordenador dos parques da Secretaria de Turismo (Setur), Nelson Lemos Barros, a intenção é que o espaço esteja em pleno funcionamento para receber os turistas na temporada de inverno e sediar os cursos de férias.

A obra está a cargo da empresa Fortnort Desenvolvimento Ambiental e Urbano, vencedora da licitação, e os recursos foram obtidos via Condesb (Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Baixada Santista). Neste momento, a fachada está sendo redesenhada com iluminação cenográfica e o auditório, preparado para receber modernos recursos de multimídia.

Para a reforma dos tanques, que receberão novas peças cenográficas, os peixes estão sendo remanejados. “Os recintos e ficarão mais modernos visualmente”, disse o biólogo do parque, Paulo de Tarso Meira. Os corredores de visitação também passarão por obras e novo sistema de comunicação interna está sendo desenvolvido para combinar com adereços e elementos metálicos, buscando informar melhor os visitantes sobre curiosidades das espécies.

“A obra deve acontecer com o parque aberto, pois os tanques e corredores serão bloqueados aos poucos. O fechamento só irá acontecer caso o passeio seja comprometido”, afirmou Nelson Lemos. O Aquário recebeu este ano algumas melhorias, segundo o coordenador do parque, Márcio Gomes, como reforma no telhado e impermeabilização do teto, concluídas em janeiro.

O Aquário funciona na Praça Luiz La Scala s/nº (Ponta da Praia). O ingresso custa R$5,00, com desconto de 50% para estudantes e isenção para crianças até 12 anos e maiores de 60. Mas volta a fechar às segundas-feiras para manutenção.

Enhanced by Zemanta

Turistas gastam e ficam mais em Santos, aponta pesquisa

Santos tem recebido turistas de maior qualidade. Eles passam mais tempo na Cidade, utilizam mais os serviços da rede hoteleira e gastam mais por dia do que há alguns anos. Esse perfil tem sido alterado nos últimos tempos, com apenas uma exceção: as praias seguem como ponto preferido. É a beleza natural do Município o principal fator de atração de visitantes.

Apesar desse resumo simplificado, os dados mostram em detalhes quem é o turista que procura Santos, seja para se divertir ou para aproveitar alguns dias de folga. Eles constam da pesquisa Perfil dos Turistas de Carnaval em Santos, realizada pelo Instituto de Pesquisa A Tribuna (IPAT) a pedido da Secretaria de Turismo.

O levantamento foi feito durante o Carnaval e teve como objetivo identificar as características do turista santista e suas percepções do Município.

“Sem dúvida, o resultado é positivo. É através dessas informações que baseamos estratégias turísticas e planejamos programas para estimular cada vez mais o setor”, ressalta a secretária de Turismo, Wânia Seixas, que deixa hoje o cargo. “Os investimentos e as apostas que fizemos estão surtindo efeito agora”.

Entre os resultados que mais se destacam está o aumento de pessoas que se hospedam na casa de parentes e amigos: de 27% em 2009 para 42,1% neste ano. Mas também cresce o número de turistas na rede hoteleira: de 27,5% para 42,1%, entre 2009 e 2012 – elevação de 53,1%.

A grande maioria das pessoas vem de outras cidades do Estado de São Paulo. Contudo, é a Capital que ainda concentra o maior número de visitantes que chegam a Santos, com 31,7% do total, percentual que se mantém estável ao longo dos últimos quatro anos, desde que a pesquisa está a cargo do IPAT.

O tempo médio que o visitante passa na Cidade no período prolongado de Carnaval reflete uma tendência que se torna cada vez mais comum. Pouco mais de 17% passaram em Santos a semana toda da folia. No ano passado, esse percentual foi de 10,5% e, em 2009, 8,8%. Já os que pretendiam permanecer apenas durante o Carnaval somaram 72,7%, contra 84% no ano anterior.

As praias continuam sendo o principal atrativo. Wânia lembra que, neste ano, o número de pessoas que procuraram Santos como destino para o Carnaval por causa das praias foi ainda maior devido ao bom tempo.

Depois da orla, os turistas optaram por visitar o bonde turístico (14,4%), a Bolsa do Café (14,2%) e o Santos Futebol Clube (11,2%). O ponto menos visitado foi a Pinacoteca Benedicto Calixto, por onde passou apenas 0,2% dos turistas.

Gasto

O estudo do IPAT também revela que os turistas gastaram mais neste ano do que em 2009, quando foi realizada a primeira pesquisa pelo instituto.

Enquanto em 2009 a maioria dos visitantes (66,3%) despedia até R$ 150,00 e 6,3% tinham gastos de R$ 251,00 a R$ 350,00, o levantamento de fevereiro último mostrou que 17,1% passaram a gastar até R$ 350,00 diariamente.

A maior parte dos consultados pelo IPAT, no entanto, gasta por dia entre R$ 151,00 e R$ 250,00. Eles representam 32,4% do total. A estimativa de gasto diário de permanência na Cidade leva em consideração toda a família e, se for o caso, o custo da hospedagem.

Na avaliação do coordenador do Instituto de Pesquisas A Tribuna, o cientista político Alcindo Gonçalves, isso reforça a ideia da qualidade do turista em Santos, que dispõe de maior poder aquisitivo e busca permanecer por um período maior na Cidade.

Carnaval traz expectativas

A pesquisa do IPAT foi realizada em 19 de fevereiro. A escolha do período de Carnaval deve-se às características típicas do turismo, de acordo com a secretária Wânia Seixas.

“Além do número elevado de turistas durante os dias de folia, o período é excelente para medir a satisfação dos visitantes justamente porque eles se preparam para uma viagem e criam uma expectativa da cidade de destino”, avalia.

Foram entrevistados 400 turistas em diferentes tipos de acomodação, inclusive navios. Deles, 136 estavam hospedados em hotéis em Santos. A margem de erro da pesquisa é de 3,3 pontos percentuais para um intervalo de confiança de 95,5%. Isto é, 95,5% dos resultados estão dentro da margem de erro estabelecida.

 A Tribuna
Enhanced by Zemanta

Botânico e Engenho dos Eramos, atrações de passeio na Zona Noroeste

Tiê-sangue, bem-te-vi, socó, biguá, lavadeira mascarada e gavião-asa-de-telha são algumas das aves da fauna do Jardim Botânico Chico Mendes, que integra o roteiro da Linha Conheça Santos-Zona Noroeste, a ser realizado neste sábado(8), com saída às 15h30 da Praça das Bandeiras (Gonzaga). 

É preciso fazer reserva antecipada, a partir das 13h, pelo telefone 3284-4375 ou no PIT (Posto de Informações Turísticas), que funciona no bonde instalado na praça. O passeio, com cerca de 2h30, custa R$ 10,00 é monitorado por guia de turismo da Setur (Secretaria de Turismo).

A outra parada é nas ruínas do Engenho de São Jorge dos Erasmos. com cerca de cinco séculos, e mais antigo e conservado do país. Durante 70 anos, fabricou e exportou açúcar e rapadura durante o Brasil Colônia. Em caso de chuva, o passeio é cancelado.