Começa a temporada de cruzeiros 2018

concais

Os turistas de cruzeiros marítimos serão recepcionados com programação especial durante a temporada, que começa neste sábado (24), quando o transatlântico Fantasia, da operadora MSC, atracará,por volta das 7h30, no Terminal Marítimo de Passageiros Giusfredo Santini-Concais, para uma viagem temática com o cantor Wesley Safadão.

Os 610 mil cruzeiristas previstos pelo Concais até o término desta temporada, em 13 de abril, terão à disposição um Posto de Informações Turísticas (PIT), com recepcionistas bilíngues e folheteria da Cidade, serviço que funcionará nos dias em que houver navio no porto.

Dentre os quatro navios que estrearão em Santos, encontra-se o MSC Seaview, inaugurado recentemente na Itália e o maior da história a operar na costa brasileira, com capacidade para 5.331 passageiros. Inspirado nos condomínios de praia de Miami (EUA), esse gigante dos mares mescla áreas internas e externas, de forma a oferecer aos hóspedes uma nova experiência de conectá-los ao mar. Até então, os maiores navios no País – também em Santos – foram o Preziosa e o Fantasia, ambos da MSC, com acomodações para 4.363 hóspedes.

Totalizando 100 dias, 71 dos quais com navios no Concais, a temporada em Santos contará com 11 navios, cinco deles com escalas regulares – na temporada 2017-2018, a Cidade também recebeu 11 transatlânticos, quatro dos quais em escalas regulares, nos 88 dias de operação, 68 deles com embarcações no terminal marítimo.

Nesta temporada, Santos receberá os transatlânticos Seaview, Poesia e Fantasia (MSC); Favolosa (Costa); Sovereign (Soberano, Pullmantur); Sirena e Marina (Oceania Cruises); Celebrity Eclipse (Celebrity Cruises); Seven Seas Explorer (Seves Seas Cruises); Persuit (Azamara) e Prinsedam (Holland America). Além do Seaview, atracarão pela primeira vez no porto os navios Celebrity Eclipse, Seven Seas Explorer e Pursuit.

 

IMPACTO ECONÔMICO

De acordo com a Associação Internacional de Cruzeiros (Clia), a temporada 2018-2019 será a maior e mais longa no Brasil, nos últimos anos, registrando embarcações maiores e mais tempo de permanência na costa brasileira. A exemplo da última temporada, haverá escalas em Balneário Comboriú (SC) e o porto de Itajaí, no mesmo estado, voltará a receber transatlânticos.

Conforme cálculos da entidade, a temporada terá um aumento de 439,7 mil para 532,5 mil no número de leitos, ampliando a oferta de cabines em 20% – para a de 2019-2020, a previsão é de um navio a mais no País e o total de leitos deverá chegar a 560 mil.

De acordo com levantamentos da Clio, o impacto na economia, registrado pela última temporada, foi de aproximadamente R$ 1,8 bilhão. Desse montante, pelo menos R$ 827 milhões foram gastos pelas armadoras com combustíveis, taxas portuárias e impostos, entre outros itens. Já as despesas dos cruzeiristas e tripulantes chegaram a R$ 965 milhões. Além disso, ainda de acordo com a associação, a última temporada criou 28 mil postos de trabalho, quase 10% a mais do que a de 2016-2017.

Com seis navios atracados, terminal de passageiros terá operação especial

Uma rígida atuação da Polícia Federal (PF), a fiscalização das bagagens pela Alfândega de Santos e medidas para agilizar e evitar transtornos aos turistas. Esses serão os procedimentos adotados hoje no Terminal de Passageiros Giusfredo Santini, no Porto, por onde vão passar cerca de 25 mil pessoas. O objetivo é garantir tranquilidade durante o embarque e o desembarque dos hóspedes na data que deve ser a de maior movimento desta temporada.

Ao todo, seis navios vão estar no cais santista. Vão atracar pela manhã o MSC Armonia, o MSC Orchestra, o Costa Pacifica, o Costa Fortuna, o Grand Mistral e o Soberano. Será a segunda vez, nesta estação, que o complexo recebe esse número de navios. A primeira foi em 23 de dezembro.

Nessas ocasiões, as autoridades costumam ficar atentas às operações. A PF pretende repetir a rígida fiscalização realizada nos anos anteriores, durante os embarques de Carnaval, para evitar a entrada de drogas ou outros ilícitos nos navios.

Para isso, haverá uma ampla inspeção nas bagagens de mão. Policiais à paisana vão circular pelo terminal para flagrar irregularidades. Esse tipo de procedimento costuma ser adotado em cruzeiros temáticos voltados, sobretudo, ao público jovem.

 

A Tribuna

imprimir
Enhanced by Zemanta