Santos terá R$ 25 milhões para obras turísticas

O Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias, ligado ao Governo do Estado, repassará este ano a Santos cerca de R$ 25 milhões.

Desse total, R$ 21,6 milhões são para investimentos e o restante para custeio. Ao todo, as nove cidades da região receberão R$ 71 milhões no mesmo período. Os valores foram anunciados ontem durante reunião do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Baixada Santista.

As prefeituras deverão apresentar projetos de caráter turístico para ter acesso às verbas, desde que aprovados pelos respectivos conselhos municipais do setor. O encontro teve a participação do secretário estadual de Turismo, Laércio Benko. A legislação que prevê percentual para custeio pelos municípios ainda não foi regulamentada e a divisão (85% em investimento e 15% em custeio) pode mudar.

O Governo do Estado também poderá usar 4% da verba Dade para custeio do próprio departamento. A ideia é investir em agilidade e reduzir o volume de processos em tramitação no órgão.

SELO

A Secretaria Estadual de Turismo anunciou o projeto para criação do Selo Metropolitano, que será usado em vans e ônibus para fomentar o turismo regional.

O selo usará uma plataforma eletrônica e deve estar disponibilizado em smartphone. Terá um sistema que permitirá a fiscalização, controle de presença e possibilitará a geração de estatística dos pontos mais visitados.

Governador anuncia reforma da Cadeia Velha de Santos

cadeia velha

Cinco prédios históricos que abrigam oficinas culturais do Estado receberão investimento de R$ 22 milhões em obras de restauro. O anúncio foi feito pelo governador Geraldo Alckmin na tarde desta segunda-feira, 9. As licitações para contratação das obras devem ser realizadas até o final deste ano, e a expectativa é de que a recuperação tenha início no começo de 2014. Os prazos de conclusão variam de 15 a 18 meses.

Para a reforma e restauro da Cadeia Velha de Santos, serão liberados R$ 10 milhões. Trata-se de um dos edifícios coloniais mais antigos e importantes da cidade, declarado patrimônio histórico nas esferas municipal (Condepasa), estadual (Condephaat) e federal (Iphan). A sua construção foi concluída em 1869, quando foi instalada no edifício a Câmara de Santos e, um ano depois, a cadeia, que funcionou até 1956. O intuito da obra é manter a feição original do bem de modo a preservar também as marcas significativas das intervenções sofridas ao longo do tempo.

 

Governador de São Paulo anuncia investimentos de R$ 31,9 milhões para Santos

Paulo Alexandre e Geraldo Alckmin

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciou investimentos de R$ 31,9 milhões para Santos. A verba será do Dade (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias). “O objetivo é apoiar o turismo, obras de infraestrutura e programas sociais para melhorar a qualidade de vida local”, explicou o governador.

Durante o encontro, que ocorreu na manhã desta terça (15) em São Vicente, na sede da TV Tribuna, o prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa, ressaltou a importância do recurso para o primeiro ano de governo. “Esta verba será utilizada preferencialmente em quatro regiões da cidade: área continental, central, zona noroeste e morros. Vamos construir equipamentos e reformar espaços públicos para atender melhor a população”, concluiu o prefeito.

Enhanced by Zemanta