O festival de Teatro mais antigo do país chega a sua 55ª edição

teatro

O FESTA é uma realização do Movimento Teatral da Baixada Santista com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura – Prefeitura de Santos e SESC Santos, parceria com Oficina Cultural Regional Pagu e Movimentos Teatrais e Sociais, coordenado através de reuniões abertas realizadas todas as terças durante todo ano.

Este ano o festival abordará o tema “Movimento” trazendo mesas e espetáculos que abordam a temática, no primeiro dia haverá uma mesa com participação de representantes de movimentos sociais como Mães de Maio, movimento de moradia, movimento teatral que abrirão o festival debatendo o tema proposto. Entre os grupos que irão apresentar está o TUOV- União e Olho Vivo, com César Vieira que participa do movimento teatral de São Paulo e brasileiro há 40 anos, Cafuringa do Rio Grande do Norte, Maracangalha do Mato Grosso do Sul e grupos importantes no cenário estadual e brasileiro como o Barracão de Campinas, a Kiwi de São Paulo, o Clariô de Taboão da Serra e o espetáculo Rua Florada Sem Saída que fala sobre desapropriação de terras e moradia em um espetáculo lúdico e infanto juvenil.

13 de Setembro – Sexta-feira – 12h30

 BRAVA CIA – ESTE LADO PARA CIMA –  isto não é um espetáculo

PRAÇA MAUÁ

Classificação indicativa: adulto

Sinopse:

 A ordem e o progresso fundamentam o surgimento de mais uma cidade e os seus habitantes vivem em razão do trabalho e sonhando com um futuro de felicidade. Até que uma crise, causada pelos seus próprios dirigentes, se abate sobre essa metrópole, ameaçando a ordem estabelecida e obrigando a criação do “mais avançado artefato da tecnologia humana”: A Bolha – que do céu vigiará tudo e todos, para manter as coisas como sempre foram.

O poder do Mercado e o controle das relações humanas exercido por ele são discutidos com um humor anárquico neste trabalho da Brava Companhia, construído para apresentação em rua ou espaços alternativos.

                                    

Vila do Teatro – 18h

Mesa: Movimentos.

Bate papo com representantes dos coletivos e movimentos sociais, seus trabalhos, impacto na sociedade e pautas de trabalho.

Com:   Associação dos Cortiços do Centro, MÃES DE MAIO,  MST, COLETIVO FEMINISTA PAGU E COLETIVO CONTRA MARÉ

ABERTURA

VILA DO TEATRO

22h: Sarau da Vila com o Dj Wagner Parra.

 

14 de Setembro – Sábado 

FONTE DO SAPO

16h:  Grupo Circopatas – Já! (Santos/SP)

Sinopse: Espetáculo  de variedades circenses concebido para rua com  números acrobacias, malabares,pernas de pau e muita diversão.

Classificação etária: livre

 

FOYER TEATRO MUNICIPAL BRÁS CUBAS

18h30:  Grupo Inesperados  – Cena: Work in Progress (Santos/SP)

Classificação indicativa: 12 anos

 Sinopse: A cena Work in Progress foi criada a partir da união dos esquetes “Problemas no Trabalho” e “O Candidato”, escritos por Harold Pinter.

TEATRO MUNICIPAL BRÁS CUBAS

19h:  Grupo Clariô – Urubu Come Carniça E Vôa! (Taboão Da Serra/Sp)

 Sinopse: Escritos crônicos e retratos da vida de um poeta pernambucano, negro, oriundo de MURIBECA, bairro periférico, que leva o mesmo nome do lixão em torno do qual o conjunto habitacional onde mora foi construído.

João Flávio Cordeiro, o MIRÓ DE MURIBECA, faz da poesia a maneira mais concreta de responder a violência sofrida e observada por ele cotidianamente.

Um artista intenso, crônico por natureza que, além dos escritos, traz no corpo e na palavra dita, uma visceralidade peculiar, que propõe novos olhares para um lugar onde “um sujeito pode bater no outro, só porque ele deu um riso!”, mas que, recheado de seu “alegrismo poético”, é capaz de colorir a tragédia e alçar vôos de celebração à vida.

Uma ponte, uma travessia até Miró, é o que o novo espetáculo do grupo Clariô propõe. Atravessando a palavra do poeta de corpo e órgãos, descobrindo musicalidades e gestos que traduzam/dialoguem seus ditos tão urbanos e sertanejos.

“URUBÚ COME CARNIÇA E VÔA!” é o que nos clariô estinstante como chuva fina ao sol.

 

ESPAÇO TEATRO ABERTO  – 22h

Teatro do Kaos – A Falecida (Cubatão/SP)

Classificação etária: 16 anos

Sinopse: “A Falecida” narra o drama de Zulmira, que idealiza um enterro luxuoso como desaforo a vida miserável que leva na periferia. Certa de que seu fim está próximo, pede ao marido desempregado que procure o Sr. Guimarães, homem mais rico do bairro, para que o mesmo lhe proporcione um enterro digno. Miséria, sonhos, traições, religiões, doenças, carnaval e futebol, temas que permeiam essa trajetória. Temas que permeiam nossa vida. “Canta tua aldeia e serás universal”.

Gênero: Tragédia Carioca

ESPAÇO TEATRO ABERTO – 00h

Drag Queen Curso – Sereias De Salto (Santos/Sp)

Sinopse: O roteiro é inspirado nos grandes musicais do século XIX, nas divas do século XX e nos clubes gays atuais. Esquetes teatrais, musicais e dublagens compõem um espetáculo inusitado e eclético, que vai do ritmo dançante de Donna Summer à poesia Chocante de Eduardo Dusek.

Classificação etária: 16 anos

 

15 DE SETEMBRO – Domingo

 POSTO 2  – PRAÇA DO SURFISTA

15h:  Grupo Circopatas – Já! (Santos/SP)

 Sinopse: Espetáculo  de variedades circenses concebido para rua com  números acrobacias, malabares,penas de pau e muita diversão.

 Classificação etária: livre

EMISSARIO SUBMARINO – 16h

Casa 3 de Artes – Rapunzelee (Guarujá/SP)

Sinopse: RapunzeLee é uma releitura urbana do clássico Rapunzel, onde a Bruxa Babete, através de seu diário, conta a “sua” versão dos fatos. Musical infantil que homenageia o rock brasileiro, personificado na figura da cantora Rita Lee, onde suas canções servem de inspiração para a criação dramatúrgica e visual do espetáculo.

O espetáculo foi concebido esteticamente para espaços alternativos, possibilitando diretamente a interação entre atores e a sociedade.

Classificação etária: Livre

ESPAÇO TEATRO ABERTO – 19h

A Confraria Producoes Artísticas  – Amor por Anexins

Sinopse: O espetáculo é construído por meio de jogo de palavras e ditados populares e promove uma reflexão bem humorada sobre amor, dinheiro e casamento por conveniência. Narra a história de Isaías e Inês. Ele está louco para casar-se e vive propondo casamento a Inês, uma senhora distinta viúva e costureira. Isaías escreve-lhe cartas de amor falando de suas intenções, destacando suas qualidades.

Classificação etária: Livre

TEATRO MUNICIPAL BRÁS CUBAS – 21h

Teatro Widia – Medo de Escuro (Santos/SP)

Sinopse: O espetáculo MEDO DE ESCURO é sobre a relação de um músico, cover de George Harrison com uma designer de moda, ambos vulneráveis ao encanto da cultura pop. Eles vivem enclausurados num mesmo universo, repleto de heróis às avessas. Neste mundo de simulacros, os dois se aproximam e se abandonam com uma velocidade frenética, que confunde muitas vezes frivolidade e carência, paixão e amor, inocência e maturidade. Uma história contada ao som de George Harrison e outros astros da cultura pop.O espetáculo Medo de Escuro faz uma homenagem ao George Harrison que completaria 70 anos em 2013.

Gênero: Tragicomédia contemporânea

Classificação etária: 14 anos

ESPAÇO TEATRO ABERTO – 23h

Cia Teatral Carcarah Voador – Ispinho e Fulô De Patativa (Santos/SP)

Sinopse: O espetáculo investiga cenicamente, a poesia  e a vivência  de Antonio Gonçalves da Silva, o Patativa do Assaré, que através de sua obra poética  se preocupa em descrever  a vida quotidiana do povo nordestino como nenhum outro autor.

A simplicidade poética do cantador e autor sertanejo nos remete ao universo do povo sofrido do sertão cearense, reconhece sua força e luta por mais dignidade.

A pesquisa através da obra do poeta Patativa do Assaré, faz uma reflexão e  busca entender e sentir essa realidade.

Classificação etária: Livre

 

16 DE SETEMBRO – Segunda-Feira

PRAÇA MAUA – 12h30:  Grupo Circopatas – Já! (Santos/SP)

Sinopse: Espetáculo  de variedades circenses concebido para rua com  números acrobacias, malabares,pernas de pau e muita diversão.

 Classificação etária: livre

FOYER TEATRO GUARANY – 20h30

Insana Cia – Eu, Migo e meu Umbigo (Santos/SP)

Sinopse Suspiro, um jovem palhaço se vê em plena solidão, fruto de seu próprio egoísmo, o que lhe faz criar seres imaginários para suprir sua falta, que só o faz lembrar que é impossível viver sozinho.

Classificação etária: livre

TEATRO GUARANY – 21h

Barracão Teatro – WWW para Freedom (Campinas/SP)

Sinopse: Espetáculo de palhaço sobre a guerra para ser livre. Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência!

WWW para Freedom é um código de operação militar. Soldados são mandados para libertar um povo de um terrível ditador.  Em algum lugar do mundo e em algum tempo. Mas um soldado, na hora de bombardear o alvo, questiona para que serve tudo aquilo e faz uma operação, não militar, em nome da liberdade na qual acredita. De que liberdade estamos falando?  Livrar-se de quem?  Livrar-se de que? É preciso a guerra para estar em paz?

Gênero: Comédia

Classificação etária: 12 anos

 

17 DE SETEMBRO – Terça-Feira – 19h

 VILA DO TEATRO

Bate papo com Ademir Demarchi e lançamento da Revista Babel Poética

A revista Babel Poética surgiu na estela de um cometa, a partir de um edital, vencendo 170 concorrentes. Dez mil exemplares. “Contemplada pela seleção pública de revistas culturais do Programa Cultura e Pensamento” 2009/2010, do Ministério da Cultura/Secretaria de Políticas Culturais e com apoio da Petrobrás. Planejamento para 6 edições, visando mapear a poesia contemporânea brasileira em âmbito nacional.
Para circular e promover a leitura. Poesia, tradução e crítica. Editor: Ademir Demarchi e um Conselho Editorial que reúne ativistas da poesia de São Paulo, Ceará, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, nomes conhecidos como Ademir Assunção, Jorge Luis Antonio, Ricardo Corona, e outros.

ESPAÇO TEATRO ABERTO

20h –Núcleo Temporário de Teatro – Cena:  Eu (Santos/SP)

Sinopse: O Homem inconformado, condicionado ao sistema social fragmentado o qual faz parte, liberta sua consciência através da denúncia, a personagem relata suas condições de sobrevivência sub-humanas. Exposta a superioridade ela busca resgatar sua importância social, reivindicando seus direitos mínimos, “chinelos e respeito”(…).

FOYER DO TEATRO GUARANY – 20h30

Broadway Voices

Sinopse: O projeto Broadway Voices originou-se da grande vontade de tornar acessíveis montagens que envolvam o universo dos musicais aos diversos públicos da Baixada Santista, de diferentes faixas etárias e classes sociais, aproximando-os do teatro musical, que a muitos ainda parece inacessível.

TEATRO GUARANY – 21h

Cia do Elefante – Valsa n6 (Santos/SP)

Sinopse A montagem é fruto de pesquisa sobre os aspectos da montagem teatral contemporânea.  Na história, uma menina de quinze anos se vê num quebra-cabeça nebuloso ao tentar se recordar de passagens de sua vida.

Classificação etária: livre

VILA DO TEATRO – 22h

Superbacana Produções e Confraria Produções Artísticas – Dama da Noite (Santos/SP)

Sinopse: Luiz Fernando Almeida encarna a “Dama da Noite” e as angústias de um ser humano que não se sente inserido no mundo que vê e vive.

Gênero :Drama

Classificação Etária: 14 anos

 

ESPAÇO TEATRO ABERTO – 23h

 Show do cantor Conrado Pouza

 

18 de Setembro – Quarta-Feira

UNIFESP – Rua Silva Jardim, 136 – Vila Mathias – 9h

Cia da Solitude – Algumas Historias (Santos/SP)

Sinopse: A vida e a obra de Paulo José é apresentada ao público por um Jovem Aprendiz que, ao compartilhar também sua identificação com este grande artista, acaba por falar de um encontro de gerações entre atores que têm em comum o amor aos palcos.

Classificação etária: 14 anos

ESPAÇO TEATRO ABERTO – 20h

Cia Café Teatral – Uma Lição Longe Demais (Mongaguá/SP)

Sinopse: A peça conta a história de Gilberto um aluno que foi expulso da escola e para se vingar decide sequestrar sua ex-professora D.Solange que o expulso. Com a ajuda de seu amigo Porquinho ele decide colocar toda sua revolta e suas questões que ficaram pendentes. O texto propõe ao espectador uma reflexão sobre temas sociais, éticos e políticos.

TEATRO GUARANY – 21h

Teatro Genoma – Na Sombra De Um Domingo Sangrento (Praia Grande/SP)

Sinopse: Inspirado na canção “Sunday Blood Sunday” do U2, o espetáculo conta a história de James, Roy e Ian, católicos Irlandeses e da protestante  britânica Brigite. Um drama épico que retrata o lamentável Domingo Sangrento em Belfast na Irlanda do Norte, quando no dia 30 de Janeiro de 1972, 13 pessoas foram mortas.

Gênero: Drama – Adulto

ESPAÇO TEATRO ABERTO – 23h

Show Preta Rara – Audácia

 

19 DE SETEMBRO – QUINTA-FEIRA

TEATRO GUARANY – 15h30

Cia. Casa Da Tia Siré – Rua Florada Sem Saída (São Paulo/SP)

Sinopse: O espetáculo narra a trajetória e o crescimento de quatro crianças – Toninho, Lila, Mônica e Lua – em uma perspectiva em que crescer não é só um percurso natural, biológico, mas uma determinação da sociedade de consumo. Absorvidos, aos poucos, por este mundo, o que resta deles?

O que é ideal? O que é concreto? Estas dúvidas se apresentam quando os quatro decidem plantar uma árvore a qual chamarão de Florinda e que será o quinto integrante da história até a adolescência dos protagonistas.

Compartilhando suas experiências, as personagens constatam, de modo bastante poético, a desigualdade das relações humanas. Em suas contradições, a vida se revela a partir da realidade e do imaginário, na luta pela compreensão e pela construção do mundo.

 

VILA DO TEATRO – 20h30

Grupo Janela De Teatro – Cena: A Ilha Desconhecida (Santos/SP)

Sinopse: Um Homem bate à porta do rei pedindo um barco, para ir em busca da ilha desconhecida, mas é atendido pela mulher da limpeza que o informa que o rei não irá atendê-lo. O homem passa a devanear sobre qual é realmente sua busca. A mulher volta e juntos descobrem que a ilha desconhecida pode estar mais perto do que imaginavam. Na vela, é projetado um vídeo com  Saramago sintetizando o significado da ilha desconhecida.

Classificação etária: livre

VILA DO TEATRO – 21h

Cia da Solitude – Algumas Historias (Santos/SP)

Sinopse: A vida e a obra de Paulo José é apresentada ao público por um Jovem Aprendiz que, ao compartilhar também sua identificação com este grande artista, acaba por falar de um encontro de gerações entre atores que têm em comum o amor aos palcos.

Classificação etária: 14 anos

ESPAÇO TEATRO ABERTO – 23h

Show com Vagabundos Bundas Bands

 

20 de Setembro – Sexta-Feira

PRAÇA MAUA – 12h30

Teatro Imaginário Maracangalha – Tekoha (Campo Grande/MS)

 Sinopse: O espetáculo de rua revisita as obras “Areôtorare” (1935) e ‘”Sarobá” (1936) do escritor modernista Lobivar Matos, nascido em Corumbá (MS), aborda as relações humanas e sociais do seu tempo. Desta forma, questões como desigualdade, preconceito e desenvolvimento econômico são desveladas sob a ótica dos trabalhadores, índios e negros que até hoje “refletem os anseios, as revoltas, as durezas amargas da época e do meio em que vivem” (MATOS, L.).

Classificação etária: livre

BOULEVARD DO GONZAGA – 17h  

Grupo Circopatas – Já! (Santos/SP)

Sinopse: Espetáculo  de variedades circenses concebido para rua com  números acrobacias, malabares, penas de pau e muita diversão.

 Classificação etária: livre

 

C.E.S. CENTRO DOS ESTUDANTES DE SANTOS – 19h

Kiwi Companhia de Teatro – Carne (São Paulo/SP)

Sinopse: Carne, discute as relações entre patriarcado e capitalismo, mostrando o panorama da opressão de gênero e a situação específica da violência contra as mulheres no Brasil.

No trabalho cênico são utilizadas canções populares, imagens publicitárias, estatísticas sobre a violência contra as mulheres, trechos de romance, entre outros materiais.

Classificação etária: 14 anos

 

VILA DO TEATRO – 21h

Cia Arueiras Do Brasil – Aurora (Praia Grande/SP)

 Sinopse: Aurora é uma catadora de papelão e latinhas, idosa e castigada pelos anos.

Diante desta dura realidade ela consegue “catar” somente o que seu limitado corpo consegue suportar, mas não há limites para seus sonhos, para sua generosidade e para a certeza de que o amanhã está apenas começando.

A beleza está nos olhos de quem vê, por isso; “Aurora” é a poesia que brota da mais dura realidade, mostrando com muito humor e muita sensibilidade que “qualquer dificuldade” é apenas um ponto de vista.

Classificação etária: 14 anos

 

ESPAÇO TEATRO ABERTO – 22h

Cia Ohm de Teatro – Dentro de Mim Mora Outra (Santos/SP)

Sinopse: Apesar da grande relatividade cultural humana em perceber o ambiente, podemos dizer que existem certas universalidades entre os seres humanos que os caracterizam como espécie. Uma delas seria a capacidade de organizar ideias e percepções da vida, a partir da capacidade de categorizar. No entanto, as categorias de pensamento são socialmente construídas, então, deve-se ter o cuidado de contextualizar, culturalmente, o tempo e o espaço em que essas categorias foram concebidas, assim como a sua função social, em um dado contexto histórico e cultural. Nesse sentido, transexualidade não se trata de uma categoria natural, mas de uma percepção moderna de um fenômeno típico e recorrente da diversidade sexual humana comum em muitas culturas.

Classificação etária: 16 anos

 

ESPAÇO TEATRO ABERTO – 00h

Drag Queen Curso – Sereias De Salto (Santos/Sp)

Sinopse: O roteiro é inspirado nos grandes musicais do século XIX, nas divas do século XX e nos clubes gays atuais. Esquetes teatrais, musicais e dublagens compõem um espetáculo inusitado e eclético, que vai do ritmo dançante de Donna Summer à poesia Chocante de Eduardo Dusek.

Classificação etária: 16 anos

21 de Setembro – Sábado

 

EMISSARIO SUBMARINO – 17h

TUOV – Teatro União e Olho Vivo –  A Cobra vai Fumar (São Paulo/SP)

Sinopse: A partir de relatos de ex-pracinhas da Força Expedicionária Brasileira que combateu em Monte Castelo e outras regiões da Itália, na  Segunda Guerra Mundial, de Olho Vivo, contamos em forma de fragmentos um pouco de um passado  ainda presente. Como se a memória teimasse em esquecer e lembrar…

Classificação etária: livre

 

PRAÇA DOS ANDRADAS – 18h

Grupo Circopatas – Já! (Santos/SP)

Sinopse: Espetáculo  de variedades circenses concebido para rua com  números acrobacias, malabares,pernas de pau e muita diversão.

Classificação etária: livre

18h30:  Les Dumbs Circo – Números:  Sorrow, Volant e A Patroa   – (Guarujá/SP)

Sinopse: Sorrow – Com base na dança contemporânea, técnicas circenses e teatro a coreografia “Sorrow” trás o sofrimento de um casal extremamente apaixonado, mas que se encontra em uma situação em que amor não é mais possível e apenas a tristeza os alcança.

Volant – Uma performance que envolve circo, dança e teatro conta o começo da história de Volant. Uma garota solitária que busca quebrar as barreiras da vida, mas não consegue sozinha. Até o momento que conhece Porteau se tornam amigos e juntos alcançam novos objetivos.

A Patroa – Uma mulher poderosa e recalcada demonstra toda sua superioridade pisando em homens que a rodeiam e, mesmo sendo tratados ora como chão ora como escada ou tapete, eles continuam prezando pela segurança de sua patroa , sem nunca deixa-lá cair.

                                

19h:  Fausto Franco – O Corpo Projetado (Curitiba/Pr)

Sinopse: O projeto Corpo Projetado é uma proposta de criação colaborativa entre os artistas Fausto Franco (ator e artista circense residente em Curitiba/PR) e Raquel Karro (artiz e coreógrafa residente no Rio de Janeiro) que visa à renovação do número “Corpo Projetado” criado originalmente por Fausto Franco em 2003.

Este trabalho foi realizado originalmente durante o Ciclo de Ações Performáticas na Casa Hoffmann – Centro de Estudos do Movimento (Curitiba/PR). “Corpo Projetado” é uma performance circense em que o artista permanece suspenso no tecido acrobático, realizando diversas movimentações e desta forma passando, também, por várias posições e formas, enquanto imagens criadas em tempo real são projetadas sobre o tecido e sobre o corpo. A medida que as imagens e movimentos se fundem, surgem novos estímulos para continuar se movendo e desafiando o corpo a continuar em suspensão. Nesta fusão imagem – corpo – tela a pesquisa de qualidades de movimento de Rudolf Laban e a subversão da estética tradicional do número circense dando lugar comunicação mais próxima da performance da dança e teatro são o ponto de partida para a criação. Este projeto foi contemplado pela “Bolsa Funarte Petrobrás Carequinha de Incentivo ao Circo 2011”.

20h: Grupo Cafuringa – Cafuringa (RECIFE)

Sinopse: O espetáculo narra à história do ventríloquo, embolador, vendedor de pomadas e garrafadas: CAFURINGA. Um recorte no tempo, de seus momentos brincantes até a sua expulsão do Pátio do Carmo.

Também conhecido como Homem da Cobra, o mestre Cafuringa e seu boneco Joãozinho, acompanhado por Galego, Barruada e Benedito, alegram o pátio com piadas picantes que despertam as belas Cafurinetes; as garrafadas e pomadas trazem os velhos à roda e sua ousadia leva o incômodo aos poderosos. Cafuringa foi ameaçado e expulso. Condenado, a sua pena foi a morte. O espetáculo lança a voz poética do camelô-artista-palhaço-repentista que, como cordeiro, morreu… só a arte, não.

Classificação etária: livre

VILA DO TEATRO

ENCERRAMENTO

22h: Sarau da Vila com Festa Futurafrica

 

DEBATEDORES – FESTA 55

Zeca Sampaio

É diretor e ator de teatro, músico e autor de peças teatrais e de livros infantis. Possui doutorado em educação pela FEUSP, mestrado em Artes pela ECA/USP e mestrado em Educação pela UNISANTOS. Publicou o livro “O ator vivo” pela Hucitec, e “Educação e Liberdade em Wilhelm Reich” pela Perspectiva. Publicou também os livros “Agora é Minha Vez” e “Zé Chimpanzé”, para crianças. Atua em teatro profissional Infantil e adulto e no teatro de rua desde a década de setenta, como ator, diretor, diretor musical, autor e produtor.  Atualmente, é professor na Escola Superior de Artes Célia Helena e na Faculdade Paulista de Artes, onde também coordena os cursos de licenciatura em Música e Artes Visuais.

Leonardo Nicoletti

Animador Cultural, ator, professor e arte-educador, formado em Licenciatura em Artes Cênicas na Unesp. Vivências em cursos de Mário Bolognese, Bete Dorgam, Carina Prestupa, Hamir Hadad, Juliana Galdino, Sílvia Leblon, Luis Louis e Roberto Rosa. Como pesquisador no projeto “SESC Anchieta 40 Anos”, sob coordenação de Alexandre Mate. Como ator em “Material para Atentados” e “Quase Atentados” pela Cia. Tablado de Arruar; “Lugar Algum” pelo SESC Pinheiros; “Independência ou Out” , sob direção de Osvaldo Anzolin, pela Companhia Atrás do Grito de Teatro; “O Santo Guerreiro e o Herói Desajustado”, sob direção de Rogério Tarifa, pela Companhia São Jorge de Variedades; “A Mandrágora”, de Nicolau Maquiavel, pelo Núcleo Nautrapilho de Teatro, sob direção de Roberto Rosa. Lecionou teatro em ONGs, escolas públicas e particulares. Atualmente, trabalha como técnico de programação teatral no Sesc Santos.

REALIZAÇÃO

MTBS – MOVIMENTO TEATRAL DA BAIXADA SANTISTA
COM TODA PROGRAMAÇÃO GRATUITA!!!

APOIO – SESC SANTOS E PREFEITURA DE SANTOS através da SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA

APOIO CULTURAL – ASSAOC – OFICINA CULTURAL REGIONAL PAGU + LOGOS DO ESTADO

PARCERIA – ASSOCIAÇÃO DOS ARTISTAS, CENTRO EUROPEU, VILA DO TEATRO, ESPAÇO TEATRO ABERTO, SUPERBACANA PRODUÇÕES, FERREIRA PRODUÇÕES, SELO 7 PRODUÇÃO CULTURAL, CENTRO DOS ESTUDANTES  E UNIFESP
COMPANHEIROS – ACC, MÃES DE MAIO, RÁDIO DA JUVENTUDE, MST, COLETIVO PAGU E COLETIVO CONTRA MARÉ.

Agradecimento especial: Professor Reinaldo Martins

OFICINAS PÓS FESTIVAL

WORKSHOP DE PALHAÇO: RELAÇÃO ENTRE DESEJO E PODER NA MENOR MÁSCARA DO MUNDO

Coordenação: Esio Magalhães Pereira

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s