Patrimônio arquitetônico, Casa da Frontaria Azulejada será revitalizada

frontaria

O Espaço Cultural Casa da Frontaria Azulejada, no Centro Histórico, será revitalizado pela prefeitura. A obra é um dos 11 projetos do município que contarão com recursos do Dade (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias), órgão vinculado à Secretaria de Estado do Turismo, e receberá investimento de R$ 2,5 milhões. O projeto da Secretaria de Desenvolvimento Urbano prevê a restauração interna e externa, substituição da cobertura e construção de mezanino com auditório para 120 pessoas.

A previsão é que a intervenção comece a ser executada no segundo semestre deste ano. “A finalidade é a preservação deste patrimônio histórico e melhor abrigar os eventos culturais”, destaca a presidente da Fundação Arquivo e Memória de Santos (entidade responsável pelo imóvel), Vera Raphaelli.

O prédio da Frontaria funciona desde o final de 2007 como espaço cultural. Construído em 1865 para residência e armazém do comendador português Manoel Joaquim Ferreira Netto, é uma das mais significativas obras arquitetônicas de Santos e se destaca pela fachada composta por azulejos portugueses em alto-relevo, sendo tombado pelos órgãos de defesa de patrimônio municipal (Condepasa), estadual (Condephaat) e federal (Iphan).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s